Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Registro de PhotoplayerHoje à(s) 9:58 ampor  FormigaOperação T.N.C.T.O.N.I.Hoje à(s) 2:25 ampor  PepeTerra em TranseHoje à(s) 2:10 ampor  AchilesAnjo CaídoHoje à(s) 1:25 ampor  KojiRelações Beni : )Hoje à(s) 1:19 ampor  BenisuzumeOs Monarcas - I Efeito BorboletaHoje à(s) 12:34 ampor  O TaverneiroSolomonOntem à(s) 11:43 pmpor  RangiAs Crônicas dos Scavenger: A Leoa, o Louco, e o MudoOntem à(s) 11:42 pmpor  KojiSharp Teeth and Hard Fists.Ontem à(s) 11:15 pmpor  KiraBenisuzume L. FlurioteOntem à(s) 11:03 pmpor  Benisuzume
Página 1 de 2 Página 1 de 2 1, 2  Seguinte
MIkazuki
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki AqFTEkt
Créditos : 00
[Tutorial] - Mikazuki Sex Maio 28, 2021 1:38 am
Nome:Mika
Idade:17 anos
Raça:Humano (comum)
Gênero:Masculino
Localização:Shells Town
Estilo de Combate Básico:
Mão Predominante:Destro
Qualidade:Carismático
Defeito:Atormentado
Photoplayer:
[Tutorial] - Mikazuki 1ccba1110a47345b0a8eb5a5ec0a9a00
TheRealBlind1
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki OKuPL6l
Créditos : 05
Re: [Tutorial] - Mikazuki Qua Jun 02, 2021 12:52 am
TUTORIAL NEGADO

* Escolha um dos estilos de combates básicos disponíveis: https://www.allbluerpg.com/t26-estilos-de-combate-basicos. Responda este tópico assim que atender a esse pedido. *
MIkazuki
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki AqFTEkt
Créditos : 00
Re: [Tutorial] - Mikazuki Qua Jun 02, 2021 4:36 am
Nome: Mika
Idade: 17 anos
Raça: Humano (comum)
Gênero: Masculino
Localização: Shells Town
Estilo de Combate Básico: Ladino
Mão Predominante: Destro
Qualidade: Carismático
Defeito: Atormentado
Photoplayer:
[Tutorial] - Mikazuki 1ccba1110a47345b0a8eb5a5ec0a9a00

_________________

[Tutorial] - Mikazuki G3zwCKV
TheRealBlind1
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki OKuPL6l
Créditos : 05
Re: [Tutorial] - Mikazuki Qua Jun 02, 2021 6:31 pm
TUTORIAL APROVADO

Bem vindo ao All Blue RPG, a partir de agora eu serei seu Instrutor, irei lhe ensinar o básico sobre o fórum. O primeiro post é seu e peço desde já que se atente a sua mini ficha para trabalhar bem suas qualidades e defeitos durante a narrativa. Qualquer dúvida que tiver pode mandar MP que irei responder o mais rápido possível. Segue abaixo algumas informações importantes:

● A ficha usada para o tutorial é exclusiva dele e não precisa ser reaproveitada na sua ficha oficial, que pode ser completamente diferente. Mas nada lhe impede de usar o mesmo personagem.

● O fórum parte da premissa de evitar ao máximo God Mode, ou seja, que o jogador, controle NPCs e cenários. Em resumo evite descrever coisas como “O sol estava forte”, “Era uma manhã fria”. Não é um problema você dizer que acordou ou que está em casa, porém evite criar coisas.

● Uma dica importante para todos é que apesar de não se poder narrar cenários, ou controlar NPCs você pode procurar coisas e interagir com elas colocando a possibilidade de encontrar tais coisas. Exemplo: “Iria levantar e ir até a geladeira da casa, procuraria dentro dela uma maçã e se encontrasse uma já metia aquela bela mordida”

● Recomendo que consulte o Guia de Narração, Guia do Novato e Guia de Combate. antes de realizar o primeiro post.

● Por fim, sempre atente-se ao post de seu Instrutor e as dicas que ele der com cuidado, elas podem ajudar muito você a se guiar no fórum.
MIkazuki
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki AqFTEkt
Créditos : 00
Re: [Tutorial] - Mikazuki Qui Jun 03, 2021 2:40 am
O jovem pierrot caminhava a esmo pelas ruas de Shells Town, visivelmente triste, à procura do que fazer. Há muito que o bastardinho de merda tinha perdido tanto os seus pais, quanto a sua casa, motivo esse que o fez morar na rua, expondo-o a todo tipo de abusos, tanto psicológicos, quanto… “Saaaai da minha mente!” Me chamo Mika e sim, me visto como um pierrot, ou palhaço, tanto faz, e quase tudo o que você ouviu no início deste relato é verdade. Sou órfão e perdi a minha família muito cedo e, por conta disso, fui obrigado a morar nas ruas.

Entrei em todo tipo de problemas nesses sei lá quantos anos de mendicância e pequenos furtos, coisas que, junto com a solidão, o abandono e as diversas surras e humilhações que passei, não fizeram lá muito bem para a minha cabeça. Então, vez ou outra, uma dessas vozes assumirá o controle da narrativa. Me chame de louco ou o que for, mas quando se está solitário nas ruas e é muito novo, às vezes precisamos de alguém para conversar, para estar ao nosso lado nos momentos difíceis...

O palhaço poderia até achar que as frases que proferiu ao explicar a voz que o atormentava estavam guardadas só para si, em sua mente, porém, ele não poderia estar mais errado. Devido a uma regra imposta por mim, Baltazar, vulgo uma das vozes que atormentam este pobre homem, ou que fazem companhia a ele, dependendo do ângulo que você observe, tudo o que ele falasse ou explicasse sobre nós ou sobre o seu passado, teria que ser gritando a plenos pulmões, independente de onde ele estivesse, valendo apenas para esses próximos minutos. Então, como quem manda aqui sou eu, iremos continuar do meu jeito e, quando eu quiser, ele volta. “Baltazaaaaaaaaaaaaaaar! — pensava Mika constrangido.”

Como ele se encontrava sem um puto no bolso, já estava a cogitar a prostituição, mesmo que eu já o tivesse alertado inúmeras vezes que puta feia não ganha dinh… Desculpas, voltei, nem tudo é como ele 100% como ele manda. Infelizmente, ops, quase cometi o erro de falar sobre ele, teria que gritar aqui por conta disso. Bem, continuando, eu poderia até estar zerado de grana, mas não caminhava a esmo como… Aaaaah, difícil não falar daquele inútil. Mais uma vez, eu sei que consigo explicar isso... Ao caminhar pela cidade, eu tinha um rumo a seguir. Queria parar de roubar ou mendigar para ter o que comer, então seguiria rumo às docas onde possivelmente tentaria arrumar algum emprego, independente do que fosse.

Se não soubesse a direção, cogitaria perguntar para quem estivesse próximo a mim, já que eu tinha que chegar lá. Momentos de excitação como esse eram raros, pois normalmente eu permanecia deitado em algum banco de praça ou em um beco qualquer enquanto eu poupava energia ou pensava qual seria a área da cidade que eu tentaria roubar. Ah, dane-se. Eu tinha que aproveitar essa súbita energia que recebi não sei de onde, para tentar mudar a minha vida e fazer algo direito. Já que minhas mãos estão sujas de sangue das pessoas que já matei para sobreviver. Em duas ocasiões no mesmo parágrafo o idiota esqueceu da regra e, devido a sua estupidez, acabou de gritar para todos ouvirem que ele era um vagabundo, um ladrão e um homicida, espero que haja um marinheiro por perto para levar este depravado para a prisão.

Antes que eu me complique mais enquanto torcia para que nenhum agente da lei ou qualquer tipo de pessoa que pudesse me prender tivesse ouvido a confissão que acabei de fazer, voltaria uma vez mais ao meu objetivo central, chegar às docas para arrumar dinheiro ou, no pior dos casos, me apresentar como palhaço, mesmo que bem incompetente, por não saber nenhum tipo de malabarismo ou acrobacia. A meta era não dormir de barriga vazia e eu tentaria cumpri-la com afinco, com ou sem o BALTAZAR, poha, gritei outra vez. Espero só não me sabotar como sempre faço. Se eu conseguir chegar lá, minha primeira opção seria procurar um barco que precisasse de um novo tripulante para serviços braçais. Se por um acaso eu não conseguisse encontrar nada, começaria a pensar na possibilidade de roubar uns bolsos alheios para conseguir seu rango do dia.



Para o Tutor:
Mano, primeira vez que eu to tentando narrar com o defeito "Atormentado", e ele vai ser expresso nesse ser, o Baltazar. Se tiver algo de errado ou zoado, me avisa. Abaixo dessa msg vai ter a legenda das falas, então se você tiver qualquer tipo de dúvidas, me avisa pq pra o personagem funcionar, a galera precisa entender a narrativa kkkkkk.

Legenda (Leia se quiser entender o post):
cc0000 - reações mentais do Mika
Sublinhado - Momentos que o Mika falou em voz alta/gritou
Negrito e itálico Momentos que o Baltazar toma as rédeas da narrativa

_________________

[Tutorial] - Mikazuki G3zwCKV
TheRealBlind1
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki OKuPL6l
Créditos : 05
Re: [Tutorial] - Mikazuki Sex Jun 04, 2021 7:27 pm


[Tutorial] - Mikazuki DkI2H3
Narração

Na baixa Shells Town, entre tapas e beijos, Mika e Baltazar se digladiavam pelo controle daquele corpo saudável e com todos os membros no seu devido lugar, um corpo que qualquer empreiteiro contrataria facilmente para a sua mão de obra. O que poderia destoar do seu corpo era a sua mente que fazia moradia a duas personalidades completamente diferentes e que frequentemente geravam situações cômicas e constrangedoras como essa a seguir.

Diferente do que se espera de um palhaço, que é atrair as crianças através do bom humor, Mika conseguia a proeza de afastá-las por falar mais do que a sua boca permitia, ação essa testemunhada naquela garotinha de vestido e chapéu rosa que ao tentar uma aproximação, muito provavelmente com a intenção de ser pega no colo ou ganhar um elogio, voltou correndo aos prantos e assustada para o colo de sua mãe ao ouvir o testemunho de uma pessoa vagal e que se dizia assassina. — Mas que grande de um palhaço. — Você pôde escutar ao fundo o desabafo da mãe.  

Ao chegar ao porto, era por volta do meio dia, o relógio quase estava entrando na primeira hora da tarde e o tempo estava ensolarado e nublado. Com esse tempo favorável, você poderia notar uma grande movimentação de barcos e um patrulhamento escasso da Marinha para o que deveria ser a proteção do local. Tratava-se de um porto modesto e rústico, dominavam os pescadores locais que geravam a economia do lugarejo e havia uma única embarcação maior com direito a bandeira que destoava das demais.

— Soube que esse navio já fez parte de uma grande armada centenas de anos atrás. — Comentou um curioso.
— Eu soube que você pode ouvir as vozes dos antigos tripulantes no convés em determinada hora da madrugada. — Sugeriu outro.
— Deixem de besteira e voltem ao serviço, é só um navio velho. — Um terceiro tratou de por um fim àquela cena sem pés e cabeça.

Você quase podia ouvir os sons do ranger da madeira daqueles que usavam uma rampa improvisada para abastecer a embarcação. Se tomasse a curiosidade de se aproximar, poderia ver através de ligeiras rachaduras e lacunas na madeira, itens mundanos e bens comerciais, bem como um baú fechado. Vindo da mesma direção que você veio, você poderia observar a mãe de antes com a criança no colo ao lado de um marinheiro e apesar de não conseguir ouvir o conteúdo da conversa você poderia notar que elas procuravam um rosto familiar em meio a multidão.  

— Atenção! Atenção! — Um homem atrás de um balcão a frente daquele navio chamava a atenção dos transeuntes. — Você que tem saúde e braços fortes para trabalhar em uma embarcação, nós estamos aceitando tripulantes. Venha e se candidate. — Anunciava o homem com vestes tradicionais de pirata, um tampão na altura do olho esquerdo e um papagaio repousando sobre seu ombro esquerdo. Como aquele clichê que vemos por aí.  


Considerações:

Olá! Primeiramente quero registrar as minhas boas-vindas, espero que você desfrute do fórum e se divirta em primeiro lugar. Gostei muito do personagem aqui apresentado, achei-o bastante promissor, é o mesmo que você pretende utilizar em sua aventura oficial? Se sim, boa sorte e farei questão de acompanhá-lo.

Sobre o post, fiquei satisfeito com o que vi inicialmente, mantenha o nível e não teremos problemas. Como a regra permite já iniciar com arma básica abatendo o valor da mesma, o que você verá pela frente, pode considerar que você já começou com a arma básica do seu estilo de combate.

MIkazuki
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki AqFTEkt
Créditos : 00
Re: [Tutorial] - Mikazuki Sab Jun 05, 2021 2:39 am
Mostrar a língua e o dedo do meio para aquela pira… “Ops, acho que to andando muito com o Baltazar”, para a mãe da menininha que se assustou com as minhas crises era o mínimo que eu podia fazer depois do que ela tinha dito. Palavras machucam mais do que punhais, ela nem mesmo pensou como eu me sentiria ao ouví-las. Não tenho 100% do controle sobre mim mesmo e nem ferrando que escolhi ser assim. Como eu não gritei ao citar, mesmo que mentalmente, aquele escroto do Baltazar, acho que ele foi descansar um pouco.

Ao invés daquela sua voz áspera, carregada de ironia e palavras grosseiras, agora eu ouvia um leve sussurro em meus ouvidos, quase como se reagisse ao burburinho daquilo que parecia ser um organismo vivo, o porto de Shells Town. A tal voz, que ainda permanecia baixa o bastante para eu não discernir o que dizia, me fez prestar atenção em uma grande embarcação que, se tivesse personalidade, com certeza se sentiria destoante no meio de algumas das mais humildes barquetas que poderiam ser achadas no East Blue.

Era como se essa voz, que de tão baixa me lembrava mais um sibilar de uma cobra, me atraísse para mais perto dela. Até eu ouvir que eles estavam recrutando, minha mente ignorou completamente outras vozes ao meu redor, então nem o que podia ser considerado como mau agouro sobre o fantasma de tripulantes mortos e muito menos a vagab… Mãe com a filha foram notadas, eu só sentia que tinha que me alistar para a tripulação. E foi com isso em mente que cheguei na frente do contratante:

— Me chamo Mika e atendo a todos os requisitos! Sou habilidoso, acostumado a fazer serviços braçais e o melhor, se forrar o meu bucho, eu faço qualquer coisa para você. — O chiado em minha cabeça começou a aumentar gradativamente, mesmo que bem devagar, mas eu ainda não entendia o que era. Baltazar continuava distante e nem a Mia e o George tinham aparecido. Mia é o que parece ser a parte sensata dentro de mim. O George… bem, normalmente ele representa o que tem de pior dentro de mim, algo que tento deixar controlado ao máximo. Torçam para não me encontrarem quando ele estiver por aqui. É como uma bomba relógio com uma criança tentando desarmá-la, então você já deve imaginar.

De qualquer forma, se o capitão daquela grande embarcação não me aceitasse, tentaria voltar para a cidade, procurar um lugar movimentado e tentar fazer palhaçadas por uma merreca que seja o suficiente para eu comprar algo que mate minha fome, ou pelo menos diminua ela, já que ainda estou bem o suficiente para não precisar recorrer a revirar o lixo de restaurantes. Sobre o sibilo, algo me dizia que logo logo eu saberia o motivo de sua existência.
Off:
Como falei na MP, pretendo sim manter esse personagem para a minha aventura. Espero que você se divirta lendo tanto quanto eu me divirto escrevendo ele. To ansioso pra sair da mini e começar logo a minha aventura kkkkkk. A ficha já está praticamente pronta e eu serei "pirata", bem entre aspas. Esse post teve menos loucuras, mas acho que o próximo vai ter bem mais.

_________________

[Tutorial] - Mikazuki G3zwCKV
TheRealBlind1
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki OKuPL6l
Créditos : 05
Re: [Tutorial] - Mikazuki Dom Jun 06, 2021 4:35 pm


[Tutorial] - Mikazuki DkI2H3
Narração

— Camarada, as inscrições para o circo foram encerradas, aqui é a inscrição para marujos. — O homem fazia uma piada com a aparência de Mika, mas ao ver que o pierrot continuava ali, precisou reforçar a sua mensagem. — Qual é camarada, me ajude a te ajudar. Você se veste ridiculamente como um palhaço, se eu te coloco dentro desse barco eu estou assinando a sua sentença de morte, afinal de contas é impossível que esses brutamontes o respeitem. — Agora falava em um tom o mais cordial que sua cultura permitia e repleto de sinceridade. — Sinto muito, mas a menos que você corte esse cabelo e tire essa maquiagem ridícula a sua inscrição está negada. — Ele acenava para que o próximo da fila passasse a frente, mostrando que o assunto estava superado. Nesse instante, inclusive, até de maneira grosseira, um homem que estava atrás colocou sua mão direita sobre o ombro esquerdo de Mika e o empurrou para fora da fila.

Ainda que o homem tivesse narrado uma série de requisitos no momento do seu anúncio, ele estava verdadeiramente se guiando pela imagem que os inscritos poderiam representar como se zelasse pela sua imagem em relação aos seus tripulantes em primeiro lugar e não sua capacidade propriamente dita. Mas o palhaço estava decidido a provar que aquele homem estava enganado e longe de representar alguma verdade e decidiu se dirigir até o centro comercial novamente onde um episódio ocorria silenciosamente na claridade do dia, mas só alguém com a experiência de Mika poderiam notar.

Uma linda mulher ruiva com um brilho permanente por baixo do chapéu que utilizava conversava com um homem gordo com uma camiseta branca e um casaco minúsculo que dava na altura do seu sovaco de tão apertado que era. Você pôde assistir aquela mulher retirando de modo sorrateiro do bolso interno daquele casaco o que, se fosse para chutar, parecia ser uma carteira e a passando para um macaco de pele amarela, que de maneira coordenada percorreu alguns metros e a transferiu para as mãos de um anão que por sua vez assobiou fazendo com que a mulher dispensasse aquele homem. Era o próprio circo dos horrores em ação.

Executado o seu movimento aquela mulher procurou se relacionar novamente com a multidão até que colocou os olhos em nosso protagonista. — Estou encantada. — Pela primeira vez em muito tempo Mika poderia ver um olhar brilhante verdadeiramente ante a sua presença. — Essas cores, essa roupa, todo esse exagero me faz viajar na alegria da minha infância. — Ela rodeava o palhaço e tateava sua vestimenta e cabelo como se saciasse um vicio, mas era para atestar o que seus olhos estavam vendo.

— Façamos a seguinte brincadeira, nós pegamos uma criança aleatória e você faz um número, se ao término dele ela sorrir você vence e eu te pago uma quantia em dinheiro no valor de 250.000 ฿S, mas caso contrário, eu ficarei com o seu dinheiro, o que me diz? — Ela então procurava em meio aos transeuntes uma criança que pudesse atender aos requisitos e eis que se apresentava para a tarefa o anão de antes. — Com licença, amorzinho, mas dessa vez eu estou falando sério. — No entanto ela não aceitou qualquer tipo de manobra ilegal que o anão pudesse exercer e trouxe para frente uma criança na casa dos oito anos de idade para assistir ao número ao lado do seu responsável.

A empolgação da mulher parecia ser bastante genuína, ao ponto dela sentar com as pernas cruzadas para que ficasse da mesma altura da criança e balançava de um lado para o outro na expectativa do número apresentado por Mika. Isso, claro, se ele aceitasse o desafio.    


Considerações:

Muito bem, amigão, mantenha o nível.

MIkazuki
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki AqFTEkt
Créditos : 00
Re: [Tutorial] - Mikazuki Qui Jun 10, 2021 1:01 pm
Não acreditei quando fui enxotado da fila por ser um palhaço, sem testes ou ao menos uma breve tentativa de me mostrar capaz. Fui julgado pela minha aparência e só por ela. Não sabiam do meu passado, de como tatuaram aquelas marcas em meu rosto sem meu consentimento, como aquilo me machucava por dentro. Mas tudo bem, como não queria confusão, acabei por tomar a melhor decisão, voltar para o centro da cidade. Porém, mesmo eu querendo, nem sempre consigo manter essas “boas decisões”.

Na cidade, encontrei uma mulher chamativa de cabelos ruivos que com certeza parecia querer me ajudar, mas aquele que eu menos queria escutar veio em minha mente para me atormentar. A voz que estava em minha mente era profunda, como os meus desejos mais sangrentos e inescrupulosos de sobrevivência e matança nesse mundo cão. Ela foi a primeira que comecei a ouvir, a que me manteve vivo por todo esse tempo. George vinha em minha mente, quase que me convocando a pecar:

“Você vai deixar que aqueles homens te tratem assim só pela sua aparência? Eu sei as coisas que você fez para sobreviver. Sei que seu sonho é ir para o mar. E mesmo assim você vai deixar que eles te julguem por algo que fizeram a ti e que você não tem nenhuma culpa?! Volte lá agora e faça o que tem que ser feito para provar o seu valor, você sabe o que fazer.”

George tinha razão, eu sabia muito bem o que tinha que fazer para me levarem a sério. Sem medir as consequências dos meus atos, peço desculpas para a ruiva e para o garotinho que esperava um truque meu e seguiria em silêncio ao porto à procura daquele navio que recrutava tripulantes. Chegando lá, tentaria achar o homem que me tirou da fila, chegaria perto dele devagar e sacaria uma faca que estava escondida na manga direita da minha camisa e tentaria esfaqueá-lo o máximo de vezes que eu conseguisse. Se ele tentasse parar os meus sucessivos ataques com as mãos, eu bateria com a mão esquerda no cabo da faca para gerar mais força ainda no movimento de perfuração, até que o mesmo não conseguisse se mover.

Se a investida desse errado, eu teria um belo dum brutamontes para lidar, se desse certo, eu viraria para o recrutador e falaria:

— Será que provei meu valor para você agora? — Talvez George tivesse feito eu exagerar, porém, independente do que eu achasse, não tinha mais volta.



Off:
To me divertindo com esse personagem kkkkkk, e ele vai ser muito mais caótico na ficha principal dele xD

Legenda:
color=333399 - Fala de George na mente do Mika
color=ff0000 - Fala do Mika

_________________

[Tutorial] - Mikazuki G3zwCKV
TheRealBlind1
Ver perfil do usuário
Imagem : [Tutorial] - Mikazuki OKuPL6l
Créditos : 05
Re: [Tutorial] - Mikazuki Qui Jun 10, 2021 7:45 pm


[Tutorial] - Mikazuki DkI2H3
Narração

Incentivado por George, a voz mais controversa que o acompanhava, Mika recuou ante a proposta feita pela ladra e resolveu dar meia volta para procurar o seu algoz. — Tudo bem, vai ficar para outro dia criancinha. — Lamentou a ladra quando o pierret deu as costas, apontando para o alto o montante em dinheiro surrupiado de Mika. — Mas eu ficarei com isso. — Ela disse em silêncio para os seus comparsas, apenas mexendo os lábios da boca.

Chegando ao porto novamente, Mika procurou entre a multidão encontrar o rosto conhecido de antes. O recrutador parecia já ter encerrado suas atividades visto que não se encontrava mais na mesma posição. Finalmente ao olhar em direção da rampa improvisada pôde encontrar o seu alvo no desempenho de sua nova função como o mais novo tripulante daquela embarcação. Com um físico invejável e braços volumosos o homem carregava uma caixa que se fosse qualquer outro teria dado luz a um filho.

Mika não denunciava qualquer intenção assassina, o que o tornava uma pessoa fora de qualquer suspeitas, apenas fitava o seu alvo sem pestanejar e quando atingiu uma distância suficiente de um metro, sem que o homem notasse desferiu uma estocada pelas costas na região conhecida como grande dorsal. — AAAARGH! — Uma chuva de sangue foi cuspida de sua boca atingindo o marujo que estava em sua frente. — O que significa isso? — Reagiu antes de se virar para ver do que se tratava. — A-aaquele p-p-palhaço. — Caiu de costas e rastejou para dentro da embarcação.  

Uma, duas, três... Doze estocadas foram necessárias para que aquele homem desse os primeiros sinais de fraqueza e soltasse a caixa, mostrando ser bastante resistente. — Guardas. — Os trabalhadores que viam de trás demoravam a compreender o que estava acontecendo, mas uma vez que confirmaram o ataque rapidamente pediram pela intervenção das autoridades.

— É ele. — Ao lado de três marinheiros, a mulher de antes com sua filha carregada no colo apontava horrorizada na direção de Mika como o responsável por ter assustado a criança. — Parado ai mesmo. — O marinheiro apontou sua arma na direção de Mika. Tratava-se de uma espingarda de cano longo com uma espécie de faca em um dispositivo em cima da mira. Os outros dois marinheiros tentavam criar um cerco, cada um de um lado, até que formaram um triângulo com Mika e a sua vitima já desfalecida no centro, cada um estava a não mais do que dez metros de distância. Um deles, aquele que estava em sua retaguarda usava uma espada segurando com as duas mãos em seu cabo e mantinha sua lâmina na direção do palhaço, o terceiro de baixo usava um Nunchaku.

Os trabalhadores assistiam aquela cena das bordas e outros espaços dos navios vizinhos e uma minoria de curiosos parava para ver do que se tratava.      


Considerações:

Vamos ao teste de combate, superando esse tópico vejo você pronto para o jogo. Reafirmo a necessidade de ler sobre o Sistema de Combate linkado no tópico inicial para garantir que tudo ocorrerá bem. XD