Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Página 6 de 8 Página 6 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 XqxMi0y
Créditos : 30
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Hellhounds Qua Nov 03, 2021 7:36 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Hellhounds

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Caçador de recompensa Shiori Miyamoto, Sasha Sparks, Shimizu D. Akira e Às E. Volkerbäll. A qual não possui narrador definido.

_________________

Hellhounds - Página 6 J09J2lK

Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Hellhounds Qui Nov 11, 2021 1:02 am


Hellhounds


Às

A situação da caçadora não era das melhores, estava em uma nítida desvantagem, mas não parecia que iria dar o braço a torcer – Vim para Kephar em busca de fragmentos de um livro chamado A Imperatriz de Prata, algo de extrema necessidade para meus projetos. – Foram as palavras de Sam, antes de dar as costas e sair carregando Tommy daquele ambiente, sendo seguida por Queen, que parecia andar tranquilamente em sua direção, como se tivesse certeza de como tudo aquilo iria terminar.

O combate então tinha seu início, Às tomou uma sábia decisão ao deixar Queen seguir seu percurso, focando-se unicamente no leão, pelo menos a princípio. Avançou contra sua lâmina e no momento chave esquivou, deixando o golpe do seu oponente seguir seu fluxo natural, acertando o chão com tamanho impacto que ficava claro para caçadora: tomar um desses poderia acabar com sua vida no mesmo instante. No entanto, ela era habilidosa e usando sua velocidade tentou cortar a carne do seu oponente, que com uma reação rápida, moveu-se alguns centímetros para longe, tendo apenas a região do seu tríceps atingida – DESGRAÇADA! – Gritou furioso. O Mink se colocava novamente em uma posição de combate, o sangue escorria pelo seu braço e deslizava pelo cabo da sua montante, chegando por fim até a lâmina, banhado-a o líquido da vida.

Enquanto Volkerball avançou de um lado, o felino partiu do outro, direcionando um número alto de ataques em direção diagonal, vindo pelos dois lados, enquanto segurava sua arma com ambas as mãos. Os golpes eram pesados e até mesmo velozes, mas era notável que a velocidade da caçadora superava a do Leão. Ela desviava com maestria, aproveitando-se das brechas para atingir a perna do seu oponente, se não fosse a armadura grossa que ele utilizava naquelas regiões inferiores, certamente sua perna estaria descolada do restante do seu corpo naquele momento – URGH! – O gemido de dor foi audível a jovem espadachim, que enquanto atacava se manteve atenta aos movimentos que poderiam vir por parte do lobo.

Ele atacou pelo flanco esquerdo, mas ela já esperava aquela ação e estava pronta para aquilo, saltando de maneira veloz, deixando que o lobo passasse literalmente no vácuo. Aquele movimento surpreendeu o leão, que estava em uma posição completamente vulnerável, com sua cintura lateralizada e sua arma na frente detrás do seu corpo, como se estivesse preparando mais uns dos seus golpes pesados. O ataque da jovem foi limpo, na altura do pescoço e com a força necessária para arrancar a cabeça do seu oponente fora. O sangue em Narsil mostrava a efetividade daquela ataque, assim como os olhos paralisados da figura felina, a rápida interrupção do cérebro com o resto do corpo causava aquele tipo de situação. Porém, nem tudo são flores...

Se de um lado Às havia finalizado de maneira simples e direta um dos seus oponentes, ela deu brecha e abertura o bastante para que o lobo mostrasse todo o seu potencial. Sua velocidade foi tamanha ao ponto de cortar o espaço onde caiu até as costas da garota, atingindo aquela região com suas garrafas, causando um corte mediano no posterior do seu corpo. Ele não parou, aproveitou a força do seu golpe e girou seu corpo no ar, aplicando um chute, que mais pareceu um coice nas costas da garota que voou para frente de maneira selvagem, chocando-se contra uma das várias árvores que existiam por ali. Ela pode notar que sua visão esquerda estava com uma tonalidade diferente, o vermelho tomava conta daquele olho e uma dor fina começava a surgir do seu supercílio, assim como em suas costas, porém, essa era um tanto quanto mais dolorida.

Você matou o meu... o meu amor! – Falou o lobo com um olhar furiosos para o leão – Eu comerei sua carne, arrancarei suas entranhas e beberei todo o seu sangue. – Bradou rasgando sua camisa, mostrando seu corpo repleto por cicatrizes. Por fim ele flexionou seu joelho e disparou em seguida, com tamanha velocidade que a garota precisaria de uma reação veloz, se não quisesse ser atingida pelo míssil que vinha em sua direção. E agora soava estranho, porque a criatura faria um movimento daqueles, sabendo que atrás da mulher tinha uma árvore? Será que ela também fazia parte dos seus planos? Saberemos no próximo episódio.


Akira

A batalha dos irmãos tinha chegado ao fim, de maneira curta eu diria. Pelo jeito a diferença na força entre eles e seus oponentes era grande, claramente não estavam à altura daquelas duas figuras experientes em lidar contra criminosos – Oh “Dentuçu”! Eu “num” acho que esse “monti” de músculos vai ficar preso aqui não. – Bradou Rango enquanto auxiliava seu irmão a prender aquela figura robusta em uma das mais grossas árvores dali, uma maneira de tentar parar a força descomunal que existia no interior do corpo do homem. De qualquer jeito, a figura estava devidamente presa, por mais que eu acreditasse que aquilo não iria durar muito.

Sem mais delongas eles partiram na direção onde o caldo engrossava, os sons dos disparos cessaram enquanto eles cortavam o caminho até aquele ponto, ficando atrás de alguns arbustos, observando toda situação que estava se desenrolando. Alguns metros a frente a dupla de caçadores pode ver uma outra dupla, rodeada por corpos sem vida, exceto por um homem de aparência comum, que estava ajoelhado na frente de uma figura enigmática – [color=#00C2C5]ONDE ESTÁ A SANTA QUEEN? [/colr]– Ele gritou furioso apontando sua pistola para cabeça do homem, que no momento em que gaguejou, recebeu um tiro à queima roupa em sua testa – AQUELA PUTA! ALÉM DE ME TRAIR, QUER ROUBAR MINHA MINA DE OURO. – Ele estava furioso, mas, quem era ele? Pelos trajes e armas que utilizava, Akira e Rango notaram que aquele homem se tratava do procurado que eles almejavam encontrar, conhecido pelo seu sadismo exacerbado – Calma lá chefe, a gente vai encontrar aquele trio de animais fedidos. – Ao lado do homem estava uma figura um pouco menor que a anterior enfrentada por Akira, sua pele era escura, utilizava um boné laranja, assim como grande parte da sua roupa. Em seu peito, um nome estava escrito: Fopp. – Vamos só esperar o Hobb voltar da caçada, com certeza ele já acabou com aqueles dois que fugiram. – Disse de maneira relaxada.

A dupla de antagonistas olharam ao redor como se procurasse por alguma coisa – HOBB! VOLTA LOGO AÍ PORRA! – Gritou Fopp com uma certa irritação em sua voz – Deixa ele aí, ele vai encontrar a gente pelo cheiro. Vamos logo atrás deles, será que você consegue farejar eles? – Indagou o pistoleiro olhando para o brutamontes ao seu lado –Consigo sim, esse aqui tem o cheiro daquele lobo desgraçado. – O homem ergueu o corpo recém morto e começou a cheirar o seu tronco, captando o odor pontual da figura que ele citou anteriormente – HOBB! NÃO DEMORA DE ENCONTRAR A GENTE NÃO, TAMO INDO! – Gritou o brutamontes de maneira tranquila, parecia ter certeza da vitória do seu aliado.

Vamos logo, tenho que achar a Santtina. Aquela mulher tem algo que eu quero, além do dinheiro, é claro. – Nenhuma parte do corpo do atirador podia ser vista, exceto pelos seus olhos carmesins e sua língua esbranquiçada, que foi colocada para fora, logo após falar aquelas palavras. A dupla então se moveu com velocidade, velocidade ao ponto de Akira mal poder acompanhar com seus próprios olhos, era notável que aqueles dois rapazes não eram pessoas comuns e pelo jeito estavam no encalço de alguma outra pessoa. A dupla seguiria seus rastros? Rango parecia preparado para tal ação, mas aguardava as ações do seu irmão.


Shiori e Sasha

Enquanto seus irmãos estavam envolvidos em batalha, o ritmo da dupla era um pouco mais brando, pelo menos até aquele momento. Shiori tinha algumas questões em mente e ela não estava errada, pelo jeito parecia existir um movimento para a visível falta de empenho por parte dos membros da guilda, será que eles tinham medo? Bom, era algo que necessitaria de respostas e que ficaria para outro momento, já que a dupla partia em direção ao “ponto” indicado pela atendente – Então deixo pra cobrar o que comeram e beberam na volta, olha lá em, tô botando meu salário em risco! – Disse em um tom de brincadeira, mas ainda sim era uma forma de animar a dupla de caçadoras, não que elas precisassem disso.

O caminho percorrido era longo, diferente do dito pela atendente, pelo jeito ela estava completamente errada. O percurso era longo ao ponto do dia passar como um piscar de olhos e pelo jeito não demoraria muito para ficar de noite, talvez restasse umas duas horas de luz solar. De qualquer modo, após toda aquela caminhada elas encontraram a tal da árvore marcada, mudando sua direção até a base, isso nas palavras da mulher. Ao chegarem lá elas perceberam que não se tratava de uma base e sim uma pequena cabana feita de madeira, com um riacho alguns metros à frente. A iluminação no interior indicava que tinha alguém em casa e rapidamente a dupla esbravejou algumas coisas, chamando o procurado para fora dali.

A porta se abriu vagarosamente e dela saia uma figura velha, assim como mostrado no cartaz de procurado do homem. Ele não portava nenhuma arma, utilizava roupas comuns – calça marrom e uma camisa longa de botão, na cor branca – Uhn? Acreditei que ficaria tranquilo hoje, só esperando as notícias dela. – Falou o homem de maneira tranquila, parado observando a dupla de Minks que estavam naquela área – Vocês tem certeza que não querem ir embora? Etou meio sem saco para isso hoje, não quero matar ninguém. – A tranquilidade continuou existindo em seu semblante, ele caminhou de maneira tranquila, descendo os três degraus que levavam até sua casa, andando lateralmente ate próximo ao riacho – Aliado? Eu sempre estou sozinho, pequena criança. – Ele disse erguendo uma das grandes rochas que estavam por ali, lançando na direção de Shiori, que se esquivava com maestria daquele ataque – Não desvia não, facilita minha vida. – Disse pegando mais uma rocha, dessa vez um pouco maior que a anterior e lançando em direção a Sasha. Por fim, permaneceu parado observando o desenrolar do seu ataque.


Histórico:

Akira:

Número de Posts: 10
Ganhos:

    20.000.000 B$ - Recompensa pelo Logan - POST 02

Perdas:

    Nada por enquanto

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Às:

Número de Posts: 10
Ganhos:

    Mapa de Kephar Nicos: Não conta com muitos detalhes da floresta, mas mostra alguns rios que cortam o lugar e conta com algumas áreas marcadas com um X vermelho, locais "proibidos" - POST 05

Perdas:

    1.500.000 B$ - Mapa de Kephar Nicos

Ferimentos:

    Supercílio Rompido - 00/03
    Corte - de Garra - Mediano nas Costas - 00/06 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]


Sasha:

Número de Posts: 10
Ganhos:

    18.750.000 B$ - 75% da Recompensa pelo Criminoso Misha Walker - POST 03
    Proeficiência Ilusionismo - POST 09

Perdas:

    900.000 B$ - Pagamento da Comida - POST 04

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Shiori:

Número de Posts: 10
Ganhos:

    25.000.000 - 100% da Recompensa pelo Criminoso Alexius - POST 03
    Mapa da Kephar Nicos - Não conta com detalhes da Mata Grande e Comunidade Colonoco. - POST 03
    Proficiência Ilusionismo - POST 09

Perdas:

    5kk - Esculachando o velho - POST 02

Ferimentos:

    Nada por enquanto



Legenda:

Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Rango - NPC ACOMPANHANTE
Tommy
Íris
Mizuki
Luna
Homens da Santa Queen
Santa Queen
Grask
Robs


Aparência
Shen
Torres
Velho do Hotel
Tommy
Atendente Ruiva
Atendente Loira
Atendente de Cabelos Verdes
Velha
Astolfo - O MAGO
Girimundo
Lobo
Leão



_________________

Hellhounds - Página 6 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Hellhounds - Página 6 EBEAdF4X4AYyK13
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 97f94401ee601a5f4b14b7a60801205b
Créditos : 07
Re: Hellhounds Qui Nov 11, 2021 12:06 pm
Colors


A moça da guilda tinha sido maneira com a gente, e por isso dei um sorrisão na saída, levantando a mão pro alto e acenando em despedida apenas dizendo.-Pode deixar!! Não devemos demorar muito.- e assim começando a ir pra floresta, algo que era notável era que... maluco… Que lugar longe!! Certamente a atendente não tinha muita noção de distância, parecia até meus pais falando “É logo ali” e eu cruzando Zou pra achar o que tava procurando.

Então quando chegamos o cara realmente saiu numa boa. Entretanto ele parecia bem menos motivado do que eu imaginei que seria.-Hein? Que papo é esse?- E foi aí que a pedra veio na minha direção, e aparentemente era só um monte de papo esse cara. No fim eu ia ter de lutar pra conseguir meu inimigo.

Então quando ele dizia que vivia sozinho, e não andava com ninguém, automaticamente contestei. -Hein? Eu to dizendo isso pela segunda vez. Eu tenho certeza que tem alguem por aqui, aliás é provável que na casa.- e então eu puxei a lança das costas e com isso faria um movimento de corte.

Porém não era apenas isso, era um corte horizontal carregando eletricidade através da lança e disparando com toda a potência. Meu objetivo era destruir a parede da casa com o disparo, ou parte dela, a razão é que eu não queria ser pega de surpresa com uma janela ou algo assim, alguém com projéteis enchendo o saco.

Hellhounds - Página 6 PhonyVibrantJackrabbit-max-1mb

Então depois de realizar o golpe já ia falando.-Eu vou mandar esse lugar pelos ares, então é bom ir vazando daí!!-Disse mantendo a postura preparada pra iniciar uma luta mas não focava minha atenção apenas na casa, o problema poderia vir de qualquer lugar, então ia olhando os arredores e observando o que estava acontecendo.

Manteria uma preparação para realizar defesas, fosse esquivando do inimigo atual ou de outro possivel inimigo. Faria defesas simples esquivando-me dos golpes com passos velozes para os lados, ou para frente e traz, de modo a explorar as direções como me parecesse confortável. Aproveitaria também das árvores para usar como distração, passando por traz de alguma durante a esquiva.

Se fosse necessário realizaria bloqueios com a lança, fazendo curtos giros com ela, de modo a evitar que algum dano passasse. fossem eles projéteis ou golpes contundentes, o giro feito de dentro pra fora, era o método que pensei para evitar eles. E se fossem projéteis muito pequenos, faria o giro de 360 graus da lança usando isso em alta velocidade como se ela fosse uma helice.



Historico:
Nome: Shiori Myamoto
Posts: 11
Ganhos:

- 25.000.000 - 100% da Recompensa pelo Criminoso Alexius - POST 03
- Mapa da Kephar Nicos - Não conta com detalhes da Mata Grande e Comunidade Colonoco. - POST 03
- Proficiência Ilusionismo - POST 09

Perdas:

-5.000.000 jogados pro ar pra calar a boca dum cara.


Cor da fala: - Fala

_________________

Hellhounds - Página 6 JVQRkB3

Hellhounds - Página 6 VYrwji0
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 Giphy
Créditos : 38
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Hellhounds Qui Nov 11, 2021 12:12 pm


Rainbow
Cat




A chefinha era bem gente boa, não só nos deu instruções muito boas, como também botava fé, isso era uma coisa que Sasha valorizava e sentia até mesmo quase culpa de não ter perguntado o nome em momento algum… Na verdade Sasha faz mais isso do que devia, é meio cruel se for parar pra pensar, porque eu sempre me apresento… Enfim…

Quando chegamos no local, após o meu anúncio era possível notar que o velhinho não tava lá muito animado, isso talvez se devesse a um motivo similar ao meu? Um tédio de inimigos meio fraquinhos? Eu não me importava, apenas confiei em minha força física avassaladora e em meu escudo e o colocando a frente avancei para explodir a rocha em questão com a porrada, quando o material não era lá muito resistente não havia motivo para que a força dele fosse relevante nesse ponto, já que o choque bastaria e como meu corpo estava por detrás do escudo, pouco importava os destroços que poderiam vir pelas laterais.

Deixei que a eletricidade percorresse o meu punho de modo que pudesse percorrer também a minha lâmina, dando o último aviso - Não faça isso ser entediante velhinho, se Sasha te derrotar antes de você ficar a sério,  não vai ser legal!- Diria começando a dar pequenos saltinhos no chão de maneira ritmica então apresentando um avanço extremamente veloz em direção ao homem, de modo que mesmo a minha imagem poderia ser difícil de se acompanhar com olhos mal treinados, especialmente agora que Sasha havia aprendido mais sobre como escapar do campo de visão graças ao que aprendeu com Giramundo e Astolfo, já mostrando a sua aplicação.



Hellhounds - Página 6 Anime-tempest

-Nekoryu Shunko !- Bradei antes do primeiro avanço

Sasha não via armas, mas ainda assim teria ficado atenta a qualquer coisa que ele pudesse tirar das mangas ou mesmo caso seu corpo fosse a própria arma, onde quando chegasse em uma distância boa o suficiente, com Green, teria feito um movimento de corte diagonal de baixo acima, já com a minha postura baixa e muito próxima do chão, enquanto o escudo posicionou-se  na mão direita, cobrindo a parte superior do corpo similar a um casco, transitando em meio  a movimentação que erguia o corpo  para ir cobrindo aos poucos a abertura causada pelo corte, tudo em uma fração de segundo graças  a minha prontidão e reflexos absurdos.

Se o corte fosse bloqueado, a outra mão com o escudo violentamente golpearia pela lateral, levando a minha perna para uma postura de arco e flecha, forçando o peso do meu corpo  em um golpe ainda mais intenso e pesado, que se enconstrasse resistência, a perna mais a frente chutaria a parte de baixo do escudo, em conjunto com o movimento do meu corpo de abaixar a postura, para que um golpe de baixo viesse.  

Um desvio no entanto? Me levaria a rapidamente pegar a minha aceleração e usar de minha prontidão para imediatamente passar do 100 ao 0 e mudar de direção novamente, o buscando agora com uma estocada, no momento de sua aceleração zero, ou seja, no momento em que seu pé estivesse próximo de tocar o chão, algo que ainda que não fosse preciso, poderia lhe abrir uma brecha, nesta alternativa após a perfuração, criar distância seria o melhor para mim, para evitar um contra-ataque, havia assim a possibilidade de esquivas multiplas, e com isso, mais estocadas viriam, agora usando o escudo de duas formas, como meio de criar um ponto cego e ocultar a direção da minha lâmina até que fosse o momento do golpe, e previnir ataques do meu oponente.


Em meio aos possíveis ataques de meu oponente, eu ainda não havia como definir o que ele usaria para me defender completamente, então em especial fiquei atenta a possíveis projeteis que ele pudesse me lançar, usando de minha flexibilidade para desviar, em conjunto com o escudo, de maneira que meu combate era bem fechado dentro das possibilidades de me contra-atacar, mas na possibilidade de algum golpe inevitavelmente não ter como desviar ou bloquear, Sasha teria feito um esforço extra para evitar que o rosto fosse ferido, ou seus olhos, virando o mesmo, ou coisa similar.

Se caisse ou apanhasse, inevitavelmente iria resistir e se erguer para continuar suas ideias de movimento, os adaptando a situação para aplicar pelo menos um bom ataque, agora que meu corpo havia se recuperado completamente meu vigor mostrava-se coerente a minha gana e minha força de vontade, me mostrando obstinada.

Técnica utilizada no post:
Referência:


Hellhounds - Página 6 Giphy

Hellhounds - Página 6 F16c01274d2fc9aa467123e4b4acb7ff

Ilustração com eletro

Hellhounds - Página 6 0e2037b27580b13d9141bc9cf0162b71

Nome: Nekoryu Shunko ( Estilo da gata- Grito de Guerra Relampago)
Rank: 1
Descrição: Trata-se de uma técnica de movimentação própria do estilo de combater de Sasha, a base da técnica se dá ao utilizar de dois elementos ao seu máximo para extrair um maior potencial dentro dos combates, onde o princípio, primeiramente se dá pela prontidão, somada aos reflexos elevados da gata como segundo requisito para a boa execução da técnica.

A preparação para a técnica advém de dar pequenos chutinhos no chão com pelo menos um dos pés, inicialmente enquanto se prepara para realizar uma primeira grande explosão de velocidade com um forte impulso direcionado a uma das direções, do ponto que acontece a primeira impulsão é onde entra a necessidade de reflexos tão elevados por parte da  espadachim, onde ela deve impulsionar-se no chão usando se sua  prontidão rapidamente sempre que um dos pés estiver mais próximo de ter o plantar totalmente sobre o solo, algo que finalizaria a execução da técnica.

Devido a esses dois elementos combinados, Sasha é capaz de percorrer grandes distâncias com uma efetividade absurda coerente a evolução de seus próprios reflexos, de sua força física para aprimorar a finese da técnica melhorando suas capacidades ofensivas e defensivas durante a execução, por poder chegar melhor em seu alvo de ataque ou defesa.

Visualmente é possível que por alguns momentos em trocas de direções rápidas ou avanços súbitos que se dê a impressão de sua imagem desaparecer, a olhos menos treinados, caso estiver usando eletro, um pequeno rastro de faísca pode ser notado dando um efeito visual bem atrativo, dispensando assim qualquer vantagem que isso pudesse dar como elemento surpresa quando usando o eletro, onde as movimentações não se restingem a duas dimensões.

Componentes: Espadachim, Prontidão, Furtividade Natural
Requisitos:

⚡Primeiramente é muito importante frisar que o efeito visual de parecer desaparecer nada mais é do que uma possibilidade narrativa, caso venha a escapar do campo de visão, exista uma diferença muito grande de forças ou algo que o narrador determine como coerente, não sendo algo que  esta presente cem por cento do tempo.

⚡ A técnica é interrompida caso algo prenda a movimentação dos pés de Sasha de alguma forma de modo que ela não possa continuar a executar os saltinhos, mesmo parada ela deve continuar a realizá-los caso queira manter a técnica.
⚡ Apesar de usar deste preceito, de movimentação, seus passos são silenciosos da mesma forma, sendo esta uma ótima vantagem.
⚡ Em cenários com terreno instável ou na nescessidade de usar objetos do cenário para continuar a saltar, desde que possa se impulsionar em algum lugar, é possível manter a técnica.
⚡Golpes que utilizam das pernas, não cancelam a técnica, desde que ao tocar o chão a garota reestabeleça o ritmo
⚡ A duração máxima é de dois turnos e pode ser interrompida previamente, seja pela espadachim ou por seus oponentes, o gasto de stamina será o mesmo em todas situações.
⚡ Será necessário pelo menos um turno sem utilizar a técnica devido a alta exigência  de concentração por parte de Sasha, para acompanhar ao qual precisa de um tempinho de pelo menos um turno após o término de seu uso para voltar a utilizar a técnica.

Penalidades: Caso seja interrompida, o gasto será integral a partir do primeiro avanço.
Dano: N/A
Bônus: Acerto +5%
Stamina: 70.






Histórico:

Posts: 11
Ganhos

  • 18.750.000 B$ - 75% da Recompensa pelo Criminoso Misha Walker - POST 03
  • Pericia Ilusionismo post 9


Perdas:
[*]900.000 B$ - Pagamento da Comida - POST 04








Ferimentos:
N/A Curou tudo


_________________

Hellhounds - Página 6 HGWnxh1
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 SFDBQPA
Créditos : 16
Localização : Reino Sorbet
YamiEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t913-hellhounds
Re: Hellhounds Qui Nov 11, 2021 2:23 pm

Hellhounds
- Falas | ~ Pensamentos



Rango tinha razão quanto ao musculoso preso naquela árvore. Era tipo prender um touro em uma cerca de madeira, então seria racional imaginar que ele sairia daquela sem muito esforço. Lembrava-me da atitude de Às quando nos encontramos em uma situação parecida no Reino Sorbet, levando minha irmã à atitude de quebrar as pernas da pirata na tentativa de evitar uma possível fuga. Eu não seria tão sangue frio a este ponto e seria incapaz de causar tamanho sofrimento simplesmente por querer o dinheiro de sua recompensa. — É melhor ficar comportado aí até eu voltar, senão terei que chutar sua fuça de novo. — Comentaria, mesmo sabendo que ele não estaria me ouvindo.

Dando as costas para o mesmo e seguindo o caminho adiante, enfim encontrávamos mais pessoas presentes ali. Ocultos pela mata, éramos capazes de captar algumas informações relevantes, como o fato de buscarem Santa Queen. Olhando para meu irmão, faria um sinal de chifres com a cabeça, sussurrando próximo dele. — É aquela cabra que Às queria lutar no Farol, não era? — Tentaria me recordar, pois havia decorado seu nome ao imaginar ela com uma coroa e usando roupas de anjinho.

O fato do sujeito, que aparentemente se chama Fopp, ter mencionado “os dois que fugiram", me fazia questionar se o brutamontes, que agora eu concluía se chamar Hobb, estava de fato atrás de nós. Não estávamos fugindo de ninguém, então talvez apenas estivemos no lugar errado e na hora errada. Bem, o Hobb ao menos estava, já que ele quem estava desmaiado a algumas dezenas de metros atrás de nós.

Por fim, o grupo se retirava para a mata, seguindo o cheiro do homem recém-morto. — Você tinha razão, há outros rastreadores por aqui. — Agora, com cautela, começava a me erguer e me dirigir até o corpo do homem que havia sido executado. — Consegue sentir o cheiro também? Vamos indo atrás deles e atacá-los quando estiverem fragilizados. — Diria, pedindo para que Rango prosseguisse antes que eu colocasse as mãos no corpo.

Após sua análise e tendo definido o trajeto que deveríamos seguir, buscaria nos bolsos do homem alguma informação que pudesse ser relevante, me fazendo ficar mais a par daquela história. Encontrando ou não, reuniria o máximo de informações que tivesse para então partir junto de meu irmão. — Atenção dobrada agora, Sarnento. Não vamos querer ser pegos de calça arriada. — Comentava, quase imitando o sotaque carregado de meu irmão. E, assim, seguiria com cautela pela floresta adentro, reunindo as peças daquele quebra-cabeça que unia aquela Mink Caprina que havíamos encontrado no Farol anteriormente.



  • Posts: 11
  • Ganhos: B$ 20.000.000 (entrega do pirata Logan no post 2),
  • Contagem Caçador: B$ 25.500.000 - Rank D
  • Posts Desvantagem: 7/20
  • Players/NPCs:
  • Localização: Kephar Nicos - 6ª Rota - Grand Line



PdV: 26010
STA: 600

Força: 500 +80 +240 +500 = 1320 [Talentoso]
Destreza: 400 [Regular]
Acerto: 1835 +80 +240 = 2155 [Perito] +5%
Reflexo: 0 +240 = 240 [Regular]
Constituição: 400 +80 = 480 [Hábil]

Agilidade: 1197
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Qualidades:

Afinidade com HakiPor algum razão, você tem uma facilidade natural para compreender a manipulação e o conceito de Haki, por conta disso, você pode escolher aprender o Haki do Armamento ou Haki da Observação no nível oito, aprendendo o Haki seguinte normalmente no nível dez.

Duro de matarVocê continua consciente mesmo ao atingir uma porcentagem negativa de PdV, entretanto, ainda morrerá normalmente ao alcançar -21% de seus PdV.

CarismáticoVocê tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.

Idioma MarítimoVocê é capaz de se comunicar com criaturas marítimas através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Nadador NatoVocê é capaz de respirar debaixo d’água e ganha 10% de agilidade ao se locomover dentro d’água.

Arcada RemovívelVocê possui dentes extremamente afiados e resistentes. Sua arcada dentária pode ser removida da sua boca e crescerá instantaneamente de forma automática. A regeneração de arcada dentária pode ocorrer uma vez a cada duas páginas.

Defeitos:

GulosoSeu estômago parece um poço sem fundo, você sempre come mais do que necessita e precisa se alimentar ao menos uma vez a cada duas páginas. Além disso, em termos mecânicos, todas as condições de faminto aplicadas em você sobem uma categoria.

AltruístaVocê constantemente coloca a vontade, os desejos e a segurança das outras pessoas sobre a sua.

ImpulsivoVocê não pensa antes de agir, comprando brigas e assumindo riscos que podem ser mortais, além de frequentemente ignorar o bom-senso padrão.

Ambição [Fazer a maior festa que o mundo já viu]Você tem uma meta ou objetivo de vida claro e não mede esforços para alcançá-lo. Pode-se tratar de alcançar um posto, adquirir um objeto ou realizar uma mudança no mundo, você aproveitará toda oportunidade que tiver para se aproximar de seu objetivo. [Akira tem como maior objetivo de vida se tornar conhecido pelo mundo inteiro e, um dia, ser capaz de reunir pessoas de todos os cantos do mundo para uma grande festa, onde poderá compartilhar copos de sakê com grandes amigos.]

AtípicoDevido ao fato dos Homens-Peixe não serem tão comuns e não se tratarem de uma raça tão populosa quanto os humanos, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

DiscriminaçãoVocê tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e muitos podem lhe perceber como uma criatura grotesca e monstruosa. Vários humanos podem lhe tratar como uma criatura inferior e desumana pelo fato de você ser diferente deles e pelo histórico das relações entre homens-peixe e os humanos. É válido notar que nem todos partilham desse pensamento e agem dessa forma.

SegregaçãoPelo fato de ser um homem-peixe, você é proibido de ingressar na Marinha ou no Governo Mundial (contudo ainda pode fazer a vida como um Caçador de Recompensas).

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 500
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 30 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 20 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum, antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 5 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.




_________________

Hellhounds - Página 6 V8upj2D

Hellhounds - Página 6 YDNzcDa
Às
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 PqslDr4
Créditos : 15
ÀsDesigner
https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Re: Hellhounds Qui Nov 11, 2021 3:14 pm




»» Hellhounds ««

- Às Volkerbäll -


Ж

Estaria ficando louca e passando a ouvir coisas? Uma estranheza formou-se em meu semblante, carregando consigo um misto de confusão e incredulidade que transpareciam numa rápida entrega do que se passava em minha mente sem a necessidade de dirigir qualquer palavra em resposta. Era como se uma parte de mim se recusasse a acreditar naquelas palavras e outra, simplesmente não sabia como reagir a aquilo, mas palavras podiam esperar e o combate não, no limiar do tempo uma rápida decisão devia ser feita e a condução da batalha me servia para repensar o que Santina havia dito. - Ela falou sério aquilo? -  o pensamento fluía, conforme o semblante sério de batalha se mantinha definido para lidar com a dupla de Minks, deixando Queen seguir seu caminho até aquele momento. - Não pode ser… -  a negação era imediata, mas no íntimo sabia que existia aquela possibilidade. Na fração de um piscar de olhos, era como se pudesse vislumbrar o cheiro de flores e o riscar no papel, páginas escritas de algo que não entendia, palavras sutis de pura calmaria e assim, tão rápido como havia chegado ali, retornava para a floresta de Kephar, juntando aquelas peças desconexas, suplantando a negação daquele fato, com uma única certeza. Não era mais uma confusão, era algo pessoal e aparentemente numa camada em que sequer tinha noção.

Minha decisão havia sido acertada e o embate contra o leão mostrou-se complicado, mas nada além disso. Sua pele resistente e armadura haviam lhe protegido de danos mais sérios, mesmo seu parceiro de luta não se mostrava imediatamente efetivo, permitindo-me desferir um golpe fatal no mesmo instante em que esquivava-me do ataque do lobo. Tudo fora muito rápido, mas podia sentir Narsil superar a resistência dos ossos e dos músculos, comprovando o que sempre me haviam dito, que em situações como aquela, era como se sentíssemos tudo aquilo com plenitude. No entanto, se havia tido êxito numa finalização rápida, a brecha que deixava transparecer era explorada com efetividade e imediatamente passava a sentir o peso das garras em minha pele, o corte não parecia ter sido profundo, mas tudo o que tinha para me basear nisso era meu nível de dor, que subia mais um pouco quando o chute se conectava, lançando-me contra as árvores. O choque da colisão me estremeceu e a dor que havia em minhas costas pareceu tirar-me um pouco do fôlego, um forte calor subiu-me a espinha e uma ordem de ataque ecoou em minha mente no mesmo instante, as memórias agiram em comunhão a toda a circunstância do momento. Lembrei-me dos treinamentos, dos ossos quebrados, de cada gota de suor que havia derramado para estar ali. E enfim veio a aceitação do fato e uma mudança de chave, o desejo pela luta começava a dar lugar a fúria. - Você fala demais… -  sentia o sangue cobrir minha visão e aos poucos tocar a ponta de meus lábios, podendo sentir seu gosto metálico. - ...para cãozinho adestrado. -  as palavras vinham secas, indiferentes a possível dor que ele estivesse sentindo.

Spoiler:
Hellhounds - Página 6 Tumblr_orzpqoSo811wskyx5o1_540

O que vocês estão em busca, vocês não terão. Porque eu não vou deixar que peguem. -  Sentia a dor nas costas me consumir, mas erguia-me movida a bem mais do que a determinação de antes. A visão do lobo, não me causava qualquer intimidação, cicatrizes? - Não use elas como sinal de força. -  pensava, cerrando os dentes, conforme a irritação me subia a face, fazendo-me cerrar os punhos enquanto me colocava em posição de luta. - Ele é tão rápido quanto eu, senão mais. Se eu conseguir desacelerar ele ainda que por um instante… -  pensava, observando a movimentação de seu ataque, lançando-se em minha direção como um disparo. Estava entre uma parede de árvores e uma flecha voraz, esquivar-me era a decisão mais simples, mas ninguém faria aquele tipo de ataque por nada, se ele arriscava alta, eu não fugiria disso. Incólume, permaneceria firme em minha posição e imediatamente moveria meu corpo, disparando Narsil em sua direção como se arremessasse um dardo. Compreendia bem minhas virtudes e disparos de precisão não era uma delas, mas a uma certa distância, até mesmo alguém como eu poderia reproduzir algo aceitável, mas de toda forma, ainda não havia mostrado a nenhum deles a minha real competência.

Narsil seria um artifício, um jogo mental, ela era minha ‘principal’ arma e estaria me desfazendo dela em um ato de aparente desespero, mas tudo possuía uma finalidade, reduzir sua velocidade de ataque, ou no mínimo atrapalhar sua investida para o real ataque, quando o mesmo estivesse próximo demais moveria minha perna direita em um movimento repentino, poderoso e firme, um chute frontal mirando a face do lobo seria desferido, fúria e determinação concentradas e rígidas como uma parede a frear o ímpeto atacante, uma conexão com sucesso era tudo o que precisava, uma parada completa e perfeita para seguir atacando, ou caso conseguisse repelir ao custo de ser jogada para trás, aguentaria o tranco, deixando o impulso levar-me para usar árvore em meu favor, lançando-me na direção do lobo para prosseguir. - ...posso ter a chance de atacá-lo com velocidade também! -  Em ambas as possibilidades retornaria com um soco voraz na boca de seu estômago, gingando o corpo em um movimento de boxe, buscando esquivar-me de suas garras para continuar os ataques, tentaria conectar mais golpes em suas costelas, forçando-o a tentar uma espécie de clutch contra mim, ao qual estaria esperando para abaixar-me rapidamente, com braços erguidos para proteger meu rosto, evitando ser pega ou atingida para então saltar, tentando conectar um gancho de direita.

Hellhounds - Página 6 Giphy

Porém, não apenas pela possibilidade de pará-lo faria minhas alternativas, se notasse a ineficiência de Narsil no primeiro instante, esquivar-me-ia, jogando-me para lateral em um rolamento. Tinha em mente a possibilidade ele usar suas características animais para usar a árvore como uma maneira de ganhar impulso e assim surpreender-me com um movimento poderoso, livre de grande perda de velocidade, mas tinha em mente de que provavelmente o lobo esperava pegar-me no contrapé, longe de minha linha de visão e por isso, ao executar o rolamento, permaneceria atenta, observando-o durante a esquiva e se notasse que faria aquilo, não me ergueria por completo, mas sim o surpreenderia com um chute, apoiando minhas mãos contra o chão ergueria a perna na altura de seu rosto, de forma a surpreendê-lo e assim iniciar uma sequência de chutes, girando o corpo antes de me levantar, executaria um movimento acrobático, girando meu corpo no ar para conectar um chute em seu estômago, não lhe permitindo brechas para reagir, ao tocar o chão me lançaria contra sua direção, buscando conectar uma forte joelhada no peito antes de executar um novo giro, buscando acertar-lhe o rosto com um chute lateral. - Você não é o caçador aqui. -  diria, caso a conclusão das ações culminasse em minha vitória, onde buscaria Narsil para decapitar o lobo, a fim de evitar que o mesmo pudesse de alguma maneira retornar para a luta, antes de seguir até Queen, com ambos os seus capangas a tiracolo.

Não abandonaria a possibilidade de evadir-me caso a situação pedisse isso, ou simplesmente notasse eminente perigo a minha integridade, usaria as movimentações do boxe para lidar com o lobo a curta distância, “gigando” meu corpo para encontrar as brechas para atacar e quando fosse necessário, usar de minha acrobacia para evitar um golpe mais complexo, e assim ter a possibilidade de abrir distância do oponente.









Histórico:
Post: 11
Nome: Às Volkerbäll
Profissão: Navegadora.
Proficiências: Acrobacia | Astronomia | Condução | Navegação | Meteorologia | Briga de Rua | Cartografia | Geografia.
Qualidades: Versátil | Destemida | Prontidão | Mestre em Haki | Duro de Matar | Ambidestria (3/5).
Defeitos: Altruísta | Heróica | Sincera | Leal | Gulosa.
Ganhos : -x-
Perdas: -x-
Localização: Kephar Nicos - 6ª Rota.





_________________

Hellhounds - Página 6 Y7vy7lb

Hellhounds - Página 6 ZaT0xpq
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Hellhounds Sex Nov 12, 2021 2:52 am


Hellhounds


Às

A garota parecia ter ouvido algo que mexia completamente com sua mente, pelo jeito, aquele livro também tinha alguma importância para ela. Em meio aos devaneios da sua mente, voltou a si no momento em que a batalha chegasse em seu ápice, logo após tirar a vida do felino que ousou enfrentá-la. De qualquer maneira uma segunda rodada de ação não demorava de surgir, o lobo estava visivelmente abalado com a morte do seu companheiro e avançou de maneira súbita, mostrando toda sua velocidade naquele movimento perigoso.

Se de um lado ele avançava com toda sua fúria, do outro Às também não iria simplesmente correr ou negar o pedido para dançar. Ela esperou o momento certo e lançou sua espada com uma lança, criando um ponto de colisão de Narsil com o lobo, que foi obrigado a parar sua movimentação naquele momento, usando suas garras afiadas para acertar a lâmina da espada, jogando-a longe e usando a força do impacto para girar seu eixo no ar, caindo em pé, de frente para a caçadora. No entanto, o que ele não esperava era a investida da mulher, que mostrava ser dotada por uma velocidade singular, cortando o espaço entre ela e seu oponente em poucos segundos. Um chute frontal foi disparado pela jovem, acertando em cheio o rosto do logo, que recebia todo o peso da fúria e da determinação da garota de uma só vez. Você pode pensar que ela acabou por aqui, certo? Errado! Ela aproveitou o momento para continuar mostrando toda sua força, aplicando um soco em uma região sensível do canino, que liberava uma quantidade de líquido vermelho pela boca. Ele também não iria dar a vitória de mão beijava, aquela criatura tinha seus próprios motivos para lutar e assim faria, atacando da maneira que podia com suas garras de maneira veloz, contudo, seus golpes passavam em branco.

O gingado de Volkerball era o bastante para esquivar dos golpes do canino, mas diferente do que ela esperava, ele não tentou agarrá-la naquele momento, o lobo sentiu o caminho que ele estava seguindo naquele combate e saltou para trás, em um movimento ainda mais veloz que o anterior. Ele caiu ao lado do corpo do felino e pegou sua montante usando toda sua força, era notável que ele não tinha costume em empunhar uma arma tão grande, mas ainda parado movimentou algumas vezes aquela espada, para sentir seu peso – Quanto tempo que não te carrego, querida. – Disse com os olhos tomados pelas lágrimas, que deslizavam pelo seu rosto, molhando sua pelagem – Irei te vingar meu amor, com nossa querida filha. – Disse voltando sua atenção para a caçadora.

Ele dobrou os joelhos o máximo que pode, avançando com uma velocidade tão alta ao ponto de ser difícil para que Às pudesse ver a sua aproximação, mesmo que ela soubesse que ele estava vindo. O primeiro golpe do canino foi pesado e veloz, porém, faltou-lhe precisão, já que ele acertou o solo ao invés da figura feminina em sua frente. Sua expressão era de raiva, aproveitou o embalo para seguir com um giro, ficando agora alguns metros atrás da caçadora, onde ela havia estado anteriormente – próximo a árvore onde você se chocou – Giro Tornado MORTAAAAAL! – Bradou girando todo seu corpo com velocidade, como se fosse um peão, o lobo investia na direção da mulher, visando acertar os golpes circulares na região do tronco e parecia que iria segui-la por onde quer que fosse.


Akira

A dupla de irmãos conseguia algumas informações importantes, pelo jeito uma mulher encontrada por eles no farol estava naquelas redondezas e tramando algo em conjunto com Robs, bom, não tão junto assim pelo visto – Era ela mesmo. – Respondeu Rango sem tirar sua atenção das duas figuras a sua frente. Outra informação importante era a existência de mais pessoas dotadas com um olfato apurado, sinalizando que eles deveriam ter cuidado com o próprio odor que era liberado pelo seu corpo, para que não fossem identificados pelos inimigos – Sim. – Falou o coiote de maneira curta.

A dupla então partia no rastro dos seus inimigos, já que não havia encontrado nada de relevante nos corpos sem vida dos homens, pareciam mais um bando de pé rapados. O caminho percorrido por Robs e Fopp era longo, eles mantiveram uma velocidade alta do início ao fim, revelando um pouco da sua força ou pelo menos do seu preparo físico. Eles atravessam um rio, por um pequena ponte de maneira que existia naquele lugar, continuando a perseguição dos dois homens que aumentavam ainda mais a velocidade de corrida deles, sendo necessário um empenho ainda maior por parte dos caçadores para continuar os seguindo.

A– TE ACHEI SUA DESGRAÇADA! – A voz de Robs era audível a Akira e Rango, que se aproximavam com cautela do lugar. A cena que eles viam tinha a presença de mais três figuras, sendo uma delas alguém que os caçadores nunca tinham visto, uma garota de cabelos curtos e pretos. As duas figuras que eles já conheciam eram Tommy e Santa Queen, sendo que o garoto se encontrava em condições nada favoráveis, já que o sangue escorria pela sua face e perna, que não contava mais com aquele protótipo mecânico de antes – Você não morreu? Tsc! Preciso conseguir pessoas boas em suas funções, aqueles dois pelo jeito eram umas merdas. – Disse a mulher segurando o garoto pelo pescoço, enquanto com a outra mão agarrava a nuca da mulher que estava ali – Vamos, largue logo a Sam e saia daqui, antes que eu mesmo te mate. – Robs estava visivelmente puto e empunhava suas pistolas com o dedo no gatilho – Você tá doido? HAHAHAHAHA! Eu mesma vou te matar. – Bradou Queen com um sorriso sádico em sua face.

O homem robusto e de boné laranja dava um passo à frente – Deixe comigo, não precisa se desgastar. – Falou o homem flexionando seus joelhos e avançando semelhante a um míssil na direção da sua antagonista, que lançou a mulher para o lado, fazendo seu corpo se bater com ferocidade em uma das árvores que existiam por ali. Queen não parou, segurando o menino colocou na frente dos punhos do brutamontes, que acertou seu abdômen com toda sua força, fazendo a criança liberar uma alta quantidade de sangue pela boca – BURRO! – Disse a mulher chutando a sua face, após realizar um rápido giro e o lançando para trás. Fopp caiu de joelhos alguns centímetros a frente do seu companheiro, limpando o sangue que escorria pelo seu nariz – Vou matar essa puta. – Ele parecia ainda mais bravo que seu companheiro. Antes que pudesse investir, seu nariz indicou odores que ele ainda não tinha captado, após o vento forte passar pela dupla de caçadores – Mais inimigos! – Gritou olhando na direção onde Akira e Rango estavam. Robs atirou três vezes na direção do homem-peixe, que estava protegido pelo tronco da árvore na qual estava “camperando”. Queen investia contra o atirador, mas era parada pelo brutamontes e eles entravam em um duelo de força, onde socos extremamente pesados eram disparados pelos dois lados. Por fim, o atirador saltou para trás, pegando cover em uma das árvores também, ele parecia confiar em seu aliado e manteve sua atenção apenas na direção indicada pelo mesmo, esperando os movimentos dos caçadores.


Shiori e Sasha

A dupla de caçadoras estava diante de seu antagonista, o homem chamado Grask. Um ponto interessante a chamar atenção, era a falta de concordância entre as informações obtidas na guilda e aquelas que o próprio vilão passava. Será que aquilo era uma falha da guilda? Ou o criminoso era realmente um mentiroso? De qualquer forma, elas não estavam muito a fim de dar brecha ao azar, principalmente Shiori, que usando sua lança desferir um ataque potente, usando uma habilidade elétrica que poderia ser estranha para muitos, no entanto, o antagonista parecia conhecer tal poder, já que não expressou surpresa com aquela ação.

O homem observava sua cabana sendo destruída pelo ataque da Loba e não parecia se importar com aquilo – Droga! Vamos lá. – Bradou tirando sua camisa e observando a movimentação veloz de Sasha, ao ponto da garota desaparecer da visão do antagonista e reaparecer em sua frente, aplicando um golpe de baixo para cima, com sua espada. No entanto, ela percebia uma drástica mudança na aparência do velho, seu corpo ganhava um nível de massa elevado, seguido por uma coloração cinza e um chifre onde era sua testa. A lâmina acertou o seu tronco e a garota notou que nenhum dano foi causado, apenas um mísero arranhão naquela espécie de carapaça que havia sido formada no lugar de sua pele. O escudo veio na direção do homem, que saltou para trás logo após flexionar seus joelhos, mostrando ter um nível de força singular – Ainda não me acostumei com isso. – Falou o velho olhando para suas mãos grossas e grandes, assim como todo o rosto do seu corpo.

Ele bateu ambas as mãos com força uma na outra, bufando pelo nariz o ar existente em seus pulmões. Ele avançou com velocidade, parecendo ser literalmente um rinoceronte – assim como sua aparência indicava – apontando seu chifre para a felina. Ele era rápido e aparentemente resistente também, uma junção que certamente causaria graves danos a caçadora se fosse empalada pela investida do criminoso.

Se de um lado Sasha enfrentava seu oponente, do outro Shiori esperava algo sair da cartola – Ei! Eu estava dormindo. – Falou uma mulher saindo pelo buraco da cabana, seus cabelos eram azuis como o céu e seu corpo bem definido – Vejo que o papai já tá em batalha, tsc, era nosso dia de dormir juntinhos. – Falou a mulher saindo da casa, mostrando um pouco mais dos seus músculos imponentes, assim como sua altura. A titã não tinha nenhuma arma em suas mãos e agora com a luz batendo em seu corpo, a caçadora pode ver várias tatuagens em seu corpo, espadas, coelhos, pequenas bombas e outras coisinhas a mais – Vamos logo acabar com isso. – Ela falou tocando seu dedo no braço esquerdo, onde ficava um desenho de um “cacho” de granadas. No momento em que seu dedo tocou aquela arte, ela saiu literalmente do corpo da mulher, deixando um espaço vazio na região que anteriormente tinha a tatuagem – Segura ai bebê. – Disse com um sorriso no rosto, tirando o pino das quatro granadas e lançando-as na direção de Shiori. Duas delas foram por cima e iriam cair diretamente na cabeça da mink e as outras duas foram atiradas em linha reta, visando acertar a região do tronco da caçadora.

Por fim, assumiu uma postura básica de batalha, colocando ambos os braços em frente ao seu corpo, mostrando ser versada nas artes marciais.


Histórico:

Akira:

Número de Posts: 11
Ganhos:

    20.000.000 B$ - Recompensa pelo Logan - POST 02

Perdas:

    Nada por enquanto

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Às:

Número de Posts: 11
Ganhos:

    Mapa de Kephar Nicos: Não conta com muitos detalhes da floresta, mas mostra alguns rios que cortam o lugar e conta com algumas áreas marcadas com um X vermelho, locais "proibidos" - POST 05

Perdas:

    1.500.000 B$ - Mapa de Kephar Nicos

Ferimentos:

    Supercílio Rompido - 01/03
    Corte - de Garra - Mediano nas Costas - 00/06 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]


Sasha:

Número de Posts: 11
Ganhos:

    18.750.000 B$ - 75% da Recompensa pelo Criminoso Misha Walker - POST 03
    Proeficiência Ilusionismo - POST 09

Perdas:

    900.000 B$ - Pagamento da Comida - POST 04

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Shiori:

Número de Posts: 11
Ganhos:

    25.000.000 - 100% da Recompensa pelo Criminoso Alexius - POST 03Mapa da Kephar Nicos - Não conta com detalhes da Mata Grande e Comunidade Colonoco. - POST 03
    Proficiência Ilusionismo - POST 09

Perdas:

    5kk - Esculachando o velho - POST 02

Ferimentos:

    Nada por enquanto



Legenda:

Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Rango - NPC ACOMPANHANTE
Tommy
Íris
Mizuki
Luna
Homens da Santa Queen
Santa Queen
Grask
Robs


Aparência
Shen
Torres
Velho do Hotel
Tommy
Atendente Ruiva
Atendente Loira
Atendente de Cabelos Verdes
Velha
Astolfo - O MAGO
Girimundo
Lobo
Leão




_________________

Hellhounds - Página 6 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Hellhounds - Página 6 EBEAdF4X4AYyK13
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 97f94401ee601a5f4b14b7a60801205b
Créditos : 07
Re: Hellhounds Sex Nov 12, 2021 1:15 pm
Colors


Então realmente ele não estava sozinho, a inimiga surgia finalmente. E não demorou pra que ela começasse seus ataques do nada um monte de treco explosivo voando em minha direção? Parece interessante. Então partimos para o aquecimento. Vendo que as direções das granadas eram cima e frente.

Iria me mover em alta velocidade pro lado direito, aproveitando de minha habilidade de alcançar minha velocidade máxima de uma vez, tentando sair da direção das granadas, de modo a não acabar ficando na linha de fogo principal. Rebater elas com a lança não era boa ideia. Poderia até explodir elas no ar, mas ainda não era hora de testar essas coisas exatamente.

Então quando saísse da linha usaria alguma das árvores para me impulsionar em direção a ela. Saltaria flexionando completamente os joelhos e usando a árvore para me lançar de uma vez só na direção dela.-Shiori Miyamoto. É um prazer!!- diria durante meu lançamento em direção a ela. Um salto usando toda minha força pra me aproximar dela.

Mas claro imaginava que ela pudesse jogar projéteis, granadas e coisas similares e por isso estaria preparada, para se algo viesse em minha direção no ar eu expandiria a eletricidade de uma única vez ao redor do meu corpo visando repelir as granadas para longe de mim com a expansão rápida de eletricidade em meu redor.

Hellhounds - Página 6 SqwQouR

A questão era mais defensiva e mesmo assima visaria Sasha.-Cuidado com as explosões.- e assim se conseguisse no salto me aproximar dela, o meu ataque seria da seguinte forma. Manteria meu corpo inteiro eletrificado, com eletricidade emanando dos pelos e cobrindo tudo.

E então girando em meu proprio eixo 180º iria aplicar um chute na altura do torax dela, com toda a força do salto e giro a meu favor. Com isso assim que executasse o golpe, independente do sucesso que tivesse iria continuar. Parando ao chão me moveria ao redor da moça e então começando a me preparar para atacar com a lança.

Hellhounds - Página 6 Ishtar-fgo

Por fim, se visse a oportunidade, faria um movimento rápido na horizontal, desferindo um corte seguido de um disparo elétrico que iria sair da lâmina, a intenção era dificultar que o alcance pudesse ser medido.

Era uma investida inicial simples, para tentar começar o combate colocando uma certa pressão inicial. E claro manteria sempre atenção para realizar as defesas de forma eficiente. Para granadas eu analisaria a direção que elas viessem e utilizaria dashs laterais para sair da frente do projétil, e em seguida sempre aplicando outro pra direção da inimiga.

A razão disso é que me manter perto dela era a melhor maneira de lidar com a area de ação das granadas. Além disso para ataques fisicos, mais curtos, iria usar as defesas padrão saindo da frente e me movendo pros lados. E no pior dos casos defender com a lança realizando um bloqueio com a aste com movimento de fora pra dentro.



Historico:
Nome: Shiori Myamoto
Posts: 12
Ganhos:

- 25.000.000 - 100% da Recompensa pelo Criminoso Alexius - POST 03
- Mapa da Kephar Nicos - Não conta com detalhes da Mata Grande e Comunidade Colonoco. - POST 03
- Proficiência Ilusionismo - POST 09

Perdas:

-5.000.000 jogados pro ar pra calar a boca dum cara.


Cor da fala: - Fala

_________________

Hellhounds - Página 6 JVQRkB3

Hellhounds - Página 6 VYrwji0
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 Giphy
Créditos : 38
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Hellhounds Sex Nov 12, 2021 1:38 pm


Rainbow
Cat




Sasha teria então presenciado algo que a surpreendeu, como um obstáculo ao qual eu nunca havia passado  anteriormente, um inimigo que sua lâmina hesitou em cortar, um obstáculo ao qual eu nunca havia sequer pensado ser possível, o que para muitos poderia ser um sinal de preocupação, apesar da forma estranha que o homem havia sumido, havia algo dentro de mim que fez parecer fazer meu sangue correr mais intensamente, onde ergui o meu punho com um grande sorriso no rosto enquanto diria - Enfim um oponente digno! Nossa batalha deverá ser mais do que lendária!- Bradei em  plena alegria em encarar o obstáculo que havia a minha frente.


Hellhounds - Página 6 Daa


E conforme ele avançaria contra mim, eu também avancei, claramente ele era muito mais pesado do que eu, então ainda que eu fosse tão forte quanto ou até mais forte, a posição estacionaria só me dificultaria, com a minha prontidão, talvez eu pudesse também ao encurtar a distância impedir que ele alcançasse a sua velocidade máxima e portanto também seu potencial máximo, onde quando ele estivesse no alcance da minha lâmina, puxaria o braço para gerar um momentum de força mais intenso e então faria um movimento de corte ao esticar o meu braço enquanto girei o corpo para dar mais aceleração e força ao corte, algo que  não mirei no chifre mas no rosto do mesmo ou mesmo em um ponto mais macio do que o chifre, o movimento do escudo teria acompanhado para que pudesse com a firmeza que eu o mantive longe do corpo, rebater uma possível tentativa dele me perfurar com o chifre.


Hellhounds - Página 6 11193dd5f21c9ff2342831ec27e43c021cce6bac


Eu não sabia se com o movimento de agora eu seria capaz de causar algum dano  ou não, mas certamente, de tê-lo feito perder a possibilidade de usar a investida contra mim isso já poderia colocar a batalha a pés mais iguais, onde ali, decidi parar o movimento de meus pés, a velocidade poderia contra muitos oponentes ser uma arma chave mas, eu precisava de ter uma base mais firme para que meus cortes pudessem cortar mais profundamente, dada a rigidez do meu oponente, ainda que superá-lo com a velocidade pudesse trazer conforto caso a situação não fosse assim.

Me atentei a possibilidade da mudança de sua estrutura corporal, se mudou uma vez, podia mudar mais vezes - Uma fruta do furacãozinho né?- Como alguém que não só veio do novo mundo mas, também enfrentou muito recentemente oponentes que eram usuários aquilo não era de tanto espanto, foquei então em um ponto mental ao qual eu me focaria dali em diante no combate, talvez não fosse capaz com apenas um golpe mas, com vários era possível, além disso eu senti que o impacto da minha força é o suficiente para causar danos mesmo que eu não perfure.

Dada a sua envergadura ser muito maior que a minha, procurei me manter ao seu centro, de modo que apesar de dar a ele a sensação de poder me cobrir facilmente, dando a falsa ilusão de que eu não tinha rotas de fuga, isso o forçaria a fazer movimentos maiores para me alcançar, então eu avancei já no máximo da minha velocidade contra o centro de seu corpo, com a postura extremamente rente ao chão, quase como se fosse capaz de lutar sobre quatro patas e surpresa, eu era.


Hellhounds - Página 6 Ezgif-6-581a1fc1b0af


Com o escudo na parte superior do corpo com um dos braços, ocultando parte da minha movimentação, agindo como o principal chamariz, me escorregaria para passar por entre as pernas de meu oponente tentando cortar ele, deixando o escudo para trás ali em um movimento intenso em que empunhei a minha espada com ambas as mãos, deixando a eletricidade correr pela lâmina para tentar aumentar a penetração do golpe de algum modo, busquei no movimento tentar mesmo arrancar o membro, havia força pra isso, velocidade e eu acreditei que se fosse capaz de cortar até mesmo o metal, eu pelo menos causaria estrago com o meu movimento arriscado.


Hellhounds - Página 6 Guts


No entanto, caso  por algum motivo minha lâmina tivesse presa, sacaria então Red e com a parte não cortante usei ela como eu teria feito com o movimento  de uma ferreira e martelaria a outra espada para forçar o corte, puxando a lâmina caso mesmo assim não fosse possível, pra ter a certeza de que ele não me pisotearia ou simplesmente decidiria  sei lá, sentar em mim ou coisa do tipo.


Hellhounds - Página 6 8aJPEx


Dando ou não certo, eu havia deixado o meu escudo longe de mim, e por escorregar por entre as pernas dele, ou ao seu redor eu não o teria por pelo menos mais algum tempo e com isso impulsionei com ambas as pernas contra o chão para que eu me afastasse e pudesse parar em uma posição em que pudesse encará-lo, com a minha gigantesca lâmina ao meu lado repousando sobre  a postura em que eu teria parado, o encarando a vendo qual deveria ser o próximo passo.


Hellhounds - Página 6 Images


Eu também fiquei atenta ao que minha Shiori disse, sobre explosões, tiros e tudo mais, e por isso mais uma vez o fato de inicialmente eu ter buscado usar da própria envergadura do homem ao meu favor, poderia me fazer usá-lo como escudo se chegasse a essa situação, havia a possibilidade de apesar de eu ter buscado evitá-lo anteriormente ao desviar a rota do meu corpo e usar o escudo para corrigir qualquer falha, que eu acabasse levando um ou mais golpes, mas isso apenas teria reforçado a minha tenacidade de enfrentá-lo, em busca de um golpe de oportunidade que me daria a chance para usar a minha técnica eu acabei abdicando um pouco de minhas defesas e havia a minha frente apenas um caminho, se eu pudesse entender que eu poderia causar um bom dano a ele se eu me concentrasse nisso, as portas se abririam para como eu deveria lidar com aquilo.





Histórico:

Posts: 12
Ganhos

  • 18.750.000 B$ - 75% da Recompensa pelo Criminoso Misha Walker - POST 03
  • Pericia Ilusionismo post 9


Perdas:
[*]900.000 B$ - Pagamento da Comida - POST 04








Ferimentos:
N/A Curou tudo



Última edição por Sasha em Sab Nov 13, 2021 4:14 pm, editado 1 vez(es)

_________________

Hellhounds - Página 6 HGWnxh1
Às
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 PqslDr4
Créditos : 15
ÀsDesigner
https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Re: Hellhounds Sex Nov 12, 2021 3:47 pm




»» Hellhounds ««

- Às Volkerbäll -


Ж

Um impacto de pura determinação, ainda que Narsil pudesse ter freado o ímpeto voraz do lobo, permitindo-me conectar um golpe direto, podia sentir todo o peso do mink de encontro ao meu e apesar da resiliência física, sentia-me abalar pela carga exercida contra meu corpo. Cerrava meus dentes, sentindo-os ranger conforme lutava para manter a resistência e não ser jogada para trás, um detalhe errado e me colocaria em risco demasiado, mas felizmente não era isso o que ocorria. Superado o impacto, havia a chance de prosseguir e assim o fiz, conectando uma sequência de golpes que talvez não tivessem terminado em uma absoluta vitória por um desvio de estratégia. Um recuo inesperado de quem havia bradado um avanço absoluto, uma pequena vitória que não resolvia nada além de inflamar minha confiança. - Parece que está ficando sem opções. -  comentava, observando-o se aproximar do corpo do leão, tomando sua espada em mãos.

Percorri o local com o olhar, procurando Narsil, mas não tinha certeza se conseguiria reavê-la sem me arriscar demais. O lobo parecia se re-acostumar ao peso da arma, esbravejando aos prantos seu compromisso de vingança uma segunda vez. - Hora de dizer adeus! -  respondia-lhe com seriedade, erguendo os punhos em uma posição de combate. Se esperava que com aquela arma pesada sua velocidade fosse comprometida, percebi meu engano rapidamente, com uma aproximação veloz ele me surpreendia, mas falhava em acertar-me com aquela arma. - Que perigo! -  pensava, imediatamente recuando alguns passos, em um movimento claramente atrasado, porém o giro do lobo pegava-me desprevenida, talvez ele tivesse a chance de conectar um golpe letal, mas sua ira parecia ter-lhe tirado a razão. Ele voltou a atacar, mas desta vez girava com a arma em punho, rodando com ela de maneira perigosa, avançando a toda velocidade contra mim. - O menor desvio daquela lâmina e ele me corta de uma maneira ou de outra. -  avaliava o cenário, saltando para trás de imediato ao seu grito de ataque.

Guarde seu impulso para o momento certo. Usar seus sentimentos sem inteligência não vai resolver tudo. -  pensava, num ato de autopreservação, pois o desejo era de confrontá-lo sem recuos, porém não apenas enxergava bem meus limites, como sabia bem que ele não era a maior ameaça ali, ainda havia uma pessoa para enfrentar. De tal forma, abriria gradativa distância, saltando com acrobacias até próximo das árvores, avaliando se ele de fato me seguiria naquele ritmo. Seria veloz e acima de tudo paciente para explorar a chance quando ela surgisse, a realidade é que não tinha muitas opções e sequer conseguia pensar em outras alternativas, teria uma oportunidade e colocaria-me inteiramente nela de corpo e alma. Assim, abusaria de minha esquiva, fazendo com que durante o processo o lobo atacasse as árvores do local, aproveitando sua envergadura superior colocá-lo nessas situações, onde ele tivesse de atacar a vegetação para tentar me atingir. Colocaria sua resiliência à prova.

Deixaria que o mesmo atingisse as árvores quantas vezes fossem necessárias, buscando cansar seu braço e seu ritmo e assim minar sua velocidade e força pouco a pouco. - A raiva pode ser um bom combustível, mas somente ela pode te deixar cego. -  lembrava-me de conselhos, embora não fosse a melhor em seguí-los, normalmente. Neste meio tempo, se conseguisse encontrar Narsil, moveria-me na mesma estratégia para além de cansar o lobo, pudesse recuperar a espada. Assim, quando notasse a queda em seu ritmo avançaria em um impulso veloz, abaixando meu corpo para estar sempre abaixo da linha de seu ataque, praticamente jogando-me para seus pés. Tentaria forçar um ataque, fazê-lo atacar o chão, numa tentativa de me atingir aos seus pés, mas com isso em mente, ao avançar e jogar-me, colocaria uma de minhas mãos em sua perna, impulsionando meu corpo para trás dele e assim executar um movimento puramente atlético.

Com ou sem Narsil, ao avançar para sua retaguarda, apertaria sua perna de forma a impedir que o movimento me fizesse passar em linha reta ao mesmo tempo que moveria meu corpo de lado para que pudesse assim erguer-me rapidamente e assim saltar até seu pescoço, colocando meus pés em seus ombros. Moveria Narsil caso ela estivesse comigo, onde tentaria fincar a lâmina em seu crânio antes de saltar para trás a fim de evitar uma última tentativa de ataque de sua parte. Sabia que uma vez que atacasse o chão, ele não conseguiria atingir-me com a espada sem ter de movê-la de maneira circular e por isso, caso o fizesse com velocidade antes de meu ataque, moveria Narsil a fim de bloquear o ataque e afastar a espada antes de prosseguir.

Hellhounds - Página 6 D6kCBJp

Porém, se não encontrasse Narsil, ao alcançar sua cabeça, usaria todo o peso do meu corpo para executar um golpe descendente, aplicando uma cotovelada com meu braço direito bem em sua cabeça a fim de atordoá-lo antes que pudesse agarrá-la para assim torcer seu pescoço. Se notasse qualquer ação de defesa ou ataque contra mim, estando naquela posição, tentaria agir com mais velocidade, saltando em um movimento acrobático, indo para frente do lobo, mas não antes de agarrar sua cabeça e puxá-la para baixo no decorrer do movimento ao qual, ao atingir o chão saltaria com grande impulso para conectar uma joelhada devastadora em seu queixo, buscando levá-lo ao nocaute para que só então, pudesse dar contornos finais ao combate, usando Narsil para dar-lhe o mesmo destino de seu companheiro.

Hellhounds - Página 6 B0961d142bb386201afda3e3aa97550121f0faa2_hq







Histórico:
Post: 12
Nome: Às Volkerbäll
Profissão: Navegadora.
Proficiências: Acrobacia | Astronomia | Condução | Navegação | Meteorologia | Briga de Rua | Cartografia | Geografia.
Qualidades: Versátil | Destemida | Prontidão | Mestre em Haki | Duro de Matar | Ambidestria (3/5).
Defeitos: Altruísta | Heróica | Sincera | Leal | Gulosa.
Ganhos : Supercílio Rompido - 02/03
Corte - de Garra - Mediano nas Costas - 00/06 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
Perdas: -x-
Localização: Kephar Nicos - 6ª Rota.





_________________

Hellhounds - Página 6 Y7vy7lb

Hellhounds - Página 6 ZaT0xpq
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 6 SFDBQPA
Créditos : 16
Localização : Reino Sorbet
YamiEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t913-hellhounds
Re: Hellhounds Sab Nov 13, 2021 12:35 am

Hellhounds
- Falas | ~ Pensamentos



Era difícil acompanhar todo aquele ritmo. Por sorte, estava acostumado a manter minha respiração equilibrada, então um pouco de cardio servia bem para manter o corpo aquecido. — Vamos, Sarnento, acelera! — Comentava em tom de provocação e meramente competitivo, acelerando o passo para chegarmos logo no local desejado.

Quando enfim chegamos próximo da confusão, a situação parecia muito pior do que imaginava. Não por conta da situação de Queen ou da mulher de cabelos escuros, mas sim por conta do pequeno Tommy. — Eeei, tirem as mãos dele agora mesmo!! — Já me tornaria exposto sem o menor senso de consequência, achando completamente inaceitável deixar o pequeno sofrer daquela forma. Era quase como ver Íris sendo golpeada. E, como tal, não deixaria a situação barata.

Hellhounds - Página 6 Tumblr_nbs8apnXzg1tfe8l0o1_640

Sendo necessário a busca do refúgio das árvores para evitar ser alvejado, olharia para meu irmão que já mantinha suas pistolas em punho. — Espero que tenha chumbo o bastante pra fazer chover aqui hoje. Esses caras não vão sair dessa inteiros. — A raiva consumia meu semblante, enquanto eu ouvia e observava de canto de olho toda a situação que se desenrolava. — Você deu uma boa olhada nas armas dele, né? Conte quantas balas ele vai soltar antes de recarregar. Nessa hora, você me dá cobertura e eu vou avançar. Tenho que tirar o Tommy de lá antes de lidar com esses malucos. — Dizia com firmeza, confiante nas capacidades de meu irmão.

E, assim, com o timing ideal para minha investida, esperaria Rango sair de sua cobertura para avançar como uma bala pelo campo de batalha. Minhas capacidades defensivas seriam praticamente nulas contra balas naquele momento, me obrigando a realizar rolamentos pelo chão com o intuito de sair da zona de perigo dos disparos. Sabendo que Rango só precisaria de uma única brecha do atirador para acertá-lo em cheio, sabia que Robs não daria mole.

Com todo o suor acumulado pela batalha anterior, somado com a corrida até ali, permitia que eu acumulasse umidade o bastante para concentrá-la totalmente ao redor de meu punho. Durante minha corrida até Tommy, iria intensificando as partículas de água ao redor de minha mão, enquanto o olhar fulminante se dirigia ao brutamontes e para Santa Queen. — Larguem ele agora ou chuto a bunda de vocês daqui até a Ilha dos Tritões, onde vou chamar uns amigos pra continuar chutando o rabo de vocês! — Caso minha intimidação não fosse o bastante, precisaria deixar que meus punhos falassem mais alto por mim.

Meu foco era totalmente o resgate de Tommy, portanto minha intenção naquele momento não era de comprar briga desnecessária. Por ele estar nas mãos de Santa Queen, meu foco seria totalmente nela, mas caso o brutamontes viesse para cima, faria uma breve esquiva de seu ataque fulminante em minha direção ao dar um passo para o lado, dando uma brecha em seu ataque que permitisse que eu levasse minha mão até suas costas e o empurrasse com força para baixo, tentando fazê-lo cair de cara no chão. Para isto, toda a força do movimento seria provindo do próprio inimigo, comigo tendo o simples papel de redirecionar toda a força que ele estava aplicando em minha direção para atingir o chão, no lugar.

Me aproximaria de Queen com velocidade e ferocidade. Com o punho já encharcado, partiria com o meu punho com tudo em sua direção e, caso ela colocasse o pequeno Tommy na frente novamente como um escudo, eu moldaria a água para se deslocar de um punho ao outro, deixando potencializado o meu braço que estava vindo logo atrás. Com o punho que seria utilizado inicialmente para o golpe, o usaria para agarrar a camisa do pequeno menino e puxá-lo em minha direção, fazendo um contrapeso para jogar meu braço para frente com todo o movimento. — UMIDAIKO!!! — Expressaria em plenos pulmões, tentando encaixar o golpe entre as brechas de sua defesa, impulsionando-a para trás enquanto trazia junto a mim o jovem Tommy para a segurança de meus braços.

Técnica:
Referência:

Hellhounds - Página 6 Giphy
Nome: Seikenryū: Umidaiko (Caminho do Punho: Tambor do Oceano)
Rank: 2
Descrição: Por mais que seja incapaz de administrar gigantescas quantias de água, Akira ainda assim aperfeiçoa suas técnicas de modo a tornar seus movimentos tão fluídos quanto correntezas do mar. Umidaiko é uma variação de um conjunto de técnicas batizados como "Caminho do Punho", onde Akira aplica seus golpes com o punho fechado e enrijecido. Nesta técnica em particular, Akira envolve seu membro com uma película fina de água — podendo ser seu suor ou até mesmo por fontes externas — apenas de modo a facilitar os movimentos de sua mão, que agem com a memória muscular como se estivessem submersas.
De uma maneira direta, Akira aplica um soco aparentemente simples em seu oponente, potencializado apenas pela sua aceleração de corrida em direção ao inimigo, encaixando o golpe em alguma brecha de sua defesa. Entretanto, o pior da técnica vem após o impacto, visto que o Tambor do Oceano tem como reação imediata uma enorme turbulência nos líquidos corporais de seu alvo. Por ser também um exímio médico, Akira busca encaixar este golpe em áreas onde o fluxo de água corporal seria tamanha a ponto de causar maiores impactos.
E, assim, como se não bastasse o ataque direto por parte do tritão, o alvo também acaba recebendo danos internos pela água que se remexe em seu interior, podendo lhe causar náuseas ou atordoamentos em áreas mais sensíveis, como cabeça ou peito.

Componentes: EDC: Karatê dos Homens-Peixe (Ryūsui Gansai-ken), Proficiência: Anatomia
Requisitos:

  • Por mais que não possa parecer importante, Akira precisa ter seu punho úmido no instante da realização da técnica. Em ambientes muito áridos, isso poderia acabar sendo um problema, caso o tritão não carregue estoque de água consigo.
  • Caso resolva usar o seu suor como líquido para umedecer seu punho, é necessário ao menos que tenha se passado 2 (dois) turnos de combate, representando o tempo para a produção de suor necessária.
  • A execução da técnica não é o suficiente para ela ser completada com sucesso. Sempre será necessário descrever da melhor forma possível como o golpe será executado dentro do próprio turno em combate.
  • Caso atinja o oponente na cabeça, peito ou barriga, o alvo irá adquirir o efeito Atordoado I, tendo em vista os líquidos em seus órgãos se remexendo e deixando-o desorientado.

Penalidades: Após o início da técnica, Akira terá cerca de 10 segundos no máximo para aplicar o golpe e, caso não realize nesse meio tempo, terá gasto energia em vão.
Dano: Força +20%
Bônus: Causa Atordoado I por dois turnos.
Stamina: 70.




  • Posts: 12
  • Ganhos: B$ 20.000.000 (entrega do pirata Logan no post 2),
  • Contagem Caçador: B$ 25.500.000 - Rank D
  • Posts Desvantagem: 8/20
  • Players/NPCs:
  • Localização: Kephar Nicos - 6ª Rota - Grand Line



PdV: 26010
STA: 600

Força: 500 +80 +240 +500 = 1320 [Talentoso]
Destreza: 400 [Regular]
Acerto: 1835 +80 +240 = 2155 [Perito] +5%
Reflexo: 0 +240 = 240 [Regular]
Constituição: 400 +80 = 480 [Hábil]

Agilidade: 1197
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Qualidades:

Afinidade com HakiPor algum razão, você tem uma facilidade natural para compreender a manipulação e o conceito de Haki, por conta disso, você pode escolher aprender o Haki do Armamento ou Haki da Observação no nível oito, aprendendo o Haki seguinte normalmente no nível dez.

Duro de matarVocê continua consciente mesmo ao atingir uma porcentagem negativa de PdV, entretanto, ainda morrerá normalmente ao alcançar -21% de seus PdV.

CarismáticoVocê tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.

Idioma MarítimoVocê é capaz de se comunicar com criaturas marítimas através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Nadador NatoVocê é capaz de respirar debaixo d’água e ganha 10% de agilidade ao se locomover dentro d’água.

Arcada RemovívelVocê possui dentes extremamente afiados e resistentes. Sua arcada dentária pode ser removida da sua boca e crescerá instantaneamente de forma automática. A regeneração de arcada dentária pode ocorrer uma vez a cada duas páginas.

Defeitos:

GulosoSeu estômago parece um poço sem fundo, você sempre come mais do que necessita e precisa se alimentar ao menos uma vez a cada duas páginas. Além disso, em termos mecânicos, todas as condições de faminto aplicadas em você sobem uma categoria.

AltruístaVocê constantemente coloca a vontade, os desejos e a segurança das outras pessoas sobre a sua.

ImpulsivoVocê não pensa antes de agir, comprando brigas e assumindo riscos que podem ser mortais, além de frequentemente ignorar o bom-senso padrão.

Ambição [Fazer a maior festa que o mundo já viu]Você tem uma meta ou objetivo de vida claro e não mede esforços para alcançá-lo. Pode-se tratar de alcançar um posto, adquirir um objeto ou realizar uma mudança no mundo, você aproveitará toda oportunidade que tiver para se aproximar de seu objetivo. [Akira tem como maior objetivo de vida se tornar conhecido pelo mundo inteiro e, um dia, ser capaz de reunir pessoas de todos os cantos do mundo para uma grande festa, onde poderá compartilhar copos de sakê com grandes amigos.]

AtípicoDevido ao fato dos Homens-Peixe não serem tão comuns e não se tratarem de uma raça tão populosa quanto os humanos, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

DiscriminaçãoVocê tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e muitos podem lhe perceber como uma criatura grotesca e monstruosa. Vários humanos podem lhe tratar como uma criatura inferior e desumana pelo fato de você ser diferente deles e pelo histórico das relações entre homens-peixe e os humanos. É válido notar que nem todos partilham desse pensamento e agem dessa forma.

SegregaçãoPelo fato de ser um homem-peixe, você é proibido de ingressar na Marinha ou no Governo Mundial (contudo ainda pode fazer a vida como um Caçador de Recompensas).

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 500
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 30 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.  
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...  
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 20 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum,  antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 5 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.




_________________

Hellhounds - Página 6 V8upj2D

Hellhounds - Página 6 YDNzcDa