Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Página 1 de 1
Boreal/Homero
Ver perfil do usuário
Imagem : [TUTORIAL] Boreal ZzUjydc
Créditos : 00
[TUTORIAL] Boreal Sex Out 15, 2021 9:40 pm
Nome: Taurus Magnun
Idade: 57
Raça: Humano
Gênero: Homem
Localização: West Blue - 80ª Filial da Marinha
Estilo de Combate Básico: Atirador
Mão Predominante: Destro
Qualidade: Carismático
Defeito: Deficiente - Não possui o braço esquerdo e tem esse lado do corpo queimado.
Photoplayer:

https://images.app.goo.gl/UVfBVcZhE1rUosVv9
TheRealBlind1
Ver perfil do usuário
Imagem : [TUTORIAL] Boreal JrUCYQb
Créditos : 05
Re: [TUTORIAL] Boreal Dom Out 24, 2021 4:32 pm
TUTORIAL APROVADO

Bem vindo ao All Blue RPG, a partir de agora eu serei seu Instrutor, irei lhe ensinar o básico sobre o fórum. O primeiro post é seu e peço desde já que se atente a sua mini ficha para trabalhar bem suas qualidades e defeitos durante a narrativa. Qualquer dúvida que tiver pode mandar MP que irei responder o mais rápido possível. Segue abaixo algumas informações importantes:

● A ficha usada para o tutorial é exclusiva dele e não precisa ser reaproveitada na sua ficha oficial, que pode ser completamente diferente. Mas nada lhe impede de usar o mesmo personagem.

● O fórum parte da premissa de evitar ao máximo God Mode, ou seja, que o jogador, controle NPCs e cenários. Em resumo evite descrever coisas como “O sol estava forte”, “Era uma manhã fria”. Não é um problema você dizer que acordou ou que está em casa, porém evite criar coisas.

● Uma dica importante para todos é que apesar de não se poder narrar cenários, ou controlar NPCs você pode procurar coisas e interagir com elas colocando a possibilidade de encontrar tais coisas. Exemplo: “Iria levantar e ir até a geladeira da casa, procuraria dentro dela uma maçã e se encontrasse uma já metia aquela bela mordida”

● Recomendo que consulte o Guia de Narração, Guia do Novato e Guia de Combate. antes de realizar o primeiro post.

● Por fim, sempre atente-se ao post de seu Instrutor e as dicas que ele der com cuidado, elas podem ajudar muito você a se guiar no fórum.
Boreal/Homero
Ver perfil do usuário
Imagem : [TUTORIAL] Boreal ZzUjydc
Créditos : 00
Re: [TUTORIAL] Boreal Dom Out 24, 2021 5:06 pm
Dizem que a idade traz a experiência. Bem, você pode acreditar nisso ou não, mas fato é que quanto mais vivemos, mais episódios presenciamos, mais dores sofremos e mais alegrias compartilhamos, maior se torna o nosso escopo de conhecimentos sobre a vida. O conjunto do conhecido por nossas mentes invade o conjunto das coisas desconhecidas, roubando-lhe espaço. Por outro lado, quanto mais se conhece, mais se percebe que existe ainda mais multiplicidade de coisas para conhecer. Mas talvez isso seja papo para um filósofo, não para um homem já maduro como eu.

Muito prazer, sou Taurus. Mas é mais comum me ouvir sendo chamado não apenas pelo nome, mas pelo típico complemento "desce mais uma!", antes que eu possa servir os marinheiros de folga com mais uma boa e amarga cerveja. Não é como se eu pudesse ser chamado de um marinheiro, afinal nunca havia me alistado ou coisa do tipo, mas o tempo trabalhando no Gaivota Gulosa pode ter me rendido a simpatia dos oficiais. O fato é que, todas as manhãs, acordava pontualmente às 7:00, para então me preparar para mais um dia de serviço. E este não seria diferente.

Assim que concluísse o típico ritual matinal, que envolve geralmente tomar um banho, beber um café bem forte, essas coisas, rumaria então a meu serviço. Com passos tranquilos, esperando estar adiantado, conferiria o horário, para então apressar tais passos caso não tivesse tanto tempo sobrando. Meu sorriso característico, amarelo, só se intensificaria para cumprimentar as pessoas, provavelmente militares, que encontrasse pelas ruas naquela manhã. - Bom dia, amigão! - Ou até, quem sabe, referindo-me nominalmente àqueles que soubesse o nome. Além da fala, num típico tom mais alto do que o da maior parte das pessoas, era bem provável que levantasse o único braço - o direito - para cumprimentar ou mesmo apertar a mão de algum conhecido.

O ponto é que seguiria sem maiores preocupações, pelo menos a princípio, até o bar, para então verificar possivelmente iniciar minha jornada diária de trabalho. O que poderia dar errado?
TheRealBlind1
Ver perfil do usuário
Imagem : [TUTORIAL] Boreal JrUCYQb
Créditos : 05
Re: [TUTORIAL] Boreal Ter Out 26, 2021 7:34 pm


[TUTORIAL] Boreal DkI2H3
Narração

O sempre carismático Taurus Magnun despertava para mais um dia comum na fortaleza da marinha no West Blue. Após tomar todos os cuidados básicos de higiene e pessoal necessários, Taurus saiu de sua residência com destino ao famoso Gaivota Gulosa com o sorriso estampado no rosto e a disposição para cumprimentar cada transeunte que surgisse em sua frente.

Assim como a simpatia que transbordava em nosso protagonista, o dia estava bastante agradável e ensolarado acompanhado de nuvens quase que transparentes, com a temperatura na casa dos 29°C. — Heeeey! Taurus-sama, você está me devendo uma rodada, não vai esquecer seu idiota. — Gritava entusiasmado um conhecido pelo caminho. O Gaivota Gulosa através de um ambiente convidativo, amigável e limpo exercia um papel alivioso para os muitos trabalhadores de branco e azul dessa ilha que foi projetada para frear o índice de criminalidade no West Blue. Após uma rotina intensa de trabalho, mulheres e homens tendiam a frequentar esse estabelecimento e muitos deles adquiriram um apreço pelo atendimento sempre cordial e de qualidade do nosso protagonista.

Após entrar na taverna pela porta de metal bem trabalhada depois de não mais do que cinco minutos de caminhada, Taurus era recebido pelo cheiro de álcool - produto de limpeza - que acabara de ser usado para a limpeza e higienização das mesas e assados que recém saíram do forno para abastecer as prateleiras de vidro sobre o balcão. Ainda restava cerca de uma hora para a abertura ao público e as cadeiras ainda estavam viradas de cabeça para baixo em cima das mesas. As paredes repletas de todos os tipos de lembranças dos visitantes mais ilustres, coletadas pelo próprio proprietário, contemplavam nessa semana de clima de aniversário fotos do aniversariante da semana, ninguém menos do que o capitão Alphonse Roussel.

As vigas de pedra quadradas que sustentavam o estabelecimento e os lustres fixados a elas tinham varais com bandeirinhas nas cores azul e branco ligados de ponta a ponta para comemorar o clima de festas. Ao fundo, três colegas de trabalho sentavam de frente para um homem postado em pé, com um avental na altura da cintura e um pano sobre o ombro esquerdo. — Escutem, homens, hoje entramos em uma semana muito especial para todos dessa ilha: o aniversário do capitão Alphonse. Precisamos fazer dessa uma missão mais do que perfeita. — Quem discursava era Ito, o gerente do Gaivota Gulosa cujo grande sonho era ter sido um marinheiro, mas que por não ter tido a aptidão necessária e idas e vindas do destino acabou por não ter tido o seu sonho realizado, mas tende a desfrutar igualmente das várias histórias contadas por seus clientes marinheiros. — Dividi uma tarefa para cada um de vocês, prestem atenção. Isauro fica responsável pela cozinha e terá como seu auxiliar Takemasu, pela agilidade e habilidade com as mãos, Marco se mantém como o barman e, por último e não menos importante, pelo carisma e a simpatia com as pessoas, Taurus ficará responsável pelo atendimento das mesas, estão todos de acordo? — Concluía o patrão.  
 

Considerações:

Olá, seja bem-vindo ao fórum!

Me empolguei bastante com o que eu vi, acredito que não vamos levar muito tempo com essa mini, só manter o nível que vai sair rápido. Para esse próximo turno vamos testar a sua interação com o cenário e NPC's, manda ver.

Boreal/Homero
Ver perfil do usuário
Imagem : [TUTORIAL] Boreal ZzUjydc
Créditos : 00
Re: [TUTORIAL] Boreal Ter Out 26, 2021 9:46 pm
- Taurus na área, amigos! Booom diaaaa! – Gritava sorridente, tendo logo enchido os pulmões de ar nos primeiros passos que dava adentro do tão querido estabelecimento onde trabalhava: o Gaivota Gulosa. Logo em seguida, os pulmões voltaram a se encher, agora não puxando mais o ar pela boca, mas pelas narinas, permitindo o odor misto de limpeza e comida preencher minhas vias aéreas. A sensação de prazer que sentia neste bar beira o indescritível, e mesmo tal cheiro tem tudo a ver com as memórias de um lugar onde poderia passar o resto da vida trabalhando. A verdade é que amava aquele lugar.

O ambiente, as pessoas, o trabalho, nada mais me alegraria. Talvez apenas episódios especiais como aquele que estaríamos vivendo hoje: o aniversário do querido capitão Alphonsen Roussel, regente desta fortaleza-cidade marinheira. Ao quanto que caminhava com passos despreocupados para dentro do estabelecimento, estralando os dedos da mão com o próprio dedão, os olhos, ao contrário dos pés, corriam pelas gravuras do oficial pelas paredes entusiasmado. – Caramba, caras, vocês fizeram um belo de um trabalho aqui! – Comentava, ao céu ou a quem estivesse ali próximo, parando por um segundo ao lado de uma das vigas de sustentação do local, flagrando as decorações.

Mas não me detinha muito ali, pois logo me aproximava de outros colegas que, diante de nosso amado chefe, receberiam comigo as instruções do que fazer naquela pacata comemoração. Ali, parado ao lado dos homens ainda sentados, com a mão na cintura e um quase-sorriso estampando minhas feições, escutava as instruções, e balançava positivamente a cabeça sobre a necessidade de perfeição na tal missão. Afinal, tratava-se do aniversário de um dos homens mais importantes do South Blue! Como poderia ser diferente?

E enquanto Ito ia dividindo as tarefas, pelo que chamava cada um pelo nome, a destra (ou melhor, “a única”), agora disposta para trás das costas, contava nos dedos cada nome. Isauro, Takemasu, Marco, e então no quarto dedo, antes mesmo de ser citado, já sabia que seria eu, e o sorriso se intensificava permitindo os dentes amarelados se mostrarem.

- Totalmente, capitão! – Responderia rápido, com o fim de suas designações, levantando o polegar em uma expressão de concordância e ânimo, além da brincadeira com o fato de estarmos realmente lidando com um capitão nesta semana. – Amigo, com o calor que amanheceu hoje, nenhum marinheiro vai querer ir para casa depois do expediente. É bom você estar preparado. – Diria então, em tom alto e amigável, apontando para Marco, ou no caso dele já ter se levantado, para um dos rapazes da cozinha.

E não tardaria em iniciar os trabalhos, mesmo que ainda não oficialmente abertos. Na medida do possível, ajudaria a carregar cadeiras ou posicionar mesas, passar pano no chão ou em alguma superfície suja, arrumar uma coisinha aqui e ali, perder alguns segundos de preparação perguntando besteiras superficiais como “esquentou né?”, “e você, está bem?” e “como vai a família?” para algum dos colegas que possivelmente estaria ocupado em outra tarefa.

Transbordava ânimo, alegria, não parando em nenhum segundo. O nome de Taurus Magnun, nesta ilha, já devia ser sinônimo de simpatia, pois não tinha motivos para não cantar a beleza do viver. Jamais em minha história imaginei que poderia acabar tão feliz com coisas tão simples.

A questão é que manteria este padrão citado enquanto nos preparássemos, ou até durante o expediente, caso houvesse algum instante de ócio, fosse por ter atendido todas as pessoas/mesas e/ou por ter dado conta das demandas solicitadas naquele momento. De qualquer maneira, quando estivéssemos próximos de iniciar nossos serviços, ajeitaria o cabelo com um pouco de cuspe, conferindo meu revólver no lado direito da cintura e o pano de prato por cima do mesmo para disfarçar. Me posicionaria ao lado do balcão, com os olhos atentos e ansiedade no peito, para então esperar os primeiros clientes que pudesse atender naquele dia. E todos os outros que viessem depois destes também.

Tão logo tivéssemos clientes se dirigindo a alguma mesa, recolheria um cardápio (se é que possuímos um), para então me aproximar com a alegria típica. – Olá, camarada(s), bem vindo(s) ao Gaivota Gulosa! Vão querer uma cerveja? – Diria, parando ao lado da mesa, e entregando o cardápio caso houve. Na possibilidade de ser um grupo de pessoas, além do plural em minha cortês apresentação, aproveitaria um instante para brincar com qualquer que fosse deles. – Mas então, eles já contaram pra você? – E distribuiria um olhar aos outros, simulando uma espécie de dúvida. – Vão dizer que não contaram ainda, amigos?! – Uma atuação de quase surpresa, talvez algo como decepção. – Quem diria. Pois então vou contar pra você, camarada... – Aproximaria desta pessoa, como quem está prestes a constar um segredo, para então: - Um, dois, três, quatro, cinco, s... Hahahaahahahaha – Acompanharia a contagem com os dedos, realmente “contando para ele”, mas quando atingisse o número depois do cinco, logo pararia por não ter mais dedos para tal, disfarçando com uma risada.

- Ótima escolha, já trago! – Responderia, para o caso de terem escolhido alguma das coisas que servíamos no Gaivota, correndo para a direção da cozinha, sem anotar nem nada. É claro que esperaria caso houvessem mais pedidos, mas não tinha necessidade de anotar, pois comumente já guardava tais informações em minha cabeça. Apesar disso, repetiriria mentalmente até falar com Marco ou com alguém da cozinha, ou mesmo anotar o pedido com a única mão, pendurando em algum lugar. Tão logo pudesse, levaria assim o pedido para os solicitantes, repetindo o processo quantas vezes fosse necessário, de forma a tentar manter o ritmo de praticamente dançar entre as mesas, o balcão e a cozinha, enxugando possíveis gotas de suor da testa com um pano de prato que encontrasse em algum lugar.

Manteria assim os olhos sempre atentos as movimentações, tentando mensurar de forma não tão precisa quantas pessoas estavam entrando, se o local começaria a ficar cheio, essas coisas. Assim que tivesse um momento de parada, tendo atendido as mesas necessárias, procuraria o caro Ito para consultar-lhe sobre promoções. – Chefe! Alguma promoção diferenciada por conta do aniversário do capitão Roussel?


OFF:
To desenferrujando kkkkk logo me readapto
TheRealBlind1
Ver perfil do usuário
Imagem : [TUTORIAL] Boreal JrUCYQb
Créditos : 05
Re: [TUTORIAL] Boreal Qua Out 27, 2021 10:58 pm


[TUTORIAL] Boreal DkI2H3
Narração

Após tomar conhecimento de suas atribuições, Taurus não demorou muito a ajudar na mão de obra. Com agilidade, ele retirou as cadeiras de cima das mesas e pôde ver um brilho bem como o seu próprio reflexo sobre a superfície de madeira na cor vinho, sinal de que ali foi feito um serviço de excelência. — Pois é, rapaz, acho que esse tempo limpo é sinal de que a criminalidade no West está diminuindo. — Teorizava Marco.

Faltando não mais do que cinco minutos para o início do expediente e um cenário otimista ao passar os olhos pelo bar o sino tocou denunciando que alguém entrava. Tratava-se de um homem loiro, com os cabelos divididos e um casaco da marinha sobre os ombros, se fosse para chutar, sua graduação não era maior que a de um tenente. Ele era acompanhado por outros dois marinheiros menores, que se certificavam que ninguém passaria pela porta. Esse homem andava pelo interior do bar com o seu nariz empinado, passando a ponta do dedo indicador sobre as mesas e fazendo pressão nas cadeiras como se procurasse algum defeito, algo para se queixar. — Nada mal... — Ele então fitou as fotografias e mais uma vez não encontrou nada para reclamar. — Fizeram o trabalho de casa. — Dava para perceber a frustração em seu semblante.

O ponteiro do relógio girou e o horário de abertura chegou, criando do lado de fora um burburinho e empurra-empurra em meio a uma manifestação por parte da fiel clientela. Vendo aquela cena, nosso protagonista atende aquele soldado da marinha com o maior respeito do mundo, oferecendo a ele uma cerveja. — Cerveja? Não vê que eu estou no meu horário de trabalho? — Aquele homem, que viera ali disposto a pegar alguém para a cruz e que não havia encontrado nada até então, de repente tem alguém com marcas de queimaduras pelo corpo e não possui o seu braço esquerdo, sinônimo de imperfeição para alguns.

Você está demitido. — Disse, para a surpresa de todos os seus colegas, inclusive os dois marinheiros que seguravam a porta trocaram olhares nesse instante como se quisessem dizer "como assim?". — É isso, vocês ouviram certo. Esse evento vai receber autoridades e pessoas importantes de todo o West Blue. Ter alguém imperfeito, defeituoso, uma aberração humana, vai afugentar esses clientes e não queremos isso. Aliás... Lugar de monstro é em Derlund, não nessa ilha, talvez você deva considerar se mudar para lá. — Finalizava.

Ante as afrontas e humilhação gratuita sofridas pelo nosso protagonista, Ito o gerente saiu de trás do balcão e intercedeu em sua defesa, se colocando em uma posição de completa mesura. — Por favor, vá embora. — Disse para a surpresa daquele homem. — É isso mesmo, você ouviu certo. Você é uma vergonha para a marinha e não é bem vindo no meu estabelecimento. Eu cancelo esse evento, mas não demito o meu funcionário. — Respondeu firmemente.

Como resposta, o marinheiro que usava uma espécie de florete a sacou de sua bainha e começou a bater em Ito com a parte não cortante da espada, fazendo-o ficar em posição fetal. — Como é que é? Você sabe com quem está falando? Eu sou Muratagi Rui, aquele que será o capitão no futuro. — Bradava o figurão, mesmo que aquilo não representasse nenhuma verdade. Em encontro a atitude do seu superior, temendo que aquilo desencadeasse uma represália, os dois marinheiros deixaram seus postos e apontaram, respectivamente, um rifle em direção ao nosso protagonista e o outro foi apontado na direção dos demais como precaução. — P-por f-favor, Taurus-sama, não reaja. — Disse aquele que apontava o rifle em sua direção, como se já o conhecesse e tivesse algum respeito por você.

Como reagiria o nosso protagonista? Aceitaria aquela situação com o mesmo sorriso de sempre ou lutaria por sua dignidade e a de Ito?  
 

Considerações:

O que foi esse post? Foi um deboche, nota mil, parabéns!

Vamos ver como você se sai ante uma situação de combate e, espero, o último post se se confirmar esse nível.