Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
I - The Rebel PathHoje à(s) 10:49 ampor  2Miaus[Pedido de Instrutor] - ShawHoje à(s) 12:03 ampor  Shaw[TUTORIAL] - SHAWOntem à(s) 11:59 pmpor  ShawOperação T.N.C.T.O.N.I.Ontem à(s) 10:47 pmpor  Wesker1º Capítulo: Alvorada dos Monstrorines!Ontem à(s) 9:22 pmpor  Blindao[FICHA] Nina SpadesOntem à(s) 8:51 pmpor  Shiro[Ficha] WolfgangOntem à(s) 7:03 pmpor  Wolfgang[Ficha] JaeggarOntem à(s) 4:39 pmpor  JaeggarAgnis CyrielleOntem à(s) 4:01 pmpor  Ryoma[TUTORIAL] JaeggarOntem à(s) 9:31 ampor  Maka
Diego Kaminari
Ver perfil do usuário
Imagem : [Ficha] - Diego Kaminari  Dante-gif-11
Créditos : 00
Localização : Rio de Janeiro
Diego KaminariEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t332-diego-kaminari https://www.allbluerpg.com/t399-1-caminhos-entrelacados-o-alvorecer-da-aventura#1216
[Ficha] - Diego Kaminari Qui Abr 22, 2021 1:07 am



Diego Kaminari








Sobre o Personagem


Nome: Diego Kaminari
Idade: 18
Género: Masculino
Mão Predominante: Direita
Altura: 1,70
Peso: 74
Raça: Humano
Origem: Desconhecida
Localização: Dawn Island
Grupo: Civil

Complementos



Aparência:
Kaminari possui um corpo com a musculatura definida, no entanto, não passa a imagem de um homem “bombado”. Por baixo de sua camisa possui uma pele branca coberta por algumas cicatrizes, no entanto, nada que deixe parecendo um ser retalhado, pelo contrário são marcas que dão charme ao pirata e sempre rendem uma história a ser contadada para cada uma delas. A que mais de destaca e uma grande que ganhou no dia que perdeu sua irmã, a queimadura de estendeu por todas suas costas conforme o fogo consumia o tecido de sua camisa, deixando uma imagem de algo que parecia uma árvore. Seja qual for a história as cicatrizes lembram seu duro passado e o acidente que o atormenta até hoje nas noites escuras. Seus cabelos possuiem fios brancos, mas diferente da maioria das pessoas este fato não passa uma imagem de mais velho, seu rosto condiz com sua idade. Seus olhos são cinzas quase alcançando o tom de seus cabelos, algo bem agradevel de se olhar. Suas roupas seja qual for sempre contam com um suporte para sua espada nas costas, lugar tal que mais gosta de porta-la. Suas roupas seguem uma tonalidade vermelha, principalmente seu sobretudo, entre tanto podendo mudar não sendo um requisito, apenas uma preferência.

Personalidade:
Diego está bem longe de ser um exemplo de indivíduo calmo, principalmente quando o assunto é receber ordens, o garoto mesmo quando criança nunca foi bom com hierarquias, não gostando de ser mandado ou sequer ter superiores, para o mesmo ele devia estar no topo para fazer o que julgava certo, ou melhor. No entanto, no geral tem um coração bom e até bem gentil com as pessoas que julga serem merecedoras de tal afeto, o que no que lhe concerne, exclui praticamente todos os nobres que o aspirante a pirata topa em seu caminho. Amante da justiça, ele não gosta de ver a mesma sendo manchada, considerando, claro, seus princípios sobre tal assunto, todavia acabando, por sempre tentar corrigir os atos dos injustos e puni-los da maneira mais sofrida possivel. Possui um extinto protetor que o faz dar seu máximo quando necessário para proteger quem ele ama e se importa, ele já pedeu quem mais amava e tem uma promessa consigo mesmo que, caso ele volte a ter mais alguem para amar, nunca deixaria tal pessoa ser tirada dele como antes Chloe foi. A vida lhe ensinou da pior forma, brigas, assassinatos, e inconteveis vivencias que ocorrem na parte obscura da cidade onde miseria toma seu espaço, marcaram não somente a pele de Diego, mas sua mente também e por conta destas dolorosas experiencias, não possui ressentimento ao matar, pelo contrário quando está com raiva se torna bem sanguinário e gosta de manchar bastante o chão com sangue de seus inimigos. Era apaixonado por sua irmã que morreu no ataque, apesar de ainda manter vivo este sentimento, hoje usa seu charme para conquistar muitas mulheres, no entanto, ainda espera encontrar alguém que possa fazê-lo feliz e ter sua família mesmo que isso sempre pareça algo impulsivo, pois quando chega perto de tal objetivo recebe um choque que nenhuma mulher conseguirá seu amor da mesma forma que sua irmã o tinha. Se estressa ao ver uma reação negativa quando alguem descobre sobre os sentimentos que possui por sua propria irmã, fazendo com que sua feição claramente mude, afinal porquê algo tão puro e belo pode ser considerado errado por conta de um tabu social? Seu sonho é ser temido com uma grande recompensa e ser considerado um dos homens mais poderosos do mundo se não o mais, para assim garantir que fará o que quiser sem os olhos julgadores ou impositores dos demais, pregando a verdadeira liberdade. Além disto ter o poder para destruir a organização que matou sua irmã.

História:
Minha história começa bem antes do acontecimento que mudou e definiu minha vida. Meus pais na qual são um mistério para mim até hoje, foram assassinados deixando a mim e minha irmã órfãos ainda pequenos na ilha de Loguetown. Minha irmã… Chloe era linda e sempre nos manteve seguros em todas as situações que não foram poucas. Roubamos para sobreviver num mundo egoísta onde crianças morrem nas ruas e os nobres as veem como um lixo a ser retirado. Pulamos de ilha em ilha infliltrados em navios, comendo apenas o resto do lixo dos mesmos. Por muitas vezes tinhamos que aguentar insetos como baratas andando sobre nossos corpos e nçao poderiamos dar um grito sequer. Certa vez acordei com um barata entrando em meu ouvido e sem perceber já havia soltado um alto berro, naquele dia formos pegos e torturados. A questão e que de tantos lugares que pulavamos acabamos por perder a lembrança de onde viemos originalmente, todavia aquilo não importava... Meu lugar era onde minha irmã estava. Alguns anos apos esse acontecido uma mulher nos encontrou e nos acolheu, de início foi algo estranho para mim, pois não pensava que poderia confiar em outra pessoa. Então fomos levados para seu orfanato e claro… Nem todas as outras crianças eram sempre amigáveis, entretanto eles se tornaram a minha família, de certa forma a única experiência que tive em relação à família fora minha irmã.

Chloe era bem popular e prestativa, sendo a mais velha ajudava a senhora kinds a administrar o local, isso acabou nos afastando um pouco, entretanto em meio a meus estudos sempre que podia, gostava de passar meu tempo livre com ela, demorou um pouco para eu perceber que eu estava apaixonado por minha irmã… Quando percebi isso? Quando comecei imaginar uma família nossa e uma vida ao seu lado. Todavia claramente esta não era uma ideia compreendida e aceitável para todos e com intuito de não trazer problemas mantive isto escondido. Todavia a cada dia que tinha de aceitar a realidade eu me perguntava, “Porque isso é tão errado? Em que isso vai atrapalhar a vida das outras pessoas? Por que algo tão lindo e puro é considerado proibido se mal a ninguém isso faria?”. Com tudo isso, um sentimento forte de que algo estava errado crescia em mim, mas não somente com meu meio, errado com o mundo. Diziam-nos que éramos livres, mas tínhamos que seguir regras e ideais impostos por pessoas que apenas querem que sua opinião de certo ou errado prevaleça… Mas porquê a opinião dela é melhor que a minha própria? Porque o que ela acha certo é obrigatoriamente o que eu tenho que achar correto? Todos esses questionamentos me fizeram criar uma concepção de não deveriam seguir ordens de ninguém, pois as pessoas não conheciam meus desejos então como poderiam me guiar num caminho da felicidade? Pesquisei muito e conforme os dias passavam descobri algo que definiria minha vida.

Um pirata não é apenas um bandido dos mares como a marinha e o governo insistiam em pregar. Em suma, ser pirata é ser um individuo livre que segue as próprias regras e leva a vida conforme acha melhor sem ter que responder ou seguir leis de ninguém… No mar não existe um ser mais livre que os piratas! A liberdade tinha que ser algo mundial, a verdadeira liberdade, onde as pessoas poderiam ser e viver o que quiserem sem depender da aprovação das demais pessoas e a partir daquele momento defini meu objetivo, eu conquistaria a maior das liberdades e ajudaria a todos que quiserem a conseguir, eu seria um pirata!

Voltando a minha trajetória, conforme eu crescia acabava por conquistar varias mulheres para tentar preencher o vazio, afinal querer ser livre não necessariamente é ser de fato, além disso, não sabia se minha irmã compartilharia de meus ideais. Entre tudo apesar das várias opções que me tinha disponível, nunca conseguia preencher o buraco em meu peito, pelo menos não por muito tempo. Muitas vezes caçava confusão e me metia em brigas apenas para que minha irmã fosse enviada para me repreender, isso me gerou certa experiência nas ruas, para senhora Kinds era estranho como um jovem estudioso que passava horas lendo sobre navegação, podia ao mesmo tempo, ser tão delinquente? Sorte minha que ela nunca suspeitou dos meus verdadeiros motivos de ser daquele jeito. Um dia decidiram me colocar em um Dojo para aprender a arte de luta com espadas, diziam ser para acalmar meu gênio nervoso… Sinceramente ri muito disso, se eles soubessem meus verdadeiros motivos, não era para um Dojo que eu seria enviado. Enfim me apaixonei pelo estilo e a espada se tornara uma extensão de mim, mas não parei aí… Eu teria que ser forte por isso busquei as mais variadas formas de me tornar um ser considerável e decidi que para me tornar completo também tinha que atacar a distância e secretamente, me coloquei a praticar tiro ao alvo de maneira que a pistola junto a espada, fosse uma única arma perfeita.

Mas em uma noite fria o vento uivava como se alertasse o que estava por vir, o orfanato ficava em uma região não muito populosa no interior da capital e já não haviam pessoas circulando pelas redondezas e as luzes mais próximos eram distantes, até que aconteceu. Lembro-me que a primeira bomba explodiu nos pés de um de meus amigos, era sangue por todo lado e ele ainda vivo gritava procurando as pernas que já não existiam mais. Todos foram pegos de surpresa… O fogo começou de algum lugar que não me recordo, mas se espalhou rápido muito morreram pelas chamas que os encurralou e outros conseguiam se abrigar mais a fumaça os sufocava. O teto uma hora cedeu e várias partes do que seria o segundo andar caia em cima de quem ainda estava lá dentro, da janela pude ver homens de terno com o símbolo do governo mundial e uma figura em especial que trajava o uniforme de oficial da marinha, esse mesmo homem se vangloriava pela patente que possuía e logo matava mais amigos capturados com frieza e um sorriso na cara, era aquilo que eles chamavam de justiça? Aquelas crianças haviam feito o que para serem uma ameaça ao mundo? Porque aqueles agentes faziam aquilo com o povo sendo que o maldito trabalho deles era proteger o mundo? As chamas estavam me alcançando e eu tinha de sair, mas não havia encontrado a pessoa mais importante lá dentro… Minha irmã Chloe.

Ouvi seus gritos vindo da cozinha próximo à saída dos fundos, ao chegar lá meu desespero que era grande se tornou ainda maior quando a vi no chão com uma viga de maneira em cima de suas pernas. Ela foi pega quando o teto da cozinha começou a cair… Eu não estava com ela para ajudar! Aquilo me deixava com raiva, mas pior ainda fiquei quando tentei levantar a viga, no entanto, ela nem se movia eu não era forte o suficiente. Um pedaço de madeira restante iria cair em cima dela, mas me projetei em sua direção deixando a madeira em chamas atingir minhas costas que se queimaram instantaneamente, algumas partes da roupa queimaram com brasa enquanto outras resistiram mais… Minhas costas estavam marcadas, uma cicatriz que viria ser a lembrança do dia que perdi minha vontade de viver, uma imagem de uma árvore seca e morta que se mostrava em alto-relevo a minha pele que borbulhava ao calor das chamas. Vi a voz fraca de Chloe me chamando e quando a olho ela estava sorrindo para mim, ela me explicou como à senhora Kinds estava envolvida com o exército revolucionário e como ela mesma acabou se envolvendo para poder se tornar forte e nos proteger quando finalmente saíssemos de lá. Ela fizera tudo àquilo por mim e minhas lágrimas escorriam diante do destino iminente. Ela me pedia para que eu me salvasse, eu não queria deixa-la, mas ela insistiu… Minha irmã ficaria feliz em saber que eu estava bem e seguro, pois aquele sempre foi seu objetivo. Foi a coisa mais difícil que já enfrentei, deixar a pessoa que mais amo entregue a morte… Deixa-la em meio a todas as labaredas que queimariam quem mais se importou comigo e quem eu amava. Antes de ir eu me abaixei e beijei sua boca, um beijo que queria em outra situação, no entanto, que se tonaria o único e último. Ela retribuiu o beijo, mas logo depois me mandou fugir e sua despedida foi um eu te amo. “Eu te amo!” essas foram as últimas palavras não só da minha irmã, mas da mulher que eu amava. Quando já estava longe pude ver o grande orfanato cedendo às chamas e desaparecendo por completo em meio às mesmas. Eu consegui fugir, mas em mim, havia raiva! Raiva da marinha e do governo mundial! Por matarem crianças inocentes a sangue-frio e acima de tudo por me tirar a pessoa que mais me importava… Por matar minha irmã!

Depois disso, minha vida foi bem mais árdua, roubei para comer, não que gostasse disso, mas era minha única fonte de sobrevivência até eu conseguir ir para Dawn Island, lá eu me fixei na floresta e construí uma pequena cabana. Às vezes ia à cidade conseguir trabalho do lado de fora da muralha, pelo menos às vezes em que a caça estava difícil foi aquilo que me fazia sobreviver. Por muitas vezes até pensei que poderia unir o útil ao agradável e me unir aos revolucionários já que tínhamos causas e objetivos muito similares, no entanto, não via que ter que obedecer ordens de superiores no exército fosse parte de uma verdadeira liberdade, por isso treinei meu corpo para garantir o comprimento de meus objetivos e nunca mais ser fraco em proteger aqueles que amo, porém até que me deparei com a realidade… Eu não tinha mais ninguém para amar. Mas estava na hora de sair dali e ir atrás dos meus objetivos, de buscar a mais pura liberdade e provar para Chloe que sua morte não foi em vão eu iria me tornar um pirata!

Características



Qualidades:
• Mestre em Haki (4 Pontos)
• Liderança (2 Pontos)
• Prodigio (2 Pontos)
• Atraente (1 Ponto)

Defeitos:
• Apegado (2 Pontos):
"Ama a irmã Chloe Kaminari, seu amor chega ao ponto de que a mesma é a unica na qual pode fazer com que ele se sinta completo. Sonhe em ter uma familia com ela, filhos e tudo que se diz respeito a uma, no entanto sob seu sonho de liberdade. Chloe é a unica familia viva do jovem e independente da situação ela e a coisa mais importante para Diego."


• Catsaridafobia - Medo de Baratas. (1 Ponto):
Diante de uma barata o mesmo não fica imóvel, mas sua atenção vai direto pra seu "agressor" que ele carinhosamente chama de "demônio", pois para ele são a encarnação dos mesmos na terra. Desde que a barata não o toque ele até consegue mata-la, mó entanto na presença de tal aberração qualquer coisa que ele esteja fazendo fica a segundo plano. Todavia ser um comissão de Satanás pousar nele, o mesmo ficará em choque batendo em seu próprio corpo pra tira-la até mesmo despindo-se... Indo mãos além se algum barata entrar entrar algum orifício como ouvido, nariz, o mesmo ficará em choque apenas apresentando espasmos como convulsão.

• Ambição (2 Pontos):
- Virar um Yonkou, pois quando chegar a esse ponto terá força para impor sua liberdade e fazer o que acha certo, alem de poder destruir o governo mundial.

• Heroico (2 Pontos)

• Devasso (2 pontos)


Atributos


Nível: 1
Experiência: 20

PdV: 228
STA: 100

Força: 10 [+3 EDC][+3 Racial][+2 Arma] = 18 (Regular)
Destreza: 0 (incopetente)
Acerto: 5 [+3 EDC][+2 Racial] = 10 (Regular)
Reflexo: 5 (Regular)
Constituição: 0 [+3 Racial] = 3 (Regular)

Agilidade: 7 (Regular)
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Conhecimentos



Proficiências:

• Cartografia
• Condução
• Geografia
• Meteorologia
• Navegação

Profissão:
Navegador- Os navegadores são mestres na arte de planejar e executar viagens em alto mar, sabendo se orientar por diversos meios e qual a melhor forma de reagir em cada adversidade climática que tiverem de enfrentar.

Bônus: Jogadores navegadores são os únicos capazes de fazer um navio atravessar a reverse mountain, alcançar uma ilha do céu ou submergir até a ilha dos tritões, além disso, um navio com um navegador presente tem sua celeridade aumentada em vinte pontos.

Mascote


Nome do Mascote
Animal: Raça e especificações de seu mascote.
Altura: Altura de seu mascote.
Peso: Peso de seu mascote.
Porte: Porte do seu mascote.
Raridade: Raridade do seu mascote.
Aparência: Aparência do seu mascote.
Personalidade: Personalidade do seu mascote.
Atributos: Foco de atributo de seus personagens.

Comandos:
Lista de Comando complexos que foram ensinados ao seu mascote

Estilos de Combate



Espadachim:
Espadachins são especialistas em combates de curta distância, as formas de se manejar uma espada variam muito de acordo com quem a empunha, utilizam katanas, montantes, rapieiras, sabres e similares.

Atirador:
Atiradores são especialistas em combates a longa distância, utilizam armas como pistolas, rifles, estilingues, arcos, bestas, dardos e similares.

Técnicas


Nenhuma por enquanto.

Haki da Observação


Não despertado.

Haki do Armamento


Não despertado.

Haki do Rei


Não despertado.

Berries: 0 ฿S

Itens


Tratam-se dos itens equipados em seu personagem

Cabeça:
- X -

Pescoço:
- X -

Tronco:
- X -

Braços:
- X -

Mãos:
- X

Pernas:
- X -

Pés:
- X -
Armas:

[Ficha] - Diego Kaminari  2dcff6c6a136760b833a00da2d3ff80486398fd9v2_00

Arma: Espada
Descrição: Uma espada longa e larga do estilo montante, sua lamina tem uma curva na ponta e o cabo e decorado com uma caveira em um material negro
Tipo da Arma: Acuidade
Qualidade: Classica
Durabilidade: Baixa
Dano: +2 Força

Estado: - Nova

Inventário


Trata-se dos itens carregados pelo que não estão equipados em seu corpo.

10 U

Nome do Item:
Espaço:
Descrição:

Embarcações


Nenhuma por enquanto.

Menções no Jornal


Nenhuma por enquanto.

Photoplayer



Photoplayer:

[Ficha] - Diego Kaminari  Dante.full.1628305

Relações



Players:
[url=Link da Ficha do Player]Nome do Personagem[/url] - Relação com o Player

NPCs:
[url=Link com a Aparencia se existir]Nome do NPC[/url] - Relação com o NPC

NPCs Importantes:
[url=Link com a Aparencia se existir]Nome do NPC[/url] - Relação com o NPC


_________________


[Ficha] - Diego Kaminari  4nO1oWY
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 17
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Re: [Ficha] - Diego Kaminari Ter Maio 11, 2021 8:43 pm
Aprovada: here