Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 1 de 1
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : O Clã de Pecadores XqxMi0y
Créditos : 25
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
O Clã de Pecadores Ter Set 21, 2021 3:52 pm
O Clã de Pecadores

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Mirai Tsumi. A qual não possui narrador definido.

_________________

O Clã de Pecadores J09J2lK
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 05
ShroudDesigner
https://www.allbluerpg.com/t781-mirai-tsumi#6298 https://www.allbluerpg.com/t785-o-cla-de-pecadores
Re: O Clã de Pecadores Ter Set 21, 2021 5:32 pm

O Clã de Pecadores

Tsumi, de uma forma ou de outra o significado dessa palavra se traduz muito bem àqueles que carregam esse nome, verdadeiros pecadores, não por irem contra as dogmas de uma religião, mas sim pela forma como decidiram viver. Assassinato é o tópico principal da família que viveu em outros tempos sua grande era de ouro, entretanto, hoje não passam de uma sombra tímido do que já foram um dia. Mirai, apesar de carregar consigo o nome da família não era uma Tsumi de sangue, adota ainda criança e doutrinada desde cedo a entender a absorver suas tradições e história, prontificada a dedicar sua vida à honra do clã. Era isso que eles planejavam.

Ainda que Mirai devesse, teoricamente, ser grata pelo acolhimento e oportunidade a ela oferecido, esse sentimento já havia abandonado seu coração há muito tempo, afinal como lhe disse uma vez um velho amigo "Tradição é a morte da sabedoria". Em algum momento onde a luz abandonou seus olhos, Mirai entendeu que seguir o caminho pré-determinado pelos regentes da família apenas limitaria todo seu potencial, os velhos costumes e modo de agir e pensar dos Tsumi se tornaram correntes que impediam-na de conquistar mais. Muito mais.

Naquele ponto já faziam alguns anos, mas a memória do dia em que traiu os Tsumi ainda era vivida em sua mente. Quando seus dedos tocaram pela primeira vez as sete relíquias, Mirai foi tomada por um sentimento de egoísmo em sua forma mais pura, seguir aquele caminho de traição seria o mesmo que renegar àqueles que lhe estenderam a mão, todavia, eles não poderiam julga-la, afinal, estava executando o que fora ensinada a vida toda, não?! As relíquias, entretanto, não permaneceram muito tempo em sua pose, durante a fuga do palácio dos pecadores houveram momentos onde Mirai teve de viajar clandestinamente, em meio ao cansaço, um piscar de olhos - que duraram boas horas - foi tempo suficiente para que um ladrãozinho qualquer levasse seus pertences, a única coisa que deixou para trás foi a velha espada Tsurugami.

[...]

Sirarossa era uma ilha um tanto, diferente do que estava acostumada, não sabia bem dizer o porquê mas algo ali trazia um efêmero incômodo a Mirai, sem poder voltar atrás seus pés continuaram avançando em direção ao centro da cidade, sua faceta fechada e mal humorada era um reflexo da primeira impressão que teve ao colocar seus pés ali, a destra empunhava com força a espada que carregava consigo ao mesmo tempo que os olhos negros fitavam o ambiente com desconfiança. Despretensiosamente a Tsumi aproximara-se do primeiro grupo de pessoas que se colocasse em seu campo de visão, — Desculpem incomodar, na verdade não, minha presença não é incomodo nenhum — a voz carregada de humor ecoaria sutilmente — mas eu acabei de chegar por aqui, o que uma garota pode fazer para se divertir em Sira...Sira...Qual é o nome da cidade mesmo?! — despojadamente suas ações se colocavam em sintonia a de alguém muito confortável em meio a pessoas e um ambiente desconhecido — já adianto que não tenho muito dinheiro comigo, então, a menos que algum de vocês esteja disposto a encher meus bolsos com dinheiro por boa vontade, eu posso ser muito útil em diversos tipos de trabalhos "alternativos", se é que me entendem — seus cotovelos batiam contra o corpo dos demais levando em consideração que eles de fato sabiam sobre o que ela falava.

OBJETIVOS:
◦ Entrar em contato com o Submundo - Distrito das Informações
◦ Aprender Química
◦ NPC Acompanhante

ponto- situação:
Nome; Mirai Tsumi
Nº de Posts: 1

Ganhos:

Perdas:

Condição Física:

_________________

O Clã de Pecadores YcW5imp
Maka
Ver perfil do usuário
Imagem : O Clã de Pecadores LtBcCyp
Créditos : 02
Localização : Mundo dos Sonhos
MakaInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t298-maka-jabami https://www.allbluerpg.com/t625-as-cronicas-dos-scavenger-a-leoa-o-louco-e-o-mudo
Re: O Clã de Pecadores Sex Set 24, 2021 11:03 am
Sirarossa


O CLÃ DOS PECADORES

Naquele dia frio, em um fim de tarde, Mirai caminhava pelas ruas daquela grande metrópole. Sirarossa era uma ilha bem incomum nos blues. Diferentemente da grande maioria, Sirarossa exalava poder. Em todos esses anos a ilha havia crescido mais e mais a cada dia, atraindo inúmeras pessoas não só pela sua vida financeira, mas também pela beleza e glamour do lugar. Além é claro de suas atividades.... ilegais.


Como sempre, a bela cidade estava sempre movimentada. Pelos bares e restaurantes, inúmeras pessoas colocavam seus assuntos em dia, e à medida que a noite se aproximava, muita música era ouvida pelos cantos das ruas. E em seus rios, casais apaixonados navegavam por pequenos botes ornamentados.  


De forma despretensiosa, a jovem assassina se aproximava para interagir com alguns dos cidadãos daquela exuberante cidade. Um pequeno grupo de quatro homens socialmente trajados de preto, com seus últimos botões superiores abertos, e mãos nos bolsos, tratavam de atender a moça. -  Olá, minha bela signora. - O primeiro deles, de madeixas louras, olhos azuis, e voz doce e fina, pegava na mão esquerda de Mirai, selando um leve beijo de cavalheirismo. - Piacere em conhecê-la, mi chiamo Paolo. O melhor divertimento, é bere um belo vino em mia companhia. - Paolo não era tão alto, tendo aproximadamente 1,70m de altura, e aparentava ser um jovem mulherengo e atirado, sem dar muitas oportunidades para as vontades de Mirai. - Paolo! Não preoccupartti a bela signora! - Um dos quatro se pronunciava repreendendo Paolo, colocando-o um pouco de lado. Diferente de Paolo, este seguinte era bem mais alto e imponente, passando a sensação de ser um “cabeça” naquele grupo. - Perdoe meu amigo Paolo, ele passa dos limites as vezes. - Tirava o seu cigarro da boca, virando levemente o rosto de lado para espalhar toda a fumaça. - Me chamo Matteo, prazer em conhecê-la. Mesmo não sabendo o seu nome. -  


Matteo ouvia atentamente as palavras de Mirai, enquanto observava minuciosamente as vestimentas da jovem assassina, além de sua bela e sagrada espada. - De onde vem esse símbolo em seu traje? E a propósito, bela espada... - Dizia enquanto continuava a tragar seu cigarro. Sem esperar muito pela resposta dela, Matteo voltou a falar. - Dinheiro eu não posso te dar, mas talvez eu possa te conseguir um emprego. Desde que você saiba usar essa espada. - Matteo se virava para caminhar, chamando os outros três com apenas um aceno de cabeça. Se aproximando de um pequeno barco que estava amarrado em uma corda, presa a um toco de madeira, voltava a falar. - Se estiver interessada em um bom dinheiro, basta vir conosco. - Tragava seu resto de tabaco para jogá-lo fora, enquanto entrava no barco juntamente dos demais.



Legendas/Npc's:

-Matteo - Aparência
-Paolo - Aparência

Ponto-Situação do Personagem:

№ de Posts: 01

Ganhos:
~x~

Perdas:
~x~

Ferimentos:
~x~


_________________

O Clã de Pecadores 94sfShl
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 05
ShroudDesigner
https://www.allbluerpg.com/t781-mirai-tsumi#6298 https://www.allbluerpg.com/t785-o-cla-de-pecadores
Re: O Clã de Pecadores Seg Set 27, 2021 3:49 am

O Clã de Pecadores

Excêntricos a sua própria maneira aquele grupo havia sido receptivo com a garota de fios rosados de maneira suspeita, Mirai poderia facilmente convencer-se que aquilo era fruto de sua beleza e carisma, contudo, talvez houvessem interesses ocultos entrelinhas das quais ela não conseguia enxergar de maneira clara, de toda forma, a conversação que seguiu abria portas para uma possível parceria momentânea — Mirai a seus serviços — permitiu-se entrar no modo de agir dos demais colocando-se a vontade como se fosse um deles, — tanto a espada quanto o símbolo são marcas da família — deu de ombros ao lembrar-se do quão conturbada poderia se tornar a explicação de toda as nuances que envolviam a história e passado dos Tsumi e, naquele momento, preferiu ocultar os detalhes acerca de tudo que tornava aquela nome tão diferente das tradicionais famílias do mundo.

Um emprego, é?! — ponderou ela ao cruzar os braços e mordiscar o lábio inferior, mesmo que aquilo não passasse de uma encenação, um pequeno charme antes de concordar em aceitar a oportunidade de manusear tsurugami pela primeira vez — Claro, claro, essa espada e eu somos como um, é quase como uma extensão do meu corpo shishishi — divertiu-se ao pensar no fato de que aquele pedaço de aço fundido poderia muito bem estar com sua lâmina cega, contudo, era o único pertence que possuía consigo e consequentemente sua única arma.

Um pequeno barco mostrava-se como o portal de entrada para sabe-se lá onde Mirai estava se enfiando, confiar em estranhos daquela maneira poderia ser uma atitude inconsequente e perigosa, mas a confiança nas suas habilidades e autopreservação ignoravam qualquer aviso de perigo, deu de ombros aceitando o convite, porém sentiu a necessidade de deixar claro uma coisa — Dinheiro? Shishishi! Eu quero muito mais do que isso, eu desejo fama, influência, poder. Eu sou a garota mais gananciosa do mundo, entendeu?! — sua voz ainda carregava o tom divertido de sempre, mas a colocação de suas palavras e o semblante sério não permitiria que ninguém duvidasse de sua colocação — e eu sei que você é um homem inteligente e vai entender as consequências de lidar comigo. Qual é o serviço? — demonstrou-se curiosa enquanto suas pernas levavam-na para o barco junto dos demais.

OBJETIVOS:
◦ Entrar em contato com o Submundo - Distrito das Informações
◦ Aprender Química
◦ NPC Acompanhante

ponto- situação:
Nome; Mirai Tsumi
Nº de Posts: 2

Ganhos:

Perdas:

Condição Física:

_________________

O Clã de Pecadores YcW5imp
Maka
Ver perfil do usuário
Imagem : O Clã de Pecadores LtBcCyp
Créditos : 02
Localização : Mundo dos Sonhos
MakaInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t298-maka-jabami https://www.allbluerpg.com/t625-as-cronicas-dos-scavenger-a-leoa-o-louco-e-o-mudo
Re: O Clã de Pecadores Seg Set 27, 2021 11:38 pm
Sirarossa


O CLÃ DOS PECADORES
17h37 I Frio

Alguns minutos se passavam em meio aquela conversa repentina que, de certa forma, trazia estranheza e certa suspeita dos reais motivos por trás daqueles homens que com muito cavalheirismo a recepcionavam naquela gélida cidade. Contudo, o rumo que se tomava aquela conversa parecia agradar Mirai, pois a oportunidade de emprego seja ela qual fosse, poderia ser um ponto de partida para a jovem assassina rumo a fama que ela tanto desejava, e que inclusive, fazia questão de enfatizar seu desejo para os quatro.

- HAHAHAHA!! - Risadas ressoavam do pequeno grupo ao ouvir tais palavras da garota. - Você é bem divertida, Mirai! - Dizia Matteo com pequenas lágrimas nos olhos por achar hilário as palavras da herdeira dos Tsumi. - Ui! Ela está falando sério... hihihi – Mudava seu tom de voz, ao ver o semblante sério de Mirai. - Bom, porque está aí parada!? Desse jeito você não vai conseguir toda essa fama que procura, hihi... -  

A garota questionava Matteo do tal serviço que ele tinha a oferecer, mas antes que a conversa pudesse continuar, Paolo intervinha com a intenção de trazer mais agrados a bela moça de cabelo rosado. - Per favore, me dê tua mano. - Esticava sua mão direita para ajudar Mirai a entrar no barco. - Cuidado ao pisar, tesoro. - Os outros três se negavam a ver tal atitude de Paolo, pareciam estarem acostumados as recorrentes cantadas do companheiro.  

Todos adentravam o barco, Matteo se sentava na ponta, ficando de frente para Mirai, que era alocada na outra ponta por Paolo, que fazia questão de continuar ao seu lado. Enquanto isso, os outros dois finalizavam alguns preparativos, para enfim, pegarem os lemes e levarem o barco dali. A água estava bem tranquila, ficando praticamente estática, e o leve balançar do barco não causaria náuseas até mesmo para os mais “fracos”. A brisa daquele fim de tarde se esfriava um pouco mais, podendo causar leves arrepios em qualquer parte não coberta, enquanto a música que parecia recorrente em bares e restaurantes ao redor, e até mesmo nas ruas de Sirarossa, tomavam conta do ambiente, principalmente à medida que eles fossem se aproximando mais ao centro da cidade. - Bom! - Cruzava as pernas enquanto puxava de dentro do seu paletó, outro cigarro. - O trabalho é relativamente simples, mas é preciso certa discrição. -  Acendia seu tabaco, e se deleitava do mesmo. - Faremos uma guarda especial hoje. Contudo, a pessoa a ser protegida, não pode saber que estamos lá. - Olhava diretamente para Mirai. - Acha que consegue? Hihi. -  Sorria enquanto perguntava para si mesmo, se a garota conseguiria. - Pode parecer um trabalho tolo, mas é muito importante, e você será muito bem recompensada. - Colocava os pés sobre a base do barco, e de pernas abertas enquanto se preparava para voltar a falar.  

- Hoje à noite acontecerá uma exposição especial no Museu Nava de Belas Artes, e a pessoa a ser protegida, é justamente uma das mais influentes dentro dessa cidade, por isso o pedido por discrição. E bem, o fato de eu ter te convidado tão repentinamente, é justamente pelo símbolo em seu traje. Eu o conhecia de algum lugar, mas não me lembrava de onde. - Seu semblante estava sério, e seu olhar mais fundo. - Tsumi? A temida família de assassinos? Posso saber o motivo de vocês estarem aqui? - Um clima de tensão pairava no ar, pois as palavras de Matteo eram mais pesadas e interrogativas.  


Legendas/Npc's:

Npc's Aleatórios
-Matteo - Aparência
-Paolo - Aparência

Ponto-Situação do Personagem:

№ de Posts: 02

Ganhos:
~x~

Perdas:
~x~

Ferimentos:
~x~


_________________

O Clã de Pecadores 94sfShl
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 05
ShroudDesigner
https://www.allbluerpg.com/t781-mirai-tsumi#6298 https://www.allbluerpg.com/t785-o-cla-de-pecadores
Re: O Clã de Pecadores Sab Out 02, 2021 5:56 am

O Clã de Pecadores

Mirai mostrou-se estupefata diante o conhecimento do homem a respeito da família Tsumi, os anos de glória do clã haviam se tornado apenas uma história para assustar crianças e dificilmente, em circunstâncias comuns, alguém na faixa etária daquele grupo teria anos suficientes para ter vivido os louros dos Tsumis já a décadas atrás — Ora ora, aparentemente acabei caindo em um ambiente incomum — comentou após recuperar-se da surpresa — shishishi, os velhos da família ficariam felizes de ouvir você dizer "a temida família de assassinos"! Talvez suas informações a respeito da gente possam estar...desatualizadas — vociferou divertindo-se com a situação que se construía ali — deixamos de ser temidos a décadas, as pessoas hoje em dia não precisam contratar assassinos para se desfazerem de seus inimigos, elas o fazem por conta própria — continuou, contudo, deixando o humor de lado para demonstrar uma postura de revolta ao relembrar que o clã estava naquela situação apenas pelo caprichos dos antigos de manter a tradição acima de tudo — eu estou aqui para mudar essa situação, quero expandir os "negócios" da família, se é que me entende. Quero que os Tsumi sejam temidos como um grupo que atua em diversas frentes, e não apenas em assassinato, parece simples, mas se você tivesse de lidar com aqueles velhos que comandam o clã, entenderia melhor — cruzou os braços e seus olhos negros baixaram-se fitando as unhas enquanto seus lábios formavam um biquinho de insatisfação.

Suspirou fundo demonstrando que o assunto referente a família era algo que lhe trazia os nervos a flor da pele, — de qualquer forma, deixando esse assunto de lado eu vou aceitar o trabalho, preciso de contatos com pessoas do mesmo "mercado" e de dinheiro, tenho que começar de algum lugar — os olhos profundos retornaram sua atenção ao grupo, em sua mente não havia lampejos de ideias sobre quem seriam e o que faziam, mas por algum motivo não se importava em saber, afinal, os meios sempre justificavam o fim — Alias, eu gostaria de fazer um pedido pessoal para vocês, meu desempenho irá depender de algo de extrema importância shishishi. Eu gosto de checar meu horoscopo, vocês não teriam um jornal de hoje por ai?!

OBJETIVOS:
◦ Entrar em contato com o Submundo - Distrito das Informações
◦ Aprender Química
◦ NPC Acompanhante

ponto- situação:
Nome; Mirai Tsumi
Nº de Posts: 3

Ganhos:

Perdas:

Condição Física:
Maka
Ver perfil do usuário
Imagem : O Clã de Pecadores LtBcCyp
Créditos : 02
Localização : Mundo dos Sonhos
MakaInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t298-maka-jabami https://www.allbluerpg.com/t625-as-cronicas-dos-scavenger-a-leoa-o-louco-e-o-mudo
Re: O Clã de Pecadores Seg Out 04, 2021 11:53 am
Sirarossa


O CLÃ DOS PECADORES
18h05 I Frio

Naquele fim de tarde na fria Sirarossa, Mirai, uma jovem e bela garota assassina de cabelos rosados, caminhava em busca de iniciar o seu caminho até o topo, para enfim restaurar o legado e a fama da família Tsumi. Com certo toque do destino, a moça conhecia um grupo aparentemente genérico de cidadãos daquela próspera e intrigante ilha, que logo oferecera uma oportunidade de trabalho para a moça que, ainda confusa e com certo receio, aceitou a oferta, estando agora dentro de um barco a caminho do tal museu.

Os conhecimentos prévios daquele homem sobre a família de Mirai, fez a jovem se surpreender, e até mesmo rir do comentário enaltecedor sobre seu clã, fazendo com que Matteo arqueasse as sobrancelhas ao ver a reação e as falas da garota, quebrando todo o clima de tensão. - Bom! No meu mundo, é normal sabermos sobre gente como vocês. - Dizia com tom de vergonha ao ter a sua investida fraquejada ao ver a realidade daquela família. - De fato, hoje resolvemos as coisas por nossa conta. Mas... Se vocês já não são tão temidos assim, o que te faz querer estar aqui então? - Indagava o homem, curioso por saber das intenções da herdeira Tsumi.

A assassina explanava toda a situação de sua família, mostrando seu desapontamento e discordância com os pensamentos retrógrados de seus líderes, se comprometendo com o fardo de mudá-los à sua maneira. - HAHAHA! Que birra é essa!? - Matteo ria ao ver como o rosto da menina se portava ao ficar brava. - Tudo bem, consolidamos nossa parceria aqui! - Sorria enquanto se levantava para estender sua mão até Mirai, esperando um aperto da mesma como um fechamento de contrato. - Se fizer um ótimo trabalho está noite, eu te coloco dentro do “esquema”. - Se assim ela concordasse e apertasse sua mão, Matteo voltaria para a outra ponta do barco.

Todo o grupo ficou confuso, ao ver a certa mania que Mirai tinha de confiar o seu destino à sorte dos horóscopos, o que fez Paolo intervir, enquanto tirava o jornal de dentro do paletó. - Aqui está, mia bella signora. Dicce aqui, que tuo vero amore, fará algo straordinario! - Com o jornal em mãos, Paolo inclinava seu rosto na direção da moça, com um biquinho em sua boca, como se quisesse lhe roubar um beijo, se não fosse é claro pela interrupção de Matteo, que se envergonhava com a atitude de seu companheiro, jogando um pouco de água em seu rosto, fazendo com que respingasse um pouco em Mirai. - Já te detto di smetterla, Paolo! - Os olhos tremiam, e os dentes rangiam, mas nada escondia o rosto corado de Matteo, que escondia a face entre as mãos em negação com Paolo, mesmo que já estivesse acostumado com esse tipo de atitude.

- Me perdoe mais uma vez o meu amigo. - Se desculpava enquanto aliviava o momento com o tragar de seu cigarro. Paolo havia entregue o jornal para a garota, deixando a página de horóscopos aberta, facilitando a leitura da garota. “Você terá um dia agitado pela frente, e se divertirá muito. Hoje é um excelente dia para se fazer novas amizades, e desbravar novos relacionamentos. Mas tome cuidado, nem tudo pode ser o que você espera. O número da sorte de hoje é 5, e o item/amuleto é uma Rocha.”

- Espero que hoje seja um ótimo dia para sua sorte, porque o nosso trabalho está prestes a começar. - Matteo anunciava enquanto o barco se atracava ao lado de uma pequena ponte. - Chegamos bem na hora. - Todos se ajeitavam pegando seus pertences para saírem do barco. - Hoje está bem cheio, como de costume. - Dizia um dos que estavam ali. - É, ela causa esse tipo de furor nessa cidade. - Gritos e aplausos eram ouvidos próximos dali, e quando Mirai pudesse se dar conta, a noite já se estendia pelo céu, enquanto as luzes amareladas que percorriam toda Sirarossa, assumiam o seu posto para iluminar aquela ilha.

Bem na sua frente estava o grande Museu Nava de Belas Artes, um monumento para aquela cidade, sendo um dos locais mais importantes de toda a ilha, onde as obras mais famosas de todos os Blues se encontravam. A arquitetura do local em si poderia ser considerada uma obra de arte por si só, com uma estrutura extremamente moderna e inovadora contendo dois andares, e se destacando de qualquer outro tipo de construção que Mirai veria naquela ilha. Em volta de todo o extenso terreno, centenas de pessoas muito bem trajadas se alocavam aos lados daquele enorme tapete vermelho, que era guardado por vários seguranças igualmente muito bem vestidos.

- ELA CHEGOU! - Surgia uma voz dentre todo o público, que logo entrava em furou ao ver chegando um belo barco totalmente ornamentado em ouro, com um enorme arranjo de rosas em sua ponta. Saindo do tal barco, estava ela, uma bela e jovem garota escarlate, com um longo e luxuoso vestido branco, estampado em rosas vermelhas, e é claro carregando em seu longo cabelo vermelho, uma rosa que se misturava as suas madeixas. - Eis o nosso trabalho... protegermos Rosa Nista, a irmã mais velha do nosso chefe. - Matteo estava ao lado de Mirai, rindo de nervoso por ter que fazer aquilo, provavelmente por alguma experiência anterior nada agradável.  

- Se misturem na multidão, e fiquem atentos. Qualquer movimento estranho, me avisem pelo Den Den Mushi. - Dita as ordens de Matteo, seus companheiros se dissipavam dali, seguindo diferentes direções. - Vem comigo, preciso ficar de olho em você também. - Exclamava Matteo, enquanto caminha em direção ao público esperando que a jovem assassina o seguisse.


Legendas/Npc's:

Npc's Aleatórios
-Matteo - Aparência
-Paolo - Aparência
Rosa Nista - Aparência

Ponto-Situação do Personagem:

№ de Posts: 03

Ganhos:
- Jornal de Sirarossa.

Perdas:
~x~

Ferimentos:
~x~


_________________

O Clã de Pecadores 94sfShl