Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: East Blue :: Tequila Wolf
Página 1 de 1
Chesire
Ver perfil do usuário
Imagem : Tequila Wolf 89189d2d51c05fb502fd71b9d662ec78
Créditos : 30
Localização : Sirarossa
ChesireAdministrador
https://www.allbluerpg.com/t807-arthur-gyoukou-chesire#6592 https://www.allbluerpg.com/t809-moda-casual-de-luxo#6646
Tequila Wolf Dom Maio 09, 2021 4:41 am


Tequila Wolf




INFORMAÇÕES

Nome: Tequila Wolf.
Sistema de Governo: Ditadura Militar.
Regente: Marechal Youssef Hemmeiginger.
Densidade Populacional: Média.
Religião: Católica.
Clima: Inverno.
Temperatura Média: 16ºC.
Geografia: A ilha é quase uma planície em sua totalidade, com o ponto mais chamativo e destacável sendo uma ponte gigantesca que vai quase de uma ponta à outra da ilha, ocupando ainda um quilômetro e meio de extensão no mar.



HISTÓRIA

Tequila Wolf era um reino, até dois séculos atrás. Porém, foi acometido por uma grave crise econômica, além das frequentes denúncias por corrupção por parte do Rei. Com isso, houve um clamor popular pela deposição do Rei, que foi atendida pelo exército local que então deu o golpe no regente, exilando-o. Como o antigo monarca relatava em aceitar uma aliança com o Governo Mundial, o novo tratou de estabelecer essa conexão. O trato era simples: o marechal deveria construir uma ponte que ligasse o Reino de Goa até Polestar Island. O regente da época aceitou e deu início à construção.

Por conta das dificuldades financeiras, o povo aceitou trabalhar no projeto, por considerar que se tratava de uma boa oportunidade de levar o sustento para suas famílias. O que não esperavam eram os abusos físicos e mentais aos quais seriam submetidos durante a construção. Porém, agora não tinham a quem pedir socorro, uma vez que era o próprio exército que abusava deles. Cento e cinquenta anos depois, foi o dia do ataque. O Exército Revolucionário, ao tomar conhecimento da construção, do projeto e, principalmente, do que ocorria com aquele povo oprimido, ordenou uma operação para destruir totalmente o projeto e resgatar os moradores.

Julgaram que só isso seria o suficiente, mas não esperavam que o exército local fosse poderoso e bem armado como era, e isso acabou ocasionando uma série de conflitos que dura até hoje. A condição do povo melhorou minimamente, mas está longe de ser o ideal. Os revolucionários se aproveitaram da ponte e instalaram dentro dela a sua base secreta, a qual o regente não tem conhecimento, e esperam por uma oportunidade para um ataque final e que se livre do ditador, de uma vez por todas. O povo, embora tenha a esperança que os revolucionários os salvarão, relutam em ajudar na empreitada, uma vez que muitos foram mortos ou desapareceram ao tentar enfrentar o governo.


LOCAIS IMPORTANTES

Ulglitch

A principal cidade da ilha, onde está situado o castelo em que mora o regente e sua cúpula de militares. É onde deu-se início a construção da ponte e a maior parte da população vive e trabalha. As casas são de madeira e simples, com nenhuma ultrapassando dois andares e a maioria possui uma lareira, para conseguir lidar com o frio extremo que faz na ilha, principalmente no inverno.

A fortaleza: A forma como foi rebatizada o antigo Castelo Real, após a deposição do Rei. A estrutura segue a mesma, um castelo gigantesco com 12 torres ao todo, feito de pedra maciça, seus portões de aço são imponentes, enquanto o grande fosso que cerca o castelo por vezes é assustador, já que a ponte que leva para dentro dá pra ver bem claramente das bordas. Apesar de não haver mudanças, passaram a chamar de fortaleza, por pensar que esse nome iria impor mais medo e moral para a nova residência do regente.

Caserna Militar: Fixada próxima ao início da ponte é um destacamento militar, onde ficam os responsáveis pelo andamento da construção, eles fazem algumas rondas pelo local e vão até as pessoas da ilha para garantir que o trabalho nunca pare de verdade. É um lugar bem pequeno na verdade, apesar de chique, ele tem apenas 5 quartos com algumas beliches para alojar os soldados, mas a sala e cozinha são bem grandes e luxuosos, com sofás de couro e adornos que mostram a riqueza do exército local como o tapete vermelho de camurça na entrada.

El Tequileiro: O bar mais famoso e antigo da cidade, que está nas mãos da família Kowalski há gerações, igual a receita da vodka de beterraba especial. É muito procurado tanto pelos civis quanto pelos militares, principalmente nos dias de inverno, pois uma dose da vodka é o suficiente para deixar seu corpo quente por horas. Os militares fazem uso do temor popular para pagar um preço muito inferior ao do cardápio, o que costuma impedir que Daniel lucre, de forma que o dinheiro seja o suficiente apenas para ele e sua esposa sobreviverem.

Distrito do Prazer: O lugar frequentado por a maioria dos soldados da ilha, é uma rua com diversos pubs, que apresentam diversões gerais, muita vodka mulheres e outras substâncias intoxicantes. Eles originalmente iam derrubar o lugar, já que a dona não queria ceder de maneira alguma… Entretanto, depois de grande pressão militar, ela cedeu, e isso fez o lugar se manter, mas ainda sob ameaça, a dona atualmente se mantém em contato com os revolucionários por baixo dos panos, dando informações que consegue nas conversas pra eles.

Chellbinsk

Era originalmente uma cidade independente, que queria se separar do resto da ilha e ter seu próprio governo.  Entretanto, seu líder foi assassinado, feito de exemplo. A população foi forçada a migrar para as cidades vizinhas e assim o lugar foi tomado por militares, sendo regida agora como um grande campo de testes, eles executam, interrogam, e fazem o que querem aqui, pois não há ninguém para ouvir os clamores de suas vítimas.

A cidade é completamente cercada por arame farpado e sua cerca é eletrificada, o que dificulta bastante a aproximação das pessoas. Existem 8 postos de vigilância colocados nos arredores da grande cerca, onde cada um deles tem 2 soldados de vigília no topo com fuzis. Lá dentro as casas foram modificadas e cada uma delas acabou virando uma cela ou um conjunto delas.

Praça de Execução: Existe ao centro da cidade uma praça feita com um palco de cimento, estruturado para executar as pessoas, é todo branco, com pequenas manchas de sangue que não saem mais devido a execução do antigo líder da cidade. Era originalmente onde ocorriam shows de música no lugar, tendo sido modificado para esse fim. Há vários bancos que circulam o palanque de execução, provavelmente feitos para que os soldados assistam as punições.

Hospital Central: Ele é de fato o hospital melhor equipado da ilha,  Vânia fez questão de dar o melhor equipamento para seu protegido Mikail. Assim, o local tem do bom e do melhor, a construção conta com 25 quartos e com um total de 8 médicos além do chefe. Há 45 enfermeiras e 20 auxiliares que acompanham os pacientes. É um ambiente realmente bom para os soldados, entretanto é temível se você é alguém que não está de bem com os militares. Há um laboratório afastado do prédio principal, que fica no subsolo, onde muitas coisas acontecem.

Sóchil

Vilarejo agrícola ao sul de Ulglitch, com poucos habitantes, em maioria fazendeiros. Os moradores daqui tem sua renda proveniente quase exclusivamente da agricultura e pecuária, que nos últimos tempos tem sido mais de subsistência do que para o mercado. Quem mais compra dos moradores são os militares, que costumam pagar valores ínfimos, o que apenas permite que sejam capazes de se manterem vivos, isso quando não cobram impostos altíssimos e levam as mercadorias como pagamento.

O Memorial: É o nome dado a uma enorme pedra, em formato de caixão, localizada escondida no meio da plantação de beterrabas. É lá que os moradores de Sóchi e Ulglitch vão escrever o nome daqueles que acreditam terem morrido e que nunca mais verão, ou nem sequer poderão enterrar. A regra é clara, escrever o nome de maneira pequena, porém legível, afinal, acreditam que muitos mais irão falecer. É uma tradição que dura tanto tempo que, em breve, vão precisar de outra pedra.

Under The Bridge Quartel

A base revolucionária instalada no interior da ponte. Foi batizada em homenagem à música de uma banda que o líder gosta. Suas acomodações são confortáveis na medida do possível, sendo capazes de acomodar pouco mais de duzentos homens. Alguns dos oficiais ainda se encontram na cidade, vivendo como moradores para conseguir informações para a operação de derrubada do regente, além de todo o tipo de sabotagem possível ao sistema. Também conta com um estoque de mantimentos para sobreviverem por, pelo menos, mais um ano de guerra.

NPC's IMPORTANTES

Youssef Hemmeiginger
Descrição: Youssef é um filho de militares, que foi treinado desde cedo em combate por seus pais. Ingressou no exército aos dezoito anos e teve uma ascensão astronômica, quebrando diversos recordes dentro da instituição, sendo o mais novo a alcançar o posto de Marechal. Seguindo a tradição do regente atual indicar seu sucessor, foi empossado como novo presidente de Tequila Wolf, como os próprios militares se proclamam.

Aos trinta e três anos, é dono de uma personalidade extremamente fria e calculista, sendo uma pessoa rígida e rigorosa. Amargurado desde o ataque revolucionário, busca a todo custo entender como as tropas inimigas seguem avançando, acreditando que eles possuem uma base escondida na ilha em algum lugar. Isso o levou a colocar novamente em funcionamento um velho prédio do exército, localizado no extremo norte da ilha, para interrogar suspeitos e encontrar essa base.
Nível: 04
Estilo de Combate: Espadachim.

Vladmir Golovin
Descrição: Vladmir é uma referência para muitos soldados, por seus feitos ao longo dos anos servindo Tequila Wolf. Por isso, é de se admirar que ele não seja veementemente contra o empossamento de um homem que tinha menos tempo de idade do que ele tinha de carreira militar. É o braço direito de Youssef, mas sabota algumas investigações e faz o possível para impedir qualquer avanço que descubra a localização da base revolucionária escondida na ilha, roubando as informações para si. Realiza a própria investigação em particular, para ficar com o mérito, e se diverte com a guerra. A cada avanço inimigo, fica feliz por considerar como um fracasso do regente atual, torcendo para que ele seja morto e o cargo caia em suas mãos.

É um homem de cinquenta e oito anos, bastante ambicioso e prepotente. Acha Youssef muito frouxo em suas decisões, querendo assumir o poder para dar uma postura mais “digna” ao exército da ilha.
Nível: 04
Estilo de Combate: Atirador.

Daniel Kowalski
Descrição: Filho de um cidadão veemente resistente ao governo, Daniel nunca conheceu seu pai, pois o mesmo foi levado pelos militares para ser interrogado, junto de alguns colegas, e nunca mais voltou. Isso tudo quando ainda estava na barriga de sua mãe. Acredita que ele pode ter sido mais um dos mortos que nunca serão enterrados por suas famílias. Quando atingiu a maioridade, a primeira coisa que ele fez foi assumir o bar El Tequileiro, que a muito pertenceu a seu pai, mesmo não o conhecendo, a ideia de produzir e vender bebidas fez ele seguir por essa direção.

Com o sangue rebelde correndo em suas veias, foi Daniel quem mandou um pedido de ajuda para o exército revolucionário, com alguns mapas da ilha para que soubessem como agir. Publicamente, nunca cometeu nenhum ato que gerasse suspeita, então não existe motivo que o sistema o leve, pois seu maior medo é que sua esposa, que está grávida, passe pelo mesmo que sua mãe passou. É um dos poucos que sabe da localização exata da Base, dando apoio nos momentos iniciais da chegada dos revolucionários à ilha, enquanto não se alocavam por completo, muitas vezes ofereceu seu bar para que eles ficassem alojados.
Nível: 01
Estilo de Combate: Não luta..

Comandante Falco
Descrição: Falco Hargreeves é o lider da base de Tequila, sendo um homem extremamente dedicado à causa revolucionária. Nascido no North Blue, Falco é um filho de pirata que odeia toda e qualquer forma de opressão, tendo sido enviado para Tequila Wolf em sua primeira missão de comando. Foi treinado por um espadachim vindo de Kano, o que lhe propiciou uma habilidade invejável com a espada. Sendo portador de um intelecto avançado e um enorme senso de justiça, é alguém extremamente centrado nos princípios da revolução, sendo possível considerar que ele e Youssef são dois lados de uma mesma moeda.

Comprou uma garrafa caríssima e antiga de whisky, prometendo para si mesmo que só a abriria após ter vencido a guerra. Então, essa é uma motivação a mais para o revolucionário, que a deixa sob sua mesa para sempre lembrar que ainda não pode relaxar, pois há um inimigo lá fora.
Nível: 04
Estilo de Combate: Espadachim.

Oficial Sônia Sergeyevich
Descrição: Apesar de ser a segunda em comando, muitos consideram Sônia Sergeyevich em um patamar igualitário a Falco, não apenas por sua alta capacidade de liderança e tomada de decisão, mas pelo fato de que ele mesmo deixa diversas estratégias e investidas em suas mãos.

Ela quase sempre é séria, com seu cigarro na boca, ela tem um vício marcante em nicotina, aproveitando de cigarros e charutos. Apesar de sua seriedade, parece às vezes aérea, porém sua mente está sempre focada na causa, ela é uma mulher forte e destemida, não tem qualquer receio de arriscar, mesmo que isso coloque a vida em risco.

Em geral sua posição nunca é questionada, e sempre está se tornando cada vez mais valiosa para o exército, alguns cogitam que logo ela deva ser promovida, desde que essa guerra talvez acabe, é algo a se pensar.
Nível: 03
Estilo de Combate: Pugilista.

Vânia Popova
Descrição: A mulher que comanda a cidade de Chellbinsk com mãos de ferro, ela é a responsável por manter o regime na cidade, sendo conhecida por sua personalidade cruel. A mulher de alvas madeixas de fato sente prazer em torturar seus inimigos, os seus próprios soldados possuem um gigantesco temor ao estar em sua presença, pois é comum que ela aplique castigos perante falhas.

Ela nunca sorri, sempre que dá as caras, possui uma expressão fria, muitos até mesmo acham que ela não pisca os olhos por conta de como ela parece sempre ter esse olhar fixo. Ela é extremamente devota ao Marechal, cumprindo com louvor as ordens dele, sendo provavelmente o soldado mais temido da ilha. Pois ao ser capturado por ela você jamais será o mesmo, mesmo se escapar, as marcas provavelmente te seguirão pelo resto da vida.
Nível: 03
Estilo de Combate: Chicoteadora.

Mikail Vassiliev
Descrição: Médico e Cientista, Mikal chefia o hospital de Chellbinsk, onde tanto trata os procurados e soldados, como aproveita para fazer seus testes antiéticos. Ele é um homem amoral, ele não tange definições de bem ou mal naquilo que faz, ou é isso que ele fala, ele apenas diz que tudo é pelo crescimento e avanço da medicina, pela ciência.

Sua personalidade mostra um sadismo inerente, ele apesar de dizer que apenas está pesquisando demonstra muitas vezes em seu olhar, seus gestos, suas nuances que ele adora o que faz. Não dá para saber se é algo científico ou ao observar o sofrimento de seus experimentos. Entretanto, sabe-se que o que ele faz não é bonito, independente dos motivos.
Nível: 02
Estilo de Combate: Não luta.

Yeva Fedorova
Descrição: A dona do distrito do prazer, famosa na ilha por sua beleza e seu talento como produtora de fármacos, é muito requisitada para conseguir remédios ilegais. Antes de se tornar chefe dos distritos, sobrevivia vendendo drogas e remédios ilegais fabricados por ela mesma. Ela odeia os militares, mas após muita pressão e ameaça ela teve de ceder para eles, deixando que eles adentrem no seu amado distrito.

Ela é realmente considerada dona de todo o quarteirão, por mais que não oficialmente, já que boa parte das propriedades ou são dela, ou são filiadas. Ela comanda os negócios muito bem, tendo um pulso firme em decisões. Sua oratória é excelente já que foi outrora escritora, médica e oradora de sua turma quando se formou. Sua risada é bem discreta e é conhecida por um leve e sarcástico Da ha ha da. Que ela solta cobrindo levemente a boca.
Nível: 02
Estilo de Combate: Não luta.

Ivan Smirnov
Descrição: Nascido e criado em Tequila, ele é um grande amante das vodkas, e um claro odiador dos militares. Entretanto, ele foi obrigado a se alistar por seus familiares, que buscavam melhorias de vida para ele, e para si próprios. Ele, apesar de relutante, o fez, mas achou uma luz maior no fim do túnel.

Com a chegada dos revolucionários na ilha ele se tornou um espião, fechado com a causa revolucionária, dando todas as informações privilegiadas para Falco, o que deixa o Comandante revolucionário sempre um passo à frente. Mas não apenas isso, o garoto é um ator tão bom,que conseguiu se tornar o braço direito de Vladmir, que por ser alguém muito cheio de si conta vitória para o garoto das grandes investidas militares, além dos planos que faz.
Nível: 02
Estilo de Combate: Ladino.