Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
[Ficha] JaeggarHoje à(s) 4:39 pmpor  JaeggarAgnis CyrielleHoje à(s) 4:01 pmpor  Ryoma1º Capítulo: Alvorada dos Monstrorines!Hoje à(s) 11:01 ampor  Pippos[TUTORIAL] JaeggarHoje à(s) 9:31 ampor  MakaI - Desventuras em SirarossaHoje à(s) 3:18 ampor  PepeVirando a casacaHoje à(s) 2:28 ampor  Terry[P.N.D] MARINES&AGIOTAS, NÃO SÃO O MESMO?Hoje à(s) 12:38 ampor  GyathoLivro I - A CaminhadaHoje à(s) 12:37 ampor  YamiP.D.N. - Caçadores BacanosOntem à(s) 11:41 pmpor  KenshinChocho KimikoOntem à(s) 10:19 pmpor  Ryoma
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Derlund
Página 2 de 2 Página 2 de 2 Anterior  1, 2
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : #1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 XqxMi0y
Créditos : 15
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Relembrando a primeira mensagem :

#1 - Preparação para a Grande Aventura!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Hizumy Mizushiro Mayan. A qual não possui narrador definido.

_________________

#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 J09J2lK

Diego Kaminari
Ver perfil do usuário
Imagem : #1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 Dante-gif-11
Créditos : 00
Localização : Rio de Janeiro
Diego KaminariEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t332-diego-kaminari https://www.allbluerpg.com/t399-1-caminhos-entrelacados-o-alvorecer-da-aventura#1216

 

Pelas atitudes que o jovem decidiu seguir, sua moral se mostrou ser superior a qualquer outra coisa que o motivava, em seu âmago a necessidade de fazer algo ardia, fazendo-o decidir largar a sua missão e lutar para proteger o inocente que sucumbiria pela impiedosa destra que a ti, recobria. Curto foi o momento em que o anjo carmesim teve para salvar a alma já perdida, sua espada clamava veementemente por sangue, mas mesmo que conseguisse, ainda continuaria sedente pelo líquido vital dos alvos.


Com todo o impulso dado, e mesmo com sua impecável mira, a lâmina rubra foi certeira fazendo verter o sangue daquele que ameaçava a inocente alma, o musculoso membro não foi tão solícito no momento fatídico. Hizy poderia ver o sangue vertendo do corte feito no braço do homem e este fazia de todo o esforço para manter o membro no lugar correto. Não decepando, todavia lhe cortando a sustentação de seus movimentos que apesar de não ter sido o planejado logo de início, fora suficiente para o homem não realizar sua vil intenção. Os gritos lastimáveis de puro sofrimento vertidos com uma singela dor expressada pela força excessiva que fazia em sua garganta, fizeram-lhe chamar atenção de todos os seus aliados. Homens de vários tamanhas, no entanto, com a mesma expressão de surpresa diante do corajoso, ou talvez, idiota homem que sozinho arrancou-lhe sangue de um dos seus.


Gracioso como um bailarino, o anjo conseguia de fato segurar o algoz da inocente, porém nem mesmo o plano mais elaborado está livre das amarras do destino. Por muito pouco o alado não deixou que sua presa escapasse, embora sagaz por conta do ataque anterior, o homem tentasse lutar com toda a sua fúria. Um animal acuado era propício para referir-se aquele homem, seus passos tentavam afastar-se do rubro, porém sanguinária foi a lâmina fazendo novamente verter o sangue da porcolenta criatura. Gutural foi o grito que escapou por sua garganta, o comparsa no que lhe concerne observava até então atônito a todo aquele espetáculo vivente entre seu companheiro e o errante caçador.


Bastou o chamado para o outro sair de sua catatonia para então entender o que acontecia. Mesmo sem muito tempo para pensar, correu em direção ao jovem com os punhos cerrados avançando inutilmente contra o alado, entretanto já preparado e esperto como um falcão à espreita, o rubro desviava por poucos milímetros do errôneo golpe. Seus olhos focavam apenas no garoto a sua frente, sua arma, no entanto, estava um pouco mais distante e quando correu para então pegar, certeiro fora a estocada do celeste fazendo-o cair em meio a poça rubra do companheiro. O silêncio instaurado em meio aquele campo ínfimo de batalha era quase tão perturbador que era possível ouvir os acelerados batimentos causados pelo coração dos combatentes.


Um estrondo foi ouvido ao longe, a dor repentina pode ser sentida no ombro do celestial, ao redor o campo de batalha tomava uma magnitude maior com a inclusão de novos combatentes. Cinco corpulentos homens munidos de espadas, pistolas e correntes andavam como um bando pronto para o abate de sua presa, entre eles havia um mais bem-vestido, do lado esquerdo jazia uma espada dormente dentro de uma bainha bem adornada em negro e dourado. Olhos apurados e capazes saberiam que se tratava de uma lâmina nova pouco usada. Na destra, uma pistola prateada como a luz do luar parecia apenas adornar aquela imagem, se não fosse a fumaça que era expelida por seu bocal, o que indicava que tal arma era a causadora da dor repentina no ombro do loiro.


—  Que grande merda vocês dois fizeram? — Nos lábios do homem havia um charuto aceso, o que deixava sua voz um pouco mais grossa.


OLHA A MERDA QUE ESSE BOSTINHA FEZ COMIGO! — O primeiro homem gritava tentando manter a mão em seu lugar, sua pele já estava pálida pela perda do sangue. O outro por sua vez apenas se manteve calado enquanto se levantava indo em direção a arma que parecia estrategicamente, ou quase, guardada.


—  Pelo visto você não é qualquer merda. O que você quer, foder os meus negócios? Vamos esclarecer as coisas, se é isso que tu queres, tu que será fodido aqui. — O homem parou de falar tirando o charuto dos lábios e soltando sua fumaça cinzenta voltando a falar com o celestial — Antes que consiga dizer mamãe.

Antes que Hizu pudesse falar qualquer coisa, um dos capangas avançaria em sua direção, sendo parado apenas por um tiro de aviso a poucos centímetros do próprio pé. O homem olhou para aquele que tinha o charuto nos lábios que começava a desembainhar a espada — Esse engomadinho é meu, ninguém se mete.


Homem com charuto:
#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 C8ac522f1e70c2902561a86ae7019bce
Homem que "perdeu " a mão:
#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 2ab56a1b5bab443a60e05b6d4e8e3931
Homem do Taco:
#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 1d8698588335a155c735464243619440


_________________


#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 4nO1oWY
Hizumy
Ver perfil do usuário
Imagem : #1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 IbIIP4k
Créditos : 05
Localização : Porto - Portugal

#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 1f480 RED    DEAD    HUNTERS #1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 1f480
BE LOYAL TO WHAT MATTERS

Imagem hospedada por Servimg.com



 O eco da estrondosa arma zumbia em seu ouvido dilacerando seus sentidos e o deixando indagar até onde fazer-ia ouvir o poder da pólvora penetrante. Não dizia palavra. Sequer um gemido conseguira arrancar daquela garganta e rangentes dentes de puro ódio. Sentia-o. Junto ao ombro, por debaixo das roupas, sentia o sangue ameno a escorrer viscoso e vagaroso pelo corpo. Aos poucos, parecer-lhe-ia que a camisa fazer-se-ia pender com o peso do sangue. Se não despachasse, não tardaria para que tudo ficasse dormente, pesado e frio e, em menos de alguns minutos, não seria mais do que um animal morto.

Seu coração batia um pouco mais do que o costume, efeito da ferida e da adrenalina. Absorto da barafunda que tal escumalhava provocava, debruçando-se, iria retirando o casaco e o repousando delicadamente sob a criança. Encarando com uma expressão diabolicamente temível, com olhos afiados de um predador, retornaria o olhar para os miseráveis.

 De um intenso e singelo vermelho luzidio, sua espada emanaria um certo brilho metafórico, símbolo do quão esfomeado aquele demónio se encontrava. Coçaria com a esquerda o queixo e o protótipo de barba nesse emitiria um ruído pouquíssimo audível de raspagem. Promessas e ameaças eram baleadas de suas bocarras. Pareciam cães a ladrar. Sua postura, erecta, sem brechas, a espada ligeiramente à sua frente, sua aura hostil. Seguir-se-ia ali uma terrível chacina, ficando apenas no ar a pergunta: “Quem seria o responsável por tal?”.

 Um olho âmbar solitário viajaria pelo teatro de guerra à que seu vulto então pertencia, estudando cuidadosamente cada fio de vida que lhe fosse possível. Sua sagacidade intentaria manter-se uma fracção, ou meia, de segundo à frente do oponente. Cuidaria para interpretar seu gesticular e memorizaria o cenário em que se encontrava. Transbordando, latejante e misturando-se ao suor, seu sangue fá-lo-ia tomar a iniciativa temendo o pior.  

 O trovão dourado que era Hizy ferozmente correria num ataque frívolo. Somando a altura do oponente, comprimento do seu braço e da espada que ele possuía, calcularia e manter-se-ia à distância ideal para a troca efêmera e metálica de golpes. A primeira investida partiria de si. Levantando a lâmina no ar e a rasgando bestialmente no ar, focaria atingir sua vítima na cabeça. Deliberadamente, cessando o golpe antes de tocar no alvo ou, caso o mesmo se tentasse defender com a espada, no metal dessa, o arqueólogo puxaria, meio que causando um efeito chiclete na lâmina, a espada de volta para si e, simultaneamente, rodopiaria em torno do próprio eixo corporal, mas movendo-se para o lado contrário da empunhadura do rival, três passos, saindo-lhe da frente e então empurrando a Akai, na horizontal, contra o quadril do mesmo. O primeiro movimento que fizera, seria ali percebido como uma finta, uma simulação, dando origem ao seguinte.

 Tenso, apertaria as nádegas, contraindo o quadril para, sendo seu golpe travado ou esquivado, fechando toda a musculatura de suas pernas, reajustar sua posição, recuando os passos que fossem precisos para estar em uma posição minimamente segura e, não estando sob ataque, retornaria a avançar, apostando em mais uma investida furiosa. Dando tudo de si, quando estivesse à três metros, impulsionaria seu corpo para o mais alto que lhe fosse possível, suportando a dor da ferida e angústia, para sacar sua espada e desferir um golpe descendente vertical. Esperava que o golpe fosse falho. Intencionava isso, por isso desde o início não impregnaria nele força cortante suficiente para desmembrar. Ao sentir o contacto com a espada rival, ou no solo, agachar-se-ia e bailaria nos calcanhares, rodopiando a lâmina como que se fosse um mini furacão em direcção às pernas do oponente.

 Aos golpes do rival, fossem horizontais, diagonais, verticais ou estacadas, executaria o mesmo movimento: Com três movimentos de pernas, daria uma volta sobre si, girando, ao mesmo tempo que, deslocando os pés com passadas à uma boa largura entre eles, esquivar-se-ia sempre e repetitivamente para o lado contrário de onde se originava o golpe (para a esquerda caso o golpe fosse descendente/ascendente) e, apesar de somente isso o deixar provavelmente fora do alcance, complementaria sua kata empunhando a espada com a parte cega, mais robusta e dura, da lâmina contra a do rival e, esperando com isso roubar impulsão da mesma em simultâneo que a travaria, lançaria a sua lâmina afiada em direcção ao pulso do pirata.


#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 1f480

Espada Formidável:
Arma: 赤い天使 Akai Tenshi
Aparência:
Spoiler:
https://i.servimg.com/u/f28/19/82/20/98/61d34c10.jpg
Descrição: Uma katana feita de material altamente resistente e de extraordinária qualidade, moldada no formato de uma pena/asa de coloração carmesim. Katana de 1.5Kg e com 75cm extremamente afiada. Lâmina curva de um fio, empunhadura em cabo para uma ou duas mãos e com guarda punho em formato de penas circulares, a bainha é de madeira lascada de cor também avermelhada.
Tipo da Arma: N/A
Qualidade: Formidável
Durabilidade: Alta
Dano: +80 em Força/LVL
Estado: Nova

OFF escreveu:  




Histórico:
Nome: Hizumy Mizushiro Mayan
Posts: 06
Ganhos:
•2x Arma Formidável - 2.400.000,00$฿
•1x Roupas de Exploração - 500.000,00$฿
•1x Barraca Pequena - 250.000,00$฿
•1x Tabaco Comum - 150.000,00$฿
•1x Isqueiro - 150.000,00$฿
•1x Corda - 50.000,00$฿
•1x Algema - 150.000,00$฿
Perdas: - 3.650.000,00$฿
Dinheiro – Bolso: 1.350.000,00฿S
Inventário:
•1x Arma Formidável;
•1x Arma Clássica;
•1x Barraca Pequena;
•1x Tabaco Comum;
•1x Isqueiro;
•1x Corda;
•1x Algema;

Qualidades::
•Alado (Raça)
•Profeta (Raça)
•Renome - Derrotou um vilão no seu reino (1 Pontos)
•Atraente (1 Pontos)
•Destemido (1 Pontos)
•Carismático (2 Pontos)
•Prodígio (2 Pontos)

Defeitos:
•Exótico (Raça)
•Visão ruim (1 Pontos)
•Heróico (2 Pontos)
•Justo (2 Pontos)
•Apegado - Apaixonado pela Ártemis (char do Vincent) (2 Pontos)

Proficiências:
• História
• Investigação
• Lógica
• Geografia
• Criptografia

Saúde:
- 100%

NPC's Importantes:
- Tagima Origame: Um CR aparentemente forte e jovem.

Atributos:
Nível: 1
Experiência: 400

PdV: 5600
STA: 100

Força: 0 [+60 Edc] [+40 Racial] = 100 [Regular]
Destreza: 120 [Regular]
Acerto: 0 [+60 Edc] [+40 Racial] = 100 [Regular]
Reflexo: 120 [+80 Racial] = 200 [Regular]
Constituição: 160 [Regular]

Agilidade: 150
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0


Peso que aguenta carregar: 185 kg

Cor da fala: - Fala

Objetivos:
• Aprender Sociologia;
•Capturar 1/2 Procurados;
•Virar Caçador de Recompensa;
•Aprender Atletismo;
Comprar: cigarro, isqueiro, roupas explorador, barraca pequena, adaga formidável, algemas e cordas; óculos para ver melhor e espada formidável;



_________________


F A L A |  P E N S A M E N T O




"Hizumy M. Mayan - Professor of Archaeology, expert on the occult, and how does one say it… obtainer of rare antiquities.”

#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 IhB56jg #1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 6AD034X
Diego Kaminari
Ver perfil do usuário
Imagem : #1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 Dante-gif-11
Créditos : 00
Localização : Rio de Janeiro
Diego KaminariEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t332-diego-kaminari https://www.allbluerpg.com/t399-1-caminhos-entrelacados-o-alvorecer-da-aventura#1216

 

A inquietante plateia que se formou ao redor das duas figuras gritava ensandecida pela batalha que estava sendo travada, no entanto era uma plateia com um so destino, com um so campeão, ali todos esperavam que o celestial perecesse pelas mãos de seu líder. Mas... O destino não queria isso. O homem cheio de confiança se deixou levar por sua torcida o que fez com que o mesmo deixasse a prudência como um pedaço de pano sujo. O primeiro a se mover foi o anjo escarlate que numa investida calculada chocou sua espada com a do homem, um sorriso malicioso se fez em meio aos gritos do bando, todavia sua imprudência o impediu de notar que aquilo tudo fazia parte do plano.

Num giro que aproveitou a energia do rebote de sua lâmina o jovem girou no seu próprio eixo o deixando ao lado de seu oponente e finalmente desferiu um corte na horizontal que em cheio o acertou. A reação do publico foi de completo silencio assim com o espanto de seu adversário. A ferida fora profunda e bastante sangue saia da ferida. Entre tudo Hizy não pararia por ali, ele se afastou enquanto o homem virou em sua direção, tentou sacar sua pistola, mas a dor não o permitiu. Correndo na direção do líder pirata nosso herói saltou com máximo que tinha o que por sua vez lhe causou uma dor que percorreu seu corpo como uma onda de tortura, o mesmo visava desferir um falso golpe em direção ao inimigo, apenas para que o mesmo o impedisse. Juntando toda a força o grandalhão acabou por se esquivar para trás, mas teve que lidar com a dor de seu ferimento o que novamente lhe abriu a guarda.

- Desgraçado, vai pagar por isso! – Disse o pirata ensanguentado.

Como em um mesmo movimento o alado se abaixou e como um tornado da justiça o mesmo começou a rodopiar com sua espada estendida. A lâmina pegou nas pernas do inimigo, no entanto não possuía um corpo atlético e preparado para tal seus golpes perderam precisão causando vários cortes mais leves ao invés de poucos mais profundos. No entanto aquilo fora o suficiente para que o homem caísse de joelhos ao chão, sua vida estava se esvaindo devido ao primeiro golpe que o fizeram perder muito de seu liquido vital, todavia o mesmo não acabaria por aí... Ele sacou sua pistola e apontou para Hizy e então atirou... O tiro para alivio do jovem passou de raspão por seu braço fazendo uma linha de sangue.

- Antes que comemore... – Pausou para tossir sangue. – O alvo nunca foi você. – Terminou de falar caindo sem vida ao chão.

A plateia que antes vibrava na torcida entrou em desespero e todos corriam como baratas tontas em meio a veneno, todas as caixas de drogas foram deixadas lá. Entretanto se Hizy não era o alvo, quem era? O jovem olhou pra trás e viu aquele menino que a pouco salvou de joelhos olhando pra suas mãozinhas vermelhas de sangue e sua barriga perfurada pelo projetil. Daria tempo de salva-lo? Certamente a base do clã teria alguém pra ajudar, no entanto sua missão incluía destruir as drogas e se isso o fizesse, muito provavelmente seria tarde demais. Abandonaria seu sonho o jovem para salvar aquela criança, ou a deixaria a sua sorte e finalizaria o que era necessário para seu caminho seguir?  



Homem com charuto:
#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 C8ac522f1e70c2902561a86ae7019bce
Homem que "perdeu " a mão:
#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 2ab56a1b5bab443a60e05b6d4e8e3931
Homem do Taco:
#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 1d8698588335a155c735464243619440


_________________


#1 - Preparação para a Grande Aventura! - Página 2 4nO1oWY