Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Sharp Teeth and Hard Fists.Hoje à(s) 10:56 pmpor  KiraArt. 2 - I truly hate itHoje à(s) 10:22 pmpor  RyomaCabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventiladorHoje à(s) 9:53 pmpor  SubaéCapítulo I – O Espetacular Takeshi IsamuneHoje à(s) 9:38 pmpor  FormigaVirando a casacaHoje à(s) 9:35 pmpor  HoyuHany G. DrezatHoje à(s) 9:12 pmpor  RyomaOs Monarcas - I Efeito BorboletaHoje à(s) 8:46 pmpor  Shinto1° - Caminhos entrelaçados, o alvorecer da aventura!Hoje à(s) 8:26 pmpor  SaruTake 1 – Soneto a Quatro MãosHoje à(s) 6:49 pmpor  BlossomShiori MiyamotoHoje à(s) 4:58 pmpor  Ryoma
Jaeggar
Ver perfil do usuário
Imagem : [Ficha] Jaeggar 120x120
Créditos : 05
JaeggarCivil
https://www.allbluerpg.com/t691-akkari-ravenfowld#4748 https://www.allbluerpg.com/
[Ficha] Jaeggar Sab Jul 31, 2021 4:39 pm



Akkari Ravenfowld








Sobre o Personagem


Nome: Akkari Ravenfowld
Idade: 24
Género: Masculino
Mão Predominante: Ambidestro
Risada: Shiiiiii-rerere
Altura: 1,92 cm
Peso: 88 kg
Raça: Humano - Versátil
Origem: Ganora Island - Grand Line
Localização: Reino Sobert - South Blue
Grupo: Civil

Complementos



Aparência:
Akkari é um homem de boa aparência. Tendo um metro e noventa e dois centímetros de altura, é alto para sua espécie. Por baixo das suas vestimentas, carrega um conjunto de músculos definidos, tendo oitenta e oito quilos. Seus cabelos são loiros e esperados, com algumas mechas dobradas para baixo, caindo em seu rosto. Seus olhos são verdes, pele clara e lábios não tão vermelhos como gostaria, optando pelo uso de batom, a fim de trazer uma tonalidade vermelha à sua boca.

Sua postura corporal não passa hostilidade, andando com sua cervical levemente arqueada. Mantendo um semblante  pacífico e alegre em seu rosto.. Já as vestimentas consistem em um grande casaco vermelho e abotoado, que vai do seu pescoço até suas canelas. Dividido em quatro partes, a partir da cintura a com manga longa no braço direito, e curta no esquerdo, além de luvas pretas, botas e calças da mesma cor. Também usa óculos de sol redondos com lentes amarelas e um pequeno brinco de prata na orelha esquerda. Por fim, em seu corpo é notável a existência de várias cicatrizes por toda extensão do mesmo, provenientes de batalhas passadas travadas por Ken, coisa que Akkari prefere manter escondido.

Personalidade:
A personalidade de Akkari pode ser considerada como neutra e em alguns casos, boa. Detém um certo nível de empatia para com outras pessoas, realizando intervenções consideradas "boas". Mas isso não o faz se considerar uma pessoa verdadeiramente boa, pois, quando necessário faz uso de algo que aprendeu ainda na sua infância, a maldade.

É um homem descontraído e até mesmo atrapalhado que, normalmente, não demonstra seriedade, apenas em situações extremas. Essa personalidade é dotada por uma série de trejeitos, gesticulando de maneira exacerbada ao falar. Aliás, esse último ponto é algo Interesse de se pontuar, sua voz é calma e passa tranquilidade em suas palavras. Seu olhar manso junto com a calmaria da voz, dá uma sensação totalmente contra a hostilidade de Ken, sua segunda personalidade.

O pistoleiro também tem muita admiração pelas mulheres e não esconde nem um pouco seus desejos, endeusando qualquer beldade que aparece em sua frente e tratando-as extremamente bem, com vários elogios e cantadas. Todavia, em algumas ocasiões, Akka se mostra bastante reservado e costuma ficar sozinho, sumindo sem qualquer despedida ou arrependimento.  Continua agindo de maneira educada como aprendeu na sua infância, sabendo entrar e sair de qualquer lugar que esteja. Também, ao citar as mulheres, normalmente age de maneira respeitosa, porém um pouco exagerada, o que pode assustar aquelas que ele nutre algum interesse.

Extremamente carismático ao ponto de soar de maneira boba, pelo tempo de vida, aprendeu a ignorar opiniões alheias e que não agregam em nada, mantendo sua personalidade como uma lembrança de Nali, mulher que o ensinou a ver o mundo de uma maneira diferente. Fácil de fazer novas amizades, mesmo que fique com um pé atrás.

Tem um humor peculiar, em alguns momentos apenas ele entende suas próprias piadas, o que pode causar um certo incômodo aqueles ao seu redor. Normalmente não tem  problemas em dizer o que pensa, porém não sai por aí falando o que dá na telha de maneira descuidada, pelo menos é o que ele tenta.

Carrega em seu coração uma característica que atualmente guia seu caminho, busca seguir pela trilha da redenção, protegendo a população dos malfeitores. Não restringe seu desejo apenas a criminosos, mas também pessoas do alto escalão que acabam demonstrando seguir esse caminho impróprio. Pelo tempo vivido na rua, tende a não confiar nas pessoas ao seu redor, contudo, passa esse sentimento de confiança ou que confia, fazendo uso de suas proficiências para isso.

A vaidade é uma característica intrínseca em ambas as personalidades, mas acaba sendo visível normalmente quando o Ken assume o comando do corpo. Contudo, Akkari também carrega um pouco dessa vaidade, optando por usar roupas limpas e mantendo principalmente o cabelo devidamente limpo e arrumado.

Por último, é um homem inteligente e estratégico. Porém, esse lado da sua personalidade prefere manter em segredo, formulando seus planos e ações na sua própria mente. Quando as coisas "apertam", considera a sua segurança como propriedade, porém ainda sim, se mantém atento à segurança daqueles ao seu redor.

História:
A história de Akkari começa como a de qualquer outro: em seu nascimento. O jovem, nascido em berço de ouro na casa de dois nobres, nunca pôde dizer que foi sortudo. Ele sempre possuiu tudo aquilo necessário para manter seu bem-estar físico e também uma educação digna da nobreza desde muito cedo, porém, nunca teve aquilo que mais queria: o amor dos seus pais. Era comum em Ganora Island, que os recém casados tivessem seu primeiro filho nos primeiros dois anos de matrimônio, essa cultura era seguida com rigidez e veemência. Os pais de Akira não foram agraciados com o dom de gerar uma vida, Octávia não nascera sem a parte crucial do seu organismo, para realizar a gestação.

Tomados pelo receio de perder seus Status, a dupla executou um plano meticuloso: uma falsa gravidez. Um recém nascido da área mais pobre da sociedade, foi tomada de sua família, tendo seus pais mortos logo em seguida. Excluindo os momentos onde a aparência precisava ser mantida, Akkari nunca sentiu que seus pais realmente se importasse com ele, nem ao menos conversavam com o menino. Os segredos da família eram ocultos, assim como qualquer detalhe de suas origens, ou até alguma conversa casual. Nunca ouviu palavras de incentivo e de amor, mas duras disciplinas quando fazia algo fora da vontade de seus “progenitores”. A realidade para ele era fura, mesmo que nunca lhe faltasse nada. O menino, porém, jamais reclamou.

De maneira silenciosa aquilo refletiu em seus estudos e atividades, assim como a grande maioria dos nobres em sua infância, era colocado em completo isolamento do mundo exterior, portanto, seu mundo se resumia em seus pais, o mordomo e sua professora. Crescendo então com o sentimento de chamar a atenção de seus pais, o garoto fazia de tudo para alcançar tal objetivo. Quanto mais tentava, maior era a distância criada entre ele e aqueles que deveriam ama-lo. Fosse serviço ou tarefas de cada, nunca havia um pingo sequer de tempo para ele. Os trabalhadores que, eventualmente, faziam reparos na mansão eram instruídos a não criar laços com o menino, que nunca entendeu o real motivo para aquilo. Por alguns anos tudo permaneceu cinza, até que uma nova professor chegou na mansão.

Seu nome era Nali, uma mulher jovem e de cabelos castanhos. Diferente de todos os outros naquela residência, pela primeira vez Akkari sentiu ser importante para alguém. Escondido de todos, Nali além de ensinar sobre o mundo ao garoto, proporcionou a ele experiências que uma criança comum, deveria sentir. Pela primeira vez em nove anos, ele brincou com outra pessoa e sorriu. Um sorriso alegre, que o fez chorar de maneira involuntária, um sentimento novo tomou conta do corpo do menino, que foi abraçado pelo sua professora.

Tudo mudou aos treze anos, uma crise tomou conta da família que ruiu. A fatídica informação trancafiada a sete chaves, veio a público – “A família Ravenfowld sequestrou a criança e matou seus pais.” – Como? Ninguém ao certo soube, entretanto, aquilo acabou com tudo o que fora construído ao longo dos anos. Tudo mudou na vida de Akkari, o que era fartura, se tornou escasso. Octávia tirou sua própria vida lançando-se da sacada do quarto, seu pai, optou por usar outros meios para acabar com o sofrimento que corroía todo seu interior. Sozinho no mundo, a criança foi enviada as partes mais baixas da sociedade, onde nas palavras do líder local, ele não deveria ter saído. Educação não valia de nada naquele ambiente novo, tudo aquilo que ele aprendeu nesses anos, não valia de nada.

Apanhar de tornou algo ainda mais rotineiro que antes, porém, com a diferença que diariamente sua vida ficava por um fio. Pela primeira vez roubou, ele sabia que era errado, mas, aquele era um momento de necessidades. Três costelas foram quebradas e por pouco, sua não fora arrancada fora, sua salvadora era Nali, que procurou até suas forças se exaurirem. A mulher cuidou do menino, ela também se encontrava sem emprego e com isso recorreu a outros meios para conseguir continuar sobrevivendo. Naquele tempo tortuoso Akkari teve sua primeira experiência com o “apagão”, era como ele chamava as lacunas em sua memória. O que acontecia de tempos em tempos, gradativamente foi aumentando, chegando ao ponto de diariamente ele sentir falta de parte da sua memória, como se ele estivesse dormido em pleno dia.

Por mais que o tempo passasse, Akkari não conseguia se encaixar naquele ambiente que fazia parte a algum tempo. Sua personalidade, seu jeito e sua educação, tudo ia de oposto aos moradores dali. Seus apagões ficaram ainda mais intensos e ele recorreu como pode a informação, livros velhos e sujos eram as únicas coisas que os nobres jogavam aos “porcos”, como eram carinhosamente chamados os moradores da baixa Ganora. Aos poucos o agora rapaz, conseguiu entender do que se tratava mal que acometida seu corpo, seu primeiros contato com Ken foi em um espelho, onde ao ver seu reflexo, percebeu que algo estava diferente. Seu olhar, sua postura e até mesmo seus cabelos, tudo naquela criatura se mostrava diferente a sua personalidade real.

A princípio achou que havia sido possuído pelo demônio, buscou em livros religiosos uma cura e posteriormente, sua salvação. Mas nada de útil foi encontrado, apenas alguns trechos onde dizia sobre aquele mal ser a verdadeira personalidade do menino, coisa que ele criou uma repulsa sem igual. Passou a notar que pelas ruas, alguns garotos que antes se mostravam hostis a ele, agora o encaravam com medo e pavor. Aos poucos, memórias guardadas dos seus apagões vieram a tona, ele viu o mal que tinha causado por longos anos vividos naquela região. Matou, roubou e proliferou tudo aquilo de mais maligno que sua segunda personalidade poderia causar, Ken Kitano, era como a fera em seu interior se chamava.

Nali foi morta por um dos homens que contrataram seus serviços, tomado pelo sentimento de vingança, Akkari pela primeira vez recorreu por espontânea vontade a Ken, deixando em duas mãos toda a responsabilidade em trazer a crueldade, com o assassino da única mulher que lhe estendeu verdadeiramente a mão. Kitano era cruel, sua postura, seu jeito de falar e de agir, tudo nele era como uma fera selvagem criada apenas para espalhar o caos. Com requintes de crueldades, matou e estendeu o corpo do assassino no ponto mais alto de Ganora, local onde apenas os nobres viviam. Aquele foi o estopim para a erradicação do “lixo” da Ilha, pessoas foram mortas e outras se tornaram escravos. Assim como muitos, Akkari teve como única opção fugir pelo mar, abordo de embarcações feitas a mão e sem qualquer tipo de conhecimento para isso. Não demorou para que uma tempestade acabasse com o pequeno bote, deixando aqueles que sobreviveram, a deriva.

O jovem Ravenfowld não sabe como sobreviveu em meio aquela situação desfavorável, Ken tomou conta e novamente foi o responsável por mantê-los vivos. As únicas coisas que o jovem Akkari recorda, é de sentir sua fome saciada de tempos em tempos e o número de náufragos com vida, diminuírem. Não demorou para ser encontrado por um navio mercante, sendo levado até o Reino Sobert, no South Blue. A partir daí sua vida de tornou ligeiramente tranquila, a presença de Ken diminuiu e Akkari buscou acumular conhecimentos para partir em sua jornada de redenção. Por mais que estivesse se acostumado com o outro ser que vivia em seu corpo, ele buscava por alguma maneira de dominar o seu próprio corpo de maneira eficaz.  

Sem êxito com o seu desejo, aceitou sua singularidade e permaneceu vivendo da maneira que podia. Trabalhando de diversas formas em busca do ganha pão, conheceu pessoas que o ajudaram e lhe deram um direcionamento. Eventualmente aprendeu algumas coisas, principalmente a como manejar armas de longo alcance, como armas de fogo e arco e flecha, trabalhando também como segurança em algumas situações. Anos se passaram e Ken apareceu novamente, um pequeno acordo foi formado entre as personalidades, para que tentassem coexistir naquele único corpo. Porém, ambos nutriam pelo desejo de dominar unicamente e extinguir o outros, Ken levava isso mais a risca, afinal, não permitiria que Akka atrapalhasse a conclusão da sua ambição.

Características



Qualidades:

Versátil (Racial) Você pode somar até 9 pontos de defeito, conseguindo dessa forma gastar 9 pontos de qualidade em vez de 7.

Ambidestroo (01) Você possui uma destreza elevada, sendo capaz de dominar igualmente a coordenação de ambos os lados do corpo.

Criativo (02) Você é mais criativo do que a média e tem facilidade para pensar fora da caixa, em termos mecânicos, é capaz de desbloquear um espaço para projetar uma criação extra a cada nível ímpar.

Fragmentado (04) Uma de suas outras personalidades possui características físicas diferentes, com estilos de combate e atributos diferenciados (exceto constituição). Após descrever a personalidade em questão, você deve fazer a distribuição dos atributos e escolher o estilo de combate dentro de um spoiler denominado com o nome da qualidade em questão.  (Personalidade extra é um pré-requisito)

Personalidade - Ken Kitano:
Ao tomar conta do corpo, Ken altera completamente não só a personalidade, mas também o físico. Exala confiança ao manter sua postura ereta, seu olhar fixo no horizonte, passando todo o ímpeto que carrega, apenas com sua expressão corporal. Diferente de Akka, costuma ser mais sério em suas palavras, evitando gesticular e/ou falar de maneira exagerada. Carrega a sinceridade em suas palavras, entretanto, sabe como ocultar ou desvirtuar a verdade, quando o convém ou é necessário.

Nascido na necessidade de ser forte, ele cumpre seu papel de maneira expressiva. Kitano pode ser descrito como o mais puro caos, repleto de sentimentos como rancor e ódio, está em terra para espalhar as mais severas crueldades, com aqueles que de coloquem em seu caminho. Sem limites ou qualquer tipo de pudor, não mede esforços para conquistar os objetivos que tem em mente, principalmente sua ambição. É guiado pelo desejo de alcançar o topo do mundo, mas sem ficar preso às amarras das leis mundanas, mantendo sua liberdade como algo inegociável. Se ele quer algo, por mínimo que seja, faz o necessário para conquistar, ignorando se irá ou não machucar aqueles no seu caminho. Na verdade, se utilizar outras pessoas diminuir o caminho entre ele e seu objetivo, faz sem pensar duas vezes.

Usufrui da mesma inteligência de Akkari, tanto a parte estratégica quanto o fator educacional. Usando essas habilidades quando lhe convém, seja para cortejar seus interesses amorosos ou firmar uma parceria com alguém que possa lhe proporcionar algum fruto, seja no momento ou no futuro. Costuma evitar usar as habilidades com arma de fogo de Akkari, preferindo o velho e bom "mano a mano", normalmente resolvendo as coisas com seus próprios punhos. Ken é desprovido do sentimento de empatia, excluindo aqueles que conseguem adquirir o seu respeito, coisa difícil. Não tem problema em usar aqueles que chama de "parceiros", se isso for manter sua integridade física ou lhe dar alguma vantagem em batalha.

Compartilha da mesma queda por mulheres que Akkari, contudo diferente da abordagem abobalhada do seu parceiro, normalmente age de maneira mais serena e confiante, assim como tudo que faz. Vaidoso e devasso, mantém seu físico em dia, coisa que é totalmente ignorada por Akka. Sempre que possível, ele busca relaxar seu corpo, usufruindo do melhor que um bordel pode proporcionar.

Risada do Ken: Zehahahahahha

Aparência:
Por mais que faça uso do mesmo corpo, quem não sabe da peculiaridade do rapaz, acredita que são suas pessoas diferentes. Sua postura muda completamente, mantém sua coluna ereta e um olhar confiante. Tem preferência por utilizar roupas leves e que proporcionem a mobilidade necessária para realizar suas ações, mas, devido a sua vaidade, não abre mão de usar roupas bem trabalhadas. Optando normalmente por um terno italiano, fazendo uso de gravata em momentos pontuais, normalmente, prefere ter sua garganta livre. Odeia as luvas usadas por Akka, afinal, gosta de sentir os ossos dos seus oponentes quebrando ao despejar seus golpes e também, sentir o corpo das mulheres de maneira intensa.

Seus olhos passam da cor verde, para um vermelho escuro, semelhante ao sangue. Seus cabelos se mantêm espetados, mas agora, penteados para trás, principalmente a lateral. Este último ponto recebe uma atenção maior do rapaz, que acaba deixando-o quase que rente ao couro cabeludo.

Diferente de Akka, não tem vergonha em mostrar as cicatrizes espalhadas pelo seu corpo. Na verdade, as carrega como um troféu, afinal, sabe o quantos lutou para manter esse corpo vivo e bem, no passado vagando pelas ruas.

Imagens da Aparência do Ken

Aqui - Aqui - Aqui




Atributos:

Nível: 1
Experiência: 400

PdV: 3.000
STA: 100

Força: 261 +80 + 60 = 401 [Hábil]
Destreza: 00 [Inábil]
Acerto: 20 [Regular]
Reflexo: 80+80 + 60 = 220 [Regular]
Constituição: 30 [Regular]

Agilidade: 120
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Prodígio (02) Você é mais inteligente do que a média e tem facilidade em adquirir novos conhecimentos, em termos mecânicos, é capaz de aprender uma proficiência extra a cada nível ímpar, além de ter termos menos rígidos para tal aprendizado.


Defeitos:

Ambição (02) Você tem uma meta ou objetivo de vida claro e não mede esforços para alcançá-lo. Pode-se tratar de alcançar um posto, adquirir um objeto ou realizar uma mudança no mundo, você aproveitará toda oportunidade que tiver para se aproximar de seu objetivo.

Motivo: Ken tem o objetivo de conquistar o mundo, mantendo sua liberdade no processo. Para isso, sabe que o único caminho é se tornar o homem ou um dos homens mais fortes dos mares.

Dependente - Fumo/Tabaco/Cigarro (02) Você é viciado em alguma substância e precisa fazer uso contínuo da mesma para manter sua sanidade. Caso não sacie sua dependência no tempo estipulado, você começa a sentir os efeitos da abstinência, equivalente ao estado da condição Intoxicado II. Você deverá então se atentar a boa interpretação de seu personagem em abstinência, que durará até que você faça uso de seu objeto de dependência. Ignorar completamente os efeitos da abstinência em sua narração poderá acarretar em consequência a sua nota da página em questão.

Dependência: Fumo, cigarro e derivados

Personalidade Extra (02) Você possui mais de uma personalidade, que alternam entre si de forma involuntária. Cada personalidade extra custam 2 pontos.

Sono Pesado (01) Quando você dorme, as vezes nem mesmo uma explosão é capaz de acordá-lo.

Vaidoso (02) Você sente a necessidade de estar sempre limpo e bem arrumado, não suportando ficar sujo ou desgrenhado.



Atributos


Nível: 1
Experiência: 400

PdV: 3.000
STA: 100


Força: 00 [Inábil]
Destreza:261 +80 + 60 = 401 [Hábil]
Acerto: 80+80 + 60 = 220 [Regular]
Reflexo: 20 [Regular]
Constituição: 30 [Regular]

Agilidade: 120
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Conhecimentos



Proficiências:

• Ameaça
• Briga
• Disfarce
• Dramaturgia
• Forja

Profissão:
-

Mascote


Nome do Mascote
Animal: Raça e especificações de seu mascote.
Altura: Altura de seu mascote.
Peso: Peso de seu mascote.
Porte: Porte do seu mascote.
Raridade: Raridade do seu mascote.
Aparência: Aparência do seu mascote.
Personalidade: Personalidade do seu mascote.
Atributos: Foco de atributo de seus personagens.

Comandos:
Lista de Comando complexos que foram ensinados ao seu mascote

Estilos de Combate



Atirador:
Atiradores são especialistas em combates a longa distância, utilizam armas como pistolas, rifles, estilingues, arcos, bestas, dardos e similares.

Pugilista:
Pugilistas são especialistas em combates de curta distância, fazem de seu próprio para lutar, mais especificamente seus punhos. Utilizam soqueiras, luvas, manoplas e similares.

Técnicas


Nenhuma por enquanto.

Haki da Observação


Não despertado.

Haki do Armamento


Não despertado.

Haki do Rei


Não despertado.

Berries: 250.000 ฿S


Itens


Tratam-se dos itens equipados em seu personagem

Cabeça:
- X -

Pescoço:
- X -

Tronco:
- X -

Braços:
- X -

Mãos:
- X -

Pernas:
- X -

Pés:
- X -


Inventário


Trata-se dos itens carregados pelo que não estão equipados em seu corpo.

10 U

Nome do Item:
Espaço:
Descrição:

Embarcações


Nenhuma por enquanto.

Menções no Jornal


Nenhuma por enquanto.

Photoplayer



Photoplayer:
[Ficha] Jaeggar Images?q=tbn:ANd9GcSG743BkIdA8RL91y17-gPRL_O-Z_F8gjH2ag&usqp=CAU

Relações



Players:
[url=Link da Ficha do Player]Nome do Personagem[/url] - Relação com o Player

NPCs:
[url=Link com a Aparencia se existir]Nome do NPC[/url] - Relação com o NPC

NPCs Importantes:
[url=Link com a Aparencia se existir]Nome do NPC[/url] - Relação com o NPC



Link da sua Instrução ou última ficha: https://www.allbluerpg.com/t677-tutorial-jaeggar#4699
Skÿller
Ver perfil do usuário
Imagem : ALOU TESTANDO O TESTE TESTADOR DE TESTES TESTADOS
Créditos : 20
SkÿllerSoldado
https://www.allbluerpg.com/t272-annabelle-petit-barozzi https://www.allbluerpg.com/t303-voice-of-the-soul#875
Re: [Ficha] Jaeggar Ter Ago 03, 2021 3:26 pm
Aprovada aqui: https://www.allbluerpg.com/t691-akkari-ravenfowld#4748
Não se esqueça de colocar a ficha no seu perfil para fácil acesso. Também peça o seu rank aqui: https://www.allbluerpg.com/t286-ranks

Boa sorte

_________________

[Ficha] Jaeggar O0yljIK

[Ficha] Jaeggar WhdRXxk

Fala Annabelle
Pensamento Annabelle
Fala Lilith