Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos

[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella

Às
Imagem :
[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella BcOqz4N
Créditos :
03
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella Qui Fev 03, 2022 9:25 pm
[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella RbaTNAa

Nome: Santina “Sam” Gambardella
Empresa: Galaxy Gambardella
Pai: Giorgio “Gio” Gambardella
Campo de Exploração: Desenvolvimento tecnológico.


Profissão:
> Cientista
> Médica


Santina é a filha mais velha de Giorgio Gambardella, cientista da marinha e dono da empresa de tecnologia associada ao governo Galaxy Gambardella. Santina, diferentemente de sua irmã falecida, não nasceu com os genes da doença que vitimou sua mãe e irmã mas puxou do pai, talvez sua melhor característica, a inteligência. Dona de um sorriso fácil e uma personalidade espontânea, Santina é uma apaixonada seja pela ciência, como pela arte de modo geral, colocando-se possivelmente como uma humanista em sua maneira de agir e conduzir suas ações. Diferentemente do pai, não costuma explorar seus status social perante outras pessoas, a menos que a finalidade seja ajudar, e frequentemente se coloca em situações de risco em prol de suas pesquisas e assistências sociais.

Sendo a principal Administradora da Galaxy Gambardella, Santina tem colocado real esforço em promover a ciência como um instrumento de mudança para o Mundo, embora ainda realize trabalhos de caráter bélico para a Marinha, mesmo a contra gosto. Seu principal projeto no entanto é realizado em parceria com seu pai, ou pelo menos era, até o mesmo frustrar-se com as constantes falhas no processo de criação de um corpo robótico capaz de replicar sensações básicas, como o tato. No entanto, Santina conseguira decifrar o segredo para o sucesso do projeto, mediante estudos aprofundados de um material obtido de uma base revolucionária, denominado “Livro da Imperatriz de Prata Vol. 1”, um compilado de estudos, técnicas e filosofias de acupuntura usados por uma liderança revolucionária, que assim como Santina igualmente passou a se identificar como uma humanista, dedicando sua vida para o tratamento médico de pessoas e refugiados de guerra. Santina, carrega pela mulher um senso de admiração muito grande, até mesmo por perceber que tinha em mãos apenas um de muitos volumes do estudo da mesma.

Tornou-se de conhecimento dela, que mais fragmentos desses estudos se encontravam na primeira ilha da sexta rota, razão pela qual ela própria decidiu realizar uma expedição ao local, em busca de tais textos. No local, Santina conheceu Às, sem descobrir de imediato que ela era a filha da revolucionária que inspirava seus estudos. Entre encontros e desencontros, Às abriu mão dos fragmentos encontrados em Kephar Nicos, reconhecendo em Santina seu caráter altruísta. Este mesmo caráter fez com que as duas se encontrassem novamente em Pyatidrov. Na ilha, a jovem encontrou uma Às a beira da morte, salvando sua vida por meio de intervenções médicas, transformando a jovem numa ciborgue. A ajuda aproximou as duas, gerando um vínculo de respeito que se consumou na transição de Às para o corpo que seu pai projetou para sua irmã mais nova.

Com o sucesso do corpo ciborgue desenvolvido, Sam auxiliou a revolucionária a retomar completamente suas funções corporais, recebendo uma proposta da caçadora, uma parceria entre elas, onde Santina entraria com sua inteligência e mão de obra para ajudar a aprimorar o corpo ciborgue de Às, enquanto a caçadora a ajudaria a encontrar mais fragmentos dos estudos de sua mãe.



~ Os Fragmentos e os Mestres da Acupuntura. ~

Santina busca incansavelmente por fragmentos de uma obra escrita pela mãe de Às, uma notória revolucionária, que se notabilizou pelo seu caráter humanista e sua dedicação ao estudo e prática da medicina como um instrumento de cura aos mais necessitados. Os estudos se difundiram, alcançando revolucionários por toda a Grand Line e Novo Mundo, porém tal conhecimento eventualmente se tornou difícil de encontrar intacto, uma vez que este se encontrava frequentemente em locais de grande conflito. Santina, no entanto, teve conhecimento de que algumas pessoas foram ensinadas diretamente pela revolucionária, para o uso clínico de seu conhecimento, tais figuras não eram necessariamente revolucionários, mas sim pessoas que tinham por interesse usar o conhecimento para salvar vidas. Não é certo que algumas destas pessoas tenha de fato usado o conhecimento para o bem, muito menos que sejam quem de fato são, uma vez que os dados se mostraram incertos e inconclusivos, seus nomes são desconhecidos para a maioria, deixando para Sam somente a localização destas pessoas que estão em posse de fragmentos deste conhecimento.

» Fragmentos O Livro da Imperatriz de Prata vol. 1 escreveu:
Fragmento de Kephar Nicos | Acupuntura Sensorial. (Coletado)

“A medicina moderna prendeu-se às suas próprias limitações, incapazes de enxergar algo além, incapazes de se permitirem a abrir suas mentes a uma prática médica que se pautou e se sustentou em uma filosofia que anos depois se mostrou plenamente lógica e funcional. A acupuntura permite ao indivíduo trabalhar com estímulos, controlar o fluxo de energia de uma pessoa, curar mazelas, acelerar tratamentos e tenho por convicção acreditar que, devidamente aplicado, pode recuperar ou bloquear sensações ligadas aos sentidos de uma pessoa. [...]”

Dragomir Orlov | Sonopuntura.

Camille Benoit Girard | Aromacupuntura.

Chiara Fontana | Eletroacupuntura.

Zakiyah Mesbah | Acupuntura de Agulha de Fogo (Moxabustão).

Chang Zhang | Acupuntura Tradicional.

» Fragmentos O Livro da Imperatriz de Prata vol. 2 escreveu:

Arkadius Friedrich | Acupuntura - Técnica Do-In.

Aurora Fuentes Flores | Acupuntura Herbalística.

Kaolin Volkerbäll | Acupuntura Veterinária.

Arthur Solomons | Acupuntura Robótica.

Nozomi Shotoku | Acupuntura Moderna - "Akumanopuntura".




Última edição por Às em Dom Fev 06, 2022 10:48 pm, editado 1 vez(es)

_________________

[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella Z0zQdpF

[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella ZaT0xpq
Às
Imagem :
[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella BcOqz4N
Créditos :
03
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: [A.V] - Patrono "Sam" Gambardella Qui Fev 03, 2022 9:28 pm
GALAXY GAMBARDELLA

[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella La-grande-bellezza


A Empresa de tecnologia privada Galaxy Gambardella, é um empreendimento familiar, de origem nobre, iniciado por Fabrizio Gambardella, renomado estudioso nos mais diversos campos, dentre eles artes, medicina e engenharia, cujo principal intuito cercava-se o desenvolvimento científico em paralelo aos órgãos tradicionais, como Marinha e Governo Mundial. No entanto, engana-se quem pensa que tal empresa se colocou em posição antagônica às suas concorrentes. Fabrizio, atuou uma vida inteira como cientista da Marinha, ajudando a desenvolver os projetos ambicionados pelos marinheiros à medida que usou sua própria empresa para acumular capital e servir de polo para cientistas independentes desenvolverem seus próprios projetos e assim, tentarem alcançar as atenções do Governo Mundial. No entanto, o projeto independente nunca alcançou resultados expressivos, muito pela ausência de uma administração inteiramente dedicada à empresa.

Tal situação mudou com seu filho, Giorgio Gambardella, na época um promissor estudioso nos campos da medicina e engenharia, ao mesmo tempo que ostentava um carismo bastante peculiar e uma ambição pelo que denomina como “Grande Beleza”, uma maneira de livrar a existência humana de suas inevitáveis falhas e imperfeições, em especial doença e a própria velhice. Nas mãos de “Gio”, a Galaxy Gambardella explodiu como um negócio privado, desenvolvendo sob sua administração tecnologias inéditas e aprimoramentos essenciais para as pessoas simples e também armamentos e tecnologias náuticas para a Marinha. Com uma capacidade de negociação ímpar, teceu acordos sigilosos para com o Governo Mundial, usando sua empresa como uma intermediadora do submundo, limpando o dinheiro de ações sigilosas ao custo de receber uma fatia do lucro.

Assumiu função de prestígio dentro da Marinha com o falecimento de seu pai, no mesmo período em que casou-se com uma mulher igualmente nobre, tendo duas filhas como fruto deste relacionamento, mas nunca sem abandonar suas obsessões. Nunca fora considerado um bom marido, tendo em vista sua vida boêmia, sua maneira de esbanjar seu luxo e sua necessidade de afirmar-se como alguém de grande importância para a sociedade como um todo. No entanto, o falecimento de sua esposa por uma grave doença degenerativa, conhecida na Grand Line como Breve Brisa, e de sua filha mais nova, que nascerá com o mesmo tipo de enfermidade, lhe afetaram fortemente. A razão estava na natureza da doença que vitimou sua mulher e filha, a Breve Brisa era muito mais que uma doença degenerativa, capaz de causar um acelerado processo de envelhecimento na pessoa, lhe dando uma aparência mais velha rapidamente ao passo que os sintomas avançavam primeiramente para a perda do tato, avançando assim para inúmeros sintomas de doenças causadas pela idade, como a perda constante de memória, debilidade e eventualmente múltipla falência dos órgãos em um processo doloroso e que, especificamente para Giorgio, lhe feria não apenas em seu coração, como em sua mente.

O vigor deu lugar a uma sarcástica melancolia e a necessidade de salvá-las o obrigou a vender partes de sua empresa para a Marinha sob o acordo de torná-la indiretamente um braço da mesma, mas sob sua administração direta e financiamento irrestrito. Embora absurdo, o acordo surgiu mediante um interesse comum, um projeto da marinha denominada Pacifista. Para a marinha, o que Gio tinha a oferecer em caso de sucesso, seriam máquinas de combate perfeitas, inteligentes, integralmente fiéis ao Governo Mundial e  justiça e acima de tudo, incapazes de sentirem cansaço ou mesmo dor.

No entanto, Gio procurava o completo oposto, seus estudos partiram para a compreensão e obtenção de um corpo mecânico capaz de emular as sensações humanas mais básicas como por exemplo o tato. Nesta altura da vida, Gio passou a atuar muito mais tempo em instalações secretas da marinha, deixando aos poucos a administração da Galaxy Gambardella com sua filha, Santina. A jovem cientista, cujo talento e inteligência são constantemente equiparados ao de seu pai e em alguns casos até mesmo considerado superior, empenhou-se justamente no mesmo projeto, no entanto assumindo um lado mais humanista, dando a Galaxy uma faceta mais próxima das pessoas simples, tornando-a uma chamariz para negócios, ao mesmo tempo que indiretamente ajudava a manter a boa imagem da Marinha.



No entanto, além dos limites da marinha, ou dos jovens e promissores cientistas de sua empresa, Gio observou através de notícias, informações sobre uma grande médica pela Grand Line, cujos feitos e estudos ajudaram a salvar vidas e curar doenças de centenas de enfermos e feridos de guerra, sejam eles aliados ou não das forças revolucionárias. O interesse aumentou especialmente quando os boatos acerca dos métodos chegou aos seus ouvidos, mas somente quando uma base revolucionária caiu e documentos foram apreendidos que ele, junto de sua filha Santina, passaram a estudar documentos e pesquisas clínicas compilados em um material distribuídos por alguns poucos médicos independentes, denominado “Livro da Imperatriz de Prata, Vol. 1”. Uma série de estudos baseados nos conceitos de acupuntura, relacionando acupontos ao fluxo de energia do corpo e como os mesmos se relacionam as demais extensões do corpo, incluindo um estudo detalhado de como um autômato humanoide, usava conceitos simplórios da anatomia humana.

Spoiler:

Embora o projeto Pacifista encontrava-se muito além dos conceitos existentes no livro acerca da funcionalidade anatômica, a abordagem apresentava uma visão muito mais alinhada aos ideais de ambos os Gambardella, assim os estudos e as tentativas de se emular um corpo mecânico extremamente próximo em detalhes a um corpo real passaram a ocorrer. No entanto, por mais inovadores que os resultados fossem, a capacidade de coordenação, o funcionamento fluido e os receptores sensoriais não corresponderam às expectativas de ambos, fazendo Giorgio aos poucos desistir do projeto, levando boa parte do conhecimento adquirido para a Marinha, para utilização dos mesmos dentro do projetos lá existentes

Spoiler:

A distância, Gio manteve-se em sua vida de festejos dentro da alta sociedade, mas agora como um observador amargo por detrás de uma faceta de falsa felicidade, ele observa rostos conhecidos envelhecerem, amargurado pelo aparente insucesso e falha em alcançar sua “Grande Beleza”, sem entender que na Grand Line, sua filha desenvolvia um corpo que atendia a seus anseios, um molde que beirava a “perfeição humana”, ao explorar e perceber que a coluna, única parte do corpo considerada incólume em estado perfeito, fosse talvez a chave para resolver o enigma. Um corpo mecânico, com um vínculo mecânico direto com a região permitiria conectar-se aos estímulos do corpo e transmiti-los através de fibras metálicas de grafeno bem pequenas, ramificadas nas próteses de maneira a transmitir informações já conhecidas pelo cérebro através do corpo artificial, feito de um liga de aço e cobalto coberto por uma finíssima camada de silicone.

Spoiler:

No entanto, a descoberta de Santina ainda não pode ser devidamente testada, uma vez que os estudos preliminares indicavam a necessidade de procedimentos  cirúrgicos que seu pai havia proibido de serem realizados em homens, a quem ele julgava incapazes biologicamente de suportar a dor causada no processo. A instalação do corpo, deve ser feita somente após a pessoa já estar devidamente acostumada a um corpo artificial provisório, para que os danos a serem suportados sejam de fato ‘possíveis’. De maneira a simular sensações que um corpo humano normalmente sentiria, todo o processo deve ocorrer com o mínimo possível de anestesia, para não dizer a completa ausência da mesma, uma vez que a conexão entre a parte humana e mecânica ocorre através de um meio elétrico, uma maneira bem educada de falar que é preciso aplicar uma descarga elétrica na pessoa ao final do processo. Gio, costuma destacar esse procedimento como “Dor dos dez partos.”

_________________

[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella Z0zQdpF

[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella ZaT0xpq
Às
Imagem :
[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella BcOqz4N
Créditos :
03
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: [A.V] - Patrono "Sam" Gambardella Dom Fev 06, 2022 10:50 pm
- Atualização 06/02/22

- Adicionado Fragmentos a serem coletados.

_________________

[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella Z0zQdpF

[A.V] - Patrono "Sam" Gambardella ZaT0xpq