Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
II - Sombras em SteveltyHoje à(s) 5:45 ampor  KerigusVoice of the SoulHoje à(s) 1:38 ampor  YamiOperação T.N.C.T.O.N.I.Hoje à(s) 12:17 ampor  VincentMary Van TasselOntem à(s) 11:57 pmpor  KerigusSharp Teeth and Hard Fists.Ontem à(s) 11:25 pmpor  ÀsManae LiebeOntem à(s) 8:42 pmpor  RyomaCatherine Petit Barozzi Nero BellarosaOntem à(s) 8:36 pmpor  RyomaHizumy Mizushiro MayanOntem à(s) 8:35 pmpor  RyomaPedidos de CargosOntem à(s) 7:56 pmpor  Arthur LancasterAs Crônicas dos Scavenger: A Leoa, o Louco, e o MudoOntem à(s) 7:45 pmpor  Arthur Lancaster
 :: Oceanos :: Blues :: North Blue :: Flevance
Página 8 de 12 Página 8 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 XqxMi0y
Créditos : 20
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Operação T.N.C.T.O.N.I. Qui Maio 13, 2021 1:08 am
Relembrando a primeira mensagem :

Operação T.N.C.T.O.N.I.

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Agentes Aiko Saito, Chocho Kimiko e Sophia Mallwitz Steinberg. A qual não possui narrador definido.

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 J09J2lK

Akuma Nikaido
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 120x120
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Sex Ago 13, 2021 11:20 pm

Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Chocho KimikoRelatório:
Localização:Flevance18
Missão:-
E Aiko conseguia, como sempre, dar um jeito de estragar o humor de Nicolai. Para dar uma colher de chá a ela, não era preciso muito esforço. Ainda assim a garota sempre se superava. Mordia leve a parte de dentro de meu lábio, ao ver que não teríamos folga. Ao menos tinha um leve momento de divertimento ao ver uma criança tratando nosso superior de maneira tão informal. Frost dispensava as formalidades e perguntava como nos chamar. Ficava dividida entre ser formal e acarretar em deixá-lo bravo ou engolir meu orgulho e deixar que um desconhecido, ainda que superior, me tratasse de maneira completamente informal. Por sorte, antes de decidir, nossa amiga super sincera já salientava que eu era uma princesa. — Como disse Aiko-san, eu sou a princesa Chocho Kimiko... Pode me chamar de Kimiko, senhor.


Normalmente não daria a liberdade de ser chamada pelo nome, em vez de pelo título ou pelo sobrenome, mas era melhor do que ouvir um Chochozinha ou algo similar.


— Não quero parecer mal educada, Frost, senhor, mas não seria melhor nos passar as informações antes de começarmos a missão? Perguntava, ainda meio perdida e sem graça por estar sendo arrastada pela mão por uma criança. — Quero dizer, o senhor deixou bem claro que vamos investigar as pessoas da carroça, mas quem são eles? O que podemos esperar? Informações são cruciais para um agente, senhor! Imaginava que aquilo tudo era um teste para ver como nós agiríamos, principalmente porque ele havia dito que queria ver como trabalhávamos. Enquanto perguntava, sempre tentando manter o tom de voz baixo e sendo cuidadosa para não ser vista ou ouvida, tentava também enxergar se havia como entrar no veículo, bem como se havia lugar para me esconder dentro dele e se havia mais alguém dentro da carroça além dos dois que entraram na padaria. Caso, entretanto, notasse haver alguém, faria um sinal para Sophia, mostrando o sujeito.


Independente da ação, era nesse momento que notava o assalto ocorrendo. Particularmente, concordava com Frost. Era uma pena a senhorita ser assaltada, mas nós éramos da inteligência, não da marinha. Eles que cuidassem disso. Não dava para interromper a missão por conta disso. E, é claro, Aiko mais uma vez discordava. O senso de justiça da garota era forte demais para não agir. Mas uma rápida ideia me vinha a mente e sinalizaria para Sophia acompanhar minha deixa. — BRIGA! BRIGA! BRIGA! BRIGA! BRIGA! BRIGA! Começaria a gritar, a plenos pulmões, incentivando o embate. Esperava que minha colega e Frost fizessem coro a mim. Eu não era boa em andar furtivamente, mas com a distração correta, seria mais fácil me esgueirar e esconder em local apropriado. Para isso, tomaria então uma de duas decisões: entrar na carroça e vigiar de dentro, se notasse que havia mais alguém esperando pelos dois que entraram ou aguardar que os dois saíssem para ver o que estava acontecendo e então me esgueirar para dentro. Observaria taticamente, a partir do desenrolar, qual seria a melhor opção. Não conhecia Sophia havia muito, mas já notara que pensávamos um pouco similar e contava com ela para seguir meu plano. Assim, se fosse preciso, esperava que ela distraísse os bandidos por mais um tempo, permitindo-me adentrar a padaria ou a carroça.


Caso conseguisse entrar na loja, olharia rápido para os melhores pontos de esconderijo e iria agilmente para o melhor deles, antes de reavaliar se havia algum outro local mais importante. A partir daí, coletaria o maior número possível de informações antes de seguir os próximos passos. Entretanto, se ficasse na carroça, procuraria valer-me de minha posição para revirar todo seu conteúdo, tomando o cuidado de deixar tudo arrumado de volta do jeito que estava, para evitar que notassem que haviam sido observados. "Eu só espero que consigamos terminar isso logo... Preciso encontrar-me ainda com Amis-kun..." Pensava, preocupada com meus outros compromissos. Realmente não esperava não ganhar nem um pequeno intervalo de folga. Amaldiçoava mentalmente Nicolai por querer nos fazer sofrer. "Tomara que a folga dele seja mais estressante que passar uma hora com a Aiko.. Tsc."


Se, por outro lado, em algum momento notasse que meu plano falharia miseravelmente, apenas desistiria da ideia e recuaria novamente, aguardando por ideias melhores de minhas companheiras. 


Ganhos: Florete (clássico?)
100.000 berries (temporário)
Perdas:
Relações: -
HP: 200
SP: 100
Força: Regular
Peso máximo suportado: 118 kg
Destreza: Regular
Acerto: Regular
Reflexo: Regular  Constituição: Regular
Acrobacia
Anatomia
Engenharia mecânica
Estratégia
Forja
N/A
Wesker
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 Imagem_Icone
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Sab Ago 14, 2021 3:59 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Sophia SteinbergRelatório:
Localização:Flevance18
Missão:Imposto NÃO é roubo!


Felizmente conseguimos contornar toda a situação criada por Aiko, fazendo com que não acabassemos perdendo nossos empregos ou sendo mortas por nosso superior por causa da linguaruda. Como “recompensa” por termos sobrevivido, recebíamos uma nova missão.

Frost, nosso “novo” superior, era mais um sujeito no mínimo peculiar. Na verdade, ficava surpresa ao saber que aquele garoto sequer tinha idade para ingressar no governo mundial. Sua personalidade, por sua vez, se destacava tanto quanto sua pouca idade.

- Sophia Steinberg - Responderia caso ainda não tivesse feito uma apresentação ao garoto. Muito jovem ou não, ele ainda era meu superior e por isso eu deveria manter a formalidade. A alegria que o garoto tinha ao nos tratar como crianças e nos puxar pela mão, entretanto, parecia fazer com que uma parte de mim morresse.

No caminho, nossa missão era explicada de forma bem rasa e despertava alguns questionamentos de Kimiko que eu mesma poderia fazer se não estivesse tão concentrada em manter a minha pose mesmo com uma criança puxando minha mão.

Finalmente chegávamos ao local da missão, vendo um casal de suspeitos saírem de uma caçorra e adentrarem uma padaria que subitamente saía do horário de serviço. Nosso objetivo era descobrir o que aqueles dois tinham ido fazer ali. Atrás de onde estávamos, entretanto, uma mulher parecia ser assaltada e nosso superior dizia para ignorarmos aquilo. Salvar as pessoas nunca foi meu objetivo ao entrar para o Governo Mundial, mas era bom poder entender um pouco mais da personalidade daquele garoto.

Surpreendentemente a primeira de nós a sugerir um plano era Aiko. Não era muito complexo, era verdade, mas a garota tinha alguma razão ao dizer que provavelmente os que teriam mais facilidade em se esgueirar para a padaria eram Kimiko e Frost. A nossa parte da missão seria tentar conseguir informações sobre a padaria com aquela mulher, entretanto, não poderíamos fazer isso perguntando para qualquer morador das redondezas?

No fim das contas concluía que ao menos dessa forma impediria Aiko de fazer alguma besteira durante a infiltração fazendo com que esta se concentrasse em outro problema, então aquilo poderia ter um saldo positivo no fim das contas. Quando a garota começava a andar na direção do ladrão, entretanto, Kimiko parecia também ter uma ideia e começava a gritar.

- O que… - Demorava um pouco para entender. Ela queria chamar a atenção daquelas pessoas? Por mais que estivesse confusa, agora que minhas companheiras já haviam começado a colocar seus planos em ação, a minha melhor escolha era segui-los e cuidar de consertá-los caso algo desse errado.


- Acaba com esse marginal, Aiko! - Me juntava a estratégia de Kimiko, tentando falar alto para atrair atenção para o lugar. Ainda assim, tentaria deixar claro para o bandido que eu estava dando apoio a agente faladeira, para que ele se acovardasse com a desvantagem numérica e a exposição fugisse no lugar de tentar fazer um refém. Dali pra frente, o resto seria com Kimiko.

Havia a possibilidade dos alvos verem e serem capazes de identificar nosso uniforme devido a atenção que a princesa planejava atrair para nós. Imaginava que nesta situação eles tentariam voltar para a carroça e recuar e, se isso acontecesse, eu efetuaria um disparo na direção do cavalo antes mesmo que estes tivessem a chance de fugir, errando propositalmente por ter apenas a intenção de assustar o animal e fazer com que ele se assustasse e saísse em disparada, deixando seus donos para trás.


Nome: Sophia Steinberg
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim/Atirador
Profissão: Médica
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: 4 balas de dopping
Perdas: N/A
Relações com NPCs: (Depois faço, por hora só vou listando quando lembrar).
Agente Senior – Nicolai - Pescotapa
Nível: 1
Experiência: 20

PdV: 140
STA: 100

Força: 0[Inábil]
Destreza: 7 +2 EdC +2 Racial  = 11 [Regular]
Acerto: 5 +2 EdC +4 Racial  = 11 [Regular]
Reflexo: 7 +2 EdC +2 Racial = 11 [Regular]
Constituição: 1 [Regular]

Agilidade: 11
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Anatomia
Diagnose
Farmácia
Toxicologia
Primeiros socorros
Que absurdo você insinuar que uma nobre como eu não tem nada no inventário!

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 Sign_Bismarck_V1_-_Tamanho_certo_borda_branca
Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Seg Ago 16, 2021 2:07 pm




OPERAÇÃO T.N.C.T.O.N.I

O Retorno do Calros.


Dia 01 || Flevance - North Blue || Clima: Fresco || Tarde
N° de Postagens do Narrador: 01


- Seus nomes são Antonelle e Edmundo. - Falou Frost ainda observando a situação que se desenrolava próximo a Padaria - Não sabemos muito ainda, apenas que eles andam com essa carroça para lá e pra cá. Sinceramente, acho que eles estão levando alguma coisa importante… - Seus olhos se estreitaram - Vocês devem esperar tudo! Já que não sabemos quase nada. - Riu ao final das suas palavras. O trio parada dura tinha uma divergência nas ideias, Aiko optou por uma ação mais simples, ir direto ao encontro do vilão. Entretanto, Kimiko e Sophia criaram um alvoroço com seus gritos, chamando a atenção não só do ladrão, mas também da população no interior dos estabelecimentos próximos.

- PORRA! - O bandido gritou antes de sair correndo para longe, acabou largando sua velha e enferrujada faca no chão - Sim, sim… Obrigada! - Falou a mulher um tanto quanto nervosa, seu corpo tremia, pelo medo que sentiu momentos antes. Ao que parecia a dupla de criminosos no interior da Padaria não deu muita bola para situação lá fora, já que ninguém se deu ao trabalho de averiguar a situação. Um pequeno grupo com três homens passavam correndo por Aiko e a cívil, corriam na direção tomada pelo bandido.

Nesse meio tempo, Kimiko aproveitava para esgueirar-se por onde fosse possível, passando despercebida, já que a atenção estava em outro lugar. Para sua sorte, na lateral da Padaria existia uma janela pequena, mas que era do tamanho ideal para passagem da agente. Essa por sua vez adentrava na padaria, vendo que o lugar não era muito grande, algumas gôndolas com frutas, um balcão de madeira maciça em L, onde ficava o caixa. Três corredores completavam o interior da padaria, com diversas prateleiras e uma variedade de produtos típicos de uma padaria. Por último, uma porta - a única do local - estava entreaberta, uma luz vinha de dentro e algumas sombras se moviam em seu interior, contudo, era necessário que chegasse mais perto para ouvir.

- E aí, viu algo? - Frost sussurrava ao seu lado, ele também tinha se esgueirado furtivamente para dentro, tão furtivo ao ponto de Kimiko só notar sua presença, quando ele falou - Vamos chegar mais perto! - Falou baixinho novamente e correu na ponta do pé em direção a porta, mas, em um movimento súbito a porta abriu-se, em um movimento ágil e silencioso, Frost pulou e se encaixou atrás de um amontoado de caixas na lateral da porta, levando a mão no peito enquanto olhava na direção de Kimiko - Como não entregaram? O que aconteceu com Alex? Ele tinha que está aqui para entregar o pacote. - Uma voz masculina e irritada era ouvida - Calma! Você sabe que aqui é difícil de se movimentar, ele deve ter tido algum problema no caminho. - Uma voz feminina tentava acalmar toda a situação - Antonelle está certa, Alex não é de se atrasar, algo aconteceu. De qualquer forma, nossa célula ainda conta com alguns problemas internos, precisamos ser racionais. - Uma voz velha foi a última a ser ouvida.

A dupla que adentrou saia em passos rápidos do interior da sala, sendo acompanhados por um senhor de cabelos grisalhos e pele escura - Algo aconteceu, fique atenta, Ant. - Falou o rapaz enquanto abria a porta, saindo em seguida. Já do lado de fora Sophia e Aiko podiam ver a dupla saindo, caminhando em direção a carroça e por último, o senhor citado acima girando a placa do lugar, mostrando que o mesmo estava aberto novamente - Esperem! Levem isso para a mãe de vocês. - O senhor falou em um tom alto, entrando novamente na padaria pegando uma sacola marrom, feita de pano e recheada por itens. A mulher pegou o pacote, agradecendo com um sorriso no rosto e indo na direção da carroça.

No fim a situação era simples: No interior da Padaria se encontravam Frost e Kimiko, o senhor voltava para o interior indo na direção do caixa, ajeitando algumas coisas na parte inferior do lugar, não tendo visão do que acontecia em seu estabelecimento. Do lado de fora, Aiko e Sophia estavam em um dilema: enfrentar os investigados? Segui-los?  Elas não tinham muito tempo para pensar, já que, em poucos segundos eles iriam partir na direção tomada pelo ladrão.

Na rua um amontoado de curiosos se formavam próximo a dupla de agentes, a mulher contava o ocorrido. Algumas reclamações sobre a segurança do lugar eram ouvidas e no fundo, uma dupla de marinheiros se aproximava.



Histórico Geral:
Aiko:
Número de POST:18
Ganhos:

  1. Katana
  2. Uma missão feita - salário da missão (banco provavelmente)


Perdas:

  1. Nada por enquanto.


Kimiko:
Número de POST: 18
Ganhos:

  1. Florete (clássico?)
  2. 100.000 berries (temporário)


Perdas:

  1. Nada ainda


Sophia:
Número de POST: 18
Ganhos:

  1. 04 balas de dopping


Perdas:

  1. Nada por enquanto


Legendas:
NPC's Específicos
Frost


NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores | Entre outros.

Antonelle, Edmundo e sua galera.

Aparência dos NPC's "Comuns"
Velhote de Padaria


Última edição por Formiga em Ter Ago 24, 2021 3:11 am, editado 1 vez(es)

_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Akuma Nikaido
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 120x120
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Ago 17, 2021 5:09 pm

Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Chocho KimikoRelatório:
Localização:Flevance19
Missão: Investigar vagabundo
Apesar de meu plano realmente fazer com que as pessoas fossem olhar o que estava acontecendo, não tinha êxito em fazer com que abrissem a porta da padaria. No entanto, ao menos Aiko conseguia sua intenção de livrar a senhorita do assalto. Aquilo me abria duas possibilidades. — Ou eles estão mexendo com algo importante o bastante pra não se distraírem ou estão em algum lugar que não puderam ouvir o barulho aqui fora. De toda forma, contanto que sejamos silenciosos, devemos conseguir entrar, senpai. Dava minha interpretação do resultado para Frost, preparando-me para entrar.


Em um movimento ágil e aproveitando de ser esguia, conseguia adentrar o estabelecimento e me esgueirar em silêncio, tendo uma boa vista do local e procurando um melhor lugar para posicionar-me. Era, então, que Frost me surpreendia, quase que materializando a meu lado. Somente meus anos de treino em manter a expressão independente do que acontecesse é que me permitiu não soltar um grito, mas por dentro, pensava: "Putaquiupariu, caralho!! Quase tive um infarto aqui." Por sorte as pessoas não sabem o que se passa dentro de nossas cabeças, então a imagem de princesa continuava a salvo.


O chefe sinalizava para chegarmos mais perto, a fim de ouvirmos melhor. Esperava que ele fosse primeiro para depois dar seguimento, e essa foi a sorte. Se houvesse ido logo atrás dele, teria sido pega no flagra pelos criminosos. Ainda em silêncio, ouvia as próximas falas em tom alto e claro. Imediatamente, minha postura mudava, tornava-me completamente tensa, uma intenção assassina surgia em meu olhar e precisava de toda minha concentração e disciplina para não atacá-los e entregar nossa posição. "Célula... REVOLUCIONÁRIOS!?"


Se conseguisse ver Frost de minha posição, sem precisar me expor, sinalizaria para ele que aguardava instruções. Se Frost me sinalizasse para agir conforme desejasse ou se não conseguisse falar com ele, aguardaria até ter posição favorável e adentraria na sala dos fundos, onde primeiramente buscaria me esconder e analisar o ambiente, procurando por posição onde pudesse notar a aproximação do senhor sem ser pega de surpresa. Procuraria, assim, visualizar tudo que pudesse ser pertinente, fazendo a busca mais completa possível.


Caso, entretanto, em algum momento eu fosse descoberta, avançaria sacando meu florete e buscando golpear o senhor em pontos críticos porém não letais, como atrás do joelho, axila ou flanco E. Enquanto avançaria, diria: — Tom mandou avisar que não vai poder vir. Mas eu aceito o pedido para minha mãe... Falaria em tom jocoso, mas demonstrando que havia ouvido a conversa dele. Minha intenção não era de verdadeiramente acertá-lo, ao menos não ainda. Queria servir de distração para que Frost o atacasse e o nocauteasse por trás, evitando assim que o velho pudesse gritar ou causar qualquer confusão.


Se obtivesse êxito em investigar a sala sem ser pega, evitaria o ataque direto e aguardaria pelo melhor momento de nocauteá-lo eu mesma. Do contrário, após ser nocauteado por Frost aproveitaria para investigar a sala, agora sem tantas preocupações. Pediria a Frost, de toda forma, para amarrá-lo firme e amordaçá-lo, fazendo eu mesma caso ele se recusasse. Agora, na hipótese de meus dois planos falharem e não conseguíssemos nocauteá-lo, buscaria me defender de seus golpes e me afastar, analisando a melhor situação para vencer aquele embate. "Espero que as meninas sigam a carroça. Vamos ter de nos dividir por enquanto..."


Pensaria, sabendo que não importava o quão rápidos fossemos aqui dentro, não teríamos tempo hábil para seguir uma carroça em meio ao fluxo normal de pessoas.  Por fim, caso Frost me desse ordens, apenas as seguiria, buscando executar do melhor jeito possível. 


Ganhos: Florete (clássico?)
100.000 berries (temporário)
Perdas:
Relações: -
HP: 200
SP: 100
Força: Regular
Peso máximo suportado: 118 kg
Destreza: Regular
Acerto: Regular
Reflexo: Regular  Constituição: Regular
Acrobacia
Anatomia
Engenharia mecânica
Estratégia
Forja
N/A
Wesker
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 Imagem_Icone
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Qua Ago 18, 2021 3:56 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Sophia SteinbergRelatório:
Localização:Flevance19
Missão:Imposto NÃO é roubo!

Se havia ou não sido da forma que Kimiko imaginou eu não saberia dizer, fato é que eu não via muitos sinais dos dois alvos terem se importado com a confusão que causavamos, mesmo que a princesa tenha partido junto de Frost para se infiltrar na padaria de qualquer forma.

Do lado de fora o bandido parecia ficar assustado com a exposição e começava a fugir, sem que nenhuma de nós tivesse interesse em ir atrás dele. A mulher parecia assustada mas aliviada por estar salva e agradecia Aiko enquanto eu começava a prestar atenção na situação.

Demorava algum tempo para que algo finalmente acontecesse, era quando eu percebia a dupla finalmente sair da padaria que de forma suspeita voltava a ficar aberta após o velho que parecia ser o dono entregar um pacote com alguma coisa para os suspeitos.

Aquela altura a confusão causada já havia atraído um amontoado de curiosos que não pareciam ter a pretensão de ir embora. Além disso, uma dupla de marinheiros também aparecia para resolver a situação com o ladrão. Aquilo me dava uma ideia, mas eu teria que executá-la rápido para que os alvos não fossem embora.

Deixando Aiko conversar com a mulher, eu me misturaria na multidão até chegar aos marinheiros, mostrando imediatamente meu uniforme e distintivo, a fim de me identificar - Sou a agente Sophia Steinberg. Tenho razões para acreditar que aqueles dois indo para a carroça tem envolvimento com os constantes assaltos que acontecem aqui. Os senhores poderiam investigar o que eles estão levando? Estou em uma missão à paisana. - Diria rapidamente esperando que os marinheiros em questão parassem o casal e começassem uma batida na carroça

Nesse momento, ainda misturada à multidão, eu iria até Aiko - Mandei aqueles dois marinheiros investigarem a carroça, assim podemos ver o que levam ali e não estragamos nosso elemento surpresa - A partir daí, me manteria observando ao longe o que a dupla de marinheiros encontraria com aqueles dois seja na carroça ou na sacola que haviam recebido do dono da padaria.


Caso em qualquer momento o casal parecesse que iria embora sem que eu conseguisse contatar os marinheiros ou mesmo depois da revista, eu sinalizaria para Aiko com a cabeça enquanto diria -Não podemos perdê-los de vista - Feito isso, me manteria seguindo os alvos à distância, sempre me mantendo atrás de paredes ou caixas que pudessem obstruir a visão deles e dificultar para que percebessem que estão sendo seguidos caso decidam olhar para trás.


Nome: Sophia Steinberg
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim/Atirador
Profissão: Médica
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: 4 balas de dopping
Perdas: N/A
Relações com NPCs: (Depois faço, por hora só vou listando quando lembrar).
Agente Senior – Nicolai - Pescotapa
Nível: 1
Experiência: 20

PdV: 140
STA: 100

Força: 0[Inábil]
Destreza: 7 +2 EdC +2 Racial = 11 [Regular]
Acerto: 5 +2 EdC +4 Racial = 11 [Regular]
Reflexo: 7 +2 EdC +2 Racial = 11 [Regular]
Constituição: 1 [Regular]

Agilidade: 11
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Anatomia
Diagnose
Farmácia
Toxicologia
Primeiros socorros
Que absurdo você insinuar que uma nobre como eu não tem nada no inventário!

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 Sign_Bismarck_V1_-_Tamanho_certo_borda_branca
Vincent
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 Fce235abf356e340a772bbaaecb92d1c
Créditos : 00
VincentCP 2
https://www.allbluerpg.com/t723-huang-meifeng https://www.allbluerpg.com/
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Ago 24, 2021 12:24 am
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Huang MeifengRelatório:
Localização:Flevance1
Missão:-
Durante os últimos cinco anos, havia criado uma rotina monótona onde primeiro acordava pela manhã para exercer o meu dever. Não que odiasse isso, pelo contrário adoro o que faço, mas me sentia incomodada com o fato do sumiço de minha amiga. Segundo meu pai, ficar por muito tempo em um estado de acomodação não é nada bom para o estado mental, uma mente forte precisa de novos desafios constantemente.

Annerose von Grunewald não é qualquer pessoa, afinal ela é o motivo de eu estar em Flevance trabalhando como agente do Governo Mundial. Como habitante de Shan nem em sonhos me imaginava fora de minha terra natal, mas conhecê-la mudou totalmente minha expectativa de vida. Apesar de ter sido banida da ilha, não me arrependo da decisão que tomei e por isso o Fenghuang está marcado em minhas costas, para mostrar o amor por meus parentes.

Pois bem, hoje seria o dia pra quebrar o ar monótono da minha rotina, até então só havia atuado na parte administrativa e agora iniciaria uma nova carreira como membro da CP-2. Annerose foi quem me ensinou a maioria das coisas que sei, me sentia "obrigada" a desvendar o mistério de seu sumiço. Como agente de campo seria muito mais fácil alcançar meu objetivo e com certeza dedicaria minha vida nisso.

Mas antes, precisaria estar a caráter para esse dia tão importante, afinal não é possível causar uma boa impressão nas pessoas estando de qualquer jeito. Depois de um bom e longo banho vestiria meu uniforme, executaria tudo com calma, me arrumar com pressa não seria de bom proveito. Lógico, estava ansiosa para o que me esperava, porém buscaria manter a calma e controlaria o meu estado mental no momento.

O equilíbrio entre o corpo físico e a mente, é um dos vários ensinamentos propagados pelos Huang e o que nos torna mais fortes. Perturbar esse equilíbrio não só traz diversos malefícios, como também atrapalha o desempenho de atividades que normalmente seriam de fácil execução. É algo que acredito desde sempre, mesmo tendo deixado algumas outras tradições para trás.

Estando devidamente arrumada para o meu dever, poderia então deixar minha residência rumo ao Quartel General. Já fazem exatamente 7 anos que estou morando em Flevance e posso dizer que conheço bem a bela ilha branca. Durante o trajeto observaria as pessoas que cruzassem meu campo de visão e cumprimentaria aqueles que me chamassem a atenção. Com tempo hábil poderia conversar com pessoas interessantes, talvez até mesmo flertar com alguém.

Quando chegasse em frente ao QG, pararia por alguns instantes e respiraria profundamente para depois soltar tudo num sorriso - Wǒ huì fùchū wǒ de yīqiè falaria em minha língua materna, como forma de mentalizar meu objetivo do dia. O foco era dar tudo de mim para que pudesse executar a missão que receberia adequadamente.

No interior do prédio, me dirigiria até a sala onde receberia do meu superior a minha missão - Dàilǐ Huang Meifeng se apresentando! esconderia o sorriso ao prestar continência ao meu superior, o momento exigia minha seriedade. Caso não conseguisse encontrar a sala por conta própria me informaria na recepção - Zao ān, estou me apresentando para o serviço como agente, poderia me dizer para onde devo ir? assumiria uma postura mais informal momentaneamente. Agradeceria pela informação e seguiria meu caminho até a sala.


Nome: Huang Meifeng
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Artista Marcial
Profissão: N/A
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações com NPCs:  
PdV: 3200
STA: 100

Força: 281  +60 +60 = 401 ~Hábil~
Destreza: 0
Acerto: 39 +40 +60 = 139 ~Regular~
Reflexo: 40 +60 = 100 ~Regular~
Constituição: 40 ~Regular~

Agilidade: 119
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
 • Anatomia
• Interrogatório
• Lábia
• Primeiros Socorros
• Psicologia
Pepe
Ver perfil do usuário
Imagem : Teje preso!
Créditos : 03
Localização : Flevance - North Blue
PepeEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t321-aiko-saito#935 https://www.allbluerpg.com/t384-operacao-t-n-c-t-o-n-i
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Ago 24, 2021 3:07 am
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Aiko SaitoRelatório:
Localização:Flevance – North Blue19
Missão:Investigação liderada por um superior
Não tive que lutar com o ladrão, este simplesmente saiu correndo quando viu que enfrentaria mais de uma pessoa. Já a moça estava com medo e aos poucos ia se recuperando da situação. — Por nada, é o nosso trabalho — comentava. — Apesar de geralmente os marinheiros que precisam fazer isso — falava ainda enquanto percebia que um trio corria atrás dos bandidos... era um trio de marinheiros? Estavam correndo atrás dele de forma violenta ou estavam simplesmente o seguindo? — De qualquer forma... — falaria ainda em voz alta, mudaria minha visão para a porta da padaria. — Você saberia me informar se é normal aquela padaria ficar abrindo e fechando? Estou com fome — perguntaria para a moça enquanto colocava a mão na barriga.

Ouvia a resposta da moça e as reclamações do povo sobre a segurança do local. Ao ouvir aquilo perguntava para todos eles, sem ter alguém em específico. — Posso falar com meus superiores sobre a violência aqui... mas quão violento realmente é? Para ter uma noção melhor ao dar o relatório — perguntaria para todos eles.

Provavelmente não entenderiam o que queria falar com isso. — O ladrão não só desistiu bem rápido... — falaria inclinando meu corpo e pegando a faca enferrujada que havia largado no chão. — Pelo estado da arma dele, me parece muito mais que ele é um moribundo desesperado do que alguém que vocês precisam temer — comentaria olhando para a arma e deixando ela bem a vista de todos ali.

Caso os homens que correram atrás dele parecessem o fazer de forma violenta, complementaria meu argumento. — O estado dele era tão simplório que três de vocês até correram para provavelmente linchar o bandido... então ele realmente não parece ser o caso forte o bastante para vocês reclamarem da segurança, principalmente quando ajudamos a moça e já temos dois marinheiros aqui — falaria apontando para os dois que chegaram um pouco depois. — Quais são os outros crimes na região? Com que frequência? — perguntava, a verdade ali claramente era bem mais ampla do que o pouco que havia visto.

Porém, caso eles só estivessem correndo atrás dele como se o seguindo, complementaria o argumento de outra forma. — Mas a aparência dele pode não ser tudo, afinal, vi que três homens o seguiram. É alguma gangue? Eles têm algum modo de funcionamento?

Se em algum momento Sophia-san me interrompesse falando que precisávamos seguir a carroça, acenaria com a cabeça. — Bom, o dever está me chamando no momento. Vou tentar retornar mais tarde para ouvir as reclamações de vocês — falaria para os civis. Após isso seguiria com minha colega, tentaria imitar suas ações, como ela que havia tomado as rédeas, provavelmente estava fazendo o que fazia por algum motivo.

Nome: Aiko Saito
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim
Profissão: Cozinheira
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: Katana, uma missão feita, salário da missão (banco provavelmente)
Perdas: N/A
Relações com NPCs: N/A
Informações que julguei importante: Agente Senior – Nicolai – Pescotapa
Tom Flay – Criminoso – Apaixonado na princesa
Frost – Agente (qual patente?)
Investigando dois safados - Antonelle e Edmundo.
HP: 2400
SP: 100

Força: 160 + 80 = 240 [Regular]
Destreza: 0 [Incompetente]
Acerto: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Reflexo: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Constituição: 0 [Regular]

Agilidade: 220
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Peso que aguenta carregar: 340 kg
CulináriaVocê é capaz de preparar pratos e refeições simples ou complexos, seguindo receitas ou a sua própria criatividade.

DegustaçãoVocê consegue identificar alguns ingredientes e preparos dos pratos que experimentar por meio de paladar, olfato ou observação visual.

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

MixologiaVocê é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.

NutriçãoVocê sabe encontrar o meio-termo entre alimentação e saúde, sabendo criar pratos e cardápios bem equilibrados quando se trata de nutrientes, escolhendo os melhores ingredientes.
1 katana


_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 OOvf4T4
Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Ago 24, 2021 12:08 pm




OPERAÇÃO T.N.C.T.O.N.I

O Retorno do Calros.


Dia 01 || Flevance - North Blue || Clima: Fresco || Tarde
N° de Postagens do Narrador: 02



Interior da Padaria



Kimiko havia adquirido um montante de informações cruciais para o Governo… brincadeira, ela ainda não tinha nada. Usando e abusando da furtividade, mantendo-se longe dos olhos do velho senhor, buscava unicamente aumentar ainda mais seu leque de informações, seriam eles um grupo revolucionário?

A busca por algum comando do seu superior foi em vão, ele deu com os outros, parecia meio perdido em seus próprios pensamentos, contudo, continuou - de certa forma - atento. A Agente estava livre para tomar sua própria decisão e usando da sua inteligência, optou pela linha mais racional que o momento proporciona: fuçar as coisas do veio. Entrou no pequeno cômodo nós "fundos" da padaria, a porta estava entreaberta, o que só facilitou sua movimentação. O lugar não era muito grande, duas grandes estantes repletas dos mais diferentes livros tampava duas das quatro paredes - sendo uma delas menor, por conta da porta. Na terceira parede que estava "livre" uma escrivaninha cobria metade da sua extensão, ao seu lado, um pequeno "porta sapatos", com diversos exemplares das mais variadas cores, todos com marcas de uso.

Em meio a escrivania algo chamava a atenção de Kimiko, um arquivo fechado com o selo de confidencial em sua capa.
Arquivo:
Calros Lazonº450Líder da Greta
Confidencial
Emme
.

Em meio a leitura o velhote aparecia subidamente na porta, antes mesmo que a Agente pudesse esboçar uma reação, o homem caia no solo desacordado - E então, o que achou? - Frost estava de pé atrás dele, usou um golpe limpo para desacorda-lo sem causar maiores danos.

Fora da Padaria


A dupla que estava fora continuava a cercar a mulher, Aiko iniciava uma série de questionamentos - Ah, o senhor Stenford sempre fecha às vezes, ele tem problema de saúde. - Falou a mulher de maneira descontraída, parecia ser algo comum o estabelecimento fechar em momentos aleatórios - Aqui? Por toda Flevance! Antes era algo raro acontecer um crime, mas de um mês para cá, parece que esses ratos imundos estão vindo aos montes. Acredita que na esquina da minha casa, ficam se drogando agora? Vocês precisam fazer alguma coisa! - Gritou um dos homens em meio a população fervorosa - Esse foi um caso a parte, ontem uma pessoa foi morta três quarteirões a baixo, sabe o motivo? Disseram que ela não quis passar o Den Den Mushi! - Uma senhora de cabelos acinzentados gritou balançando sua bengala, quase que perdendo totalmente o apóio e indo de encontro ao chão, sendo segurada por um jovenzinho.

Se infiltrando no meio da população raivosa, Sophia ia de encontra aos marinheiros que vinham em passos largos até o burburinho que estava acontecendo na rua - De novo? O que está acontecendo com Flevance, Alfred? Só hoje já fomos informados de cinco crimes. Vamos! - Falou um dos marinheiros correndo na direção da carroça, gritando em alto e bom tom para que a mesma parasse. A agente retornava para próximo de Aiko e passava as informações, ambas podiam ver a carroça desacelerando e em seguida, parando. Uma abordagem de prache era realizada pela dupla de defensores da Lei, uma rápida vistoria no interior da carroça e ao que parecia, mais algumas perguntas eram realizadas. Até mesmo a sacola dada pelo Padeiro era revistada, mas, pelo jeito nada de errado havia sido encontrado com eles.

Foram liberados e seguiram seu rumo, não iam em grande velocidade, ou seja, a perseguição feita pela dupla de Agentes daria certo. Uma, duas, três esquinas e a carroça continuava a vagar de maneira calma, até que chegaram em uma espécie de estalagem. Era um lugar grande e bonito, a construção feita de concreto e madeira, traziam um tom antigo ao lugar. A carroça parou logo na frente, parecia até mesmo ter uma "vaga" própria para ela ali, dada as marcações no chão. A dupla entrou sem nem sequer olhar para trás.


Onde os Agentes ficam


A garota moradora de Flevance partiu rumo ao QG, falando com um e com outro, não demorou para que chegasse finalmente ao seu destino. Lançou uma maldição antes de entrar no lugar ou algo desse tipo, certamente aquelas palavras haviam invocado algum espírito maligno que a acompanharia até o fim da sua vida.

Adentrou no lugar e percebeu que poucas pessoas estavam em seu interior, a sala do superior estava marcada com seu nome na porta "Vincent Nikaido", era o nome da peça. Na sala um homem de cabelos negros e um tapa olho da mesma cor estava em pé olhando pela janela - Olá. - Sua voz rouca ressoou pelo lugar, ele estava fumando seu Derby e aparentava está em horário de descanso - Frost. Encontre ele na rua, não tem muito tempo que saiu para investigar uma Padaria junto com outras três agentes, ele irá lhe supervisionar e passar a você o resto das informações. - Virou e sentou na cadeira, colocando seus pés em cima da mesa e abrindo uma pequena marmita recheada com ovo, que inundava a sala com o cheiro da comida - Preciso te dar tchau? Tchau! - Começou a comer.



Histórico Geral:
Aiko:
Número de POST:19
Ganhos:

  1. Katana
  2. Uma missão feita - salário da missão (banco provavelmente)


Perdas:

  1. Nada por enquanto.


Kimiko:
Número de POST: 19
Ganhos:

  1. Florete (clássico?)
  2. 100.000 berries (temporário)


Perdas:

  1. Nada ainda


Sophia:
Número de POST: 19
Ganhos:

  1. 04 balas de dopping


Perdas:

  1. Nada por enquanto


Huang:
Número de POST: 01
Ganhos:

  1. Tá zerado parceiro


Perdas:

  1. Nada por enquanto


Legendas:
NPC's Específicos
Frost



NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores | Entre outros.

Antonelle, Edmundo e sua galera.
Marinheiros
Agentes

Aparência dos NPC's
Velhote de Padaria
Vincent Nikaido


_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Akuma Nikaido
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 120x120
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Ago 24, 2021 4:37 pm

Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Chocho KimikoRelatório:
Localização:Flevance20
Missão: Investigar vagabundo
Enquanto Frost mantinha-se aéreo no outro cômodo, em minha busca na parte de dentro encontrava um arquivo confidencial. Aproveitava para lê-lo rapidamente, tentando assimilar suas informações. "Calros, um homem perigoso. Supostamente nós evitamos aborrecê-lo. Ele está em Flevance. Disputará território com a Hydra. Ok" Absorvia as informações, enquanto pensava nas dúvidas que me suscitavam. Não conhecia aquele homem e nem o nome de nenhuma das duas organizações. Poderiam ser elas células revolucionárias? Organizações criminosas próprias? Ou outra coisa?


Antes que pudesse investigar mais a sala, no entanto, o senhor da padaria surgia na porta, apenas para cair desacordado em sequência. Frost surgia logo atrás e eu engolia em seco. Um golpe único e limpo assim demonstrava uma estonteante habilidade de meu senpai. Pigarreava, como que para recuperar o foco, e então relatava a ele: — Parece que essa organização chama Hydra e estão para entrar em guerra com outra chamada Greta. Calros, líder da greta, está vindo para cá para disputar o território. Não achei ainda mais nada que isso. Alguma dessas informações faz sentido para o senhor?


Perguntava para meu superior, solicitando por algemas e mordaça, para prender nosso suspeito. Aproveitaria o tempo para puxar os livros rapidamente e folheá-los, vendo se encontrava alguma informação importante. Olharia também dentro e embaixo de cada sapato, a fim de ver se havia algo escondido. Tendo terminado de procurar, avaliaria todas as informações que tivesse, mostrando-as também para Frost, enquanto sugeria nosso próximo plano de ação.


— Sabemos que um tal de Alex está para chegar aqui ainda. Podemos aproveitar que ele não vai desconfiar de estarmos aqui para pegá-lo de surpresa também. Mas o velho aqui parece o mais importante. Interrogá-lo também seria prioridade. Ou nós nos dividimos e enquanto um interroga o outro espera o suspeito aqui, ou então deixamos nosso amiguinho aqui bem preso e amordaçado, para não fazer barulho, enquanto esperamos por Alex. Não sou boa em conduzir interrogatórios, mas fique à vontade para me mandar agir como achar melhor, senpai!


Terminaria meu relatório, aguardando os comandos de Frost. Caso me fosse comandado ficar de tocaia, ficaria no balcão, fingindo ser apenas uma garçonete, usando um pano de prato sobre o ombro de forma a tampar o símbolo do Governo em meu uniforme. Atenderia normalmente qualquer cliente, esperando até que Alex se revelasse.

Caso, entretanto, eu ficasse responsável por interrogá-lo, aceitaria a tarefa e então pediria pelo comunicador que enviassem um veículo à paisana para a padaria, para que pudéssemos transportá-lo até o QG. — Não vamos conseguir garantir o silêncio dele se o interrogarmos aqui. Gritos chamariam muito a atenção! Justificaria minha conduta.


Independente de qual fosse a decisão, tentaria executar a ordem de meu superior da melhor maneira possível. Quanto antes terminássemos a missão, mais cedo eu estaria livre para correr atrás dos revolucionários de Flevance.  


Ganhos: Florete (clássico?)
100.000 berries (temporário)
Perdas:
Relações: -
HP: 200
SP: 100
Força: Regular
Peso máximo suportado: 118 kg
Destreza: Regular
Acerto: Regular
Reflexo: Regular  Constituição: Regular
Acrobacia
Anatomia
Engenharia mecânica
Estratégia
Forja
N/A
Vincent
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 8 Fce235abf356e340a772bbaaecb92d1c
Créditos : 00
VincentCP 2
https://www.allbluerpg.com/t723-huang-meifeng https://www.allbluerpg.com/
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Qui Ago 26, 2021 1:07 am
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Huang MeifengRelatório:
Localização:Flevance2
Missão:-
Não tive problemas para encontrar a sala do meu superior, um homem de aparência exótica, mas nada bem humorado. Me sentia levemente atraída para conhecê-lo, mas evitaria uma aproximação no momento - Se me permite, poderia ao menos descrever como é o Agente Frost? questionaria, ele já havia me mandado embora, porém não custava nada me fornecer informações melhores.

Se ele respondesse utilizando o mesmo tom ou até mesmo se recusasse a falar, eu apenas daria com os ombros e soltaria um suspiro em seguida - Bonitinho, mas bem mal educado lamentaria ao me virar de costas para deixar a sala. Propositalmente deixaria ele ouvir minhas palavras, talvez ao menos sua reação fosse um pouco diferente, o suficiente para me arrancar um sorriso. Caso ele agisse de forma contrária a minha expectativa inicial minha reação seria mais positiva - Uau, viu como ser amigável é bom? Muito obrigada acenaria sinalizando minha saída.

Antes de deixar o QG, me dirigiria até o Arsenal para me armar, afinal é sempre importante estar preparada para uma luta para não ser pega de surpresa. Quando chegasse ao meu novo destino procuraria por algum responsável pela área inicialmente - Olá, vou precisar de um par de luvas e um de botas informaria o meu pedido. Se não houvesse ninguém por ali, eu mesmo pegaria o que estava precisando e me aprontaria para dar prosseguimento à missão.

Eu seguiria meu caminho tomada pela curiosidade, Annerose havia me contado histórias sobre suas missões e por isso ficava um tanto ansiosa para saber o que pela frente. As outras agentes juntamente de Frost estavam investigando que tipo de criminosos? Era uma das perguntas que estava me fazendo no momento. Por falar nela, quando tivesse algum tempo livre procuraria questionar o meu superior ao seu respeito, quem sabe não conseguia uma primeira importante pista.

Apesar de não ter muitas informações, utilizaria meus conhecimentos prévios sobre a ilha para conseguir encontrar a tal padaria. Isso é até um tanto óbvio, afinal esse tipo de prédio se encontra na área comercial, então só seria necessário reconhecer meus companheiros. Procurando não chamar muita atenção olharia para os transeuntes que estariam nas ruas, mesmo que estivesse sem nenhuma informação extra passada por Vincent ainda poderia procurar por pessoas com uniforme parecido com o meu.

Quando obtivesse êxito em minha procura, os abordaria de forma tranquila para que não houvessem escândalos - Senhor Frost? Eu sou Huang Meifeng, o agente Vincent me mandou vir ajudá-los com a missão diria inicialmente.  Logicamente prestaria continência a ele e também estenderia meus cumprimentos a quem mais estivesse por ali com um sorriso - No que posso ajudar? largaria a rigidez da minha posição anterior.



Nome: Huang Meifeng
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Artista Marcial
Profissão: N/A
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações com NPCs:  
PdV: 3200
STA: 100

Força: 281  +60 +60 = 401 ~Hábil~
Destreza: 0
Acerto: 39 +40 +60 = 139 ~Regular~
Reflexo: 40 +60 = 100 ~Regular~
Constituição: 40 ~Regular~

Agilidade: 119
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
 • Anatomia
• Interrogatório
• Lábia
• Primeiros Socorros
• Psicologia