Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: South Blue :: Petra Yuni
Página 5 de 10 Página 5 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 XqxMi0y
Créditos : 30
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Relembrando a primeira mensagem :

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Piratas Subaé, Deep Scaleback,  Blade Sharptree A qual não possui narrador definido.

_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 J09J2lK

Jupges
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Dz4yuJf
Créditos : 00
Blade
Lobão
Blade apenas esperaria no mesmo ponto, até que sua oponente tentasse tomar alguma iniciativa. Blade realizaria os mesmos casos de defesa se eles fossem necessários, mas apenas esperaria por alguma atitude de sua oponente que ficava lá parada encarando o mink.






objetivos:

-Ir pro farol
-Tentar não morrer no processo

Atributos, qualidades e perícias:
Hp:10440
Sta:300

Força: 400
Destreza:1181
Acerto:521
Reflexo:498
Constituição:60

perícias:
• Adestramento: Você é capaz de ensinar um animal domado a executar diversas tarefas, como, por exemplo, servir de montaria, servir de animal de carga, atacar, caçar e executar diversas outras funções.
• Doma: Você é capaz de domesticar ou tornar mansa uma criatura selvagem, fazendo com que ela deixe de ser hostil contra você ou seu grupo momentaneamente.
• Ilusionismo: Você é capaz de realizar truques e enganar uma plateia. Podem ser coisas simples, como fazer uma moeda surgir ‘‘do nada’’ em sua mão até truques complexos com fumaça e espelhos.
• Discurso: Você domina a arte das palavras, sendo capaz de expressar suas ideias, vontades, sentimentos e objetivos com precisão. Com sua dicção e articulação é capaz de se comunicar com exatidão com pessoas e grupos, podendo cativá-los dependendo da mensagem que deseja passar.
• Veterinária: Você consegue tratar de ferimentos animais, desde que tenha em mãos os materiais necessários, independentemente da complexidade dos ferimentos.

Os artistas dominam a arte do canto, dança, artesanato ou outras áreas. Artistas são mestres do entretenimento, sendo capazes de se expressar nas mais diversas formas e cativar aqueles que o cercam
Vantagens e coisas ruins:

Qualidades :

Carismático (2 Pontos):
Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.
Visão na Penumbra (1 Ponto):
Você é capaz de enxergar com clareza em ambientes com pouca iluminação. Desde que não seja uma escuridão completa, você consegue distinguir coisas e pessoas com relativa precisão. Mecanicamente, esta qualidade reduz a condição Cego em uma categoria quando a causa do efeito em questão for relacionado a falta ou obstrução de luz.
Visão Aguçada (1 Ponto):
Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)
Olfato Aguçado (1 Ponto):
Você tem capacidades olfativas que são capazes de rivalizar com um cão farejador, sendo capaz de distinguir aromas e cheiros com clareza e precisão mesmo em médias distâncias. (Metade do custo para Minks e cegos)
Renome(1 Ponto):
Você é conhecido localmente de forma positiva, seja por um feito ou sua origem, não importa se você é filho de um herói lendário ou ajudou a capturar uma gangue de criminosos locais. As pessoas tendem a confiar facilmente em você, além de lhe tratarem bem e respeitarem enquanto seu comportamento for coerente.
Blade é bem conhecido pelos lugares aonde passa, pelos seus truques e pela sua fama de gente boa.
Impassível (1 Ponto):
Você é uma pessoa calma que não tem o seu humor alterado por ameaças, provocações ou acontecimentos drásticos, sua razão sempre consegue dominar a sua emoção e você sempre é capaz de tomar as suas decisões com clareza. Isso não significa que você não possa sentir raiva ou outros sentimentos extremos, apenas consegue ter um controle maestral sobre os mesmos.
Qualidades de Raça:
Garras e presas: Minks caninos possuem presas e garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Alpha (Machos): Você naturalmente se destaca como um líder dentro do seu círculo de amigos. Não quer dizer que você seja um líder nato, mas aqueles que confiam em você sentem quase que uma aura de liderança vinda de você. Infelizmente, devido a sua natureza, quando outro Mink Canino (especialmente de outra “raça”) entra no seu círculo de amigos vocês têm a tendência a ter uma pequena rivalidade saudável nos primeiros momentos.

Electro: Minks tem a capacidade de produzir choques elétricos a partir de seu corpo, de forma não contínua e por meio de liberação única. Os Minks não são capazes de manipular essa eletricidade, apenas gerá-la e transferi-la para outro corpo através de contato direto. O Electro pode ser utilizado uma vez por página e não gera nenhum bônus de atributo, apenas narrativo.

Idioma Silvestre: Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Defeitos:

Extravagante (1 Ponto):
Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.
Apegado (2 Pontos):
Você ama algo ou alguém, não medindo esforços para proteger e recuperar o alvo de seu apego emocional. Perder algo que ama é uma experiência traumática que pode deixar sequelas.
Blade ama seus companheiros e amigos de verdade, sejam eles membros da sua tripulação ou um pet
Intolerância Racial (2 Pontos):

Blade tem ódio e repulsa contra minks felinos, também desgosta dos animais que lembram ele dos mesmos, um preconceito antigo de Blade
Leal(2 Pontos):
Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.

Blade é leal ao seu bando e ao seu capitão
Defeitos de Raça:
Preconceito: Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico: Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensíveis ao calor: Devido a sua pelagem, os Minks são mais suscetíveis a sofrer efeitos adversos relacionados ao calor e altas temperaturas.

Forma Sulong: Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Histórico:
Nome: Blade
Posts: 8
Ganhos:
Perdas:
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:

_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Trono1
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune




Cabras da Peste

Vol 03 - Velozes e Furiosos - Desafios Marítimo


Dia 03 ||Reino Sobert - South Blue || Clima: Frio ||
N° de Postagens do Narrador: 08



Blade


Blade continuava focado em sua inimiga, esperando alguma atitude da sua oponente. Essa por sua vez se mantinha irredutível, finalizando aquela espécie de primeiros socorros que realizou, parando o sangramento das perfurações dos dois disparados em seu corpo. Em meio aquela situação, Blade dava a brecha necessária para que um dos homens que estavam no navio – o primeiro que foi lançado por Deep no mar – chegasse pelas suas costas.

Ainda submerso o antagonista enfiou a adaga que estava em mãos na região do glúteo do canino, usando toda sua força para rasgar toda a região, abrindo seu glúteo esquerdo e todo o posterior da sua coxa. Não parando por aí, fincou a adaga no tendão de aquiles do lobo, seguindo seu caminho em direção ao píer, sendo puxado pela mulher. Por fim, a situação de Blade era grave, diferente dos outros danos recebidos ao longo da jornada, aquele se mostrava realmente grave. O sangue manchava o mar azul de vermelho, a dor era agoniante, assim como a redução visível em sua mobilidade. Para piorar, a mulher aparecia com um caixote em mãos, lançando na direção do lobo.


Deep


O lamento tinha se tornado uma arena de combate, Deep enfrentava seus antagonistas em meio a descoberta de um novo poder, algo ligado ao seu hábitat natural. Aquele trio era forte, entretanto, aos poucos o homem-peixe minava a força do pequeno grupo, lançando um deles que até momentos atrás, parecia estar desacordado, porém, o assobio indicava claramente a sua consciência.

Lua tinha dado o seu suspiro final, não dava para ver ao certo se ela estava com vida ou não, seria necessário tratamento médico para a cadela, que enfrentou o trio arduamente. A ideia do Titã era clara, usar a habilidade como um Karateca, que já proporciona um certo domínio do vasto elemento ao seu redor, unindo-o com a nova descoberta. O convés tinha seu próprio método de evacuação, afinal, um navio sem isso seria preenchido pela água com facilidade. Puxou o que restou do líquido para sua mão, dando uma forma esférica e em seguida usando a força retida em seus músculos, para lançar na direção de um dos irmãos. Este não teve nem sequer reação, recebeu a bola com toda força em seus peitos ui e foi lançado alguns metros para trás, caindo por fim no mar.

O último irmão em pé puxou duas adagas do interior da sua bota, a primeira ele lançou em direção ao mar, estranho não? A outra ele manteve em mãos, observando a investida do homem-peixe em sua direção. O primeiro movimento foi esquivado com sucesso, o gancho passava raspando em sua face e em seus olhos era possível ver a surpresa, mas o antagonista não parou por aí. Como se estivesse dançando, moveu-se ao redor do tritão, desferindo cortes em seu corpo, alguns eram segurados pelas escamas espessas da criatura, porém, outros acabavam por atingir os pequenos espaços entre uma escama e outra, causando ferimentos leves.

O baiacu não ficou parado, por mais que fosse atacado, continuava forçando sua investida, esperando uma única brecha para lançar seu oponente no mar. A abertura não demorou de aparecer, em um momento de descuido ou cansaço por parte do oponente, sua velocidade e ritmo diminuíram, naquele momento ele foi acertado por um gancho que carregava grande parte da força do tritão, jogando-o no mar. Agora que os três estavam no hábitat do homem-peixe, rapidamente ele mergulhou, buscando abraçar os homens. Todavia, ele notou a presença de apenas dois, um estava segurando o último lançado ao mar, tentando nadar para longe dali, de volta à terra firme.

Deep não permitiu, levou a dupla para o fundo do mar. Tirando suas vidas de uma das maneiras mais cruéis possíveis, vencendo a sua primeira batalha no território de Sobert. Por fim, ele continuou no mar, se procurasse o terceiro veria que o mesmo estava atacando o seu companheiro canino.


Subaé


Subaé ficava surpreso com o fato de Bil lançar flechas pelos seus próprios dedos, realmente, era uma habilidade estranha. De qualquer forma, o ataque vinha em sua direção e ele saltou, afastando do ataque e do careca que vinham na direção do pirata. Usando de toda sua habilidade marcial, pegou uma das flechas após desferir um chute, mantendo a arma em sua mão enquanto continuava a desviar dos golpes do seu oponente.

Pelo jeito Subaé estava acostumado com a população curiosa de Petra, ao cogitar usar moradores como escudo, notou que o público estava dentro dos estabelecimentos e casas e diferente do deserto, poucas barracas estavam espalhadas por ali, a mais perto estava próximo ao mendigo, metros atrás. O pirata buscou pelo seu oponente a curta distância, tentando acertar um gancho em seu oponente, que foi facilmente desviado pelo homem dotado de alto reflexo, porém, nem mesmo ele esperava uma ação tão chula, típica de um homem como Subaé. O arroto em sua face o atordoou, aquele hálito quente e fedorento por alguns segundos desestabilizou completamente os seus sentidos. O pirata poderia ter acabado com seu inimigo ali mesmo, porém, ao olhar o mudinho apontando seu dedo em sua direção, agarrou o homem à sua frente e usou como um escudo. Aquele foi seu erro, era notável que ambos os homens atuavam a muito tempo juntos, talvez fossem próximos ou até mesmo fizessem parte de um mesmo grupo. O oponente em suas mãos estava ferido, isso é claro, o dano era grave em um ponto que certamente o levaria a morte – FODA-SE! – Gritou o careca, cuspindo o sangue que se acumulou rapidamente em sua boca em seguida nos olhos do bode, deixando sua visão prejudicada.

A visão da cabra ficava completamente vermelha e repleta por empecilhos, contudo, ele sentia no corpo do homem sem vida que carregava, o impacto das flechas o acertando. Ele investiu assim mesmo, porém, percebeu que as flechas cessavam e o som metálico invadia seus ouvidos, semelhante ao som que ouviu no interior da farmácia momentos atrás. Mas era diferente, um “tic” foi ouvido e em seguida uma explosão aconteceu, lançando o bode alguns metros atrás. Para sua sorte, o corpo do homem tinha servido realmente como um escudo, já que o pirata sentia apenas algumas dores em suas costas, o lugar que recebeu o impacto do seu contato contra o solo.

No momento em que recobrava sua visão, notou que três granadas metálicas estavam vindo em sua direção. A primeira delas liberava uma densa fumaça cinza e as outras duas não dava para ver se era fumaça ou algo explosivo como a de agora pouco. O que o pirata faria? Fugiria? Tentaria um plano mirabolante? Atrás da cortina de fumaça que se formava rapidamente, ele percebia que a presença de Bil ia sumindo com o aumento da cortina que se formava. O homem estava preparando algo? Ou será que aproveitaria aquela oportunidade para fugir dali?



Histórico Geral:


Blade:
Número de POST: 08

    Ganhos
  1. Nada

  2. Perdas
  3. Dignidade


Ferimentos

  1. Hematomas pelo Corpo 03/05
  2. Dor no Maxilar - 02/03
  3. Corte Extremamente Grave - Glúteo > Bíceps Femoral até a parte detrás do Joelho - 00/15 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  4. Rompimento do Tendão de Aquiles - 00/10 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]


Situação Narrativa: Bastante ferido, com fortes dores nas regiões atingidas. Mobilidade reduzida até ser totalmente curado, principalmente na região do tendão: dificuldade em movimentos que necessitem de impulsão e giros.

Cornélia:
Número de POST: 04

    Ganhos
  1. Nada

  2. Perdas
  3. Dignidade



Deep:
Número de POST: 08

    Ganhos
  1. Suprimentos para Viagem - POST 03

  2. Perdas
  3. Pochete com todos os Projetos e guloseimas - POST 04


Ferimentos

    Cortes Leves pelo Tronco - 00/03

Levi:
Número de POST: 05

    Ganhos
  1. 05 Medicamentos a base de cafeína - POST 02
  2. 05 Medicamentos Anti Inflamatório - POST 02

  3. Perdas
  4. 150.000 B$ - POST 02

Doença Degenerativa: 03/10


Subaé:
Número de POST: 08

    Ganhos
  1. Livro de Armadilhas - POST 03
  2. Livro de Geografia - POST 03
  3. 02 Cantil Metálicos - POST 03
  4. 02 B$ - POST 03

  5. Perdas Dignidade


Dinheiro Atual: 3.645.000 B$
Dependência: 07/15
Doença Degenerativa: 07/10
Ferimentos:

    Corte no Supercílio Direito - 02/04
    Dor na região das Costas - 00/02



Legendas:
NPC's Específicos
Subas Júnior

NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores de Petra | Civis em Geral
Caçadores de Recompensa

Aparência
Homem de Cabelo longo e Amarelo
Mulher Loira
Homem magro
Homem de Chapéu




Última edição por Formiga em Qua Out 27, 2021 8:14 pm, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : O POST estava duplicado)

_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 EBEAdF4X4AYyK13
Jupges
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Dz4yuJf
Créditos : 00
Blade
Lobão
Sem visão de ações disponíveis, com uma dor filha da puta de uma facada, o canino se via em uma situação de desespero, levantando os braços para tentar pelo menos pegar o caixote jogado em sua direção, tentando minimizar os danos que seriam sofridos logo em seguida.

Caso conseguisse pegar o caixote Blade apenas soltaria ele.

Blade então totalmente desesperado, descarregaria sua arma e jogaria ela nos pés de sua oponente. Lentamente devido a sua perna, se aproximaria dela gritando, -Eu me rendo! Eu me rendo!

Ao chegar na costa Blade cruzaria seus dedos atrás de sua cabeça e tentaria subir, se ajoelhando e sentindo a pior dor que um dia já havia sentido. Esperando que sua inimiga tivesse piedade, e senso moral para não matar um inimigo indefeso que estava se entregando.

Blade com lágrimas nos olhos devido a dor que sentia diria, -Só me leva preso, vai ser menos doloroso, sua frase se seguiria de um grito de dor. E então direcionaria suas palavras para o homem que havia lhe dado uma facada, -E você é um covarde filho de uma puta! Não conseguia me enfrentar e me atacou pelas costas?






objetivos:

-Ir pro farol
-Tentar não morrer no processo

Atributos, qualidades e perícias:
Hp:10440
Sta:300

Força: 400
Destreza:1181
Acerto:521
Reflexo:498
Constituição:60

perícias:
• Adestramento: Você é capaz de ensinar um animal domado a executar diversas tarefas, como, por exemplo, servir de montaria, servir de animal de carga, atacar, caçar e executar diversas outras funções.
• Doma: Você é capaz de domesticar ou tornar mansa uma criatura selvagem, fazendo com que ela deixe de ser hostil contra você ou seu grupo momentaneamente.
• Ilusionismo: Você é capaz de realizar truques e enganar uma plateia. Podem ser coisas simples, como fazer uma moeda surgir ‘‘do nada’’ em sua mão até truques complexos com fumaça e espelhos.
• Discurso: Você domina a arte das palavras, sendo capaz de expressar suas ideias, vontades, sentimentos e objetivos com precisão. Com sua dicção e articulação é capaz de se comunicar com exatidão com pessoas e grupos, podendo cativá-los dependendo da mensagem que deseja passar.
• Veterinária: Você consegue tratar de ferimentos animais, desde que tenha em mãos os materiais necessários, independentemente da complexidade dos ferimentos.

Os artistas dominam a arte do canto, dança, artesanato ou outras áreas. Artistas são mestres do entretenimento, sendo capazes de se expressar nas mais diversas formas e cativar aqueles que o cercam
Vantagens e coisas ruins:

Qualidades :

Carismático (2 Pontos):
Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.
Visão na Penumbra (1 Ponto):
Você é capaz de enxergar com clareza em ambientes com pouca iluminação. Desde que não seja uma escuridão completa, você consegue distinguir coisas e pessoas com relativa precisão. Mecanicamente, esta qualidade reduz a condição Cego em uma categoria quando a causa do efeito em questão for relacionado a falta ou obstrução de luz.
Visão Aguçada (1 Ponto):
Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)
Olfato Aguçado (1 Ponto):
Você tem capacidades olfativas que são capazes de rivalizar com um cão farejador, sendo capaz de distinguir aromas e cheiros com clareza e precisão mesmo em médias distâncias. (Metade do custo para Minks e cegos)
Renome(1 Ponto):
Você é conhecido localmente de forma positiva, seja por um feito ou sua origem, não importa se você é filho de um herói lendário ou ajudou a capturar uma gangue de criminosos locais. As pessoas tendem a confiar facilmente em você, além de lhe tratarem bem e respeitarem enquanto seu comportamento for coerente.
Blade é bem conhecido pelos lugares aonde passa, pelos seus truques e pela sua fama de gente boa.
Impassível (1 Ponto):
Você é uma pessoa calma que não tem o seu humor alterado por ameaças, provocações ou acontecimentos drásticos, sua razão sempre consegue dominar a sua emoção e você sempre é capaz de tomar as suas decisões com clareza. Isso não significa que você não possa sentir raiva ou outros sentimentos extremos, apenas consegue ter um controle maestral sobre os mesmos.
Qualidades de Raça:
Garras e presas: Minks caninos possuem presas e garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Alpha (Machos): Você naturalmente se destaca como um líder dentro do seu círculo de amigos. Não quer dizer que você seja um líder nato, mas aqueles que confiam em você sentem quase que uma aura de liderança vinda de você. Infelizmente, devido a sua natureza, quando outro Mink Canino (especialmente de outra “raça”) entra no seu círculo de amigos vocês têm a tendência a ter uma pequena rivalidade saudável nos primeiros momentos.

Electro: Minks tem a capacidade de produzir choques elétricos a partir de seu corpo, de forma não contínua e por meio de liberação única. Os Minks não são capazes de manipular essa eletricidade, apenas gerá-la e transferi-la para outro corpo através de contato direto. O Electro pode ser utilizado uma vez por página e não gera nenhum bônus de atributo, apenas narrativo.

Idioma Silvestre: Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Defeitos:

Extravagante (1 Ponto):
Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.
Apegado (2 Pontos):
Você ama algo ou alguém, não medindo esforços para proteger e recuperar o alvo de seu apego emocional. Perder algo que ama é uma experiência traumática que pode deixar sequelas.
Blade ama seus companheiros e amigos de verdade, sejam eles membros da sua tripulação ou um pet
Intolerância Racial (2 Pontos):

Blade tem ódio e repulsa contra minks felinos, também desgosta dos animais que lembram ele dos mesmos, um preconceito antigo de Blade
Leal(2 Pontos):
Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.

Blade é leal ao seu bando e ao seu capitão
Defeitos de Raça:
Preconceito: Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico: Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensíveis ao calor: Devido a sua pelagem, os Minks são mais suscetíveis a sofrer efeitos adversos relacionados ao calor e altas temperaturas.

Forma Sulong: Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Histórico:
Nome: Blade
Posts: 9
Ganhos:
Perdas: Sniper, adaga e revolver
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:

_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Trono1
Deep
Ver perfil do usuário
Imagem : Deep Scaleback
Créditos : 07
DeepNovato
https://www.allbluerpg.com/t341-deep-scaleback#1007 https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033


O ataque final foi bem sucedido, o mar veio a minha mão e o golpe arremessou o primeiro na água e um gancho jogou o segundo, não foi difícil matar os dois dentro da água, uma rápida olhada ao meu redor me permitia ver o terceiro esfaqueando o que me parecia ser o Blade, o que diabos esse puto faz na água? Não sei, mas era melhor eu chegar logo ou ele acabaria sendo morto pelo cara.

Pegaria as cabeças que havia arrancado dos corpos e nadaria rapidamente para o porto, no qual chegaria me jogando com a força do nado sobre os inimigos, já me inflando para um rolamento, acertando ou errando iria desinflar e me colocar de pé logo antes de jogar as cabeças aos pés dos oponentes.


Tomaria um gole da garrafa de berserker amarrada em minha cintura e diria:

-Vocês atacam o barco do meu bando, surram nosso mascote, quebram nosso mastro, esfaqueiam meus subordinados… Se vocês querem tanto morrer assim… Deveriam ter tentado beber veneno… Seria menos doloroso.

Meus punhos iriam então começar então a emanar energia negra, enquanto meus olhos iriam estar visivelmente vermelhos pela raiva, assim como as veias de minha testa estufadas de sangue. Minha pele se tornando cada vez mais avermelhada enquanto as escamas ficavam cada vez mais arrepiadas e meus músculos inchavam como os de um bombado de academia conforme o efeito de minha berserker se fazia ativo junto de minha técnica Dragonforce chilli.

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 MeaslyUnhappyElver-max-1mb

-Enquanto brigávamos no barco dos cabras eu não podia lutar normalmente pois corria o risco de destruir ele, mas aqui… Eu não me importo nem de destruir toda a ilha para matar vocês… Não ache que será a mesma luta…

Pularia em direção dos inimigos mirando um poderoso soco descendente no oponente mais próximo, colocando toda minha força e peso no ataque buscando esmagar quem eu acertasse ou mesmo sem acertar ninguém, visava que minha força brutalmente aumentada fosse capaz de causar tamanha destruição no chão que atrapalhasse o movimento dos fujões.

Se alguém tentasse me atacar, iria revidar com um golpe descendente do meu punho, tentando empurrar a cabeça do alvo contra seu tórax, para quebrar o pescoço e tentar afundar a cabeça.

Se algum inimigo caísse no chão comigo próximo, puxaria um pouco de água do mar ou da água que ainda estivesse em minha pele, para formar uma esfera em minha mão, a qual jogaria com toda minha força usando meu karatê visando tentar destruir o crânio do alvo como se fosse um tiro de doze, no caso de não ter água disponível, ou não conseguir a reunir, tentaria pisar na cabeça do caído.

Se tentassem entrar dentro de algum local, atravessaria as paredes sem ligar para elas e tentaria agarrar o meu inimigo para então correr atravessa as paredes usando a cabeça do mesmo como aríete, até que a vida escapasse de seu corpo.



Histórico:
Nome: Deep Scaleback
Posts:9
Ganhos:
Perdas:pochete(e conteúdos)
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:


_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 WBoszKt
Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 ADN2FDA
Subaé
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabra da Peste
Créditos : 04
Localização : Nos bares de então
SubaéCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033

9: Chuva!


As três granadas voavam aborrascadamente em minha direção, rodopiavam no ar diminuindo e diminuindo a distância entre nós a cada giro que fazia a fumaça densa e espessa, que exalava de uma delas, se espalhar pelo local.

-Mais granadas? É sério isso? Que porra!! Tu não cansa desses truques não?

A fumaça certamente estava atrapalhando a identificação do local exato que estariam as granadas e do mudinho. Por isso, eu deveria dar um jeito de contornar tal situação. Eu não irei fugir, tampouco irei lutar dentro de seus métodos.

Rolaria no chão algumas vezes desvencilhando meu corpo esquelético para a esquerda pois já não seria possível me esquivar de outra maneira, visto que minha visão estaria prejudicada por conta do gás. Apertaria a lateral do tronco no momento  final da rolagem, quando saltasse na direção da casa mais próxima a fim de alcançar seu teto ou laje.

Lá de cima, provavelmente, a minha visão já não seria mais afetada pelo gás e por isso eu ficaria atento à movimentação do homem-flecha cujo nome eu não lembro, assim como ficaria atento também para esquivar de qualquer projétil que fosse disparado contra mim.

Sem tirar os olhos do campo de batalha, aproveitaria o momento “tranquilo” para enfiar a mão na calça e pegar uma das minhas famosas “bombas-fecais”. Depois de pegar um pouco de coco com a mão esquerda faria o mesmo com a mão direita. Não é como se eu me orgulhasse de usar esse tipo de tática, o que eu gosto mesmo é de socar os filhos da puta, mas se ele quiser jogar bombas, jogarei as minhas também.  

-É hora de jogar sujo!

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 196213

Caso aviste o mudinho fugindo do local eu iniciaria minha perseguição pelos telhados, sem tirar os olhos do desgraçado para não ser surpreendido por mais de suas flechas ou bombas. Saltaria de telhado em telhado até  chegar perto o suficiente para alcançá-lo com um salto ofensivo. Se ele não tentasse fugir, eu saltaria para o telhado da construção ao lado apenas para continuar o meu avanço torneante em prol das flechas e granadas. Manteria distância do homem enquanto ele estivesse a atirar, e, quando abrisse a guarda (nem que seja por meio segundo), eu saltaria em sua direção.

-Tome isso seu amarelo desgraçado!

Assim que  saltasse, apertaria os toletes com as mãos, fazendo-os despedaçar junto do movimento de arremesso que meus braços exerciam para os lados. O resultado disso, uma chuva de merda que se espalharia por todo o perímetro da rua, respingando no chão, nas suas roupas e até mesmo em sua face, a menos que ele a proteja.

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Gintama-monkey-god

Finge que as bananas são pedaços de cocô


Instintivamente, qualquer ser que se preze teria alguma reação imediata para esse meu ataque indolor e eu me aproveitaria deste momento ao máximo. Assim que tocassem o chão, meus pés me impulsionariam para frente em uma corrida frenética até o ponto final.
A pochete de Deep, não importa o que aconteça, eu preciso recuperar o que roubaram de nós, afinal, quem rouba aqui é a gente, não eles!

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 4b65a0f6ef6a2192fd5d3b82532309f8

Esticaria a mão direita em busca da pochete, e ao segurá-la, sem cessar a corrida eu cabecearia o peitoral do homem, cravando meus chifres entre suas costelas se assim fosse possível. Depois me afastaria com três saltos rápidos para trás.

Limparia as mãos nos fundos da calça de retalhos antes de começar a inspeccionar a pochete do baiacu. Perceberia que mesmo com todo meu cuidado, a parte exterior da pochete estaria toda suja de merda - Desculpa peixão, mas é melhor do que perder a bolsa - Enfiaria a mão lá dentro, e ao encontrar as balas-alcoólicas pegaria todas em um punhado -Então isso aqui é o tal tarrasque? Tomara que tire a minha cara… - Enfiaria todos os tarrasques na boca e mastigaria até conseguir engoli-los sem me importar com qualquer efeito colateral que possa vir me acometer. Meu corpo já começa a mostrar sinais de fraqueza, ou seja, eu preciso de álcool e remédios. De preferência nesta ordem.

Se ainda assim o meu oponente ainda estivesse apto para o combate, correria até a espada que a muito foi deixada no chão, só para recuperá-la, A este ponto, é capaz que eu precisasse correr mais um pouco para me desvencilhar de sua saraivada de flechas ou de suas bombas e assim eu faria. sempre esperando o momento em que ele cansasse de atacar, ou que estivesse a buscar algo no bolso - que seja - Avançaria quando a oportunidade surgisse saltando rente ao chão, contra suas pernas. Dando-lhe uma rasteira que provavelmente não acertaria, ainda assim,ao derrapar contra o solo eu brandiria a cimitarra para cortar-lhe a perna, coxa e virilha em um só movimento.    

Caso meus chifres tenham ferido o peitoral do homem a ponto de incapacitá-lo, ou se eu lhe cortei bem cortado, iria até ele e pisaria com força o seu maxilar para ouvi-lo estalar - Já que você é mudo não precisa de um maxilar funcional - Depois de tirar seu sobretudo e o vestir, iria buscar em seus bolsos por dinheiro, armas, bombas e munições. Guardaria as armas e bombas na pochete, mas os remédios e dinheiro seriam guardados no bolso do meu novo sobretudo.

Se o homem tiver algum cachecol, eu pegaria este também para presenteá-lo ao Blade.
-O coitado deve estar super entediado ao cuidar do lamento, mas com certeza vai gostar deste presentinho já que perdeu o lenço antigo. - Diria conversando comigo mesmo ao enrolar o cachecol em meu próprio braço enquanto o sujaria sem querer com os resquícios de merda que ainda estavam presos nos pelos de minha mão.

Vasculharia o corpo de seu companheiro, se que que sobrou algum corpo, repetindo o processo citado acima.

Se encontrasse remédios canábicos em algum dos corpos, guardaria os mesmos no frasco em meu bolso, mas se não encontrasse nenhum iria até a farmácia para procurar pelos mesmos. Ao encontrá-los, guardaria como citei acima e depois de mastigar um dos compirimigos, voltaria calmamente para o porto.


info.:
Histórico:
Página: 2
Posts: 9

Inventário & Armas:


- Caneleira de Taekwondo
- Espada de Petra Yuni

- Chapéu de cangaceiro
- Bussoleta da Peste
- Livros (Condução / Navegação / Astronomia / História dos Mares)
- Frasco de Remédios (vazio)


3.645.000 ฿S


Ganhos e Perdas:

Ganhos:
Livro de Armadilhas - POST 03
Livro de Geografia - POST 03
02 Cantil Metálicos - POST 03



Perdas:

NPC´s:


Combate::

Corte no Supercílio Direito - 02/04
Dor na região das Costas - 01/02







Proficiências:
- Acrobacia
-Ameaça
-Atletismo
-Briga
-Lábia
-Condução
-Navegação
-Astronomia

Qualidades:
-Carismático
-Prodígio
-Talentoso
-Destemido
-Electro
-Idioma silvestre
-Chifres curvos
-Cabeça dura

Defeitos:
-Doença degenerativa
-Sadista
-Cabeça quente
-Dependente (15 posts)
-Extravagante
-Apegado (ao chapéu)
-Feio
-Preconceito
-Atípico
-Sensível ao calor
-Forma sulong.


-Chegar em Sorbet e reabastecer o brigue
-Pegar remédios
-Pegar 2 cantis com alça
-Chegar em Baterilla
-Partir para a Grande Rota
-Chegar no Farol

-Aprender proficiência: História
-Aprender proficiência: Criptografia
-Aprender proficiência: Armadilhas

-continuar a desenvolver liderança

15.760/15.760280/4002/107/15

_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Sign_b10

"Deus me fez um cara fraco, desdentado e feio
Pele e osso simplesmente, quase sem recheio
Mas se alguém me desafia e bota a mãe no meio
Eu dou porrada à 3x4 e nem me despenteio
Porque eu já tô de saco cheio."




Meus cabritinhos
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune




Cabras da Peste

Vol 03 - Velozes e Furiosos - Desafios Marítimo


Dia 03 ||Reino Sobert - South Blue || Clima: Frio ||
N° de Postagens do Narrador: 09



Blade e Deep


Blade acabava em uma situação trágica, o ferimento era grave o bastante para causar uma dor bem acima da média. Levou suas mãos até o caixote que vinha em sua direção, segurando e notando que o mesmo estava vazio, para sua sorte. Após isso, a única opção que surgiu em sua mente foi a rendição e ele assim fez, jogando sua arma em direção aos seus inimigos e usando o restante de força para subir no píer. Antes mesmo que pudesse ter um entendimento real das ações dos seus inimigos, sentiu a mulher pegando sua mão com fúria – Cachorrinho teimoso! – Gritou segurando o dedo anelar da sua mão direita e fazendo-o tocar no torso da sua mão – Isso é pra você aprender a não fazer besteira! – Ela concluiu seu falatório antes de girar o mesmo dedo e puxar com toda força existente em seu corpo, arrancando o dedo de Blade em um movimento cruel. A dor aumentava em proporções inimagináveis, o sangue escorria pela sua mão e também pelo ferimento em sua perna; aquela junção de danos causaram um ferimento grave, que poderia levá-lo à morte sem o tratamento necessário.

Para piorar toda situação, o Baiacu vinha com força do mar. Inflando assim que saiu dele e acertando Blade pelas costas, acertando também parcialmente a mulher que usava de toda impulsão do seu corpo para se lançar ao lado, já o último dos irmãos, desviou com facilidade. Blade caía alguns centímetros atrás de Deep, o sangue continuava escorrendo dos seus ferimentos e a dor era ainda maior. Já o homem-peixe aparentemente não ligava pro seu aliado, apenas lançava as cabeças dos dois irmãos na direção dos seus inimigos, causando a visível fúria do pequeno homem. Suas veias saltaram do corpo, não era apenas Deep que parecia estar se transformando, seus olhos ficaram ligeiramente vermelhos, pelo aumento da pressão sanguínea em seus globos oculares.

A mulher ficava de pé, era notável para o tritão que o esforço realizado para desviar do ataque e os danos causados anteriormente por Blade, começavam a definitivamente atrapalhar a sua mobilidade. O homem-peixe investiu com um golpe pesado, sendo buffado pela sua criação única – Merda! – Gritou a mulher bloqueando o golpe do homem, vendo seus pés entrarem no solo de concreto recém construído – Você precisa avisar ao Santoro que seus irmãos morreram! – Bradou em vão, o pequeno homem investiu contra o pirata com velocidade. Ela era forte, mas o estado atual do tritão se mostrava superior, seus joelhos cederam e ela foi ao solo com ferocidade.

Enquanto Deep acumulava a água em sua mão e momentos antes de lançar, o pequeno homem surgiu próximo ao braço do mesmo, chutando-o para cima e fazendo aquele “disparo” ser direcionado para cima. Uma sequência de golpes rápidos foram disparados pelo homem, que estava tomado pela raiva, que exalava dos seus olhos. A trocação de golpes começou, enquanto o tritão direcionava alguns golpes, o homem desviava com maestria e aplicava golpes que se mostravam ineficazes ao estado transformado do Baiacu. A mulher sangrava pela boca, assim como pelo buraco do rito em sua voz e ombro, por conta da força que teve que fazer momentos atrás.

Em um súbito movimento, o homem desferiu um soco na barriga do tritão, forte o bastante para desequilibrá-lo e jogar alguns centímetros para trás. Algo visível acontecia após aquele impacto, a mão utilizada estava sangrando e os ossos quebrados – ARRRGH! – Liberou a dor que sentiu e não parou, avançando na direção do homem-peixe utilizando uma sequência de chutes, que visava acertar a face do pirata. A mulher por outro lado, conseguia levantar com dificuldade, usando algumas caixas vazias como apoio. Ela fechou seus punhos e partiu na direção do tritão e seu aliado, sua movimentação não era das melhores, na verdade, beirava ser digna de pena. Sua intenção? Atingir o tritão com um soco pesado, usando de toda sua força.


Subaé


Subaé vinha tendo êxito em sua batalha, o primeiro inimigo tinha sido morto em um movimento inteligente, restava apenas o tal do Bil. O Pirata rapidamente buscou se desvencilhar do corpo sem vida, saindo da linha de ação dos ataques direcionados pelo antagonista, conseguindo por sua vez esquivar dos projetos lançados pelo homem. A fumaça aumentava em proporções alarmantes, o protagonista rapidamente entendeu que do chão estaria em total desvantagem, buscando usar suas habilidades com acrobacias e atletismo, para escalar os estabelecimentos que estavam ao redor, escolhendo um deles antes de iniciar sua investida.

No telhado ele tinha uma visão melhor de toda situação, realizando uma ação que provavelmente se tornaria uma marca registrada: “Subaé, o cagão”. Não, não estou falando que ele se borrou de medo, mas sim o sentido literal da palavra. Com as – nomeadas pelo próprio – bombas-fecais em mãos, observava a movimentação de Bil, que abria distância em uma velocidade considerável. O pirata não o deixaria escapar de tal maneira, partiu correndo e saltando por cima dos estabelecimentos, iniciando uma perseguição ao seu antagonista.

A estratégia do pirata não era nada convencional, entretanto, ele não contava com uma coisa: o auxílio da população. No momento em que saltou na direção de Bil, o mesmo se viu por milésimos em uma situação extremamente ruim, entretanto, o abrir da porta da pequena loja de roupas, foi a salvação do homem. Este último saltou para o interior do estabelecimento, onde contava com um trio de mulheres e duas crianças. Em uma rápida tomada de decisões, ele investiu para fora da loja, vendo que o Bode partia em sua direção com velocidade. Para a infelicidade do nosso querido pirata, o ponto principal da sua estratégia havia sido quebrado, já que a brecha que seria criada, foi levada pelo vento. A merda estava espalhada pelo lugar e o odor fétido invadia as narinas dos presentes – ANANAHN! – Gritou o mudo fechando seus punhos com força, investindo contra o Bode com velocidade.

Subaé esticava as mãos e tentava cravar seus chifres no peito do homem, entretanto, algo completamente inesperado surpreendia o pirata. No momento em que finalizou seu avanço, sentiu seu corpo girar e percebeu a presença das mãos de Bil em seu braço e chifre. O homem tinha usado uma técnica estranha, usando a força do capitão contra ele mesmo, lançando-o para longe em um movimento simples e com graciosidade. O homem se colocou em posição de batalha, suas mãos estavam espalmadas alguns centímetros à sua frente e seus joelhos flexionados. A perna esquerda estava levemente à frente da direita e algo estava claro para o capitão: a respiração do homem estava irregular. Talvez ofegante ou uma doença? Não estava claro.

O homem permaneceu parado, aguardando as movimentações futuras do capitão. Sua feição era de um animal raivoso, e o suor escorria pelo seu rosto. A situação estava relativamente boa para o Bode, excluindo a sua própria doença, que certamente poderia ser sentida de maneira mais intensa. E pior ainda, será que outros companheiros de Bil não estavam a caminho? Ou ele era o único que continuaria enfrentando o caprino?



Histórico Geral:


Blade:
Número de POST: 09

    Ganhos
  1. Nada

  2. Perdas
  3. Dignidade


Ferimentos

  1. Hematomas pelo Corpo 03/05
  2. Dor no Maxilar - 02/03
  3. Corte Extremamente Grave - Glúteo > Bíceps Femoral até a parte detrás do Joelho - 00/15 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  4. Rompimento do Tendão de Aquiles - 00/10 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  5. Dedo anelar Decepado - 00/12 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]


Situação Narrativa: Bastante ferido, com fortes dores nas regiões atingidas. Mobilidade reduzida até ser totalmente curado, principalmente na região do tendão: dificuldade em movimentos que necessitem de impulsão e giros.

EXTREMAMENTE FERIDO (20%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que foram capazes de causar danos extremos e graves.

Cornélia:
Número de POST: 04

    Ganhos
  1. Nada

  2. Perdas
  3. Dignidade



Deep:
Número de POST: 09

    Ganhos
  1. Suprimentos para Viagem - POST 03

  2. Perdas
  3. Pochete com todos os Projetos e guloseimas - POST 04


Ferimentos

    Cortes Leves pelo Tronco - 00/03

Levi:
Número de POST: 05

    Ganhos
  1. 05 Medicamentos a base de cafeína - POST 02
  2. 05 Medicamentos Anti Inflamatório - POST 02

  3. Perdas
  4. 150.000 B$ - POST 02

Doença Degenerativa: 03/10


Subaé:
Número de POST: 09

    Ganhos
  1. Livro de Armadilhas - POST 03
  2. Livro de Geografia - POST 03
  3. 02 Cantil Metálicos - POST 03
  4. 02 B$ - POST 03

  5. Perdas Dignidade


Dinheiro Atual: 3.645.000 B$
Dependência: 08/15
Doença Degenerativa: 08/10
Ferimentos:

    Corte no Supercílio Direito - 02/04
    Dor na região das Costas - 00/02



Legendas:
NPC's Específicos
Subas Júnior

NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores de Petra | Civis em Geral
Caçadores de Recompensa

Aparência
Homem de Cabelo longo e Amarelo
Mulher Loira
Homem magro
Homem de Chapéu

_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 EBEAdF4X4AYyK13
Deep
Ver perfil do usuário
Imagem : Deep Scaleback
Créditos : 07
DeepNovato
https://www.allbluerpg.com/t341-deep-scaleback#1007 https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033


Ao chegar na superfície, acertava Blade na minha entrada, não que fosse um problema, estava puto com ele por pedir a luta e não a finalizar. Aproveitando a situação, eu tomava um gole de berserker e usava minha técnica para poder esmagar aquela dupla infeliz de inimigos. Soquei a mulher contra o chão e o homem entrou numa trocação de golpes comigo na qual ele conseguiu me empurrar com um soco, mas ele estava visivelmente muito ferido por me bater.

-KUKUKU Ser um merda deve estar no dna da sua família… Seus irmãos lutaram de forma tão patética quanto você…

Diria em tom de chacota, aquela luta era um passeio no parque para mim, aqueles humanos não tinham chance comigo normalmente, com o uso de minhas comidas de batalha já se torna humilhação e com o mar se tornou um aliado ativo… Eles nunca tiveram a mínima chance.

Iria então me jogar sobre a mulher elaborando uma “chuva” de socos contra ela tentando a socar ainda no chão de preferência ou a derrubar e continuar socando contra o chão, iria ignorar o homem se me atacasse, queria socar a mulher até ela virar um amontoado de carne moída na frente do cara, para ele sentir o quão inútil ele era, para sentir o quão errados estavam em sequer se aproximarem daquele porto neste dia.

Se algum inimigo tentasse atacar Blade, mudaria meu foco instantaneamente para ele tentando aproveitar seu foco no lobo para poder esticar meu braço e agarrar o atacante pelo pescoço e apertar com força enquanto o olho nos olhos.

-Ahh, não vai não… Seu merdinha..

Diria, apertando seu pescoço até o esmagar ou ele parar de respirar.

Se eu conseguisse matar a mulher e o cara continuasse a me socar, gargalharia, zombando de seus ataques .

-KUKUKUKU… Você realmente gosta de mandar socos rápidos… Mas do que adianta velocidade sem força? Aqui… Deixe-me te mostrar o que é um soco.

Ergueria meu punho direito preparando ele para um soco com toda a força, então pisaria no pé do meu alvo, tentando me aproveitar de meu braço estar chamando atenção e visando o segurar no lugar para não poder desviar facilmente.

Se em algum momento o homem caísse no chão, ainda vivo, tentaria agarrar e quebrar seus braços e pernas para ser incapaz de nadar, então arremessaria ele no mar, quão longe eu conseguisse, para que ele morresse afogado ou devorado por algum predador que se aproximasse devido ao cheiro de sangue na água.



Histórico:
Nome: Deep Scaleback
Posts:10
Ganhos:
Perdas:pochete(e conteúdos)
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:





_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 WBoszKt
Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 ADN2FDA
Jupges
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Dz4yuJf
Créditos : 00
Blade
Lobão
Mesmo sentindo uma dor infernal por toda a extensão de seu corpo, Blade se recusava a gritar, chorar ou até mesmo se sentir abalado. Blade se rastejava até sua arma e calmamente pegava ela e começava a recarrega-la.

Blade apoiaria uma de suas mãos no chão e faria todo o esforço possível pra levantar, sua vontade era urrar de dor mas o lobo se recusava. Blade se manteria de pé com sua postura perfeita, seu rosto levantado tentando demonstrar superioridade. Abria sua boca uma única vez apenas pra dizer, -Eu te disse que você deveria correr

Blade estava com um olhar muito sereno em sua face, como se estivesse calmo, como se tudo antes não passasse de um teatro e como se ele não sentisse uma dor infernal. Porque para seus inimigos, ele deveria ser sua maior fonte de medo.

Mesmo sentindo uma dor tremenda Blade andaria calmamente em direção a loira, quando visse Deep investindo contra ela apenas ficaria calmo, sem reação. Blade enquanto andava se recusava até mesmo a mancar, por mais que doesse Blade estendia sua perna e andava perfeitamente, como se os seus ferimentos não passassem de arranhões.

Blade em determinado momento pararia quando ficasse perto suficiente, perto suficiente para garantir que teria a mira perfeita de seus inimigos. Blade miraria na loira apenas, mesmo com Deep investindo contra ela, Blade pararia e levantaria sua arma, e miraria contra ela até garantir que seus tiros não acertassem Deep. Quando conseguisse a mira dispararia, enquanto isso dizia pausadamente a cada disparo, -Eu... vou arrancar... cada pedaço do seu corpo

Se algum inimigo investisse contra Blade, o canino não se moveria, apenas esperaria pelo golpe e seguraria ele com suas mãos sangrando, tentando distribuir o impacto por toda a extensão de seu corpo. Blade então diria, -Você é fraco/a. E em seguida dispararia o mais rápido possível contra seu inimigo, mirando o peito de seu inimigo.

Caso fosse a loira a avançar contra Blade, Blade tentaria morder sua mão, e em seguida chacoalharia sua mandíbula com força e puxando, para arrancar a mão de sua inimiga. Caso conseguisse arrancar, Blade cuspiria a mão fora e diria, -Nem acredito que eu permiti um ser tão frágil de tocar em mim.






objetivos:

-Ir pro farol
-Tentar não morrer no processo

Atributos, qualidades e perícias:
Hp:10440
Sta:300

Força: 400
Destreza:1181
Acerto:521
Reflexo:498
Constituição:60

perícias:
• Adestramento: Você é capaz de ensinar um animal domado a executar diversas tarefas, como, por exemplo, servir de montaria, servir de animal de carga, atacar, caçar e executar diversas outras funções.
• Doma: Você é capaz de domesticar ou tornar mansa uma criatura selvagem, fazendo com que ela deixe de ser hostil contra você ou seu grupo momentaneamente.
• Ilusionismo: Você é capaz de realizar truques e enganar uma plateia. Podem ser coisas simples, como fazer uma moeda surgir ‘‘do nada’’ em sua mão até truques complexos com fumaça e espelhos.
• Discurso: Você domina a arte das palavras, sendo capaz de expressar suas ideias, vontades, sentimentos e objetivos com precisão. Com sua dicção e articulação é capaz de se comunicar com exatidão com pessoas e grupos, podendo cativá-los dependendo da mensagem que deseja passar.
• Veterinária: Você consegue tratar de ferimentos animais, desde que tenha em mãos os materiais necessários, independentemente da complexidade dos ferimentos.

Os artistas dominam a arte do canto, dança, artesanato ou outras áreas. Artistas são mestres do entretenimento, sendo capazes de se expressar nas mais diversas formas e cativar aqueles que o cercam
Vantagens e coisas ruins:

Qualidades :

Carismático (2 Pontos):
Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.
Visão na Penumbra (1 Ponto):
Você é capaz de enxergar com clareza em ambientes com pouca iluminação. Desde que não seja uma escuridão completa, você consegue distinguir coisas e pessoas com relativa precisão. Mecanicamente, esta qualidade reduz a condição Cego em uma categoria quando a causa do efeito em questão for relacionado a falta ou obstrução de luz.
Visão Aguçada (1 Ponto):
Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)
Olfato Aguçado (1 Ponto):
Você tem capacidades olfativas que são capazes de rivalizar com um cão farejador, sendo capaz de distinguir aromas e cheiros com clareza e precisão mesmo em médias distâncias. (Metade do custo para Minks e cegos)
Renome(1 Ponto):
Você é conhecido localmente de forma positiva, seja por um feito ou sua origem, não importa se você é filho de um herói lendário ou ajudou a capturar uma gangue de criminosos locais. As pessoas tendem a confiar facilmente em você, além de lhe tratarem bem e respeitarem enquanto seu comportamento for coerente.
Blade é bem conhecido pelos lugares aonde passa, pelos seus truques e pela sua fama de gente boa.
Impassível (1 Ponto):
Você é uma pessoa calma que não tem o seu humor alterado por ameaças, provocações ou acontecimentos drásticos, sua razão sempre consegue dominar a sua emoção e você sempre é capaz de tomar as suas decisões com clareza. Isso não significa que você não possa sentir raiva ou outros sentimentos extremos, apenas consegue ter um controle maestral sobre os mesmos.
Qualidades de Raça:
Garras e presas: Minks caninos possuem presas e garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Alpha (Machos): Você naturalmente se destaca como um líder dentro do seu círculo de amigos. Não quer dizer que você seja um líder nato, mas aqueles que confiam em você sentem quase que uma aura de liderança vinda de você. Infelizmente, devido a sua natureza, quando outro Mink Canino (especialmente de outra “raça”) entra no seu círculo de amigos vocês têm a tendência a ter uma pequena rivalidade saudável nos primeiros momentos.

Electro: Minks tem a capacidade de produzir choques elétricos a partir de seu corpo, de forma não contínua e por meio de liberação única. Os Minks não são capazes de manipular essa eletricidade, apenas gerá-la e transferi-la para outro corpo através de contato direto. O Electro pode ser utilizado uma vez por página e não gera nenhum bônus de atributo, apenas narrativo.

Idioma Silvestre: Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Defeitos:

Extravagante (1 Ponto):
Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.
Apegado (2 Pontos):
Você ama algo ou alguém, não medindo esforços para proteger e recuperar o alvo de seu apego emocional. Perder algo que ama é uma experiência traumática que pode deixar sequelas.
Blade ama seus companheiros e amigos de verdade, sejam eles membros da sua tripulação ou um pet
Intolerância Racial (2 Pontos):

Blade tem ódio e repulsa contra minks felinos, também desgosta dos animais que lembram ele dos mesmos, um preconceito antigo de Blade
Leal(2 Pontos):
Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.

Blade é leal ao seu bando e ao seu capitão
Defeitos de Raça:
Preconceito: Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico: Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensíveis ao calor: Devido a sua pelagem, os Minks são mais suscetíveis a sofrer efeitos adversos relacionados ao calor e altas temperaturas.

Forma Sulong: Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Histórico:
Nome: Blade
Posts: 10
Ganhos:
Perdas: Sniper, adaga e revolver
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:

_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Trono1
Subaé
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabra da Peste
Créditos : 04
Localização : Nos bares de então
SubaéCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033

10: Palavra

A minha felicidade ao ver aquele homem enfurecido, tremendo igual um pequeno cachorro frenético, quase ofuscou a dor que começava a instalar-se cada vez mais em meus pulmões. Já esperava tamanho infortúnio, visto que fui embora de Petra Yuni sem pegar mais alguns remédios com o Josuk Cara de Tábua. Não sei dizer se eu tinha esperanças de encontrar os remédios de forma banal ou se foi mais um de meus atos impensados, talvez sejam as duas coisas - E isso nos trás à essa maldita situação.  

Meu estômago se dobrou e minhas pernas estremeceram quando fui acometido pela primeira crise de tosse. não levei nenhuma das mão até a boca, apenas permaneci torto na mesma posição enquanto o sangue saltava de minha boca em pequenas doses, que, de tosse em tosse salpicaram o chão. Atacar naquele momento seria complicado, mas faria o possível para me esquivar dos possíveis ataques que fossem desencadeados durante a minha desgraça. Saltaria desengonçadamente para o lado apenas para me esquivar, recolheria um punhado de terra,neve, areia ou grama e arremessaria de volta visando acertar o seu rosto.

Ao final da crise, caso ele ainda não tenha me atacado, com um sorriso no rosto
e sem me importar com o sangue que ainda escorria do canto de minha boca, olharia o homem e após fazer uma reverência ao inclinar minha cabeça chifruda estenderia as duas mãos, uma contra a outra, fazendo um sinal de “T”.

-DOIS-AUTOS! - Diria ao mudo. Ele não fala nada, apenas geme e grunhe, mas com certeza consegue escutar e entender o que eu digo. Já que a situação não é das melhores e meu corpo se nega a funcionar da maneira apropriada, é a hora de jogar com a lábia - Ô homi, eu e tu estamos lascados e precisamos tomar nossos respectivos remédios COF COF COF! Lutar assim num vai ser bom pra ninhum dos dois!- Não julguei isso apenas pelo fato dele estar tão ofegante quanto eu, pois me lembro que ele também estava na farmácia quando eu cheguei, e por sinal, estava sendo atendido pelo farmacêutico - Tenho uma proposta procê, vamos tomar as drogas e continuar a luta de onde paramos, porém, recuperados. Pode confiar em mim, sou um pirata asqueroso mas eu tenho palavra!

Uma proposta arriscada. Mais ainda quando lembramos que eu não tenho nem um mísero remédio comigo. Meu plano, entretanto, não presentearia ao mudo a chance de se remediar.Caso ele aceite a proposta, me aproximaria cordialmente do mesmo, fingindo pegar algo em meus bolsos, e, assim que ele pegasse os remédios chutaria a palma de sua mão fazendo os mesmos voarem para longe. Caso os remédios estejam em algum frasco ou caixa, o chute seria direcionado para o objeto. Sem interromper o movimento circular que meu corpo exerce por conta do primeiro chute, continuaria o giro com as penas recolhidas até que minhas mãos tocassem o chão, onde eu poderia me apoiar para exercer com força mais um golpe, Minhas pernas envergadas desdobrariam-se como um coice, enfiando meus cascos no rosto de Bill - Que inocente. Você não devia confiar nas promessas de piratas!

Faria uma cambalhota rasteira para me afastar do caça-recompensas e correria na direção de um dos remédios (ou do pote) caídos no chão, o qual colocaria na boca para engolir sem o auxílio de nenhuma bebida. Se esse era o remédio que eu precisava eu não sei, mas não cheguei até aqui sendo cuidadoso com as minhas ações! Consequência, qualquer coisa traz, e se faz bem ou mal tanto faz.

Mas você me pergunta, “e se ele se desviasse de seu coice?”. Bom, neste caso eu realmente já não sei mais o que fazer. Em uma medida de desespero, avançaria contra a porta que abriram para auxiliar Bill e chutaria a mesma com força para forçar a sua abertura. Entraria no local e puxaria pelos cabelos a pessoa mais fraca e leve que houvesse por lá. Quando algum dos residentes tentasse impedir minha ação eu o fitaria de forma intimidadora, todo meu instinto sacana e assassino estariam revelados em forma de olhar - Eu espero que você entenda bem: mais um passo e tu morre! - Cabecearia seu crânio com toda minha força caso insistisse.

Puxaria o refém pelos cabelos (ou pelo colarinho, caso seja careca) para o meio da rua.
-Seu mudinho desgraçado! Se renda ou eu mato esse amarelo(a)! - Usaria o refém como escudo para me aproximar lentamente do CR, tomando cuidado para conseguir me esquivar de algum possivel ataque - BORA CUZÃO! FICA DE JOELHOS E JOGA  POCHETE E AS ARMAS NO CHÃO!! SE ENROLAR EU MATO ESSE VERME AQUI!! - Se fosse precisso, usaria o refém como escudo para me proteger antes de desvencilhar uma sequencia de chutes velozes na sua guarda aberta por conta do ataque executado.

Assim que me aproximasse o suficiente, golpearia seu maxilar com um chute para talvez desacordá-lo. Após torcer o pescoço de minha vítima, recolheria a pochete, as armas e os remédios. Em seguida voltaria para o porto.


....................................................................................................................................................


-Sai pra lá bacalhau, esse aqui é meu! - Diria se Deep surgisse querendo se meter em minha luta, caso ele insista eu jogaria um toletão nele.


info.:
Histórico:
Página: 2
Posts: 10

Inventário & Armas:


- Caneleira de Taekwondo
- Espada de Petra Yuni

- Chapéu de cangaceiro
- Bussoleta da Peste
- Livros (Condução / Navegação / Astronomia / História dos Mares)
- Frasco de Remédios (vazio)


3.645.000 ฿S


Ganhos e Perdas:

Ganhos:
Livro de Armadilhas - POST 03
Livro de Geografia - POST 03
02 Cantil Metálicos - POST 03



Perdas:

NPC´s:


Combate::

Corte no Supercílio Direito - 02/04
Dor na região das Costas - 01/02







Proficiências:
- Acrobacia
-Ameaça
-Atletismo
-Briga
-Lábia
-Condução
-Navegação
-Astronomia

Qualidades:
-Carismático
-Prodígio
-Talentoso
-Destemido
-Electro
-Idioma silvestre
-Chifres curvos
-Cabeça dura

Defeitos:
-Doença degenerativa
-Sadista
-Cabeça quente
-Dependente (15 posts)
-Extravagante
-Apegado (ao chapéu)
-Feio
-Preconceito
-Atípico
-Sensível ao calor
-Forma sulong.


-Chegar em Sorbet e reabastecer o brigue
-Pegar remédios
-Pegar 2 cantis com alça
-Chegar em Baterilla
-Partir para a Grande Rota
-Chegar no Farol

-Aprender proficiência: História
-Aprender proficiência: Criptografia
-Aprender proficiência: Armadilhas

-continuar a desenvolver liderança

15.760/15.760280/4001/106/15

_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Sign_b10

"Deus me fez um cara fraco, desdentado e feio
Pele e osso simplesmente, quase sem recheio
Mas se alguém me desafia e bota a mãe no meio
Eu dou porrada à 3x4 e nem me despenteio
Porque eu já tô de saco cheio."




Meus cabritinhos
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune




Cabras da Peste

Vol 03 - Velozes e Furiosos - Desafios Marítimo


Dia 03 ||Reino Sobert - South Blue || Clima: Frio ||
N° de Postagens do Narrador: 10



Blade e Deep


A batalha no Porto continuava de maneira feroz, Blade estava gravemente ferido, entretanto, mesmo assim se colocava de pé tendo o esforço necessário para isso. Ele buscava mirar em direção aos seus oponentes e disparar algumas vezes, todavia, ele notava que a força do seu próprio corpo estava se esvaindo, junto com o líquido de coloração rubra que escorria dos seus ferimentos. Talvez ele não tivesse a real noção da sua situação, o choque ou a dor podia estar atrapalhando seus sentidos. Ergueu sua arma usando toda força que restava em seu corpo, ao tentar ficar sua visão, mesmo com suas qualidades nessa área, era notável que a perda de sangue estava influência do em todas as áreas de atuação do seu corpo, já que sua visão estava turva.

Deep continuava a enfrentar a dupla que não estava em boas situações, a mulher já estava ferida e o homem agindo de forma totalmente irracional. O homem-peixe rapidamente voltou sua atenção para mulher, enviando contra ela uma sequência de golpes que certamente ceifará sua vida. A figura feminina teve noção do seu fim, enquanto observava o tritão se lançando em sua direção. Em seus olhos a aceitação era perceptível, ela não tinha forças para continuar o embate, Blade antes de cair no mar, havia feito um bom trabalho ao enfrentá-la. Suas ações não foram voltadas ao tritão, no curto espaço de tempo até a saraivada de socos chegar até sua pessoa, a mulher estendeu seu braço, deixando sua mão aberta, fazendo um sinal de “pare”. Talvez Deep não entendesse o significado daquela ação, entretanto, o homem em fúria que partia em sua direção entendeu. No momento em que as lágrimas escorriam pelos olhos da mulher, ele voltou a si e percebeu o estado que a situação tinha chegado.

A mulher tentou, mas não consegui falar. O primeiro soco do tritão acertou a palma da sua mão, a força foi forte o bastante para deslocar o ombro e quebrar o osso do antebraço da garota; o segundo acertou sua face, amassando a lateral esquerda do seu rosto e fazendo o sangue esguichar pelo seu olho; o restante dos golpes acertaram em cheio toda extensão do corpo da mulher. A cada golpe conectado a vida da mulher saia do seu corpo e o tritão não parou, continuou sua sequência de golpes sem fim. Enquanto o homem-peixe atacava, duas coisas notáveis aconteceram naquele espaço de tempo: a primeira vinha de Blade, que disparou algumas vezes, acertando o que sobrava da mulher e atingindo o seu aliado no braço, os outros foram espalhados por locais diferentes, dadas as circunstâncias graves do atirador. O segundo veio do último dos trigêmeos, o pequeno homem correu com velocidade para longe dali.

No fim das contas a vitória momentânea era declarada, a mulher estava morta e do seu corpo só o bagaço. Já Blade sofria com as cores intensas e a perda de sangue se agravou, era necessário um tratamento com urgência, já que a situação para o lobo não era nada boa.


Subaé


Subaé estava aos poucos tendo uma vantagem em batalha, a surpresa foi a carta na manga usada por Bill, que aproveitou dessa ação para lançar a cabra longe em um movimento que utilizava da força do seu oponente. O Caçador sabia que aquilo não aconteceria duas vezes, assim como o pirata, ele sofria com uma doença crônica e fita como incurável. O sangue escorreu pelo canto da sua boca e pelos seus ouvidos, o homem levou a mão a sua boca e percebeu o líquido rubro escorrendo. Por mais que quisesse, a luta não podia continuar, Bill não era um suicida e muito menos parecia querer morrer naquele momento.

Escutou as palavras do pirata e arqueou uma das duas sobrancelhas, acenou em concordância com a proposta oferecida por ele, porém, ao ver a figura caprina andar em sua direção, seu sexto sentido alarmou como um apito em sua cabeça. O homem saltou para trás, usando toda sua força para abrir uma distância razoável entre eles, apontou seu dedo como uma pistola na direção do pirata, mas, nenhuma flecha foi disparada, o que surpreendeu o próprio caçador. Bill tossiu algumas vezes e o sangue voou da sua boca, suas pernas perderam as forças e ele caiu de joelho no chão, colocando ambas as mãos no solo e tossindo com força, liberando uma quantidade assustadora de sangue. Talvez essa fosse a oportunidade que Subaé precisava para acabar com aquele embate, mas, algo surpreendente aconteceu.

As portas dos estabelecimentos se abriram e as pessoas saíram com ferocidade, elas carregavam vassouras, pedaços de pau, mesas, facas de cortar pão, garfos e outros itens do cotidiano – VOCÊ NÃO VAI ATACAR MAIS O SENHOR BILL! – Disse uma mulher aparentando ser idosa, de cabelos grisalhos e usando uma saia longa – SAIA DAQUI! SAIA DA NOSSA CIDADE! – Gritou a mulher sendo seguida pelo restante da população, que avançava devagar contra o pirata, ameaçando da forma que podiam. Era como se estivessem “afastando” um cachorro de rua, porém, era visível que eles enfrentariam o pirata da melhor maneira que pudessem – CHAMEM O KIKANO, ALGUÉM CHAME ELE TAMBÉM! – Disse um outro homem.

O pirata enfrentaria a população decidida a proteger Bill? Voltaria para farmácia em busca dos medicamentos? Voltaria a sua embarcação em busca dos seus aliados? A única coisa certa era que os sintomas da sua doença aumentavam gradativamente.



Histórico Geral:


Blade:
Número de POST: 10

    Ganhos
  1. Nada

  2. Perdas
  3. Dignidade


Ferimentos

  1. Hematomas pelo Corpo 04/05
  2. Dor no Maxilar - 03/03
  3. Corte Extremamente Grave - Glúteo > Bíceps Femoral até a parte detrás do Joelho - 00/15 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  4. Rompimento do Tendão de Aquiles - 00/10 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  5. Dedo anelar Decepado - 00/12 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]


Situação Narrativa: Bastante ferido, com fortes dores nas regiões atingidas. Mobilidade reduzida até ser totalmente curado, principalmente na região do tendão: dificuldade em movimentos que necessitem de impulsão e giros.

EXTREMAMENTE FERIDO (20%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que foram capazes de causar danos extremos e graves.


Deep:
Número de POST: 10

    Ganhos
  1. Suprimentos para Viagem - POST 03

  2. Perdas
  3. Pochete com todos os Projetos e guloseimas - POST 04


Ferimentos

    Cortes Leves pelo Tronco - 01/03
    Ferimento a Bala no Antebraço Esquerdo - 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]


Subaé:
Número de POST: 10

    Ganhos
  1. Livro de Armadilhas - POST 03
  2. Livro de Geografia - POST 03
  3. 02 Cantil Metálicos - POST 03
  4. 02 B$ - POST 03

  5. Perdas Dignidade


Dinheiro Atual: 3.645.000 B$
Dependência: 09/15
Doença Degenerativa: 09/10
Ferimentos:

    Corte no Supercílio Direito - 04/04
    Dor na região das Costas - 01/02



Legendas:
NPC's Específicos
Subas Júnior

NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores de Petra | Civis em Geral
Caçadores de Recompensa

Aparência
Homem de Cabelo longo e Amarelo
Mulher Loira
Homem magro
Homem de Chapéu



_________________

Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cabras da Peste, vol 3- Velozes e furiosos: Desafio marítimo - Página 5 EBEAdF4X4AYyK13