Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
SubaéHoje à(s) 6:11 pmpor  RyomaRenHoje à(s) 6:05 pmpor  RyomaHere Comes The SunHoje à(s) 5:55 pmpor  CejiO último adeus!Hoje à(s) 3:18 pmpor  2MiausI - Florescer improvávelHoje à(s) 2:02 pmpor  VrowkCapítulo 1 - O mar não está para peixeHoje à(s) 1:51 pmpor  Tomita2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência!Hoje à(s) 12:36 pmpor  SashaCréditosHoje à(s) 12:13 pmpor  DeepQuem liga para Karatê?Hoje à(s) 9:28 ampor  Wolfgang Ascensão Pirata - Ato 2Hoje à(s) 1:41 ampor  Kira
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 2 de 5 Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 XqxMi0y
Créditos : 30
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Dom Jun 06, 2021 1:42 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Manae Liebe. A qual não possui narrador definido.

_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 J09J2lK

Onigami
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 483939c4b2902d706cfeb1b9d2ca66609d85f3b31a271b56af638a664f00a5a2
Créditos : 00
Localização : Sirarossa - West Blue
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Ter Jun 22, 2021 7:44 pm
SONETO A QUATRO MÃOS

A noite baixava junto com a chuva sobre aquela cidade fria, mas felizmente agora estava dentro de um lugar mais quentinho e aconchegante no belíssimo Hotel Belluci Spezzatura. Depois daquela calorosa reunião, me sentia muito melhor depois de ter falado com meus irmãos. Ainda assim, estava levemente exausto daquilo e buscaria me deitar em uma das camas disponíveis no quarto assim que entrasse nele. Daria um cochilo de alguns minutos para relaxar um pouco e me recuperar do dia cheio, mas acabaria acordando com uma voz bela que invadia meus ouvidos.

Abriria os olhos lentamente e ficaria de bruços com as mãos no queixo, olhando para a dona da voz, que era igualmente bela. Mesmo que não soubesse a música, cantarolaria um pouco a melodia em um tom agradável, apreciando a demonstração artística mesmo que a sirena ainda parecesse um tanto entediada. Até agora ela era uma das coisas mais fascinantes para mim. – D-de forma científica, é claro. – Pensaria para mim mesmo enquanto observava ela silenciosamente. De fato, a anatomia de uma habitante do mar era muito interessante para minhas pesquisas. No entanto, esperaria uma oportunidade melhor para falar sobre isso, já que talvez ela não ficasse muito confortável com minhas perguntas.

Ficaria um pouco enebriado com a canção melancólica e me lembraria dos tempos antigos no Orfanato. Estava tão feliz em ver meus irmãos depois de tanto tempo que era até nostálgico. O pensamento dos tempos antigos combinado com a voz cadenciada de Mika acabariam deixando meus olhos um pouco marejados. Ficaria um pouco triste de ter que me separar dos meus irmãos tão cedo, mas lembraria que Kou me acompanharia. Ela tinha sido minha melhor amiga por muito tempo, então me sentiria aliviado de ter um rosto familiar me acompanhando em minha futura jornada. Mal podia esperar para contar tudo que havia acontecido nos últimos anos.

Acabaria saindo do transe uma vez que Mika terminasse sua canção e reclamasse um pouco do tédio e da sede. – Ah, gostaria que eu buscasse um pouco? – Diria, me levantando da cama e oferecendo minha ajuda. Seria recebido com uma negativa e veria Mika logo saindo do quarto para explorar. Ficaria um tanto tentado a segui-la, mas ainda estava um pouco cansado e resolveria me deitar novamente. Logo notaria Kou saindo de um banho e sorriria quando ela me cumprimentasse. – Kouzinha! Estou um pouco cansado, mas acho que estou feliz de poder te ver de novo. – Diria com um sorriso cândido, me sentindo um pouco mais animado.

- Bom, eu ia dormir, mas acho que explorar deve ser mais interessante! – Responderia minha companheira e irmã de orfanato, prontamente me colocando de pé. Também esperaria que o tubarão se juntasse a nós caso não tivesse seguido sua protegida. Ficar perto de Shachi e Mika e passar um bom tempo com Kou seria siritástico! Me arrumaria um pouco passando a mão por cima de minhas roupas, já que tinha vindo sem uma troca, e iria rapidamente para fora do quarto.




Objetivos:

[ ] – Conhecer mais Shachi e Mika;
[ ] – Falar com Kou e me atualizar sobre os últimos anos;
[ ] – Tentar conseguir um emprego, eventualmente.

Histórico:

Nº de Posts: 01
Ganhos: -X-
Perdas: -X-
Relações: -x-
Ferimentos: -X-
Menções a caranguejo: 0

Personagem:


PdV: 4320
STA: 100

Força: 0 [Incompetente]
Destreza: 100 (+40 EdC) = 140 [Regular]
Acerto: 250 (+160 racial) (+40 EdC) = 450 [Hábil]
Reflexo: 370 (+40 EdC) = 410 [Hábil]
Constituição: 0 [Incompetente]

Agilidade: 430
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Estilo de Combate: Pugilista/Atirador

Proficiências:
• Mecânica
• Mecatrônica
• Herbalismo
• Zoologia
• Natação

Profissão: N/A

Qualidades:
• Versátil
• Voz melodiosa
• Criativo
• Prodígio
• Experiência em combate
• Impassível

Defeitos:
• Bisbilhoteiro
• Ambicioso
• Misericordioso
• Obcecado
• Leal


_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 PSOJ2CV
Madrinck
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 NYcylhF
Créditos : 06
MadrinckEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t323-john-doe https://www.allbluerpg.com/
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Seg Jun 28, 2021 12:32 am
Sirarossa
18:39
chuvendo



Mika Kani e Kou

Após um bom cochilo no luxuoso quarto do Hotel, os não dois, mas sim quatro indivíduos acordavam gradualmente, para Kani e Kou que dormiram no quarto alugado por Mika talvez a soneca não tenha sido tão prazerosa já que ambos tiveram que optar por dormir nos sofás e poltronas do quarto, locais não tão adequados para uma soneca longa como os mesmo tiveram, tendo até mesmo algumas dores por ficarem de mal jeito, mas mesmo com aquilo, os moveis a qual os dois dormiram tinham sido muito confortáveis. Mas diferente dos dois irmãos, Mika teve um sono muito prazeroso, já que o seu amigo Shachi tinha optado por ficar acordado por mais um tempo, ocasionado para o felizardo da Mulher Polvo a cama somente para ela, tal sendo de casal o espaço que ela tinha para si e seus tentáculos foi perfeito e a cama era extremamente confortável, sendo até mesmo um perigo para os que tem um sono mais pesado, que poderiam facilmente passar horas dormindo, mas quando a jovem mulher por fim acordou, parecia até mesmo acordado com o tentáculo esquerdo. O Tédio que já era perceptível somente olhando era ressaltado quando a mesma começava a cantar.

Tal cantoria que fez por Shachi que antes se encontrava a frente de uma janela observando a chuva no lado de fora, sem o seu terno e somente com o colete da vestimenta, se virar sutilmente e falar com a sua amiga - Dormiu bem?- e após soltar aquelas duas palavras apreciava o canto, Shachi por muito tempo estava junto com Mika e em todo esse tempo sempre pode ouvir a Sereia cantar, mas ele nunca perdia aquela expressão no rosto, uma expressão que não se podia da só uma palavra para explica-la, talvez felicidade, admiração, era difícil dizer, mas claramente ele gostava ouvir Mika cantando de um jeito especial. Mas quando a mesma reclamava de sede e o Tubarão Baleia ia abrindo sua boca para se voluntariar a pegar algo refrescante, Kani falava primeiro a mesma intenção. O Garoto aquele tempo todo estava a apreciar só não a beleza de sua companheira de tentáculos, mas também sua fisionomia,  Kani era realmente um garoto que amava aquela raça, e agora tinha dois daquela raça tão admirável como companheiros.

Mas mesmo que Kani tenha se voluntariado, e Shachi tenha demonstrado também querer ajudar, Mika recusava com facilidade os dois, os dizendo que iria passear pelo hotel e procurar algo para beber por si propria, afim de matar seu tédio, Shachi rapidamente se preparava para seguir sua companheira, mas decidia por ficar no quarto. Uma escolha talvez sabiá já que não era muito certo Mika ser seguida toda hora e sendo vigiada toda hora, mas não era como se o trio ficaria ali dentro do quarto sem fazer nada depois da partida da Cantora, aquele tempo todo Kou estava a tomar um belo banho num banheiro completo e com tudo que a garota precisava para cuidar bem de sua higiene e a mesma já tinha planos em mente.

Quando Kou por fim saia do seu banho ela rapidamente ia até o garoto Kani o convidando para passear pelo Hotel, tal como Mika antes tinha dito que faria, uma coincidência não? De todo modo não só Kani tinha sido convidado para ir junto com Kou mas Shachi também, o mesmo que simplesmente ignora a pequena Jovem continuando a olhar para a janela, mas na segunda tentativa da humana, o Homem Tubarão-Baleia suspirava se virando para os dois e falando -Uma hora ou outra vou ter que me enturmar com vocês, então sim eu vou com vocês, talvez eu já veja se a Mika esta bem- após isso o mesmo pegava o seu terno e vestia seguindo os dois Jovens irmãos.

Kou que agora estava a guiar a dupla atrás dela procurava por algo que que parece divertido ou atraente para o olhar, focando em panfletos, mas nada de muito grande era possível de se achar além dos cartazes sobre os Papagaios Alaranjados, talvez o trio tivesse mais sorte andando mais um pouco pelo o Hotel Belucci e até mesmo tivessem a chance de se esbarrar com Mika
.
Mika

A Mulher com a beleza resplendora e que na noite passada tinha conquistado o coração de alguns finalmente aparecia para aqueles que a esperavam para tentar ter uma chance com a mesma, principalmente agora que o Guarda-costa da mulher polvo não estava na sua cola, mas infelizmente os sentimentos dos pobres homens não eram correspondidos e nem mesmo um olhar era recebido, a Moça com seus tentáculos que tinham 45 kilos de pura força desfilavam entre as pessoas até chegar no bar que se encontrava no meio do salão que a pouco tempo atrás tinha se encontrado com muitos amigos de seu querido Arthur Lancaster que não se encontrava mais ali, muito menos a jovem Evelyn.

Mas Mika já tinha um objetivo na sua mente, talvez dois, perguntando sobre aonde poderia ter um copo d'gua para o Bartender o mesmo não falava nada e pegava com rapidez uma garrafa de água que antes se encontrava num balde cheio de gelo, botando num corpo e entregando para a Cantora e com profissionalismo respondendo a mesma - Na recepção tem um mapa do primeiro andar na parede, o mapa dos outros andares ficam em seus respectivos... Andares- assim o homem que parecia um tanto cansado, talvez fazendo hora extra, continuava a atender mais pessoas que não paravam de vir.


Liebe

Após Liebe ter recebido o beijo da Sereia o mesmo ficava alguns segundos a observar a mulher partir, o Touro começava a memorizar seu cheiro e gosto até que por fim o Homem com seu par de chifres focava no seu mais novo trabalho naquele hotel tão luxuoso, talvez uma oportunidade de conhecer mais o edifício um momento se mostraria ser possível, mas claramente não naquele momento. Enquanto o Homem o explicava oque talvez fosse o obvio, o Mink tentava e conseguia escutar pequenos murmúrios que para sua audição era escutáveis, algumas conversas sendo apenas papos inúteis sobre coisas inúteis enquanto outros, mesmo que escondidos entre as muitas e muitas bocas a qual falavam, pegavam um certo interesse para o Mink. O Homem de Chifres ouvia somente frações da conversa, mas a palavra que ele conseguia ouvir nitidamente era "Alvo" e "Toneladas de Dinheiro", o contexto da conversa era difícil de saber, se aproximando mais daquelas possíveis vozes e se focando um pouco mais nelas era claramente possível saber oque eles falavam.

Mas enquanto Liebe não se dava o luxo de ouvir aquela conversa em questão, o Touro que agora se traçava com roupas indecentes começava a passear pelo comodo aonde a cada passo um olhar ou outro lhe era direcionado, e o mesmo dava elogios para pessoas a quais ele servia e a quem ele via, muitos pareciam gostar do que agora andava entre eles, como não se encantar com uma criatura exótica a qual as vestimentas eram muito provocantes para alguns, oque ocasionalmente fazia com que mãos bobas fosse até o ser de grande altura e força.

Mas o Mink não se prendia somente em bajular um homem só ou ficar parado para que as pessoas o tocassem, como um bom Garçom sempre se movimentando pelo comodo para  fazer o seu trabalho e suas tarefas, mesmo que tendo tarefas um tanto peculiares quanto a de um garçom comum, ele mostrava ter capacidade de se guiar entre as mesas até que por fim achar a mesa numero 13. Na hora de entregar o vinho dois homens estavam a jogar conversa fora, os mesmo que possuíam vestes luxuosas, um dos homens era um pessoa careca e pequena, não que ser pequeno fosse difícil ao ser comparado com Liebe, mas para a altura normal de humanos, aquele careca era especificamente pequeno, até demais, o mesmo parecia ter um rosto alegre sendo que tinha olheiras que demonstravam a falta de descanso.

Enquanto isso o outro homem era ligeiramente gordo e possuía mais pertences de valor não só em seu pescoço mas como em boa parte de suas vestes, falava irritado com o seu companheiro e fazia muitas vezes gestões com a mão, oque ele falava até o momento parecia incompreensivo, mas o careca parecia entender com facilidade oque era dito assentindo com a cabeça sempre quando o outro falava, mas quando tal homem que ante falava coisas sem sentido via que o vinho tinha chegado ele ficava calado, abrindo um sorriso enquanto olhava parte por parte o Grande Mink Touro, Liebe com sutileza começava a por o vinho nas taças que já estavam sobre a mesa, enquanto sobre a mesma outras garrafas já se encontravam ali, demonstrando que a dupla já estava lá a um tempo.

- Nunca te vi aqui antes camarada, deve ser novo aqui não é? Bom, com um corpo desses você vai ser da bem trabalhando aqui, se importaria em se sentar conosco? Não tomarei muito de seu tempo e acredito que o que eu tenho a dizer seja interessante- o Careca falava ao perceber o olhar no seu amigo, deslizando uma quantia de berries que no momento era difícil de saber a quantia, mas claramente não era pouca, talvez um incentivo para que Liebe se sentasse junto a dupla. Enquanto isso o ser de barriga um tanto volumosa puxava uma cadeira a qual o Touro provavelmente deveria se sentar, em meio a esse ato o mesmo apreciava o vinho recém posto em sua taça.

Thanks, Lollipop @ Sugaravatars

_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 UvhbRwr
Camie
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 WhXI5Zc
Créditos : 05
CamieCivil
https://www.allbluerpg.com/t580-manae-liebe#2949 https://www.allbluerpg.com/t582-take-1-soneto-a-quatro-maos#2990
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Ter Jun 29, 2021 11:11 am
Sirarossa, West BlueSoneto a Quatro Mãos
Ainda que seus olhos fossem defeituosos, Liebe logo constatou que o seu olfato e a sua audição seriam suficientemente adequados para que fosse capaz de se localizar dentro daquele ambiente nada exotérico. Queria, no entanto, ser capaz de anular o próprio tato por alguns horas, para que não fosse capaz de sentir tantas mãos explorando seu corpo de forma indesejada; cada gesto, cada toque, cada pequena invasão em seu espaço individual fazia com que seu estômago revirasse do avesso, mas ele procurou manter o semblante tranquilo, apesar de sua iminente ânsia de vômito. Sorria com cortesia e sedução, tecendo comentários educados – e, muitas vezes, lascivos – aqui e ali, já que, embora fossem majoritariamente falsos, eles se demonstravam boas armas na arte da conquista.

Foi enquanto transitava entre uma mesa e outra que ele ouviu, por acaso, uma conversa entrecortada que lhe chamou a atenção. Não conseguiu decifrar com exatidão o teor do assunto, mas toneladas de dinheiro, mesmo fora de contexto, decerto era uma ponderação interessante para alguém tão ambicioso quanto o mink. Concentrou-se nas vozes por um momento, procurando gravar a sonoridade de cada uma delas na memória, para buscá-las novamente quando tivesse uma boa oportunidade.

Não obstante, quando finalmente arpoou em seu destino final, Liebe decidiu que dedicaria toda a sua atenção para os dois clientes à sua frente. Observou-os com a diligência que o trabalho exigiria, estudando vestimentas, trejeitos e comportamentos, para decidir qual deles deveria ser seu foco principal, mas ambos lhe pareciam pobretões em ascensão.

O primeiro deles, mais baixo que a média dos humanos mais simplórios, detinha marcas tão profundas sob os olhos, que Liebe se perguntou há quanto tempo o homem não dormia; gente rica de berço, por mais que viesse a gostar de uma boa aventura noturna, sabia o valor do descanso e da boa aparência na hora de fechar negócios. Já o outro, cuja língua falada parecia ser desconhecida aos ouvidos do mink, estava tão abarrotado com o que pareciam ser joias, que Liebe quase imaginou ver tatuado em sua testa a palavra ostentação. Mas tais constatações, no entanto, fossem elas reais ou não, não poderiam ser tratadas de outra forma se não com indiferença, disso Liebe bem sabia.

Indo além, o Touro não se permitiu expressar seus julgamentos enquanto servia a bebida aos dois homens, ouvindo pacientemente as observações tecidas pelo mais baixinho. Seus elogios eram óbvios e desprovidos de classe, ouvidos tantas repetidas vezes, que já não eram capazes de despertar em Liebe qualquer regozijo pessoal. Ainda assim, o mink sorriu timidamente, fingindo lisonjeio, antes de encarar a figura careca nos olhos.

É muita delicadeza de sua parte reparar em mim, senhor, ♡” agradeceu, todo manso e requinte, antes de pedir licença para sentar-se à mesa com ambos os clientes. Observou o 13 sobre ela de soslaio, e sentiu um calafrio subir-lhe a espinha inesperadamente; Liebe havia ignorado a numeração mais cedo, por achar que não precisaria lidar com ela por muito tempo, mas, dada a nova conjectura a qual havia se metido, ficava claro, em sua cabeça supersticiosa, que aquilo não haveria de ser um bom sinal.

De forma quase mecânica, sacou o saleiro, que havia guardado mais cedo no bolso, e jogou duas pitadas do pó branco sobre um dos ombros, procurando naturalizar o gesto da melhor forma que conseguiu. “Perdoem-me, hábitos antigos são difíceis de largar. Decerto há de ser alguma coisa própria da minha cultura exótica,” comentaria, caso notasse sinais de estranhamento nos rostos dos clientes ou ouvisse algum comentário a respeito do seu ato posteriormente. Humanos naturalmente viam minks como especiarias incomuns para seus paladares, apreciadores típicos de qualquer estrangeirismo, por isso Liebe aprendeu a encaixar qualquer coisa que fizesse como algo próprio da sua espécie, o que tendia a despertar o apreço daqueles espécimes mais ordinários.

Bem... Como alguém como eu poderia lhes ser útil? ♡” Perguntou, deixando seu olhar repousar sobre o gordo capital disposto sobre a mesa. Em seguida, mantendo o tronco sutilmente inclinado para frente como demonstração de interesse, ele apoiou um dos cotovelos sobre a mesa, segurando o próprio queixo entre o dedão e o indicador de sua mão, os olhos voltados para o homem mais pomposo.


Controle
Histórico
Ganhos:

  1. Saleiro » 02 | 10.
Perdas:

  1. Nenhuma.
Objetivos
Adquirir espada;
Adquirir proficiência em Física;
Desenvolver a qualidade Precisão Temporal;
Obter o máximo de dinheiro possível.


n o m e

MANAE LIEBE

p o s t

NÚMERO 05

o u t f i t

CLIQUE AQUI

 






_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 XYimhYI

180分の恋奴隷
Blossom
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 JDtjoSC
Créditos : 05
Localização : Sirarossa
BlossomCivil
https://www.allbluerpg.com/t510-kou-chiharu#2057 https://www.allbluerpg.com/t582-take-1-soneto-a-quatro-maos#2990
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Qua Jun 30, 2021 6:12 pm


 
Post 02

 

 
Soneto a Quatro Mãos

 
Um pouco de desconforto invadia o meu corpo enquanto caminhava, possivelmente causado pelo lugar que tirei uma breve soneca. A minha esperança é que aquilo passasse logo enquanto explorava a grande luxosidade do hotel. Ao sair do quarto notei que a sirena não estava lá, fiquei imaginando onde ela teria se metido. - "Huh... onde está a senhorita Mika?" - Perguntaria mostrando estar preocupada com a mais velha para os dois parceiros que me seguiam, esperando que eles conseguissem saciar minha dúvida. Se Shachi me respondesse primeiro, deixaria escapar um sorriso orgulhoso por ter convencido o mesmo a sair conosco depois de ser ignorada. Se a resposta fosse positiva seria melhor ainda! - "Bom, não achei nada de interessante nessa parte do hotel. Poderíamos encontrar ela e talvez nos juntarmos." - Diria depois de ver um dos cartazes dos Papagaios Alaranjados, não mostrando tanto interesse.

Após a sugestão, continuaria caminhando e ouvindo atentamente o que eles tinham a dizer e, se a decisão de procurar Mika fosse tomada, concordaria acenando com a cabeça e prosseguiria até o lugar que ela poderia estar. Enquanto andávamos, tive a ideia de colocarmos o papo em dia. Seria um momento bom para isso? Não sei, mas queria saber de onde o tritão veio e saber como meu irmão estava depois de sair do orfanato. - "Kanizito, ficamos um bom tempo sem ter contato um com o outro. Gostaria de saber como tem vivido nesses últimos anos se quiser contar, claro." - Se ele tivesse aceitado dizer os acontecimentos de sua vida, ouviria atentamente sua história e ainda prestando atenção em chegar no objetivo principal. Ao final de seu relato, caso ele tivesse feito uma pergunta sobre o que passei também, começaria a contar.

"Como eu disse antes, fui adotada depois de tanto tempo morando no orfanato... nosso antigo lar." - Daria um pequeno suspiro ao me lembrar do trágico fim do lugar que me acolheu quase minha vida inteira, mudando meu semblante para um mais preocupado. - Espero que a justiça por esse lugar seja feita logo. - "Enfim... meu pai é um artista como eu. Estou morando com ele por longos cinco anos e fui recebida com muito carinho por ele. Sempre que aprendo algo novo com ele me sinto muito bem e conseguimos viver tranquilamente juntos. Ele foi um dos principais motivos para continuar vivendo, a última esperança que tive. Recentemente meu pai viajou para Toroa a trabalho, espero que ele volte logo." - Terminaria de contar fazendo uma pequena pausa se eles quisessem dizer algo.

Teria uma pequena curiosidade para saber a relação de Mika com Shachi, fazendo-me ponderar brevemente sobre isso. - "Senhor Shachi, como conheceu a senhorita Mika?" - Se ele não quisesse responder, não persistiria na pergunta já que haveria uma possibilidade de ele não se sentir confortável respondendo, mesmo com muita vontade de insistir. Caso nós conseguíssemos encontrar a sirena independente da escolha anterior, iria até ela cumprimentando com uma breve saudação e um sorriso gentil, mostrando estar contente em vê-la, principalmente por sua beleza. - "Boa noite, senhorita Mika. Como você está? Decidimos sair para explorar o hotel também e gostaria de perguntar se quer se juntar a nós se não for um incômodo." - Se não achássemos a sirena nesse tempo, tentaria puxar outra conversa com meus parceiros. - "Vocês estão com fome? Deve ter um restaurante aqui para os hóspedes." - Sugeriria calmamente.
   


Histórico:

N° de posts: 02
Ganhos: -
Perdas: -
Ferimentos: -



Personagem:

Estilo de Combate:
Ladino: Ladinos são especialistas em combates de curta distância, fazem uso de lâminas curtas e escusas para pegar seus oponentes desprevenidos e realizar movimentos letais. Utilizam adagas, punhais e similares.

Lanceiro: Lanceiros são especialistas em combates de média distância, fazem uso de armas de haste para explorar a distância entre eles e seus oponentes. Utilizam lanças, bastões, naginatas e similares.

Proficiências:

• Acrobacia
• Estratégia
• Furtividade
• Pintura
• Persuasão

Qualidades:

Versátil (Racial) Versátil: Você pode somar até 9 pontos de defeito, conseguindo dessa forma gastar 9 pontos de qualidade em vez de 7.

Atraente (1) Você é considerado belo pelos outros, seja pela sua aparência, porte físico ou estilo, você é capaz de despertar interesses românticos ou ser tratado mais favoravelmente por conta disso.

Criativa (2) Você é mais criativo do que a média e tem facilidade para pensar fora da caixa, em termos mecânicos, é capaz de desbloquear um espaço para projetar uma criação extra a cada nível ímpar.

Intuitiva (2) Você possui uma intuição forte e quase sobrenatural, praticamente um sexto sentido que pode lhe salvar de algumas enrascadas.

Prodígio (2) Você é mais inteligente do que a média e tem facilidade em adquirir novos conhecimentos, em termos mecânicos, é capaz de aprender uma proficiência extra a cada nível ímpar, além de ter termos menos rígidos para tal aprendizado.

Talentosa (2) Você ganha um espaço de criação de técnica extra em cada nível ímpar.


Defeitos:
Fobia (1) Você tem um medo extremo e irracional de algo ou de alguma situação específica. Varia de um até quatro pontos dependendo do objeto de sua fobia.
Fobia de Robôs:
Sente estranheza, desconforto, incômodo muito grande por robôs. Foi descoberto depois de ver e ler sobre robôs em um livro de seu amigo no orfanato.

Sincera (2) Você é incapaz de mentir, simplesmente não faz parte da sua natureza. Mesmo que seja prejudicial para você, você sempre diz a verdade.

Teimosa (2) Quando você acredita em algo, nada e nem ninguém pode convencê-lo do contrário, mesmo que provas e evidências sejam mostradas, você se recusa a mudar sua opinião.

Pacifista (2) Você abomina a violência e sempre que possível prefere não fazer uso desse artifício.
Dois pontos:
Você só ataca um adversário depois de sofrer dano do mesmo.

Leal (2) Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.
Lealdade a Arthur Lancaster:
Por Arthur ter sido a primeira pessoa a inspirar e incentivar Kou no caminho artístico, ela desenvolveu um sentimento de lealdade a ele pela sua confiança.


 
  Code by Arthur Lancaster



_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 Fofa210

FalasPensamentos ㅤ Ações
Revescream
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 Templa15
Créditos : 00
Localização : Em seu coração.
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Qua Jun 30, 2021 11:11 pm


Soneto a Quatro Mãos
Passatempo
Legendas
Falas Pensamentos
Um suspiro cansado escapava dos lábios da sereia, que em seguida juntava esses com o copo para tomar o líquido de seu almejo, enquanto vislumbrava o cenário a sua volta com um pesar em seus olhos. "Nada que não tenha visto aqui antes, será que não tem outras atrações além do Salão de Festas?" Refletia em silêncio, continuando a molhar seus lábios enquanto passava a língua entre eles - um tanto infantil - antes de se virar outra vez para um dos Barmans ali próximos.

Com licença, mais uma vez. — Chamaria de onde estava. — Poderia me dizer quais atrações existem a esse horário além da banda presente? Alguma sugestão diferente? Gostaria de algo que pudesse me entreter durante essa noite... — Diria com sua voz desanimada, a mesma que persistia desde sua saída do quarto, terminando com mais um suspiro no final de sua fala. "Será mesmo que foi uma boa ideia sair do quarto?"

Independente da resposta que recebesse, ou mesmo que essa não viesse, Mika permaneceria em seu assento prestando atenção a música que ressoava o ambiente, imaginando que seria dos conhecidos de mais cedo. Na hipótese de abordada por Kou, a sereia esboçaria um pequeno sorriso em retribuição a mais nova, também observando que a mesma estaria acompanhada de Kani e Shachi. — Eu adoraria, explorar sozinha realmente não é muito agradável, mas em grupo acredito ser mais divertido. — Diria um pouco mais contente, ao ver-se cercada por quem chamaria de amigos dali em diante, reconhecendo esse sentimento instantes depois.  — Não estou com fome no momento, mas, talvez pudéssemos aproveitar o restante da noite para nos conhecer melhor, principalmente sobre nossas metas pessoais. — Seguiria, voltando a sua naturalidade com um semblante alegre. — Se vamos viajar juntos, precisamos saber quais os objetivos a curto e longo prazo que cada um possuí, assim poderemos auxiliar uns aos outros como uma equipe em nossos projetos. — Explicaria, pausando em seguida para que todos processassem sua fala, antes de terminar dizendo suas próprias metas. — Atualmente eu procura alguma produtora de música para começar minha carreira, porém, todas que eu e Shachi encontramos até então eram muitas desfavoráveis e não aceitavam mudar seus termos... Vocês teriam alguma sugestão em pró disso?



Objetivos:
Prinicipais:
● Ingressar numa Indústria Musical de média ou grande influência [ ]
● Realizar duas Jornadas de Trabalho (00/02) [ ]
● Aprender a Proficiência: Barganha [ ]
● Aprender a Proficiência: Lábia [ ]

Secundárias:
● Ensinar ao menos um comando para o Mascote [ ]
● Treinar a Qualidade: Precisão Temporal (00/05 Turnos) [ ]


Ponto-Situação do Personagem:

Ficha do Player: Mika Mizushima
Nº de Posts: 01

PdV: 4700
STA: 100

Força: 0 [Incompetente]
Destreza: 350 (+80 Racial) (+60 EdCs) = 490 [Hábil]
Acerto: 270 (+80 Racial) (+60 EdCs) = 410 [Hábil]
Reflexo: 120 (+80 Racial) = 200 [Regular]
Constituição: 10 [Regular]

Agilidade: 305
Redução de Dano: 0%

Ganhos:
~x~

Perdas:
~x~

Extras:
~x~



Considerações:

Resumo:
● Autoexplicativo. Considerar as Qualidades Atraente, Voz Melódica e Carismática quando envolver as interações com a Personagem, e as Proficiências Canto e Sedução nos momentos de fala e cantoria, além de Dramaturgia e Qualidade Impassível na omissão e controle das emoções. Também considere a Qualidade Prodígio para o intelecto avançado da Personagem.

Observações:
● Compulsiva (Cantarolar): 00/10 Turnos;
● A Personagem possui 4,62 m de altura, sendo 0,62 m da parte humana e 4,00 m da parte marinha. Quando está na terra, entretanto, por questão de conveniência, a Personagem assume uma postura onde fica com 1,62 m de altura se comparada aos demais, deixando os outros 3,00 m dos tentáculos livres para uso.
Onigami
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 483939c4b2902d706cfeb1b9d2ca66609d85f3b31a271b56af638a664f00a5a2
Créditos : 00
Localização : Sirarossa - West Blue
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Sex Jul 02, 2021 4:17 pm
SONETO A QUATRO MÃOS

Seguiria minha irmãzinha para fora do quarto me alongando um pouco enquanto andava. Ficaria feliz de poder andar com Kou e com um tritão tubarão-baleia. Olharia ao redor curioso, mas só veria aqueles mesmos panfletos do show de mais cedo. Embora apreciasse a música, preferia muito mais a voz da senhorita Mika. Não tinha tido muito tempo para falar com os outros, e queria saber o que havia se passado depois de tantos anos. Já iria erguer a voz para puxar assunto com Kou, mas ela perguntaria primeiro, para minha conveniência.

- Oh, faz bastante tempo que não vejo vocês mesmo. Aconteceu bastante coisa desde que eu saí do Orfanato... Eu estive morando em Derlund esse tempo todo com minha nova família. Eles são pesquisadores, então eles ajudaram bastante nos meus estudos! – Diria, enquanto brincava com o pingente em meu pescoço. – Eles me ajudaram tanto... Sou muito grato. Nós morávamos perto da costa e eu podia ficar perto do mar. Eles me ensinaram bastante coisa. Ah, minha mãe é uma sereia e meu pai é um tritão, aliás! – Sorriria olhando para Kou e olhando para Shachi por um segundo para ver se ele comentaria algo.

- Bom, saí de lá pra poder fazer meus próprios projetos... Mas e você? Como passou nos últimos anos? – Passaria a oportunidade de fala para ela e ouviria sua história com grande interesse. – Nossa, que ótimo que achou uma família que tem seus mesmos interesses. Acho que tivemos sorte! – Digo com um sorriso, dando um leve tapinha nas costas dela. – Pausaria também para ouvir a história de Shachi, caso ele quisesse se pronunciar.

Assim que chegássemos a ver Mika, meus olhos se voltariam para ela durante a conversa e ouviria atentamente e em silêncio de início. Com “boquinha de siri” como dizem. – Bom, eu tenho alguns planos para o futuro, mas ainda vou precisar de bastante dinheiro. Talvez possamos atuar como um grupo itinerante. Creio que as pessoas vão gostar bastante de te ouvir! A Kouzinha aqui é artista, então ela pode ajudar também. Podemos fazer alguns shows abertos e chamar a atenção de jornalistas. – Me expressaria depois de ouvir as aspirações de Mika, animado com a possibilidade de trabalhar com ela e dizendo todas as ideias que me vinham à cabeça.




Objetivos:

[ ] – Conhecer mais Shachi e Mika;
[x] – Falar com Kou e me atualizar sobre os últimos anos;
[ ] – Tentar conseguir um emprego, eventualmente.

Histórico:

Nº de Posts: 02
Ganhos: -X-
Perdas: -X-
Relações: -x-
Ferimentos: -X-
Menções a caranguejo: 1

Personagem:


PdV: 4320
STA: 100

Força: 0 [Incompetente]
Destreza: 100 (+40 EdC) = 140 [Regular]
Acerto: 250 (+160 racial) (+40 EdC) = 450 [Hábil]
Reflexo: 370 (+40 EdC) = 410 [Hábil]
Constituição: 0 [Incompetente]

Agilidade: 430
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Estilo de Combate: Pugilista/Atirador

Proficiências:
• Mecânica
• Mecatrônica
• Herbalismo
• Zoologia
• Natação

Profissão: N/A

Qualidades:
• Versátil
• Voz melodiosa
• Criativo
• Prodígio
• Experiência em combate
• Impassível

Defeitos:
• Bisbilhoteiro
• Ambicioso
• Misericordioso
• Obcecado
• Leal


_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 PSOJ2CV
Madrinck
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 NYcylhF
Créditos : 06
MadrinckEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t323-john-doe https://www.allbluerpg.com/
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Dom Jul 04, 2021 9:32 pm
Sirarossa
18:44
chovendo



Kani e Kou
A Primeira falha sendo o suficiente para fazer Kou se sentir frustada, a mesma desistia ali mesmo de procurar algo de entretenimento para o Trio e começar um novo plano para passar o tempo, uma conversa para conhecer eles, oque parecia também ser uma ideia na cabeça de Kani, mesmo que Kou tivesse tomado a iniciativa, e Kani assim sendo começava a contar um pouco de seu passado após sua adoção, e até mesmo comentando algo bem interessante de ter os seus pais como seres aquáticos, oque momentaneamente atraiu a atenção de Shachi que falava - Um tritão e uma sirena adotaram um humano? Primeira vez que ouço isso, até mesmo de onde eu vim- mas após aquilo ele ficava calado, talvez não era o objetivo dele realmente falar com a Dupla de irmãos, mas acabou que ele não conseguiu manter o silencio.

De todo modo Kou também contava seu passado, Shachi dessa vez não demonstrava interesse diferente de Kani que ficava alegre com a historia de adoção de Kou, mas Shachi também tinha prestado atenção em ouvir a historia da pequena garota, entretanto quando chegou finalmente na vez do tritão do grupo ele ficava calado por alguns segundos, talvez pensativo, até que por fim falava - Posso dizer que eu não tinha a melhor vida do mundo, mas sou amigo de longa data de Mika, acabei que quando ela me chamou para viajar os mares junto com ela eu aceitei na hora, e bom, estou até hoje seguindo ela. Além do mais ela é minha melhor amiga, de resto, acho que não vou querer me aprofundar muito- Shachi parecia lentamente se afrouxar, seu rosto que mais cedo quando todos os irmãos se reuniram era somente ranzinza e serio, tinha se tornado, naquele momento, bem mais gentil e carismático, mesmo que ainda mostrando certa seriedade e foco.

O Grupo por fim chegava no salão de danças, os papagaios alaranjados naquele momento começavam a tocar uma musica bem mais animada e de ritmo alegre, alguns hospedes que se encontravam no salão se levantavam para dançar ao ritmo da musica, muitos mostrando grande habilidade na dança. Mas, no bar que ficava no centro do salão, lá estava a perceptível Mika, com todos os seus tentáculos sentados em um assento, a mesma mesmo aos longe demonstrava um grande tédio, provavelmente a busca por algo que a entretece tinha falhado igual a tentativa do trio.


Mika
A Jovem sereia com todos os seus tentáculos se encontrava sem nada para fazer, chegando ao nível de "brincar" com sua água somente molhando seus lábios, mas antes o silencio que estava no salão era finalmente rompido quando a Banda começava a tocar, uma verdadeira musica animada, não tanto quanto a que Mika tinha tocado no palco, mas a musica era agradável e seu ritmo fazia que muitas pessoas antes em suas mesas se levantassem para começarem a dançar, mostrando que vários casais ali no salão tinham grande habilidades na dança, todavia Mika começava a falar com os barmen, tal que agora a atendia era diferente do anterior um homem negro bem mais alegre e animado com um grande sorriso no rosto, talvez pela musica ou talvez ele já fosse assim, de qualquer modo ele te respondia com eficacia - Senhorita, no terceiro andar temos uma sala de jogos, desde poker até algumas modalidades e atividades para amigos ou familiares- ele falava aquilo se preparando para continuar seu trabalho, mas ele continuava em sua frente, se aquietando um pouco e pensando, ele talvez quisesse te falar mais outro local interessante para se visitar no hotel, mas balançava a cabeça e continuava seu trabalho, como se não fosse uma boa ideia te contar oque quer que ele estivesse pensando.


Kou Kani e Mika
Mas não se passava sequer alguns segundos depois da pequena conversa com o barmen quando a grande Sereia era abordada alegremente por seus amigos, algumas palavras sendo trocadas e agora os quatros andando juntos para se divertirem e passarem o tempo até a hora de dormir, Shachi que naquele momento mostrava estar um tanto quanto mais relaxado por saber que sua amiga estava bem e em segurança andava mais próxima da mesma, com um olhar um pouco mais vigilante para os arredores, mas a conversa continuava, Mika que agora puxava um novo assunto recebia com prontidão a sugestão de Kani, não era uma má ideia, e alias, era como muitos cantores ou bandas começavam suas carreiras. Agora o grupo por inteiro junto andavam pelo primeiro andar do Hotel, que naquele horário estava muito mais calmo e tranquilo, com espaço o suficiente até mesmo para Mika andar com seus tentáculos soltos.

Liebe
O Touro que agora se sentia bem enjoado após se tocado em tão poucos minutos, se encontrava no momento no meio de duas pessoas que tinham uma voz bem familiar, e pensando um pouco, a voz que antes tinha dito toneladas de dinheiro captado pela orelha do touro, era muito parecida com o do careca, mas Liebe tinha sua atenção ao homem que demonstrava mais ostentação e que bebia com delicadeza o seu vinho enquanto analisava o Mink. De toda forma o olhar era quebrado quando o pequeno careca chamava a atenção falando com o Mink Touro - Olha, talvez você não seja muito de receber propostas como essas, mas o meu caro amigo aqui na minha frente é muito curioso em questão dos Mink, mas a curiosidade dele é muito diferente da qual você imagina... Como posso dizer, ele gosta de ver vocês, uma raça tão "interessante" lutarem entre si- O Careca dava uma pausa enquanto molhava seus beiços com o vinho dando um tempo para o Chifrudo pensar sobre oque antes tinha sido e tentar entender a situação.

- Sendo breve para não roubar o seu tempo trabalhando, eu dou uma proposta, você estaria proposto a participar de uma pequena batalha? Sem muito perigo eu prometo caso esteja preocupado em não se machucar demais, é que meu amigo fica realmente bem eufórico vendo Minks em situações violentas, e como você tem um corpo certamente bem cuidado e... Musculoso, acredito eu e ele que você seria perfeita para uma pequena luta noturna, rápida e para esquentar o sangue nessa noite fria sabe?- enquanto o careca dava novamente uma pausa para apreciar de seu vinho, o outro homem assentia com a cabeça, tendo algumas banhas de seu corpo balançando entre o processo, em seu rosto demonstrava um grande sorriso, provavelmente esperançoso que o Mink Touro aceitasse a proposta, mas ele mesmo assim segurava a excitação.

- A, e é claro, você vai receber uma quantia de dinheiro, se fizer isso te darei 50 mil berries, mas se quiser arriscar numa batalha um tanto quanto mais...selvagem? Acho que é uma palavra muito pesada...Uma batalha um pouco mais arriscada, eu te pagarei um pouco mais, e claramente a luta será somente após você terminar seu expediente para que você não tenha problemas em seu trabalho, de toda forma não tem que responder agora, pense um pouco sobre o assunto te darei uma meia hora para se decidir.- com aquilo o careca por fim se calava tomando seu vinho e observando Liebe esperando sua resposta, a cara do homem demonstrava seriedade, mostrando obviamente que ele fazia aquela proposta para muitos minks.

Enquanto aquela conversa ocorria um cantor, um mink com grandes orelhas de coelho começava a cantar, as roupas a qual ele vestia era apropriadamente iguais ao de Liebe. O Mesmo parecia um tanto quando receoso em frente a tantas pessoas, mas lentamente soltava mais e mais sua voz, cantando uma musica calma e serena que preenchia o ambiente, os clientes que pareciam aproveitar da musica começavam a murmurar ao ritmo da musica.
Thanks, Lollipop @ Sugaravatars

_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 UvhbRwr
Blossom
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 JDtjoSC
Créditos : 05
Localização : Sirarossa
BlossomCivil
https://www.allbluerpg.com/t510-kou-chiharu#2057 https://www.allbluerpg.com/t582-take-1-soneto-a-quatro-maos#2990
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Qua Jul 07, 2021 9:50 pm


 
Post 03

 

 
Soneto a Quatro Mãos

 
Apesar de ter sido tristemente ignorada por eles sobre a pergunta de Mika, a história de Kani havia me chamado bastante atenção. Realmente ele teve bastante sorte com a sua adoção. A melhor parte é que ele estava feliz e ouvir as palavras dele com seu sorriso radiante me deu um pouco mais de tranquilidade. - Fico imaginando como deve ter sido incrível a vida do menino caranguejo ao lado de seus pais marítimos. - Realmente me importo muito com meu irmão e, ouvir seu relato, me deixou com um semblante mais relaxado. Shachi falou bem rasamente sobre sua relação com Mika e para mim não era uma surpresa já que ele mal falava com a gente mesmo. Entretanto, ainda permaneceria com meu sorriso orgulhoso. Com o sucesso em achar Mika, deixaria a mesma falar primeiro.

Após as falas de minha parceira, começaria a dizer minha opinião também. - "Estou querendo dar início na minha carreira artística e quero levar isso como uma profissão." - Ao escutar meu irmão, concordaria com suas palavras acenando com a cabeça. - "Acho que o Kani tem razão, se formamos um grupo itinerante podemos chamar a atenção de vários jornalistas por passar em vários locais. Será bem favorável para nós." - Diria algo que possivelmente seria algo bem óbvio mas era para mostrar apoio e credibilidade à ideia de Kani. - "Podemos começar nossos objetivos imediatamente ou nos entretermos por enquanto." - Esperaria eles responderem e daria uma pequena desviada no olhar para Kani, com uma ideia na cabeça.

A música estava até que agradável para algo que não tinha dado a devida fiabilidade anteriormente, talvez por estar preocupada com Mika primeiro. Se Kani mostrasse estar disposto a tirar um pouco do tempo para se divertir, iria rapidamente até ele se estivéssemos mais distantes. - "Meu querido irmão, não passamos tanto tempo juntos mas podemos aproveitar para uma pequena distração." - Apontaria levemente para o salão do hotel onde possivelmente ainda teriam algumas pessoas dançando. - "Podemos ficar que nem aquelas pessoas aproveitando a agradável música." - Terminaria de falar e me viraria para os outros dois parceiros. - "Se quiserem podem vir também, depois podemos voltar aos nossos objetivos." - Diria com um sorrisinho simpático no rosto. Caso tivesse uma resposta negativa de primeira, insistiria novamente. - "Acho que é um bom momento para aproveitar uma das pequenas atrações de hoje, pode ser bem divertido!"

Com as últimas palavras, esperaria uma resposta positiva e iria para um canto do salão com ele(s) caso a proposta fosse aceita. Mesmo tendo uma pouquíssima experiência de dança tentaria mexer os braços e pernas no ritmo da música, tentando imitar um dos casais que mostrava ter mais habilidade para dançar. Se Kani tentasse dançar animadamente comigo, iria junto com ele e tentaria seguir os seus movimentos de maneira mais lenta mas, à medida que iriamos dançando, começaria a aumentar a velocidade dos passos. Se ele não aceitasse o convite, apenas continuaria ouvindo o que eles tinham a dizer de seus objetivos e ambições com o rosto levemente irritado.
   


Histórico:

N° de posts: 03
Ganhos: -
Perdas: -
Ferimentos: -



Personagem:

Estilo de Combate:
Ladino: Ladinos são especialistas em combates de curta distância, fazem uso de lâminas curtas e escusas para pegar seus oponentes desprevenidos e realizar movimentos letais. Utilizam adagas, punhais e similares.

Lanceiro: Lanceiros são especialistas em combates de média distância, fazem uso de armas de haste para explorar a distância entre eles e seus oponentes. Utilizam lanças, bastões, naginatas e similares.

Proficiências:

• Acrobacia
• Estratégia
• Furtividade
• Pintura
• Persuasão

Qualidades:

Versátil (Racial) Versátil: Você pode somar até 9 pontos de defeito, conseguindo dessa forma gastar 9 pontos de qualidade em vez de 7.

Atraente (1) Você é considerado belo pelos outros, seja pela sua aparência, porte físico ou estilo, você é capaz de despertar interesses românticos ou ser tratado mais favoravelmente por conta disso.

Criativa (2) Você é mais criativo do que a média e tem facilidade para pensar fora da caixa, em termos mecânicos, é capaz de desbloquear um espaço para projetar uma criação extra a cada nível ímpar.

Intuitiva (2) Você possui uma intuição forte e quase sobrenatural, praticamente um sexto sentido que pode lhe salvar de algumas enrascadas.

Prodígio (2) Você é mais inteligente do que a média e tem facilidade em adquirir novos conhecimentos, em termos mecânicos, é capaz de aprender uma proficiência extra a cada nível ímpar, além de ter termos menos rígidos para tal aprendizado.

Talentosa (2) Você ganha um espaço de criação de técnica extra em cada nível ímpar.


Defeitos:
Fobia (1) Você tem um medo extremo e irracional de algo ou de alguma situação específica. Varia de um até quatro pontos dependendo do objeto de sua fobia.
Fobia de Robôs:
Sente estranheza, desconforto, incômodo muito grande por robôs. Foi descoberto depois de ver e ler sobre robôs em um livro de seu amigo no orfanato.

Sincera (2) Você é incapaz de mentir, simplesmente não faz parte da sua natureza. Mesmo que seja prejudicial para você, você sempre diz a verdade.

Teimosa (2) Quando você acredita em algo, nada e nem ninguém pode convencê-lo do contrário, mesmo que provas e evidências sejam mostradas, você se recusa a mudar sua opinião.

Pacifista (2) Você abomina a violência e sempre que possível prefere não fazer uso desse artifício.
Dois pontos:
Você só ataca um adversário depois de sofrer dano do mesmo.

Leal (2) Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.
Lealdade a Arthur Lancaster:
Por Arthur ter sido a primeira pessoa a inspirar e incentivar Kou no caminho artístico, ela desenvolveu um sentimento de lealdade a ele pela sua confiança.


 
  Code by Arthur Lancaster



_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 Fofa210

FalasPensamentos ㅤ Ações
Revescream
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 Templa15
Créditos : 00
Localização : Em seu coração.
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Qua Jul 07, 2021 10:21 pm


Soneto a Quatro Mãos
Passatempo II
Legendas
Falas Pensamentos
Olhares atentos eram trocados entre a sereia e seu grupo, que finalmente parecia estar traçando os seus primeiros passos juntos, a sugestão de Kani conseguia arrancar Mika um genuíno sorriso para seu agrado; todavia, por mais animada que essa ideia se mostrasse aparentar, a possibilidade de nenhum dos três conseguir auxiliar um ao outro no início tinha altas chances de virar uma realidade – mesmo com os pontos levantadas por Kou – o que fazia Mika reconsiderar seu pensamento e meditar um pouco antes responder.

Essa sugestão é maravilhosa, Kani querido, no entanto, acredito que precisamos entender o que cada realmente deseja alcançar para então planejarmos formas de atrair o sucesso. — Ponderava em voz alta, direcionando seu olhar para a dupla de irmãos menores. — Acredito que o meu já foi devidamente apresentando, também sou uma artista por natureza, que busca se tornar conhecida pela música. — Dizia ainda sorrindo, com seu timbre ecoando um leve sereno nas palavras, antes de dirigir seu olhar terno para a Chiharu.

Eu tinha ouvido do Arth que nosso grupo tinha interesses em comum, então já considerava a hipótese de vocês também serem artistas. — Confessava. — Que estilo de artista você seria, pequena Kou? Uma modelo? Uma cantora também?! — Indagava entusiasmada, com seus olhos brilhando como estrelas no fundo. Mesmo antes de Kou conseguir responder, Mika já estaria direcionando sua atenção também para Kani outra vez. — Essa pergunta também vale pra você, e se não incomoda perguntar, para que deseja conseguir tanto dinheiro? — Calava-se em seguida, aguardando as respostas que viriam após isso.

Terminando o assunto referente as profissões futuras, Kou sugeria para que todos aproveitassem a noite juntos – que na visão de Mika seria o ideal, pois não tinha porque sair do hotel naquele horário – entretanto, a ideia de dançar junto as outras pessoas do salão incomodava Mika por diversos motivos. — Desculpem-me... Eu adoraria poder dançar com vocês, mas acontece que não sou muito boa nisso... Até espero um dia poder aprender, como uma profissional. — Falava um tanto contida, expressando uma sonoridade constrangida em sua voz. — No entanto, descobri que no terceiro andar existe um salão dedicado a jogos, como Poker e outros variados, eu adoraria jogar qualquer coisa desde que seja com vocês. — Esboçava um sorriso, antes de um bocejo escapar de seus lábios e o desfazer. — Eu também sinto que vou adormecer em breve... quanto menos movimentação pra mim será melhor.

Finalizaria por ali, mantendo sua atenção a qual seria a decisão que o grupo teria. Sem nenhum desejo em permanecer naquele lugar, caso a maioria optasse pela dança, Mika se despediria novamente e seguiria para o salão de jogos com ou sem companhia, interessada em descobrir como era tal cômodo naquela hospedagem; no entanto, se maioria escolhesse a sala de jogos, Mika seguiria em concordância ao destino sem mais interjeições.



Objetivos:
Prinicipais:
● Ingressar numa Indústria Musical de média ou grande influência [ ]
● Realizar duas Jornadas de Trabalho (00/02) [ ]
● Aprender a Proficiência: Barganha [ ]
● Aprender a Proficiência: Lábia [ ]

Secundárias:
● Ensinar ao menos um comando para o Mascote [ ]
● Treinar a Qualidade: Precisão Temporal (00/05 Turnos) [ ]


Ponto-Situação do Personagem:

Ficha do Player: Mika Mizushima
Nº de Posts: 03

PdV: 4700
STA: 100

Força: 0 [Incompetente]
Destreza: 350 (+80 Racial) (+60 EdCs) = 490 [Hábil]
Acerto: 270 (+80 Racial) (+60 EdCs) = 410 [Hábil]
Reflexo: 120 (+80 Racial) = 200 [Regular]
Constituição: 10 [Regular]

Agilidade: 305
Redução de Dano: 0%

Ganhos:
~x~

Perdas:
~x~

Extras:
~x~



Considerações:

Resumo:
● Autoexplicativo. Considerar as Qualidades Atraente, Voz Melódica e Carismática quando envolver as interações com a Personagem, e as Proficiências Canto e Sedução nos momentos de fala e cantoria, além de Dramaturgia e Qualidade Impassível na omissão e controle das emoções. Também considere a Qualidade Prodígio para o intelecto avançado da Personagem.

Observações:
● Compulsiva (Cantarolar): 01/10 Turnos;
● A Personagem possui 4,62 m de altura, sendo 0,62 m da parte humana e 4,00 m da parte marinha. Quando está na terra, entretanto, por questão de conveniência, a Personagem assume uma postura onde fica com 1,62 m de altura se comparada aos demais, deixando os outros 3,00 m dos tentáculos livres para uso.
Onigami
Ver perfil do usuário
Imagem : Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 483939c4b2902d706cfeb1b9d2ca66609d85f3b31a271b56af638a664f00a5a2
Créditos : 00
Localização : Sirarossa - West Blue
Re: Take 1 – Soneto a Quatro Mãos Sab Jul 10, 2021 6:26 pm
SONETO A QUATRO MÃOS

Enquanto caminhávamos, ficaria feliz de ter conseguido arrancar um pequeno comentário de Shachi e escutaria sua história com atenção, mesmo que estivesse mais para uma descrição vaga que combinava bem com seu temperamento sério e postura mais discreta. Mesmo assim, eu esperava poder conhecer mais daquele tritão no futuro.

Uma vez indagado sobre minha ocupação e aspirações pessoais, ficaria um pouco corado e pensaria por alguns segundos antes de responder apropriadamente. – Bom, eu não sou bem um artista... Mas considero meu trabalho uma arte. – Começaria buscando passar confiança na voz. – Eu sou um cientista. No momento me especializo em engenharia e áreas biológicas, mas mesmo assim, sei que posso ajudar na sua empreitada de forma mais técnica, nos bastidores... Mas se quiser eu também posso aprender a cantar, haha! – Daria uma risadinha curta para me acalmar um pouco antes de falar sobre meus planos. Eu tinha grandes ambições, mas falar delas para outras pessoas que não fossem meus irmãos dava um pouco de ansiedade.

- O dinheiro é para ajudar nas minhas pesquisas, eventualmente. Tem algo que eu quero muito fazer no futuro. Pretendo criar uma cidade perfeita onde todos podem conviver e mudar esse mundo com minhas invenções! – Diria com convicção, levantando um punho para o alto. - ...E também quero uns caranguejos gigantes! – Deixaria escapar no finalzinho, pensando em adquirir um amigo exótico quando tivesse bastante dinheiro. – Mas no meio tempo, preciso de companheiros e dinheiro. E também gostaria de ajudar meus irmãos e a senhorita. – Direciono um sorriso meigo para Mika e após declarar minhas ambições, me voltaria novamente para Kou, que parecia desejar descontrair um pouco.

- Dançar? Bom, eu só sei dançar de um jeito, mas parece divertido. – Apesar da proposta de sair e jogar parecer boa também, sentia que precisava passar um pouco mais de tempo com minha irmãzinha primeiro. – Ah, senhorita Mika. Acho que vou ficar pelo salão com a Kouzinha até o fim da música, mas logo podemos ir de encontro novamente! – Diria levantando o polegar em um sinal afirmativo e dando uma piscadinha de um olho só. – Vamos lá, maninha! – Iria até a pista para dançar ao lado de Kou. Embora eu fosse um pouco desajeitado, tentaria imitar as outras pessoas que também se movimentavam por lá. Na falta de habilidade o suficiente para fazer os passos, começaria a me mover como um siri, cujos movimentos eu conhecia bem melhor. Faria uma base aberta com as pernas e começaria a mover meus braços de um lado para o outro, em uma dança levemente cômica.

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 Tenor




Objetivos:

[ ] – Conhecer mais Shachi e Mika;
[x] – Falar com Kou e me atualizar sobre os últimos anos;
[ ] – Tentar conseguir um emprego, eventualmente.

Histórico:

Nº de Posts: 03
Ganhos: -X-
Perdas: -X-
Relações: -x-
Ferimentos: -X-
Menções a caranguejo: 3

Personagem:


PdV: 4320
STA: 100

Força: 0 [Incompetente]
Destreza: 100 (+40 EdC) = 140 [Regular]
Acerto: 250 (+160 racial) (+40 EdC) = 450 [Hábil]
Reflexo: 370 (+40 EdC) = 410 [Hábil]
Constituição: 0 [Incompetente]

Agilidade: 430
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Estilo de Combate: Pugilista/Atirador

Proficiências:
• Mecânica
• Mecatrônica
• Herbalismo
• Zoologia
• Natação

Profissão: N/A

Qualidades:
• Versátil
• Voz melodiosa
• Criativo
• Prodígio
• Experiência em combate
• Impassível

Defeitos:
• Bisbilhoteiro
• Ambicioso
• Misericordioso
• Obcecado
• Leal


_________________

Take 1 – Soneto a Quatro Mãos - Página 2 PSOJ2CV