Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Página 3 de 8 Página 3 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 XqxMi0y
Créditos : 30
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Hellhounds Qua Nov 03, 2021 7:36 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Hellhounds

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Caçador de recompensa Shiori Miyamoto, Sasha Sparks, Shimizu D. Akira e Às E. Volkerbäll. A qual não possui narrador definido.

_________________

Hellhounds - Página 3 J09J2lK

Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Hellhounds Sab Nov 06, 2021 11:11 pm


Hellhounds


Todos


A conversação entre os irmãos continuava de maneira tranquila, Sasha escolheu rapidamente o seu alvo, tendo uma argumentação por parte de Akira sobre o velho ser um desafio interessante – E “ocê” nunca verá. Nenhum “cabra” é mais rápido que eu no dedo. – Bradou Rango com um sorriso no rosto, mostrando toda confiança que tinha em suas próprias habilidades. Tommy por outro lado, prestava atenção nas explicações que recebia de Shiori, anotando tudo em seu pequeno caderno e virando para a felina logo em seguida – Se você tiver os contatos corretos, não é difícil ir até a cidade deles. – Falou o garoto um tanto quanto pensativo – Agora não sei como funciona esse lance de desafio, só vi a Icca'la uma única vez, ela é bem bruta. – Continuou a enxurrada de respostas – A veia ali consegue a conexão, dependendo do humor dela é claro. – Finalizou as dúvidas da felina, virando-se para Às.

Sim! A Sam está na floresta, ela estava procurando alguma coisa das suas pesquisas, não falou muito sobre o que era. Foi junto com um grupo de caçadores, já que a floresta é bem perigosa, tem tantos bichos por lá que me dá um pavor só de pensar neles! – O garoto estava sorridente, até ouvir as palavras de Akira sobre sua perna – É... – Parecia relutante em querer falar sobre aquilo, entretanto, respirou fundo e então deu início a sua história – Meu pai era um caçador de recompensa e minha mãe uma marinheira, a oito meses atrás ela foi realocada para uma outra ilha nessa rota, que infelizmente não me lembro o nome. – Sua feição murchava, assim como o tom das suas palavras – Assim que chegamos em Kephar, fomos atacados por um grupo pirata que estava à espreita na floresta. Meus pais foram mortos e eles brincaram com minha vida, atirando facas... cortando...batendo… – Levou uma das suas mãos até a região da sua têmpora, levando o cabelo sem querer e mostrando uma cicatriz horrenda, que parecia ter sido causada por uma lâmina – De-depois eu volto! – Disse em um súbito momento de euforia, saindo correndo, subindo as escadas do lugar com velocidade.

Após todos aqueles acontecimentos, o grupo definiu suas prioridades, enquanto Akira voltava sua atenção para a pequena Íris – Ok! – Falou a menina colocando um pedaço grande de carne em sua boca – EU DE PROTEGO! – Disse em meio a mastigação, parecia tranquila com toda a situação, o homem-peixe precisaria ver se isso continuaria daquela forma, após estarem imersos na mata. Sasha arcou com as despesas do local, dando uma bela gorjeta ao atendente de antes, que agradeceu com um sorriso. Toda a comida e bebida havia custado apenas quatrocentos mil berries, na pequena nota nas mãos de Sasha, ela pode notar que alguns itens estavam riscados e uma pequena escrita no final do papel “Vale Cortesia”. Após tudo definido, novamente o grupo de caçadores dispersou.


Às


A garota saiu do lugar em busca da sua companheira, tentando encontrá-la pela sua voz melodiosa. Seus passos eram calmos e sua atenção estava redobrada; o caminho percorrido por ela não era muito extenso, no percurso identificou alguns estabelecimentos simples, como um pequeno mercado, uma loja de reparos de armas e uma ferraria, dentre outros estabelecimentos comuns em uma vila. Enquanto caminhava nas proximidades de uma taberna, seus ouvidos captaram o canto de Luna, vindo do interior daquele local.

Ao adentrar a jovem Volkerball pode notar que o ambiente não era muito diferente de outras tabernas, tendo cerca de 10 mesas espalhadas pelo lugar; um balcão de madeira maciça com alguns pássaros entalhados e alguns bancos disponíveis para uso. No balcão ele avistou Luna, cantarolando uma música na presença de um rapaz jovem e esbelto, seus cabelos ruivos se assemelhavam ao do seu irmão, contudo, era cacheado. A mulher se aproximou segundos depois que o homem se distanciou da mulher, indagando sobre novidades – Sim, consegui algumas informações. – Falou a mulher limpando o canto da sua boca usando o dedão – Kephar é um antro de criminosos, por ser a primeira ilha tem um monte de gente disponível para caça por aqui. Pelo que pude saber, aquela ampulheta que nos trouxe aqui tem um tempo para ajustar o caminho da seguinte ilha, mas ninguém soube me dizer quanto tempo isso leva. – Pegou um pequeno copo, levando-o até sua boca e ingerindo o líquido que estava em seu interior – A ilha tem dois povos, os nativos vivem recluso em um lugar chamado Colocono, Colono, Cololonoco, algo assim, já bebi tantas que me deixou aérea. Eles não são muito fãs dos forasteiros e sua localização exata é difícil de encontrar, tem que ver alguém que saiba ou que tenha o mínimo respeito deles, para fazer essa conexão. – Finalizava a mulher.

A garota se quisesse teria tempo hábil para digerir todas aquelas informações, já que a taberna estava bem tranquila naquele horário, contanto com cerca de seis pessoas em seu interior, sem incluir as duas garotas, é claro. Por fim, a mulher voltava a ingerir sua bebida, tomando todo o restante de uma única vez e batendo com força o copo no balcão – O quê vamos fazer? – Indagou com um olhar sério em sua face.


Akira


Akira partiu sendo acompanhado por Íris e Rango. O trio caminhava em busca de duas coisas: Den Den Mushis e encontrar sua companheira Mizuki. No caminho eles avistaram algumas lojas, como mercados, lojas de roupas e uma ferraria, que chamava a atenção de Rango – Oh Dentuço! Vou dar um “pulo” ali. – Apontou para o estabelecimento – E “ocê” tem companhia pra uma “proza”. – Apontou com seu focinho na direção contrária. Ao olhar para o caminho indicado por Rango, Akira podia notar a aproximação de Mizuki, que caminhava em passos largos – Akira! Íris! – Falou a mulher com um sorriso no rosto enquanto observava o homem-peixe – Estive procurando vocês, voltei até o barco e não encontrei ninguém, estava preocupada. – Suas palavras carregavam um carinho pontual, mas que talvez não fosse perceptível ao tritão.

Após alguns segundos para recuperar o fôlego, a mulher então começava o falatório – Já deve saber, mas estamos em Kephar Nicos! Uma ilha com uma alta densidade florestal e um povo nativo um tanto quanto recluso, mas imagino que você e seus irmãos devem ter se interessado nisso, então já tratei de colher algumas informações. – Falou mantendo o sorriso estampado em seu rosto – Como dito, é difícil contatá-los, porém, encontrei uma forma de fazer essa conexão! Preciso voltar a Guilda, falar com a senhora Gilindir, ela será nossa passagem até o local. – Parou novamente seu falatório, respirando fundo antes de dar prosseguimento – Temos que tomar cuidado também, um número considerável de criminosos se escondem nessas metas. Mas não é só com eles que devemos ter cuidado, os animais dessa ilha são estranhos e fortes o bastante para dar trabalho, o pior mesmo acaba sendo seus números elevados e sua inteligência. – Finalizou a revelação de toda a informação adquirida por ela até então.

Segundos após a mulher finalizar, Rango retornava até o trio – E então o'que eu perdi? – Perguntou o mink, revelando ter comprado um par de armas novas e mais algumas coisinhas que estavam escondidas no interior das suas vestes – É pra ter cuidado com os animais da floresta e com piratas. A Mizuki-chan irá conseguir a passagem pra gente até o povo recluso. – Íris falou com um sorriso no rosto, mostrando estar atenta a toda conversa que estava acontecendo entre Mizuki e Akira.


Shiori e Sasha


A dupla animalesca também saiu da Guilda, em busca de algo que pudesse ajudá-las ou que fosse minimamente interessante. A rua estava pouco movimentada, o caminho de barro era percorrido de maneira tranquila, visualizando alguns estabelecimentos simples, como mercados, ferraria, loja de roupas e tudo mais. Enquanto mais fundo adentravam naquele vilarejo, mais moradores locais começavam a passar por elas em passos largos, indo para “dentro” da vila – Um mago? É mentira! – Falou um rapaz que passou por elas. Não muito a frente elas puderam ver um amontoado de pessoas reunidas, observando um rapaz de cabelos azulados em cima de um palanque.

VENHAM! VENHAM! O INCRÍVEL MAGO ASTOLF ESTÁ AQUI. – O homem gritava com toda sua força, reunindo um número maior de pessoas em sua plateia – Acredito que seja a primeira vez de algumas pessoas na presença de um incrível mago que nem eu, certo? – O público respondia de maneira afirmativa – Vou mostrar um pouco das minhas habilidades, nada muito extremo, já que a força necessária para isso depende do quanto meu chapéu estava cheio. – Ao término da sua frase um segundo homem passou segurando uma grande cartola, que era preenchida pelas doações do público. Logo após notar a quantia entrando, o homem deu início a alguns truques, fazendo coisas saírem de onda não cabia, pássaros surgirem de pedaços de tecidos. As garotas poderiam ter acesso a um verdadeiro show, e notavam que a interação entre Astolf e plateia era alta, já que ele chamava algumas pessoas para participar das suas “magias”.

Agora, se alguma das duas estivesse prestando atenção o bastante, notaria que cerca de três homens estavam passeando pela plateia, furtando as carteiras e o dinheiro do público presente. Um sinal rapidamente foi dado pelo trio, uma aceno para Astolf – SENHORAS E SENHORES! ACABAMOS POR HOJE! ESTOU GRATO A COMPANHIA DE VOCÊS, ADEUS! – Falou o homem fazendo um movimento com um pedaço grande de tecido, cobrindo todo seu corpo e sumindo daquela área. Tão rápido como seu sumiço, foi a percepção do público ao ver que alguns dos seus pertences tinham sido furtados – Ei! Alguém me roubou! – Gritou um deles – Roubaram minha carteira também, quem foi?! – Gritou outro. Devido a atenção que as garotas poderiam estar tendo, notaram uma certa movimentação na floresta atrás do pequeno palco. Será que elas iriam atrás daquele grupo? Ou apenas cagariam para aquela situação e seguiriam com sua caminhada?


Histórico:

Akira:

Número de Posts: 04
Ganhos:

    20.000.000 B$ - Recompensa pelo Logan - POST 02

Perdas:

    Nada por enquanto

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Às:

Número de Posts: 04
Ganhos:

    Nada por enquanto

Perdas:

    Nada por enquanto

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Sasha:

Número de Posts: 04
Ganhos:

    18.750.000 B$ - 75% da Recompensa pelo Criminoso Misha Walker - POST 03

Perdas:

    900.000 B$ - Pagamento da Comida - POST 04

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Shiori:

Número de Posts: 04
Ganhos:

    25.000.000 - 100% da Recompensa pelo Criminoso Alexius - POST 03
    Mapa da Kephar Nicos - Não conta com detalhes da Mata Grande e Comunidade Colonoco. - POST 03

Perdas:

    5kk - Esculachando o velho - POST 02

Ferimentos:

    Nada por enquanto



Legenda:

Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Rango - NPC ACOMPANHANTE
Tommy
Íris
Mizuki
Luna


Aparência
Shen
Torres
Velho do Hotel
Tommy
Atendente Ruiva
Atendente Loira
Atendente de Cabelos Verdes
[URL=https://pin.it/6bA6FKq] Velha [/b]



_________________

Hellhounds - Página 3 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Hellhounds - Página 3 EBEAdF4X4AYyK13
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 Giphy
Créditos : 38
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 12:29 pm


Rainbow
Cat




O menino me falou sobre algumas coisas interessantes pra Sasha tipo… Floresta malvada, e que a senhora poderia ser uma porta de entrada, algo que Sasha deveria se atentar caso quisesse de fato conquistar seu objetivo, abstraindo um pouco das informações que não a chamaram tanta atenção, mas no fim seguir o meu caminho pareceu o certo e assim o fiz.


Quando Sasha via o mágico, ela só pensava em como ela queria ser capaz de poder fazer aquelas coisas com poder mágico e pirlimpimpim, parecia algo útil, obviamente ignorando a cartola, Sasha não ia pagar por um show que ainda não viu, era coisa de bobão pensar em fazer algo assim, até que tudo se mostrou como parte de algo maior? Ou foi só questão de oportunidade? Sasha não se importava muito mas antes que alguém começasse a chegar muito perto dela, já deixaria a mão na espada pra pessoa ver que eu não queria papo não, pra nem vir de gracinha.

- Sasha não sabe se eles estão envolvidos com o velhinho… Mas não quer deixar essa passar não.- Comentaria, tentando prestar atenção em detalhes que pudessem lhe fornecer um caminho ou direção e caso em algum momento algo a indicasse a direção correta e calhasse de ser na floresta, Sasha só lembraria do aviso que floresta era má e por um momento hesitaria, dizendo - Floresta ruim… Mas Sasha pior.- Teria dito já erguendo o escudo e dizendo - Vamos minha Shiori! - Teria dito apontando.

E com isso avançaria desviando das pessoas indo em direção aos caras mais, atenta ao ambiente e o que poderia haver nele, como sabia que a floresta era maligna e mal intencionada, Sasha estava atenta para a possibilidade de precisar bloquear e empurrar de volta caso uma árvore ou qualquer coisa viesse tentar ferir a mim ou a minha Shiori, atenta ao chão pra não tropeçar nas raizes sinuosas e todo esse tipo de coisa.


Histórico:

Posts: 05
Ganhos

  • 18.750.000 B$ - 75% da Recompensa pelo Criminoso Misha Walker - POST 03



Perdas:







Ferimentos:
N/A Curou tudo






_________________

Hellhounds - Página 3 HGWnxh1
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 97f94401ee601a5f4b14b7a60801205b
Créditos : 07
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 12:30 pm
Colors


O rapaz explicou um pouco da historia dele ali, aparentemente tinha uma vida interessante também. Não me impressionei muito, pois parecia o tipo de coisa comum em minha vivencia. Ainda assim, escutei enquanto terminava de beber.

Logo quando caminhamos para fora, a coisa era estranha, aparentemente um tipo de show de mágica. Vi a distância e apenas comentei.-Que estranho, nunca vi algo assim ao ar livre.- disse sem me aproximar tanto do local mas ainda prestando atenção no que aconteceu.

O ponto final era quando escutava as pessoas reclamando dos pertences roubados. Com isso iria me aproximar das pessoas que estavam ali, e já checar se tinha visto para onde foram os mágicos naquele instante. Se eu tivesse alguma informação a mais já diria pra Sasha.-Acho que temos a primeira perseguição.- Mas se eu notasse que não consegui perceber corretamente pra onde eles foram.

Ou se de alguma forma faltava informação para identificar a direção questionaria a algum transeunte que estivesse nessa região durante o show.-Você viu a direção de onde eles foram?- essa frase envolvia apenas entender o direcionamento, e por isso de preferencia questionaria a algum dos que foram roubados. Mas qualquer um que estivesse no show poderia ser util.

Então a depender da resposta da pessoa poderia seguir a direção, então respondendo Sasha.-Vamos, acho que podemos encontrar eles rápido se seguirmos. E assim começaria a correr para a direção que fosse informada, mas sempre buscando nuances no local que pudessem indicar o caminho.



Historico:
Nome: Shiori Myamoto
Posts: 05
Ganhos:

- 25.000.000 - 100% da Recompensa pelo Criminoso Alexius - POST 03
- Mapa da Kephar Nicos - Não conta com detalhes da Mata Grande e Comunidade Colonoco. - POST 03


Perdas:

-5.000.000 jogados pro ar pra calar a boca dum cara.


Cor da fala: - Fala

_________________

Hellhounds - Página 3 JVQRkB3

Hellhounds - Página 3 VYrwji0
Às
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 PqslDr4
Créditos : 15
ÀsDesigner
https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 2:52 pm




»» Hellhounds ««

- Às Volkerbäll -


Ж

Se havia tido um mínimo de receio em questionar Tommy sobre as causas de sua perna mecânica, Akira por outro lado o fazia, obrigando ainda que não intencionalmente o menino a recordar o evento traumático, logo após o mesmo falar-me mais sobre a tal de Santina, revelando que a mesma estava na ilha com um grupo de caçadores. - Sinto muito pelos seus pais… - comentava com o amargor de quem já havia passado por um evento similar, levando minhas mão até o cabelo dele, puxando os fios para cobrir a cicatriz que ele acabava por exibir de maneira acidental. - ...cicatrizes sempre doem quando lembramos delas. - apertava o punho livre, lembrando da dor que havia sentido neles no passado, sendo impossível não simpatizar-me minimamente com Tommy e sua história. Ainda que ao final de tudo aquilo, o garoto explodisse novamente em agitação, talvez tal contraste se desse pelo trauma e o lapso de memória. - Nenhuma criança deveria passar por isso. - comentava com os demais, observando o nada por algum tempo antes de enfim partir em busca de Luna.

Kephar parecia ser tal como Tommy, Akira e Shiori disseram, um local plenamente tão desinteressante se não fosse pelos procurados, algo que em parte poderia ser visto de maneira positiva para quem ali vivesse, já que provavelmente não seria o foco de problemas tão grandes, no entanto, se tratando de um primeira ilha, nem sempre era bom acreditar que tudo poderia ficar tão calmo quanto aquele ambiente parecia demonstrar. Não encontrava Luna pelos mercados ou ferrarias, de certa maneira seria até uma surpresa encontrá-la nestes locais, mas como era de se esperar, ouvi sua doce voz em uma das tabernas próximas de onde andava. - Às vezes não é preciso muita brutalidade para chamar a atenção. - pensava comigo mesma, observando-a a distância, deixando que ficasse sozinha para enfim me aproximar com notória despreocupação, apoiando-me no balcão, de costas para o público que por lá estivesse. - Bebida por favor… - pediria, enquanto escutava Luna despejar suas informações. - Ah sim… por aqui cada ilha possui uma força magnética, o log pose aponta para essa força e assim temos o caminho a seguir, mas se for como aprendi... - tocava sutilmente o log pose que puxava de meu bolso, observando o ponteiro em confusão. -...teremos de esperar ele se ajustar ao campo magnético da próxima ilha, isso pode levar horas ou dias. - o guardava, comentando por fim. - Isso pode ser muito bom ou muito ruim a depender de como estivermos no local. - uma breve análise antes de voltar a escutá-la. - Povo da floresta...acho que fica melhor para nós duas entendermos. - ria, tomando um gole da bebida, divertindo-me com Luna. - Ouvi que a marinha pretende fazer um quartel general por aqui, inclusive tem até uma marinheira por aqui em busca de algo, deve ser grande para ter levado consigo um grupo de caçadores para lidar com os perigos da floresta. - comentava em um tom baixo de voz, suspirando quando questionado sobre o que faria.

Vou ser sincera contigo, até porque não sei ser de outra maneira. Mas não sei… - olhava em seus olhos com um meio sorriso. - Estou curiosa para saber o que a marinha procura aqui, não estou interessada em me envolver com povos hostis, já basta os cuidados que tenho para falar com Sasha, é muita gente doida para lidar se eu tiver de me colocar dentro do mato. - fazia uma careta, antes de rir. - Talvez eu procure alguma confusão, conseguir um dinheiro, comer e depois aproveitar a noite… - a olhava com malícia. - ...tem algum programação para mais tarde? Ou acha que devo tentar a sorte com esse povo estranho? Quem sabe eles não tem ouro para te fazer um colar novo?! Kihaahaha… - brincava com Luna, virando o copo de bebida antes de afastar-me do balcão. - Vou atrás de confusão, preciso de um mapa e você de mais informações. Deveria tentar a guilda de caçadores ou os arredores do porto, procure saber um pouco mais sobre o que marinha quer aqui, especialmente ligado ao nome Gambardella. - diria com um ponta de seriedade, havia em mim muito receio sobre a marinha, ainda que tivesse aprendido que nem todos que nela estavam são pessoas de má índole, bem talvez tivesse o extremo azar de ter cruzado boa parte da minha vida, apenas com aquelas de pior índole e caráter. - Fique bem tá. - diria com uma ponta de carinho, ajeitando os cabelos de Luna e deixando perto dela uma maçã vermelha, como os nossos olhos.

Partiria da taberna, procurando nas lojas por onde havia passado alguém que pudesse me vender um mapa. - Pode ser o mapa mais detalhado que tiver. - explicaria no ato da compra, pagando o valor devido antes de sair, andando pelo vilarejo atenta às conversas, talvez descobrisse algo de interessante nelas, do contrário seguiria rumo a floresta, orientando-me pelo mapa. - Reclamei e reclamei e olhe onde estou… - olharia ao redor, suspirando. - ...no meio da porra do mato!









Histórico:
Post: 05
Nome: Às Volkerbäll
Profissão: Navegadora.
Proficiências: Acrobacia | Astronomia | Condução | Navegação | Meteorologia | Briga de Rua | Cartografia | Geografia.
Qualidades: Versátil | Destemida | Prontidão | Mestre em Haki | Duro de Matar | Ambidestria (3/5).
Defeitos: Altruísta | Heróica | Sincera | Leal | Gulosa.
Ganhos : -x-
Perdas: -x-
Localização: Kephar Nicos - 6ª Rota.






_________________

Hellhounds - Página 3 Y7vy7lb

Hellhounds - Página 3 ZaT0xpq
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 SFDBQPA
Créditos : 16
Localização : Reino Sorbet
YamiEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t913-hellhounds
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 3:28 pm

Hellhounds
- Falas | ~ Pensamentos



Era indescritível o sentimento de ver a figura familiar de Mizuki se aproximando à distância. Com um aceno para meu irmão, que seguia para o interior da loja, me aproximaria de Mizuki e lhe cumprimentei com um forte abraço. — Estivemos agora a pouco na Guilda, afinal era necessário pegarmos as recompensas do pessoal do farol. — Comentava, com um sorriso de satisfação no rosto.

Ela prosseguia explicando a informação que havíamos colhido pouco tempo atrás, ao menos confirmando onde estávamos a situação atual da ilha. — Tem razão, o lugar é um pouco parado… Mas por isso estou cogitando preparar uma festa. Estava pensando em ir conhecer esse povo recluso e chamá-los para festejar também, o que acha? Meus irmãos parecem ter outros planos, mas talvez Sasha acabe indo junto para desafiar uma espadachim ou caçar uns piratas. — Comentava, afinal a oportunidade sempre seria útil. — Inclusive, tem um sujeito mascarado com pistolas chamado Robs. Uma recompensa generosa. Acho que o Sarnento iria querer desafiar ele. — Finalizava, deixando minha companheira finalizar suas conclusões.

Com um rumo a ser seguido, saltitava de felicidade ao termos noção de como seguir para o interior do lugar. — Acho que conhecemos a senhorita Gilindir lá atrás. Sasha deu uma gorjeta generosa na Guilda, então é possível que ela esteja de bom humor. — Dando meia volta, começaria a caminhar de volta para a Guilda, não sem antes observar as novas aquisições do Sarnento. — Depois que você derrotar Robs, vai ter outras pra poder brincar também, GHYAHAHAHA!

No caminho, ainda com Íris em meus ombros, saltitava para brincar com ela. — [color#B22222]Exato! Íris vai me proteger, então não temos nada a temer. Além do mais, vai ser interessante trocar uns golpes com uns procurados daqui e até mesmo alguns animais selvagens. Desafios a serem superados são presentes a serem aproveitados.[/color] — A determinação em meu olhar e confiança que eu passava seria mais que o suficiente para inspirar os que estivessem comigo a abraçar o desafio da mesma maneira. Além disso, seria um ótimo ensinamento para Íris sobre como aquele mundo funcionava.

Por fim, chegando na Guilda, acenaria novamente para a senhorita Gilindir e apresentaria Mizuki, explicando quem ela era. Com isso, deixaria as rédeas com ela, escutando com atenção junto aos outros para pescar todas as informações que seriam necessárias para os próximos passos que estariam por vir.



  • Posts: 5
  • Ganhos: B$ 20.000.000 (entrega do pirata Logan no post 2),
  • Contagem Caçador: B$ 25.500.000 - Rank D
  • Posts Desvantagem: 1/20
  • Players/NPCs:
  • Localização: Kephar Nicos - 6ª Rota - Grand Line



PdV: 26010
STA: 600

Força: 500 +80 +240 +500 = 1320 [Talentoso]
Destreza: 400 [Regular]
Acerto: 1835 +80 +240 = 2155 [Perito] +5%
Reflexo: 0 +240 = 240 [Regular]
Constituição: 400 +80 = 480 [Hábil]

Agilidade: 1197
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Qualidades:

Afinidade com HakiPor algum razão, você tem uma facilidade natural para compreender a manipulação e o conceito de Haki, por conta disso, você pode escolher aprender o Haki do Armamento ou Haki da Observação no nível oito, aprendendo o Haki seguinte normalmente no nível dez.

Duro de matarVocê continua consciente mesmo ao atingir uma porcentagem negativa de PdV, entretanto, ainda morrerá normalmente ao alcançar -21% de seus PdV.

CarismáticoVocê tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.

Idioma MarítimoVocê é capaz de se comunicar com criaturas marítimas através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Nadador NatoVocê é capaz de respirar debaixo d’água e ganha 10% de agilidade ao se locomover dentro d’água.

Arcada RemovívelVocê possui dentes extremamente afiados e resistentes. Sua arcada dentária pode ser removida da sua boca e crescerá instantaneamente de forma automática. A regeneração de arcada dentária pode ocorrer uma vez a cada duas páginas.

Defeitos:

GulosoSeu estômago parece um poço sem fundo, você sempre come mais do que necessita e precisa se alimentar ao menos uma vez a cada duas páginas. Além disso, em termos mecânicos, todas as condições de faminto aplicadas em você sobem uma categoria.

AltruístaVocê constantemente coloca a vontade, os desejos e a segurança das outras pessoas sobre a sua.

ImpulsivoVocê não pensa antes de agir, comprando brigas e assumindo riscos que podem ser mortais, além de frequentemente ignorar o bom-senso padrão.

Ambição [Fazer a maior festa que o mundo já viu]Você tem uma meta ou objetivo de vida claro e não mede esforços para alcançá-lo. Pode-se tratar de alcançar um posto, adquirir um objeto ou realizar uma mudança no mundo, você aproveitará toda oportunidade que tiver para se aproximar de seu objetivo. [Akira tem como maior objetivo de vida se tornar conhecido pelo mundo inteiro e, um dia, ser capaz de reunir pessoas de todos os cantos do mundo para uma grande festa, onde poderá compartilhar copos de sakê com grandes amigos.]

AtípicoDevido ao fato dos Homens-Peixe não serem tão comuns e não se tratarem de uma raça tão populosa quanto os humanos, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

DiscriminaçãoVocê tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e muitos podem lhe perceber como uma criatura grotesca e monstruosa. Vários humanos podem lhe tratar como uma criatura inferior e desumana pelo fato de você ser diferente deles e pelo histórico das relações entre homens-peixe e os humanos. É válido notar que nem todos partilham desse pensamento e agem dessa forma.

SegregaçãoPelo fato de ser um homem-peixe, você é proibido de ingressar na Marinha ou no Governo Mundial (contudo ainda pode fazer a vida como um Caçador de Recompensas).

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 500
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 30 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.  
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...  
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 20 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum,  antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 5 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.




_________________

Hellhounds - Página 3 V8upj2D

Hellhounds - Página 3 YDNzcDa
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 5:29 pm


Hellhounds


Às

Às finalmente tinha encontrado a sua companheira, responsável por colher algumas informações sobre a nova região – Povo da floresta realmente fica bem melhor. – Falou a mulher um tanto quanto aliviada em não ter que repetir aqueles nomes novamente – Ufa, menos uma coisa que preciso ir atrás. – Disse referente às informações passadas por Volkerball, sobre o Log Pose e sua funcionalidade. A mulher continuava ouvindo as questões que interessavam a Às – Talvez tenha algo de interessante com o povo da floresta, como também não pode ter nada e só acabar em frustração. – As duas bebiam de maneira tranquila, já que Luna também pediu por mais uma dose de bebida.

O papo continuava e mais alguns pontos eram levantados pela caçadora de recompensas – Gambardella? Certo, deixe comigo. – Respondeu a mulher tomando um pouco mais da sua bebida. Antes de Às sair, ela tentava deixar o dinheiro para o pagamento do drink que havia tomado, sendo parada por Luna – Deixa que aquele ali paga. – Sorriu maliciosamente, caminhando na direção do homem – Me diga aí meu bem, como que a marinha funciona por aqui? – Foram as últimas palavras que Volkerball escutava antes de sair da taberna. Já na rua o clima continuava o mesmo de antes, a tranquilidade reinava no lugar e pessoas transitavam para todos os lados, alguns carregando caixotes aparentemente pesados e outros deslumbrados com toda a novidade que era Kephar Nicos. Enfim, a garota procurou em sua caminhada por um mapa, logo encontrou em um dos estabelecimentos o que procurava – Bom, é o mais detalhado que eu tenho aqui. – Falou o vendedor entregando o tal do mapa para mulher. Ela percebeu que o mapa traçava algumas rotas seguindo os rios que dividem toda Kephar, alguns trechos no papel estavam marcados com um “X”, detalhando a parte proibida da região, provavelmente o lugar onde o povo da floresta vivia. Sem muito o que fazer naquela área, partiu rumo a floresta.

A primeira coisa que Às pode notar foi a alta densidade da floresta, repleta de árvores que alcançavam alturas exorbitantes, assim como uma alta diversidade de plantas e outros organismos naquele ambiente. Quanto mais imersa estava, maior o som ambiente ficava, as folhas balançavam com o vento que assobiava passando entre as árvores; ao fundo, um som semelhante aos que macacos faziam, parecia tocar como uma melodia estranha. O som começava a ter dificuldade para iluminar o solo à frente de Às, as árvores se entrelaçaram no topo, causando essa dificuldade natural de uma floresta. Um som semelhante ao feito por um leão, captava a atenção da garota, vindo do noroeste da posição atual, acompanhado por sons de batalha. Logo em sua frente, um rio de tamanho mediano cortava o caminho da mata, se observasse bem, notaria a necessidade de nadar para atravessar, já que ele era relativamente fundo. Por último, restava-lhe apenas duas opções: Atravessar nadando ou de alguma outra maneira que pudesse raciocinar naquele momento; seguir o rio buscando por uma ponte ou alguma forma segura de atravessar.


Akira

Eu acho o máximo! Mas... – Mizuki ficou um pouco cabisbaixa – Talvez seja complicado, mas eu acredito no Akira! – Expressou um sorriso largo e sincero em sua face – Oh Akira! “Ocê” prepare os “coiso” pra cuidar do Robs, o “homi” vai virar uma peneira e eu quero a recompensa toda.. – Bradou Rango guardando seu novo par de armas. Parecia que o quarteto estava pronto para dar o próximo passo, voltando em passos céleres para Guilda.

Para sorte de Akira, Gilindir estava alguns metros após a entrada – Então você é a Mizuki! – Falou a velhinha com um olhar tranquilo, segurando em ambos os braços da garota e dando um beijo em suas bochechas – Me falaram que veio aqui mais cedo também, estava ansiosa para conhecer. Pelo que me contaram, você liderava uma guilda dos Blues, não era? – Continuou a falar de maneira animada – É, é algo por aí mesmo. – Respondeu a mulher um pouco surpresa com toda aquela reação – Venham, me acompanhem por favor. – Disse a velhota puxando Mizuki pelo braço, rapidamente sendo seguida por Íris e o restante do grupo. O grupo subiu as escadas, caminhando por um corredor contendo diversas portas, possivelmente quartos – [bmBem vindos ao meu escritório.[/b] – Disse Gilin sentando em uma poltrona confortável, ficando atrás de uma grande mesa retangular.

O que precisam? – Indagou a mulher – Precisamos de acesso ao povoado recluso da Ilha, meu amigo quer... Conhecer? – Mizuki ficava um pouco sem jeito sobre como falar sobre a festa, olhando para Akira para que ele pudesse explicar toda sua pretensão – Olha, somos pessoas “parecidas”, por isso que estava animada em conversar com você. Mas isso está estranho, o que vocês realmente querem? – A velha estava um pouco mais séria, olhando para o grupo em questão que ficava em silêncio, aguardando as palavras do homem-peixe.


Shiori e Sasha

A dupla estava atenta às ações que aconteceram durante o Show, partindo rapidamente em busca daqueles fugitivos. Sasha conseguiu identificar o caminho tomado pelos rapazes, guiando sua companheira na direção correta – Hey, parece que tem vindo. – Uma voz era ouvida pela dupla enquanto estavam imersas na região de mata de Kephar, que cobria grande parte da ilha – Mais rápido, vai vai! – Escutaram novamente uma voz, enquanto continuavam a perseguição. Para a infelicidade das Caçadoras, a alta densidade da floresta atrapalhava a visualização das figuras, que pelas vozes, não estavam muito à frente das garotas.

A floresta era grande e como dito anteriormente, densa. As árvores eram grandes o bastante para alcançar os céus, certo, talvez elas não fossem tão grandes assim, mas eram bem grandes. A diversidade de plantas era alta, flores de diversas cores estavam espalhadas por todos os lados, algumas tinham uma cara tranquila e outras exalavam o perigo. Sem mais delongas, após uma breve perseguição, elas encontraram o mágico de antes, em pé em cima de um pequeno arbusto – Quem ousa perseguir o lendário mago? – Indagou com um tom sério – Sejam expulsas da floresta! Pelos deuses que acompanhavam Astolfo! – No momento em que suas palavras foram finalizadas, do pequeno arbusto começou a sair uma quantidade de fumaça acima da média, que pouco a pouco cobria toda a região onde o homem estava, mas ainda sim era possível vê-lo.

Em um movimento rápido com sua mão, ele desferiu uma espécie de soco de cima para baixo e quase que instantaneamente uma espécie de cipó voou na direção da jovem Felina, que usou sua espada para bloquear o ataque – EU SOU O MAGO E O MAGO É IMPLACÁVEL! – Gritou realizando mais movimentos com suas mãos e cerca de três cipós grossos voavam na direção da dupla, que não conseguia ver se realmente vinha das árvores ou era alguma outra maracutaia de Astolfo. Além disso, os arbustos em volta começavam a balançar, seria o indício de um outro ataque?


Histórico:

Akira:

Número de Posts: 05
Ganhos:

    20.000.000 B$ - Recompensa pelo Logan - POST 02

Perdas:

    Nada por enquanto

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Às:

Número de Posts: 05
Ganhos:

    Mapa de Kephar Nicos: Não conta com muitos detalhes da floresta, mas mostra alguns rios que cortam o lugar e conta com algumas áreas marcadas com um X vermelho, locais "proibidos" - POST 05

Perdas:

    1.500.000 B$ - Mapa de Kephar Nicos

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Sasha:

Número de Posts: 05
Ganhos:

    18.750.000 B$ - 75% da  Recompensa pelo Criminoso Misha Walker - POST 03

Perdas:

    900.000 B$ - Pagamento da Comida - POST 04

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Shiori:

Número de Posts: 05
Ganhos:

    25.000.000 - 100% da Recompensa pelo Criminoso Alexius - POST 03Mapa da Kephar Nicos - Não conta com detalhes da Mata Grande e Comunidade Colonoco. - POST 03

Perdas:

    5kk - Esculachando o velho - POST 02

Ferimentos:

    Nada por enquanto



Legenda:

Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Rango - NPC ACOMPANHANTE
Tommy
Íris
Mizuki
Luna


Aparência
Shen
Torres
Velho do Hotel
Tommy
Atendente Ruiva
Atendente Loira
Atendente de Cabelos Verdes
Velha



_________________

Hellhounds - Página 3 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Hellhounds - Página 3 EBEAdF4X4AYyK13
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 SFDBQPA
Créditos : 16
Localização : Reino Sorbet
YamiEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t913-hellhounds
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 6:09 pm

Hellhounds
- Falas | ~ Pensamentos



Mizuki tinha um ponto, de fato. Um povo que vivia recluso e, aparentemente, em conflito com o povo das extremidades? Uní-los não seria uma tarefa nada fácil. — Mas como poderia me encarar no espelho se não tentasse? — Um breve silêncio se fazia, enquanto mantinha um sorriso simples no rosto. — Eu seria incapaz de dizer novamente em voz alta que meu maior sonho é reunir os povos de todo o mundo para uma grande festa um dia. Pode parecer difícil, mas comparado com o que pretendo um dia? É um passeio no parque, GHYAHAHAHAHA! — Riria com gosto, sendo absurdamente honesto com minhas ambições, sonhos e determinação. — E ter amigos que acreditam em mim como você, Mizuki-kun, faz tudo ser mais fácil. Espere e verá, daqui a um tempo você estará na maior festa que já viu na sua vida!

A chegada na Guilda não tardava, afinal havíamos recém saído de lá. A administradora do local imediatamente se animava em encontrar Mizuki, me fazendo sorrir em sua direção como parabenização pela sua fama ter ido tão longe. Acompanhava os demais pelo interior da construção, ouvindo melhor a conversa e notando o receio de Gilindir em passar a informação. Mizuki também ficava sem jeito, afinal como ela mesmo havia dito, seria algo difícil e, provavelmente, o povo daquela ilha já havia perdido a muito tempo a esperança de uma conciliação.

De peito estufado, como se estivesse prestes a dizer a coisa mais certeira no mundo, diria sem muitos rodeios em direção à senhorita Gilindir, com o típico sorriso estampado no rosto. — Quero chamá-los para uma grande festa que estou planejando esta noite! Pelo jeito o pessoal é meio receoso com eles, mas acho uma palhaçada isto. — Talvez a forma tão direta de me expressar não fosse o ideal, mas eu precisava ser honesto comigo mesmo. — Não queremos confusão com eles, apesar de aceitar trocar uns socos caso eles queiram uma competição amigável! E nem pretendo ser porta-voz de vocês ou coisa parecida. Planejo apenas reunir pessoas de todos os tipos prum mesmo lugar, compartilhar canecas de rum e dançar ao redor da fogueira! — Não me importaria de ser taxado de louco ou de sonhador demais. Meu sorriso demonstraria a pureza de minhas intenções e minha atitude mostraria que, caso não conseguisse daquela maneira, eu iria conseguir do meu próprio jeito.





  • Posts: 6
  • Ganhos: B$ 20.000.000 (entrega do pirata Logan no post 2),
  • Contagem Caçador: B$ 25.500.000 - Rank D
  • Posts Desvantagem: 2/20
  • Players/NPCs:
  • Localização: Kephar Nicos - 6ª Rota - Grand Line



PdV: 26010
STA: 600

Força: 500 +80 +240 +500 = 1320 [Talentoso]
Destreza: 400 [Regular]
Acerto: 1835 +80 +240 = 2155 [Perito] +5%
Reflexo: 0 +240 = 240 [Regular]
Constituição: 400 +80 = 480 [Hábil]

Agilidade: 1197
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Qualidades:

Afinidade com HakiPor algum razão, você tem uma facilidade natural para compreender a manipulação e o conceito de Haki, por conta disso, você pode escolher aprender o Haki do Armamento ou Haki da Observação no nível oito, aprendendo o Haki seguinte normalmente no nível dez.

Duro de matarVocê continua consciente mesmo ao atingir uma porcentagem negativa de PdV, entretanto, ainda morrerá normalmente ao alcançar -21% de seus PdV.

CarismáticoVocê tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.

Idioma MarítimoVocê é capaz de se comunicar com criaturas marítimas através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Nadador NatoVocê é capaz de respirar debaixo d’água e ganha 10% de agilidade ao se locomover dentro d’água.

Arcada RemovívelVocê possui dentes extremamente afiados e resistentes. Sua arcada dentária pode ser removida da sua boca e crescerá instantaneamente de forma automática. A regeneração de arcada dentária pode ocorrer uma vez a cada duas páginas.

Defeitos:

GulosoSeu estômago parece um poço sem fundo, você sempre come mais do que necessita e precisa se alimentar ao menos uma vez a cada duas páginas. Além disso, em termos mecânicos, todas as condições de faminto aplicadas em você sobem uma categoria.

AltruístaVocê constantemente coloca a vontade, os desejos e a segurança das outras pessoas sobre a sua.

ImpulsivoVocê não pensa antes de agir, comprando brigas e assumindo riscos que podem ser mortais, além de frequentemente ignorar o bom-senso padrão.

Ambição [Fazer a maior festa que o mundo já viu]Você tem uma meta ou objetivo de vida claro e não mede esforços para alcançá-lo. Pode-se tratar de alcançar um posto, adquirir um objeto ou realizar uma mudança no mundo, você aproveitará toda oportunidade que tiver para se aproximar de seu objetivo. [Akira tem como maior objetivo de vida se tornar conhecido pelo mundo inteiro e, um dia, ser capaz de reunir pessoas de todos os cantos do mundo para uma grande festa, onde poderá compartilhar copos de sakê com grandes amigos.]

AtípicoDevido ao fato dos Homens-Peixe não serem tão comuns e não se tratarem de uma raça tão populosa quanto os humanos, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

DiscriminaçãoVocê tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e muitos podem lhe perceber como uma criatura grotesca e monstruosa. Vários humanos podem lhe tratar como uma criatura inferior e desumana pelo fato de você ser diferente deles e pelo histórico das relações entre homens-peixe e os humanos. É válido notar que nem todos partilham desse pensamento e agem dessa forma.

SegregaçãoPelo fato de ser um homem-peixe, você é proibido de ingressar na Marinha ou no Governo Mundial (contudo ainda pode fazer a vida como um Caçador de Recompensas).

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 500
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 30 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 20 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum, antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 5 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.




_________________

Hellhounds - Página 3 V8upj2D

Hellhounds - Página 3 YDNzcDa
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 Giphy
Créditos : 38
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 6:58 pm


Rainbow
Cat




Vendo que Sasha havia entrado em mais uma perseguição contra maluco que usa de fios ou similares Sasha só reclamaria praguejando - Ah não cara! MAIS UM AH NÃO! Eu devo ter faro pra babaca não é possível! Era notável uma extrema insatisfação ao qual Sasha naquele momento já nem queria saber mais dos itens, mas só de amassar aquele desgraçado na porrada.

Usando de minha prontidão logo avancei, agora enfim empunhando a espada  em uma das mãos, enquanto o escudo de corpo teria vindo na outra, para  uns todo aquele show de mágica poderia acabar entretendo quando fosse pro combate mas, Sasha já estava mais que cansada de ter de lutar com esse tipinho, com a lâmina, um movimento veloz,  similar a de um ventilador viria para cortar possíveis cordas ou amarras ao qual os olhos vinham, de modo que o avanço fosse caótico de um jeito ou de outro.

Rapidamente  abaixaria a postura  caso algo viesse pelo alto, usando o escudo para cobrir toda a parte superior do corpo, evitando todo e qualquer efeito chicote que pudesse acontecer por uma vinha, pedaço de tronco ou similar e então se impulsionaria quando estivesse próxima o suficiente com tudo para dar um porradão com o escudo no alvo inimigo  mais próximo afim de literalmente marretar o  delinquente contra uma árvore ou contra o chão com violência, não o teria feito repetidas vezes para confirmar uma morte  mas o suficiente para machucar muito feio se tivesse sucesso.


Hellhounds - Página 3 Kyrielight-mash


O movimento com uma mão, deixava as opções para me atacar de frente extremamente limitadas, visto que meu escudo poderia muito bem cobrir mais do que o meu corpo por completo em minha investida, a espada no entanto agiria como um complemento, com  a delicadeza de movimentação precisa entre os dedos junto a flexibilidade do pulso, gerar um movimento capaz de repelir de um ou mais lados  não seria de se espantar, onde comecei a acelerar a minha respiração com o propósito de ir acumulando mais ar nos pulmões, para uma possível necessidade.

Para além disso, caso algum pequenino sem amor a vida se aproximasse de algum jeito, enquanto ambas as minhas mãos estivessem ocupadas, fosse uma amassando alguém com o escudo e a da espada bloqueando um ou mais golpes, no que poderia ser a oportunidade de meu adversário com todo o desejo por sangue que eu era capaz de olhar alguém, eu teria encarado de maneira ameaçadora, como se fosse devorar a própria alma do pobre cordeiro a minha frente.


Hellhounds - Página 3 GPBDdwN


Aquilo funcionasse ou não, eu teria simplesmente  recuado, puxando o escudo para a minha frente e então me impulsionado a frente com violência, mudando o meu ritmo de 0 a 100 extremamente rápido, atropelando como uma locomotiva aqueles inimigos que estivessem a minha frente, inclusive caso arvores fossem usadas para me evitar, continuaria mesmo que as derrubasse


Hellhounds - Página 3 Kitty-pryde


Se caísse, Sasha se levantaria e continuaria,se um dos golpes desse certo, para além disso transmitiria sua eletricidade para as armas apenas para piorar a situação dos inimigos e ainda que um insucesso fosse ocorrido, não desanimaria, incluindo o fato de acabar levando uma ou duas porradas, com tudo a minha sinergia com a minha Shiori era mais do que perfeita, assim sendo eu nunca faria um movimento que fosse a atrapalhar ou atingir, pois sabia como usar de suas estratégias para apenas nos favorecer.



Histórico:

Posts: 06
Ganhos

  • 18.750.000 B$ - 75% da Recompensa pelo Criminoso Misha Walker - POST 03



Perdas:







Ferimentos:
N/A Curou tudo


_________________

Hellhounds - Página 3 HGWnxh1
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 97f94401ee601a5f4b14b7a60801205b
Créditos : 07
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 7:01 pm
Colors


Pelo cenário em que eu estava nem mesmo puxei a lança, afinal era um ambiente em que usar as árvores me favoreceria mais do que usar uma arma como essa. Ainda poderia usar ela como uma de lançamento talvez. Mas naquele momento vendo que Sasha bloqueou a primeira investida de madeira.

Eu vendo a segunda vir, aproveiraria para pegar uma posição alta. Iria saltar com toda a minha força nas pernas flexionando os joelhos e me lançando como se fosse um sapo pro alto. Aproveitaria a minha habilidade de prontidão para não perder velocidade.

O salto, no entanto, não era aleatório. Eu havia saltado em direção da árvore mais próxima e quando chegasse nela, iria mais uma vez flexionar os joelhos e me impulsionar. Assim indo de arvore em arvore aumentando a força dos impulsos e consequentemente a velocidade que fosse de uma pra outra.

Com isso o intuito era iludir o ilusionista. Onde com velocidade trocando de direção com tanta constância ficaria mais difícil para que ele pudesse prever os movimentos.

Hellhounds - Página 3 Tumblr_nwtotuWOwF1rlaowao2_400

E então depois de tomar meu tempo movendo-me pelo local, quando visse qualquer brecha plausível iria desferir um ataque de uma única vez, um lariat, usando a parte interna do braço, acertando com o antebraço na altura do pescoço. De preferência quando Sasha não estivesse perto, ou estivesse o segurando em alguma posição que me desse vantagem. Teria muito cuidado com Sasha no caminho, e também caso alguma árvore fosse derrubada durante o processo, alteraria a rota para o chão indo pra proxima arvore em seguida.

Feito esse primeiro ataque acertando ou errando, iria tentar agarrar ele logo em seguida, jogando meu corpo para frente e usando os dous braços para apertar ele, cravando as unhas onde os braços se fecham, de modo a ser possível realmente me prender no inimigo. E quando eu fizesse isso. Iria aplicar uma enorme descarga elétrica fazendo com que a energia saísse de todo o meu corpo de uma única vez.

Hellhounds - Página 3 UzSy

Para casos onde eu fosse atacada durante qualquer movimento usaria de bloqueios durante a movimentação, usando minhas mãos para defletir possíveis projéteis. Eu bateria com a mão pela lateral do projétil, tentando jogar ele para outra direção, de modo a não deixar que ele ferisse o meu corpo. Em casos mais específicos poderia usar alguma árvore como escudo, me impulsionando durante a movimentação e passando por trás de alguma delas, assim podendo facilitar levemente a esquiva.



Historico:
Nome: Shiori Myamoto
Posts: 06
Ganhos:

- 25.000.000 - 100% da Recompensa pelo Criminoso Alexius - POST 03
- Mapa da Kephar Nicos - Não conta com detalhes da Mata Grande e Comunidade Colonoco. - POST 03


Perdas:

-5.000.000 jogados pro ar pra calar a boca dum cara.


Cor da fala: - Fala

_________________

Hellhounds - Página 3 JVQRkB3

Hellhounds - Página 3 VYrwji0
Às
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds - Página 3 PqslDr4
Créditos : 15
ÀsDesigner
https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Re: Hellhounds Dom Nov 07, 2021 9:05 pm




»» Hellhounds ««

- Às Volkerbäll -


Ж

Conversar com Luna se mostrava mais simples do que com os demais, não era para menos afinal de contas, era como se fôssemos opostos de uma mesma moeda, parecidas em muitas coisas, porém com diferenças muito características de gostos e talentos. Ouvi-la me causava sempre um sentimento de tranquilidade, assim como a confiança que tinha em sua pessoa, ainda que existisse um tempo muito curto de convívio. - Já estou me habituando a frustrações… - dizia com um suspiro de inconformismo, relembrando do quão frustrante havia sido não ter lutado no Farol ou sequer ter tido a oportunidade de testar-me propriamente em combate, mas tal devaneio era prontamente afastado visto a percepção do quão amarga poderia se tornar minha presença com aquilo em mente. - Sim, tente não beber demais, para não embaralhar esse nome difícil. - brincava com ela antes de tentar pagar, hesitando ao ver seu sorriso e franzindo o cenho como se lembrasse de algo muito importante ao vê-la caminhar até um homem que por lá estava. - Vou deixá-la fazendo sua “mágica”. - sussurei, com um sorriso no canto dos lábios antes de partir, comprando o mapa logo em seguida.

Acredito no senhor! Obrigada! - respondi em cordialidade sincera, observando o mapa com cuidado antes e após sua compra, dirigindo-me até a floresta após perceber que na cidade não encontraria nada de interessante. - Como foi que ele me ensinou mesmo? - como num estalo de percepção, lembrava-me do passado e do período em que havia treinado, havia um homem de confiança de minha mãe, de nome Dailong. Um homem rígido, de pouco sorriso e muita disciplina, mas um companheiro leal e dedicado que havia me introduzido os primeiros conceitos de combate, quando tudo o que sabia até então era fugir e me esconder com segurança. - “Florestas podem ser um perigo se você não tiver por onde guiar-se…” - repetia suas palavras, recuando alguns passos e removendo Narsil da bainha, marcando uma árvore com um símbolo do qual me lembrasse, uma referência do caminho que teria de fazer caso me perdesse e caso o mapa se mostrasse em dado momento pouco aproveitável.

Avançava pela mata a passos cautelosos, em uma mistura de admiração e atenção pela beleza e peculiaridade do lugar. - Ela iria gostar disso aqui, apesar do calor. - lembrava-me de minha mãe e da estufa onde ela estudava botânica, o ar que respirava era tão semelhante quanto, porém sua intensidade era muito mais profunda, até mesmo por estar em um ambiente plenamente selvagem, longe do controle e segurança de uma estufa comum. Árvores se entrelaçaram, dificultando a passagem do sol e o vento tratou de prestar uma melodia sutil antes do som de animais chamar minha atenção, enquanto demarcaria cada árvores num espaço de trinta metros, usando Narsil não apenas para marcação como limpeza do caminho, cortando pequenos galhos e arbustos. Embora o som de macacos pudessem ser ouvido, o som de leões era o mais notável, até mesmo pelo som de um conflito. - Parece que achei minha confusão. - pensava, avançando até perceber o rio em meu caminho, não tardando para perceber sua profundidade. - Merda… - abria o mapa, procurando encontrar-me nele, ou mesmo identificar o rio e um possível ponto de travessia caso nele existisse., passando a caminhar por sua margem, atenta as marcações nas árvores de um lado e a profundidade dele do outro, apertando o passo até encontrar um ponto favorável para atravessar, fosse por uma ponte, fosse por uma faixa de terra que me permitisse atravessar as águas a pé, ou mesmo rochas protuberantes e altas o suficientes para que saltasse de uma ponta a outra.

Fato era de que buscaria atravessar o rio da maneira mais segura que encontrasse, para só então avançar com velocidade pela mata densa até a origem dos sons, não me colocando em exposição de maneira imediata, mas procurando uma vez que estivesse próxima do som, avançar com cautela a fim de observar o que estava ocorrendo, para só então decidir o que faria ou não. Não abandonaria Narsil, a colocando em posição de combate, com minha atenção alta para evitar qualquer surpresa, reagindo de forma defensiva, evadindo-me de ataques caso percebesse a tempo de reagir.









Histórico:
Post: 06
Nome: Às Volkerbäll
Profissão: Navegadora.
Proficiências: Acrobacia | Astronomia | Condução | Navegação | Meteorologia | Briga de Rua | Cartografia | Geografia.
Qualidades: Versátil | Destemida | Prontidão | Mestre em Haki | Duro de Matar | Ambidestria (3/5).
Defeitos: Altruísta | Heróica | Sincera | Leal | Gulosa.
Ganhos : -x-
Perdas: -x-
Localização: Kephar Nicos - 6ª Rota.






_________________

Hellhounds - Página 3 Y7vy7lb

Hellhounds - Página 3 ZaT0xpq