Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 3 de 3 Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Cap. 1 - Renascimento - Página 3 XqxMi0y
Créditos : 30
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Cap. 1 - Renascimento Ter Set 21, 2021 3:54 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Cap. 1 - Renascimento

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Harvey Abgnalle. A qual não possui narrador definido.

_________________

Cap. 1 - Renascimento - Página 3 J09J2lK

Koji
Ver perfil do usuário
Imagem : Cap. 1 - Renascimento - Página 3 HKNMPj9
Créditos : 28
Localização : Sirarossa
KojiNarrador
https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t786-cap-1-renascimento
Re: Cap. 1 - Renascimento Sex Nov 12, 2021 6:46 pm






Capítulo 1
Renascimento



"Parece que o Viking não é muito popular." o pensamento inaugurava aquele novo cenário altamente improvável que se desenvolvia em frente dos meus olhos. Percebendo, também, a dupla vindo por trás nas escadas, não possuía mais tempo para perder. Em um ímpeto, colocava minha mente para maquinar possíveis ações e resultados, até que chegasse em um plano de ação satisfatório. O relógio imaterial ticava e me colocava mais pressão a cada milésimo de segundo que eu perdia, me fazendo sentir a perda de controle do meu próprio corpo muito próxima.

"Talvez se eu fizer os dois grupos lutarem entre si e diminuir os próprios números..." matutava o início de uma ideia, que logo era derrubada por outro pensamento. "As chances de se virarem contra mim também são muito grandes, mesmo se eu limitar a visão deles com a granada de fumaça." minha inquietação vinha a parar quando, não muito após, conseguia esquemetizar uma entrada naquela sala, sabendo da vantagem de posição e visão do velho que matara o capanga.

"Se eu tirar a vantagem da visão dele consigo entrar sem ser notado e ainda posso articular um ataque surpresa." pensava, não esperando muito para colocar meu plano em ação. Esperava que pudesse acabar com eles rapidamente e terminar com tudo antes dos dois misteriosos saírem pela escada. Portanto, pegaria imediatamente a Red Canids em mão, segurando a outra para depois. Com essa, faria uma espécie de espelho retrovisor para identificar precisamente a posição do rapaz que arrombava a porta, por estar mais distraído.

Tendo o posicionamento do mesmo, não demoraria um segundo sequer para pegar minha granada de fumaça e ativá-la. Seguraria-a em mãos por alguns instantes para que ela só estourasse no exato momento em que caísse no chão. Além do mais, faria-a pingar nas paredes para que o velho não conseguisse saber com exatidão a minha posição se enxergasse a trejetória do projétil. Minha ideia era que ela caísse entre a escada e eles, em uma posição onde eu pudesse facilmente sair da fumaça e emendar um ataque surpresa no mais vivido.

Fazendo isso, e percebendo que em alguns segundos a fumaça cobriria a visão dos rapazes, sairia do meu local de esconderijo e correria em direção a névoa, atirando uma adaga em direção ao mais novo, na posição que havia pegado anteriormente. Miraria na altura da têmpora ou pescoço, mas se não fosse possível, algum músculo era o suficiente para talvez limitar suas ações durante a luta vindoura. Pegaria em mãos a outra do par carmesim, empunhando-a rente ao meu antebraço e na altura de meu peito, para desferir apenas um corte contra uma parte vital caso houvesse a chance.

Assim, sairia da fumaça em velocidade máxima visando o provável resto daquela dupla, pulando em sua direção visando partes vitais: coração, pescoço, peito e cabeça. Desferiria o golpe visando um corte limpo e profundo em sua carne nos locais supracitados. Caso o rapaz que arrombava a porta não tivesse vivo, tentaria terminar logo com o velho para me afastar e me colocar em posição de combate para elimina-lo. Da mesma maneira faria caso o senhor não morresse com o ataque surpresa, me afastando e levantando minha postura, atento aos seus movimentos, desviando com cambalhotas laterais, frontais ou traseiras de qualquer ataque que me fosse direcionado. Porém, na felicidade do plano sair perfeito, não demoraria a correr até o balcão e me esconder lá, posicionando-me no ponto cego da escada, esperando a chegada da dupla na cena sangrenta.


Histórico:
N° de posts: 9
Ganhos:
- Cacho de uvas [9/10] - post 01
- 4.000.000 abastado - post 01
- 2x Red Canids - post 03
- 1x bomba de fumaça - post 05
- 2x papéis - post 05
- 1x marcador - post 05
- 1x binóculo - post 05
Perdas:
- 5.000 berries (cacho de uvas) - post 1
- 1.200.000 berries (par de adagas) - post 03
- 530.000 berries (binóculos, papéis, bombas e marcador) - post 05
Ferimentos: -

Dinheiro: - 3.765.000 berries

Legenda:
Onomatopéias, sons e ênfases
— Falas
"Pensamentos"

Considerações:

Status:
PdV: 3200
STA: 100

Força: 1 [Regular]
Destreza: 281 + 80 + 40 = 401 [Hábil]
Acerto: 69 + 80 + 40 = 189 [Regular]
Reflexo: 9 + 80 + 40 = 129 [Regular]
Constituição: 40 [Regular]

Agilidade: 160 [Regular]

Proficiências:
• Acrobacia
• Atletismo
• Estratégia
• Furtividade
• Lábia

Qualidades:

Ambidestro (1) Você possui uma destreza elevada, sendo capaz de dominar igualmente a coordenação de ambos os lados do corpo.

Abastado (2) Você é membro de uma família rica ou simplesmente acumulou riquezas sozinho, no início de toda aventura, você ganha uma quantia monetária para corresponder a isso.

Um ponto: ฿ 1.500.000
Dois pontos: ฿ 4.000.000

Harvey guardou parte do dinheiro que conseguiu trabalhando para a organização como o líder da equipe de assassinos. A outra parte foi gasta para sair das ruas e criar sua nova faceta de acrobata em um circo falido.

Prodígio (2) Você é mais inteligente do que a média e tem facilidade em adquirir novos conhecimentos, em termos mecânicos, é capaz de aprender uma proficiência extra a cada nível ímpar, além de ter termos menos rígidos para tal aprendizado.

Visão Aguçada (1 para minks) Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)

Idioma Silvestre (Racial) Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Garras (Racial) Minks Monotremados possuem garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Nadador natural (Racial) Devido ao formato de seu rabo e membranas entre os dedos, os monotremados tem uma facilidade maior em percorrer distâncias grandes nadando sem consumir tanta energia, permitindo que sejam hábeis a lutas longas na água.


Defeitos:

Extravagante (1) Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.

Perfeccionista (1) Você não pode ver nada fora de seu devido lugar, qualquer coisa que pareça afetar a harmonia ou a ordem lhe causam um profundo incômodo.

Louco (2) Harvey crê que seu esqueleto tem vida e vontades próprias, desejando matá-lo. Sua cabeça criou a ficção como forma de compreender sua distonia repentina. O gatilho para tal condição são situações de estresse e que o fazem lembrar do seu passado conturbado.

Vaidoso (2) Você sente a necessidade de estar sempre limpo e bem arrumado, não suportando ficar sujo ou desgrenhado.

Obediente (2) Você nunca desobedece os seus superiores, mesmo que discorde dos seus valores e modos de agir. Para você ordens são absolutas e devem ser seguidas a qualquer custo.

Preconceito (Racial) Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico (Racial) Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensível ao calor (Racial) Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.

Forma Sulong (Racial) Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Objetivos:
● Adquirir Proficiência - Anatomia [ ].
● Adquirir Proficiência - Furto [ ].
● Adquirir um rifle de precisão [ ].
● Adquirir um sobretudo [ ].
● Adquirir um par de adagas [x].
● Resgatar dinheiro Abastado [x].

  Code by Arthur Lancaster

   
   

_________________

Cap. 1 - Renascimento - Página 3 FObIUiu


"Assume the position to get down on your knees"



Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
Cap. 1 - Renascimento - Página 3 Jpu3OmR
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Cap. 1 - Renascimento - Página 3 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Cap. 1 - Renascimento Qua Nov 17, 2021 11:36 am


Harvey



Koji


O pequeno Harvey teve pouco tempo para elaborar um plano, no entanto, conseguiu no curto espaço de tempo traçar uma ordem de ações inteligentes. Usando sua arma polida como uma espécie de espelho, tendo uma noção do posicionamento da dupla que estava imersa no arrombamento, certo, o velho homem dividia sua atenção entre vigiar e dar alguns pitacos no trabalho do mais jovem.

O ornitorrinco tinha à sua disposição itens de grande valor para aquele momento, como é o caso da sua bomba de fumaça, que foi lançada no momento exato da sua explosão, quicando pelas paredes e fazendo uma espécie de tabela, antes de cair no local alvo. Aquilo assustou a dupla que claramente não esperava a presença de alguém ali, na verdade, eles até estavam atentos a um surgimento repetindo, mas de alguém subindo as escadas e não de um projétil como aquele. A fumaça se espalhou com velocidade e acompanhando a expansão da mesma, Harvey lançou sua adaga na direção do jovem arrombador, visando acertar a região da sua têmpora, o que claramente causaria a sua morte instantânea. Contudo, mesmo sua visão aguçada não conseguia atravessar a cortina de fumaça, não sendo possível fazer uma identificação visual da sua ação. Ele seguiu em meio a fumaça para finalizar o seu oponente, o corte realizado com um movimento técnico e limpo, mostrava toda habilidade que a pequena criatura tinha em seu estilo de luta, atingindo o pescoço e finalizando de vez o primeiro oponente.

O som dos passos chamaram a atenção do humanóide, que pulou para fora da fumaça indo atrás do último dos seus antagonistas. O velho arregalou seus olhos, mostrando-me visivelmente assustado com toda aquela situação, porém, ele ainda se mostrava tranquilo o bastante para desviar dos ataques da pequena criatura, esquivando seu corpo lateralmente, deixando que as ações de Harvey acertassem o nada. Diferente do esperado, ele não investiu contra o Ornitorrinco, na verdade, saltou para trás indo pro outro extremo do lugar, ficando próximo aos sofás e itens que estavam nas proximidades do bar. O homem olhou fixamente para Harvey por alguns segundos, antes de se jogar contra o vidro que quebrava com o impacto do seu corpo, caindo do último andar do prédio.

No entanto, o som do corpo se chocando com o solo não existiu, mostrando que de alguma forma aquele velho homem tinha se safado da morte certa. Antes que tivesse tempo hábil para ir até a janela quebrada, ele escutou o som dos passos aumentando com velocidade, escondendo-se no ponto cego da escada, na área do balcão. Não demorou nem três segundos após sua chegada até aquela região, para que uma dupla surgisse no local. O primeiro homem era grande, corpulento, sua aparência indicava que era ele o alvo dito pelo velho ferreiro, já que as características físicas batiam e ele também já tinha visto o mesmo passar pelo salão principal anteriormente. A segunda existência era feminina, cabelos volumosos e encaracolados, usava uma camisa regata simples e sua pele era escura, assim como seus olhos totalmente pretos, como um buraco negro sem fim – O que está acontecendo aqui? – Ela Indagou observando tudo ao seu redor, a fumaça começava a diminuir pouco a pouco, muito mais rápido que o normal, por conta da abertura criada pelo outro homem momentos atrás – Ainda não sei, fique um passo atrás de mim. – Disse Viking andando em passos firmes e largos na direção do corpo sem vida que se mostrava presente com o diminuir da fumaça.

Esse é um dos seus? – Indagou a garota que mais parecia uma jovem criança, porém, sua postura mostrava que não era tão jovem quanto sua aparência indicava – Não, esse definitivamente não é um dos meus. – Bradou o loiro puxando parte da camisa para cima, buscando uma espécie de identificação na região do abdômen do corpo – Pelo jeito ele queria entrar no escritório, mas foi morto por alguém. – Falou observando os cortes e o restante dos ferimentos causados por Harvey – HOMENS! – Gritou com tamanha ferocidade que sua voz pode ser ouvida nos andares inferiores com facilidade, já que o velho ornitorrinco escutava agora um aglomerado de passos subindo as escadas com velocidade – Vasculhem todo o prédio, vejam aquele buraco na janela e busquem o causador disso tudo. – Ordenou o líder do estabelecimento que foi prontamente atendido, três homens se espalharam pelo sétimo andar, dois deles foram em direção a janela e outro encontrou o corpo do segurança morto anteriormente. O restante desceu as escadas com velocidade – Parece que alguém desceu daqui e parou no quarto andar. – Pontuou um dos seguranças que estavam na janela, que tão rápido quanto seus companheiros, desceu para sinalizá-los da presença de alguém naquele andar.

Por fim, Harvey estava rodeado de inimigos em potencial: Dois seguranças estavam ali, um próximo a janela e o outro entrava no escritório de Viking, deixando seu líder e a garota na região de fora do lugar, parecia que ele foi inspecionar o recinto –[bm Você sabe que pode ter uma bomba aí, não é?[/b] – Falou a menina com um sorriso no rosto e de maneira tranquila – Duvido que eles tenham conseguido entrar, olhe esses itens de arrombamento no chão, eles ainda estavam presos na porta. – Falou o loiro. Jurando alguns itens usados pelo jovem rapaz – Preciso apenas saber o que ele estava querendo aí dentro, uma emboscada ou roubar algum documento? – Questionou em alto e bom-tom.

O que Harvey faria? Sairia do lugar em passos acelerados? Tentaria investir contra o Loiro e sua companheira? Tendo que lidar primeiro com o segurança.


Histórico:
Harvey:

Posts: 10
Dinheiro Atual: 3.765.000 B$
Ganhos:

    Cacho de Uva - 02/10 Usos - POST 01
    4.000.000B$ - Qualidade Abastado - POST 01
    2x Adagas - POST 02
    2x Bombas de Fumaça - POST 05
    1x Binóculos - POST 05
    3X Folhas de Papel - POST 05
    1X Marcador - POST 05

Perdas:

    5.000 B$ - Compra da Uva - POST 01
    1.200.000 B$ - 2x Adagas - POST 03
    500.000 B$ - Compra das Granadas e Binóculos - POST 05
    30.000 B$ - Compra de Papel e Marcador - POST 05

Liebe:

Posts: 03
Ganhos:

    Correntes Enferrujadas - 3m de Comprimento - POST 03 (Dele) - 09 (Narrador)

Perdas:

    Nada


Log de Combate:
Koji
HP ATUAL: 3.200
Ferimentos:

    Nada


Danos:

    Nada



Liebe
HP ATUAL: 7.320
Ferimentos:

    Nada


Danos:

    Nada



Legenda:
Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Dupla Estranha
Viking


Aparências
Viking
Ruiva
Garota - Liebe
Jovem - Joe - Koji
Velho - Koji



_________________

Cap. 1 - Renascimento - Página 3 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cap. 1 - Renascimento - Página 3 EBEAdF4X4AYyK13
Koji
Ver perfil do usuário
Imagem : Cap. 1 - Renascimento - Página 3 HKNMPj9
Créditos : 28
Localização : Sirarossa
KojiNarrador
https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t786-cap-1-renascimento
Re: Cap. 1 - Renascimento Dom Nov 21, 2021 6:47 pm






Capítulo 1
Renascimento



"Merda! As coisas saíram um pouco do controle." extravazava um pouco da frustração mentalmente enquanto torcia pro meu corpo não sair do meu controle, apesar de sentir o mesmo próximo de perder suas rédeas. "As vezes eu queria não ter um literal assassino dentro de mim mesmo." meu lamento era inevitável. E se eu nunca tivesse ficado defeituoso... e se as coisas nunca dessem errado? Estaria meus amigos aqui ainda? O meu amor? Talvez até mesmo minha prosperidade?

Percebendo o poço em que eu estava me enfiando e me jogando em uma queda livre, balançava minha cabeça de um lado para o outro para me focar na atual missão. As coisas deram erradas mas nunca era tarde demais para recomeçar; e era isso que eu fazia aqui. Respiraria fundo e tentaria acalmar meus ânimos, talvez até meu nêmesis interno que queria se libertar daquelas amarras que eu chamo de corpo. Minha situação agora parecia menos controlável, mais perigosa e ainda mais excitante para mim. "Um na janela, outro na sala. Meu alvo e uma garota na frente do escritório. Vai ser complicado." tinha de reconhecer a extremidade do que ocorria ali, sem, é claro, perder a cabeça.

"Talvez eu possa acabar com o mais próximo o empurrando pela janela..." começava a tracejar meu plano. "Talvez, em seu momento de morte, chame a atenção dos demais. E então?" mesmo que terminasse com o primeiro capanga rapidamente, os outros três eram variáveis. Teria que organizar precauções para cada um deles e possibilidades. "Caso venha o outro capanga, termino com ele de maneira furtiva, me esgueirando pelas suas costas. Da mesma maneira com a garota." de qualquer forma, me sobrava ainda a possibilidade de Viking vir atrás de mim.

"Será mesmo que devo contar com essa possibilidade? Ele paga seus capangas para algo, afinal." deveria confiar nessa lógica e esperar que ele não fizesse o serviço ele mesmo. Não perdendo mais tempo, esperaria pelo momento certo - se necessário - para empurrar o capanga próximo da janela para que o mesmo caísse do último andar. Tentaria, primeiramente, sair do balcão sorrateiramente para o fazer; seja pela frente ou por cima, desde que ele não me visse seria um sucesso. Além disso, ficaria atento pelo barulho de sua queda ou não, vendo se o mesmo sobreviveria da mesma forma que aquele velhote conseguiu.

Esperando que ele gritasse na hora de sua queda e chamasse a atenção dos outros, voltaria para o balcão rapidamente para que o próximo viesse para a sua morte - assim esperado. Caso isso não ocorresse, eu mesmo pegaria uma garrafa de uma bebida qualquer e jogaria na parede para ativar a curiosidade daqueles três restantes ali. De uma forma ou de outra, antecipando meus pensamentos, esperaria que aquele que viesse checar não me visse escondido atrás do balcão, e assim que tivesse em uma posição favorável, sairia sorrateiramente da mesma forma, com a Red Canids em mão.

Chegaria, então, de maneira silenciosa e assassina, por trás do indivíduo, para então saltar em seu pescoço e lhe entregar um corte limpo e profundo nesse mesmo ponto vital, sem chances de reação ou um grito qualquer. Feito isso, e com o possível sucesso da operação até então, teria que começar a improvisar um pouco. Voltando para o balcão no mesmo ponto cego onde havia me colocado anteriormente, voltaria a pensar nas minhas possibilidades para o futuro, sabendo que acabara de ganhar mais tempo para agir e planejar.

"Só falta o Viking e a garota(o)... Considerando que ambos lutem, minha melhor opção é tornar isso em uma duelo 1 versus 1 com um ataque surpresa." iniciava o planejamento, começando a considerar minhas linhas de ação. "As chances de falhar são grandes, então devo me preparar para um 2 versus 1 também..." a luta contra 2 não era necessariamente complicada, mas a dificuldade vinha com a liderança do meu alvo. "Se ele gritar ou ao menos levantar sua voz posso estar encrencado com mais capangas vindo pela escada." me lembrava da sua boca que comandava todo um batalhão.

Apesar desse empecilho, não podia mata-lo. Ele tinha o conhecimento das senhas de quaisquer cofres dentro desse estabelecimento e as coisas de valor em sua sala, além do dinheiro, é claro. "Isso fica cada vez mais complicado." não podia deixar de amaldiçoar com a crescente dificuldade dessa parte da operação. Deixando de usar meus pensamentos por um instante, colocava um pouco de esperança nas posses do homem ou mulher que acabara de matar. Saindo do balcão rapidamente, procurava em seu cadáver por armas de qualquer tipo, especialmente de fogo ou arremessáveis.

Sendo uma adaga ou algo do tipo, além, é claro, de uma arma de fogo, meus ânimos seriam mais acalmados. Poderia arremessar a lâmina e conseguir uma provável morte, ou usar a pistola/revólver para uma espécie de ameaça. Não sendo nada disso, apenas deixaria a possibilidade de lado, mas ainda me mantendo atento a qualquer tipo de chave ou item de acesso dentro da vestimenta do indivíduo. Voltaria, então, ao esconderijo, um pouco mais célere dessa vez por conta da provável desconfiança dos dois restantes. Pegaria, da adega ou algo parecido com isso - caso ouvesse uma - uma garrafa de qualquer bebida, preferencialmente uma menor.

Tendo o que queria em posse ou não, faria uma entrada rápida e que provacasse uma espécie de surpresa, contando com ela de alguma forma. Jogaria a garrafa de bebida em Viking para que o mesmo ficasse, ao menos, um pouco atordoado para ganhar tempo. Caso não a tivesse, jogaria a adaga na pessoa que estivesse ali para provavelmente acabar com a mesma, mirando, é claro, em pontos vitais. Usaria das minhas garras para lutar agora, confiando no seu corte após tanto tempo. "As adagas que encomendei seriam uma bela arma aqui." não podia deixar de fazer essa análise.

Caso tenha matado a pessoa que restara com a adaga, correria em direção a Viking antes que ele pudesse fazer qualquer coisa e usaria minhas garras para fazer diversos ferimentos nele. Primeiramente, os pés e as pernas, para então subir aos braços e tórax, antes de chegar ao seu pescoço e finalmente realizar minha ameaça. — Abra essa boca ou faça qualquer movimento sem minha permissão e isso será a última coisa que fará em vida. — usaria da minha lábia para lhe passar confiança em minhas palavras, reforçando a ameaça.

Porém, no caso de ter acertado a garrafa na cabeça do loiro, começaria uma luta contra o outro restante e contra o tempo também. Buscaria ser rápido em minhas ações e focar em contra ataques caso a ação fosse necessária. Correria em velocidade em direção ao mesmo para saltar em seu peito para lhe cravar a adaga no coração ou pescoço. Sabendo da potência do mesmo para realizar qualquer ação, em casos de esquiva, manteria meus olhos em seus movimentos para, novamente, o seguir com o corpo e acertar o golpe final. Com bloqueios, focaria em retirar minha força do ataque para realizar outro corte, em suas pernas dessa vez. No caso de um ataque, contra-atacaria repelindo sua investida e o fazendo perder o equilíbrio no processo, para, como dito acima, finaliza-lo. Agiria assim em ambos os casos, e, na possibilidade de tudo dar errado, me afastaria de suas figuras e me colocaria em posição e combate, atento a qualquer coisa que me fosse inferir perigo.


Histórico:
N° de posts: 10
Ganhos:
- Cacho de uvas [9/10] - post 01
- 4.000.000 abastado - post 01
- 2x Red Canids - post 03
- 2x papéis - post 05
- 1x marcador - post 05
- 1x binóculo - post 05
Perdas:
- 5.000 berries (cacho de uvas) - post 1
- 1.200.000 berries (par de adagas) - post 03
- 530.000 berries (binóculos, papéis, bombas e marcador) - post 05
Ferimentos: -

Dinheiro: - 3.765.000 berries

Legenda:
Onomatopéias, sons e ênfases
— Falas
"Pensamentos"

Considerações:

Status:
PdV: 3200
STA: 100

Força: 1 [Regular]
Destreza: 281 + 80 + 40 = 401 [Hábil]
Acerto: 69 + 80 + 40 = 189 [Regular]
Reflexo: 9 + 80 + 40 = 129 [Regular]
Constituição: 40 [Regular]

Agilidade: 160 [Regular]

Proficiências:
• Acrobacia
• Atletismo
• Estratégia
• Furtividade
• Lábia

Qualidades:

Ambidestro (1) Você possui uma destreza elevada, sendo capaz de dominar igualmente a coordenação de ambos os lados do corpo.

Abastado (2) Você é membro de uma família rica ou simplesmente acumulou riquezas sozinho, no início de toda aventura, você ganha uma quantia monetária para corresponder a isso.

Um ponto: ฿ 1.500.000
Dois pontos: ฿ 4.000.000

Harvey guardou parte do dinheiro que conseguiu trabalhando para a organização como o líder da equipe de assassinos. A outra parte foi gasta para sair das ruas e criar sua nova faceta de acrobata em um circo falido.

Prodígio (2) Você é mais inteligente do que a média e tem facilidade em adquirir novos conhecimentos, em termos mecânicos, é capaz de aprender uma proficiência extra a cada nível ímpar, além de ter termos menos rígidos para tal aprendizado.

Visão Aguçada (1 para minks) Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)

Idioma Silvestre (Racial) Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Garras (Racial) Minks Monotremados possuem garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Nadador natural (Racial) Devido ao formato de seu rabo e membranas entre os dedos, os monotremados tem uma facilidade maior em percorrer distâncias grandes nadando sem consumir tanta energia, permitindo que sejam hábeis a lutas longas na água.


Defeitos:

Extravagante (1) Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.

Perfeccionista (1) Você não pode ver nada fora de seu devido lugar, qualquer coisa que pareça afetar a harmonia ou a ordem lhe causam um profundo incômodo.

Louco (2) Harvey crê que seu esqueleto tem vida e vontades próprias, desejando matá-lo. Sua cabeça criou a ficção como forma de compreender sua distonia repentina. O gatilho para tal condição são situações de estresse e que o fazem lembrar do seu passado conturbado.

Vaidoso (2) Você sente a necessidade de estar sempre limpo e bem arrumado, não suportando ficar sujo ou desgrenhado.

Obediente (2) Você nunca desobedece os seus superiores, mesmo que discorde dos seus valores e modos de agir. Para você ordens são absolutas e devem ser seguidas a qualquer custo.

Preconceito (Racial) Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico (Racial) Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensível ao calor (Racial) Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.

Forma Sulong (Racial) Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Objetivos:
● Adquirir Proficiência - Anatomia [ ].
● Adquirir Proficiência - Furto [ ].
● Adquirir um rifle de precisão [ ].
● Adquirir um sobretudo [ ].
● Adquirir um par de adagas [x].
● Resgatar dinheiro Abastado [x].

  Code by Arthur Lancaster

   
   

_________________

Cap. 1 - Renascimento - Página 3 FObIUiu


"Assume the position to get down on your knees"



Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
Cap. 1 - Renascimento - Página 3 Jpu3OmR
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Cap. 1 - Renascimento - Página 3 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Cap. 1 - Renascimento Dom Nov 21, 2021 10:14 pm


Harvey



Koji


O pequeno ornitorrinco se via em uma situação complicada, de fato, a presença de novos personagens apenas atrapalhavam seus movimentos furtivos e bem calculados. Isso fazia a criatura pensar, na verdade, ele pensava MUITO nos seus próximos passos e até mesmo em alguns demônios pessoais, mas esses eram varridos da sua mente com a mesma velocidade que deram suas caras. Ele pensou por alguns momentos no que fazer, quatro possíveis oponentes estavam no ambiente e claramente ele não seria capaz de enfrentar todos de uma vez, até porque não sabia o quão forte eles poderiam ser.

De maneira clara a estratégia surgia em sua mente, como um quebra-cabeças sendo montado, ele formentava toda uma linha de ação, que precisava de um pouco de sorte para sair do jeito que imaginou, sendo bem sincero. Vamos lá, seu primeiro passo era focar unicamente na singularidade mais frágil daquele quarteto: o rapaz que estava na janela. Não preciso entrar em detalhes do motivo pelo qual ele foi o escolhido, certo? A criatura caminhou de maneira sorrateira, como um larápio se esgueirando entre a escuridão na calada da noite, chegando bem próximo ao homem que observava a provável fuga da figura que pulou dali. Entretanto, enquanto olhava sentiu as pequeninas mãos do seu antagonista, empurrando-o para fora do prédio - AAAAAAAAAAAAAAAAAH! – O grito de puro desespero fora expelido da sua boca com louvor, provavelmente aquele cântico pudesse ter sido escutado por toda Sirarossa.

Óbvio que aquilo chamou a atenção dos três, mas aquilo estava dentro dos planos do nosso pequeno verdinho, que rapidamente – logo após realizar sua ação – voltou em passos rápidos e furtivos para sua posição anterior, mantendo fora do radar do trio que ainda restava naquele andar – Espere chefe, eu irei. – Disse o segundo segurança do lugar, que estava vasculhando o interior do escritório em busca de um possível inimigo, pelo jeito ele não contava que a figura antagonista estivesse em outro lugar. O robusto homem foi calmo, seus passos eram curtos e seus punhos estavam fechados com firmeza, mostrando estar preparado para um combate, se assim fosse necessário. Viking e a garota ficaram no mesmo lugar, minto, eles moveram-se levemente para ter uma visão mais ampla do salão, ambos estavam desarmados, mas a garota parecia tranquila, mesmo com toda aquela situação de suspense.

Harvey estava pronto para finalizar seu oponente, saindo da sua posição furtiva e indo em passos silencioso para posição de ataque – Cuidado! – A voz feminina percorreu o ambiente como um tsunami, contudo, ela não conseguiu ser rápida o bastante sobrepujar a investida da criatura, que ceifou mais uma vida de maneira simples e direta, usando sua adaga para realizar tal feito. A partir daqui seus planos começaram a dar errado, já que sua ideia inicial era continuar abusando da furtividade – Deixa que eu mesmo faço isso. – A garota falou estalando todos os dedos das suas mãos, empurrando o loiro para trás e caminhando em passos largos na direção de Harvey, que estava basicamente no meio da sala – Não sei quem você é, mas saiba que veio aqui no dia errado. – Bradou a garota pegando uma das cadeiras da madeira maciça, lançando na direção do Mink com toda sua força – e mostrava que tinha muita.

Aquilo foi tudo? Claro que não! Assim que lançou a cadeira na direção da figura minúscula, ela investiu com uma velocidade fora do normal, indo em direção a criatura animalesca e algo chamava ainda mais atenção naquela situação: suas pernas. Ambos os joelhos continuavam flexionados a cada passo que ela dava, mostrando que seguiria qualquer passo que Harvey tomasse. Para finalizar, seus punhos estavam fechados e posicionados na cintura, como se fossem duas armas engatilhadas. Não preciso nem dizer que nosso querido protagonista não teve tempo hábil para vasculhar os corpos das suas duas vítimas, já que uma nova adversidade corria com velocidade em sua direção.


Histórico:
Harvey:

Posts: 11
Dinheiro Atual: 3.765.000 B$
Ganhos:

  1. Cacho de Uva - 02/10 Usos - POST 01
  2. 4.000.000 B$ - Qualidade Abastado - POST 01
  3. 2x Adagas - POST 02
  4. 2x Bombas de Fumaça - POST 05
  5. 1x Binóculos - POST 05
  6. 3X Folhas de Papel - POST 05
  7. 1X Marcador - POST 05

Perdas:

  1. 5.000 B$ - Compra da Uva - POST 01
  2. 1.200.000 B$ - 2x Adagas - POST 03
  3. 500.000 B$ - Compra das Granadas e Binóculos - POST 05
  4. 30.000 B$ - Compra de Papel e Marcador - POST 05

Liebe:

Posts: 03
Ganhos:

    Correntes Enferrujadas - 3m de Comprimento - POST 03 (Dele) - 09 (Narrador)

Perdas:

    Nada


Log de Combate:
Koji
HP ATUAL: 3.200
Ferimentos:

    Nada


Danos:

    Nada



Liebe
HP ATUAL: 7.320
Ferimentos:

    Nada


Danos:

    Nada



Legenda:
Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Dupla Estranha
Viking


Aparências
Viking
Ruiva
Garota - Liebe
Jovem - Joe - Koji
Velho - Koji



_________________

Cap. 1 - Renascimento - Página 3 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cap. 1 - Renascimento - Página 3 EBEAdF4X4AYyK13
Koji
Ver perfil do usuário
Imagem : Cap. 1 - Renascimento - Página 3 HKNMPj9
Créditos : 28
Localização : Sirarossa
KojiNarrador
https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t786-cap-1-renascimento
Re: Cap. 1 - Renascimento Ontem à(s) 3:30 am






Capítulo 1
Renascimento



"Merda... Merda! Merda! Merda!" Amaldiçoava mentalmente me referindo à minha situação atual. Até um dado momento, o plano havia sido um sucesso, podendo acabar com dois guardas de uma vez e sem dores de cabeça. Porém, a aparição daquela garota havia mudado tudo, levando as minhas consequências perfeitas para um estado de desequilíbrio - este que me deixou em tal posição agora. "Preciso me acalmar. Não vou conseguir pensar muito agora, cada passo meu tem que ser decidido!" o pensamento momentaneamente me acalmava enquanto a fera escondida dentro de mim estava prester a sair para me matar. Apesar disso, havia outras coisas para se preocupar, como a cadeira voadora que vinha na minha direção.

"Joelhos arqueados e flexionados." Um claro indício de que ela viria pra cima de mim para onde quer que eu desvie. A cadeira era apenas um artifício para me fazer jogar nas suas regras. Apesar disso, não havia muito o que fazer naquela atual situação, senão entrar de cabeça no jogo da mulher e dançar conforme seus passos. Não hesitando, então, milésimos de segundos antes da cadeira me atingir, desviaria de sua trajetória com uma rolada para o lado da escada, deixando que atingisse o nada que havia atrás de mim, enquanto apertaria firmemente a Red Canids restante em minhas mãos.

Esperando que ela viesse para cima de mim com seus punhos, julgaria não haver tempo para outro desvio pela natureza de seu plano; apesar disso, tentaria mesmo assim para que pudesse sair daquela ileso. Com uma cambalhota para o lado da escada, visaria em, com um movimento rápido de ascenção, me colocar de pé e imponente sobre ela. Porém, tendo a visão dessa ação ser impossível, focaria em trabalhar meus contra-ataques, de forma a repelir seus movimentos para só então avançar. Faria isso usando minha lâmina de forma paralela ao meu antebraço, cruzando com seus punhos nessa região e os expelindo para trás para tentar desequilibrá-la.

Seguindo as possibilidades de um contra-ataque, continuaria, então, após a sequência supracitada, com cortes transversais em suas pernas, focando áreas mais importantes para o funcionamento do próprio caminhar, como o tendão acima do calcanhar, panturrilha, joelho e coxas. Esperaria que estes ataques fossem o suficiente para desacelerar seus movimentos e os debilitar. Não parando por aí, saltaria em sua direção e altura para realizar o mesmo processo com os braços e mãos, cortando seus ombros, tríceps, bíceps e antebraço, com a esperança que isso danificasse o uso desses membros.

No caso porém, de enfrentá-la diretamente após possivelmente desviar de seu ataque inicial. Correria para cima dela assim que a mesma errasse a sua investida, como a mesma tentaria fazer comigo anteriormente. Nesse momento, buscaria pega-la em um estado menos protegido devido a natureza de seu ataque, aproveitando dessa lógica para avançar em poder e velocidade. Com a adaga em mãos, desferiria um corte profundo em seu tórax para abrir um grande ferimento que sangrasse e retirasse suas forças aos poucos, além de, é claro, realizar os ataques citados acima para desabilitar (ou não) seus membros.

Para defesas, seria breve e objetivo. Como também já dito anteriormente, cruzaria seus punhos com os meus antebraços - um desses protegido pela lâmina - de forma que pudesse eventualmente repelir seus ataques e avançar em sua direção, deixando-a desequilibrada e então realizando contra-ataques. Para aquelas investidas que tivessem como alvo minha cabeça, buscaria apenas me abaixar, visto que minha altura e forma física me proporcionavam esse tipo de vantagem. Para os pés, apenas pularia em uma acrobacia, rodopiando no ar com o apoio de minhas mãos no chão para logo me colocar de pé novamente.

Para golpes na altura do tórax, no entanto, buscaria analisar suas maneiras e diferentes direções. Sendo uma investida ascendente, isto é, que me atingisse de baixo para cima, inclinaria meu corpo para trás e com o auxílio de alguns passos de ré desviaria desse intento assassino. Com golpes descendentes, poderia fazer o mesmo, alterando essa última passada, também, para os lados, para que não me movimentasse em um padrão fixo. Ataques laterais ou diretos poderiam ser mais simples, bastando roladas rápidas, inclinações com o tronco para o lado oposto e movimentos giratórios com o quadril para evitar ser acertado.

A cada movimento, esquiva ou bloqueio, tentaria achar oportunidades para meus contra-ataques e investidas, tendo certeza de fazê-los sem hesitação alguma. Percebendo o estado crítico e impotente da moça que batalhava contra mim, saltaria em sua direção, e com a adaga, cortaria seu pescoço, ou então perfuraria seu coração, podendo até mesmo penetrar sua têmpora - dependia da praticidade da minha posição e movimento. Finalizada, olharia com olhos sanguinários para Viking e tentaria novamente proferir a frase que estava presa em minha garganta. — Uma palavra e essa será a sua última ação em vida. — diria para o homem enquanto andava em sua direção com a Red Canids, provavelmente ensanguentada, em mãos.


Histórico:
N° de posts: 11
Ganhos:
- Cacho de uvas [9/10] - post 01
- 4.000.000 abastado - post 01
- 2x Red Canids - post 03
- 2x papéis - post 05
- 1x marcador - post 05
- 1x binóculo - post 05
Perdas:
- 5.000 berries (cacho de uvas) - post 1
- 1.200.000 berries (par de adagas) - post 03
- 530.000 berries (binóculos, papéis, bombas e marcador) - post 05
Ferimentos: -

Dinheiro: - 3.765.000 berries

Legenda:
Onomatopéias, sons e ênfases
— Falas
"Pensamentos"

Considerações:

Status:
PdV: 3200
STA: 100

Força: 1 [Regular]
Destreza: 281 + 80 + 40 = 401 [Hábil]
Acerto: 69 + 80 + 40 = 189 [Regular]
Reflexo: 9 + 80 + 40 = 129 [Regular]
Constituição: 40 [Regular]

Agilidade: 160 [Regular]

Proficiências:
• Acrobacia
• Atletismo
• Estratégia
• Furtividade
• Lábia

Qualidades:

Ambidestro (1) Você possui uma destreza elevada, sendo capaz de dominar igualmente a coordenação de ambos os lados do corpo.

Abastado (2) Você é membro de uma família rica ou simplesmente acumulou riquezas sozinho, no início de toda aventura, você ganha uma quantia monetária para corresponder a isso.

Um ponto: ฿ 1.500.000
Dois pontos: ฿ 4.000.000

Harvey guardou parte do dinheiro que conseguiu trabalhando para a organização como o líder da equipe de assassinos. A outra parte foi gasta para sair das ruas e criar sua nova faceta de acrobata em um circo falido.

Prodígio (2) Você é mais inteligente do que a média e tem facilidade em adquirir novos conhecimentos, em termos mecânicos, é capaz de aprender uma proficiência extra a cada nível ímpar, além de ter termos menos rígidos para tal aprendizado.

Visão Aguçada (1 para minks) Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)

Idioma Silvestre (Racial) Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Garras (Racial) Minks Monotremados possuem garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Nadador natural (Racial) Devido ao formato de seu rabo e membranas entre os dedos, os monotremados tem uma facilidade maior em percorrer distâncias grandes nadando sem consumir tanta energia, permitindo que sejam hábeis a lutas longas na água.


Defeitos:

Extravagante (1) Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.

Perfeccionista (1) Você não pode ver nada fora de seu devido lugar, qualquer coisa que pareça afetar a harmonia ou a ordem lhe causam um profundo incômodo.

Louco (2) Harvey crê que seu esqueleto tem vida e vontades próprias, desejando matá-lo. Sua cabeça criou a ficção como forma de compreender sua distonia repentina. O gatilho para tal condição são situações de estresse e que o fazem lembrar do seu passado conturbado.

Vaidoso (2) Você sente a necessidade de estar sempre limpo e bem arrumado, não suportando ficar sujo ou desgrenhado.

Obediente (2) Você nunca desobedece os seus superiores, mesmo que discorde dos seus valores e modos de agir. Para você ordens são absolutas e devem ser seguidas a qualquer custo.

Preconceito (Racial) Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico (Racial) Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensível ao calor (Racial) Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.

Forma Sulong (Racial) Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Objetivos:
● Adquirir Proficiência - Anatomia [ ].
● Adquirir Proficiência - Furto [ ].
● Adquirir um rifle de precisão [ ].
● Adquirir um sobretudo [ ].
● Adquirir um par de adagas [x].
● Resgatar dinheiro Abastado [x].

  Code by Arthur Lancaster

   
   

_________________

Cap. 1 - Renascimento - Página 3 FObIUiu


"Assume the position to get down on your knees"



Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
Cap. 1 - Renascimento - Página 3 Jpu3OmR
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Cap. 1 - Renascimento - Página 3 CsHkSDy
Créditos : 31
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Cap. 1 - Renascimento Ontem à(s) 2:14 pm


Harvey



Koji


O pequeno ornitorrinco estava amaldiçoando tudo e todos, já que as coisas não haviam acontecido como planejava. De qualquer modo, a luta tinha seu start como descrito anteriormente, o projétil lançado pela garota percorria o ar do recinto com velocidade, mas, o pequeno também não perdia em nada quando o assunto era velocidade. Em um movimento limpo, simples e carregado com a experiência que detinha em anos de trabalho, deixou que o objeto acertasse o nada, já estando pronto para a clara investida mostrada pela sua antagonista. Pique batman, ele teve tempo hábil para bolar toda uma estratégia de combate, já que como supracitado, a mulher mostrou quais seriam os seus próximos passos.

Portando suas adagas carmesins, se colocou de forma imponente perante o avanço inimigo, mostrando que não arredaria o pé dali sem concluir o seu objetivo. A menina era rápida, a impulsão ocasionada pelos seus músculos era algo singular, mostrando uma certa experiência em batalha ou um treino específico para aquele tipo de ação. Harvey estava pronto e enquanto o potente soco vinha em sua direção, ele optou pela linha de ação mais lógica, tendo em consideração o seu estilo de combate: o contra-ataque. Sim, em meio aos golpes desferidos pela garota o ornitorrinco se moeu com maestria, desviando e utilizando as brechas encontradas para punir o corpo da vilã, acertando uma série de cortes em seus membros atacantes, com cortes transversais até mesmo em suas pernas, isso é, no momento em que ela desferiu chutes que certamente causariam danos significativos.

Harvey estava em uma clara vantagem, podendo notar isso na própria respiração ofegante de sua antagonista. Talvez ela não fosse uma verdadeira combatente? Ou tinha um motivo por trás da sua resistência irrisória? Aquela era uma pergunta que o velho animalesco não teria uma resposta, mas de qualquer forma, continuava mostrando a superioridade em combate, cortando a carne da garota em diferentes pontos. O banho de sangue era algo visível, o próprio pêlo do ornitorrinco recebia gotas e mais gotas do líquido rubro da vida, enquanto notava que aos poucos o ritmo da mulher diminuia gradativamente. Os pontos acertados foram cruciais, em alguns momentos seu braço falhava, em outro sua perna mostrava sinais claros de desordem. Sem nem mesmo conseguir acertar um único golpe na criatura esverdeada, a mulher se viu completamente derrotada e seu ímpeto parecia ter desaparecido tão rápido quanto sua vontade de derrotar o ornitorrinco.

Em um último movimento impiedoso o nosso querido Mink acertou em cheio a lateral da cabeça da garota, sua adaga atravessou os cabelos encaracolados e perfurou seu crânio com facilidade, mostrando o poder existente na lâmina. De joelhos, ela caiu de cara no chão quando Red Canids foi retirada do seu cérebro, vindo com a massa orgânica existente naquela região. Viking estava estupefato, parecia não acreditar no que estava acontecendo em sua frente. Seus lábios trêmulos indicavam que ele queria fazer perguntas: Quem era aquele ornitorrinco? Por que ele está atrás de mim? Quem o mandou? Entretanto, ele não conseguia sequer iniciar uma das perguntas que sacudiam sua mente. A pose de machão caiu por terra, no momento em que Harvey deu um passo em sua direção, ele instintivamente deu dois passos para trás, de maneira desajustada, já que suas pernas não pareciam responder tão bem assim. Seu joelho tocou ao chão, mas rapidamente o homem se reergueu tentando manter uma certa postura – E-e-eu pago o que f-or necessário. – Disse meio relutante, já que o protagonista dessa história havia dado uma ordem clara – Fo-oi Jon? Talvez o Barney? Independente da quantia eu pago mais que eles! – Concluiu o homem usando toda sua força para falar, já que sua vida estava em perigo ele queria pelo menos tentar se safar de alguma forma.


Histórico:
Harvey:

Posts: 12
Dinheiro Atual: 3.765.000 B$
Ganhos:

  1. Cacho de Uva - 02/10 Usos - POST 01
  2. 4.000.000 B$ - Qualidade Abastado - POST 01
  3. 2x Adagas - POST 02
  4. 2x Bombas de Fumaça - POST 05
  5. 1x Binóculos - POST 05
  6. 3X Folhas de Papel - POST 05
  7. 1X Marcador - POST 05

Perdas:

  1. 5.000 B$ - Compra da Uva - POST 01
  2. 1.200.000 B$ - 2x Adagas - POST 03
  3. 500.000 B$ - Compra das Granadas e Binóculos - POST 05
  4. 30.000 B$ - Compra de Papel e Marcador - POST 05

Liebe:

Posts: 03
Ganhos:

    Correntes Enferrujadas - 3m de Comprimento - POST 03 (Dele) - 09 (Narrador)

Perdas:

    Nada


Log de Combate:
Koji
HP ATUAL: 3.200
Ferimentos:

    Nada


Danos:

    Nada



Liebe
HP ATUAL: 7.320
Ferimentos:

    Nada


Danos:

    Nada



Legenda:
Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Dupla Estranha
Viking


Aparências
Viking
Ruiva
Garota - Liebe
Jovem - Joe - Koji
Velho - Koji



_________________

Cap. 1 - Renascimento - Página 3 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cap. 1 - Renascimento - Página 3 EBEAdF4X4AYyK13