Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
II - Sombras em SteveltyHoje à(s) 5:45 ampor  KerigusVoice of the SoulHoje à(s) 1:38 ampor  YamiOperação T.N.C.T.O.N.I.Hoje à(s) 12:17 ampor  VincentMary Van TasselOntem à(s) 11:57 pmpor  KerigusSharp Teeth and Hard Fists.Ontem à(s) 11:25 pmpor  ÀsManae LiebeOntem à(s) 8:42 pmpor  RyomaCatherine Petit Barozzi Nero BellarosaOntem à(s) 8:36 pmpor  RyomaHizumy Mizushiro MayanOntem à(s) 8:35 pmpor  RyomaPedidos de CargosOntem à(s) 7:56 pmpor  Arthur LancasterAs Crônicas dos Scavenger: A Leoa, o Louco, e o MudoOntem à(s) 7:45 pmpor  Arthur Lancaster
 :: Oceanos :: Blues :: North Blue :: Flevance
Página 11 de 12 Página 11 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... , 10, 11, 12  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 XqxMi0y
Créditos : 20
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Operação T.N.C.T.O.N.I. Qui Maio 13, 2021 1:08 am
Relembrando a primeira mensagem :

Operação T.N.C.T.O.N.I.

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Agentes Aiko Saito, Chocho Kimiko e Sophia Mallwitz Steinberg. A qual não possui narrador definido.

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 J09J2lK

Akuma Nikaido
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 120x120
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Dom Set 12, 2021 11:38 am

Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Chocho KimikoRelatório:
Localização:Flevance25
Missão: Investigar vagabundo
Acalmar Alex trazia uma sensação gratificante. Mesmo criminoso, não sentia prazer em fazê-lo sofrer sem propósito. Ele teria sua punição devida, mas agora era hora de descobrir mais sobre o velhinho. Para meu agrado, ele estava disposto a colaborar e falava tudo com tranquilidade. Eu não podia afirmar se ele estava ou não sendo sincero, mas minha intuição dizia que sim e, no geral, minha intuição acertava.


Claro que sempre era bom ter mais informações e, mesmo não tendo todas, estávamos para receber uma crucial quando tudo era interrompido. Uma adaga voava entre nós e atingia o senhor, silenciando-o para sempre. Imediatamente virava com o florete já em punho, pronta para atacar o invasor. Percebia, no entanto, que era Frost quem havia surgido, atacando-o.


Apesar de furiosa, respirava fundo e mantinha a pose, enquanto respondia a meu superior: — Tudo bem, Frost-san. Faremos conforme ordenou. Meu incômodo com o ocorrido provavelmente seria visível para olhos treinados, mas era a decisão de nosso chefe. Ele certamente possuía alguma razão para isso. Outra hora, fora de missão, poderia perguntar a ele sobre, a fim de entender e descobrir o que havia acontecido. Mas por hora a missão era clara. Sairia dali guiando Mei para que pudéssemos voltar pelo caminho que percorrêramos.  Eu não conhecia a ilha o suficiente para me arriscar por outros caminhos e sabia que elas haviam ido da padaria para o estaleiro, então esse era um caminho viável.


Se encontrasse Amis na porta do quartel, como pedido por mim anteriormente, pediria licença por um minuto para Mei, puxaria-o para um canto do lado de fora do quartel e comentaria com ele. — Desculpe-me pela demora, Amis-kun. As coisas por aqui estão um pouco fora de controle. Preciso de um favor seu. Puxaria o bilhete com os dados que havia pego sobre o encontro dos revolucionários e entregaria para ele, dizendo: — Não sei se terei tempo e conseguirei me esconder nessa mina para descobrir mais detalhes sobre esses malditos. Você sempre foi bom em se esgueirar por aí com suas peças e brincadeiras. Será que consegue se infiltrar no local, permanecer escondido e pegar as informações para mim? Olharia-o nos olhos e apertaria suas mãos, antes de complementar: — Se achar que não vai conseguir, não faça. Sua vida é mais importante que essa missão, está bem? Assim que terminar minha missão eu retornarei.


Se, entretanto, Amis ainda não houvesse chegado ao quartel até esse momento, apenas seguiria direto. Quando passássemos pela padaria, se notasse a presença de Aiko, de Sophia ou de um embate no local, pararia e tentaria espionar para entender o que estava acontecendo. Do contrário, seguiria direto para a estalagem, conforme instrucões.


Ganhos: Florete (clássico?)
Perdas:
Relações: -
HP: 200
SP: 100
Força: Regular
Peso máximo suportado: 118 kg
Destreza: Regular
Acerto: Regular
Reflexo: Regular  Constituição: Regular
Acrobacia
Anatomia
Engenharia mecânica
Estratégia
Forja
N/A
Vincent
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 Fce235abf356e340a772bbaaecb92d1c
Créditos : 00
VincentCP 2
https://www.allbluerpg.com/t723-huang-meifeng https://www.allbluerpg.com/
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Set 14, 2021 2:53 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Huang MeifengRelatório:
Localização:Flevance7
Missão:É o Interrogas
O velho agia de uma forma totalmente diferente da apresentada por Alex, o que facilitava muito o nosso trabalho. Mas, antes que ele pudesse nos dizer tudo o que sabia, uma adaga era lançada no meio de sua testa e assim Frost ceifava a vida do prisioneiro. Coincidentemente ele interrompia a descrição de um homem, porém como ele dava o interrogatório por encerrado não havia nada que eu pudesse fazer.

Não que estivesse em posição de questioná-lo sobre algo, mas que a atitude dele era um tanto estranha isso com certeza era. Meu dever como agente estava restrito a organização e não a superiores, o que for preciso para preservar o ecossistema eu executarei, afinal quando se trata de lealdade os Huang são expert. Contudo, sem questões concretas e com apenas questionamentos dúbios não poderia fazer nada, mas poderia falar com Chocho posteriormente sobre seu pensamento a respeito disso.

Os homens da Greta estavam na ilha e já haviam deixado um rastro de morte, o que atestava os seus níveis de periculosidade.Talvez quisessem nos dar algum recado inicial, provavelmente sobre a chegada de seu líder já que segundo o velho eles o idolatram. De toda forma, iriamos descobrir as reais intenções deles quando os encontrássemos, já que a ordem era trazê-los até Frost. Mas primeiro deveríamos encontrar outras duas agentes - Wǒ de xìngyùn rì diria erguendo ambas as mãos.

Acenaria de volta para Frost enquanto prestava continência quando ele deixava a sala, em seguida me viraria para Chocho - Você também achou a atitude dele meio estranha? questionava de imediato. Ela pareceu um pouco incomodada também com a situação então queria saber sua opinião sobre - Então não foi algo só meu comentaria após ouvi-la. Mais tarde poderíamos chegar em alguma real conclusão, mas por enquanto era importante ao menos discutir o ocorrido.

Caso minha companheira tivesse algo para resolver antes de irmos, esperaria pacientemente até sua resolução e nesse meio tempo sentaria no chão para observar as pessoas que andavam na rua. Relembrando antigas conversas que tinha com Annerose, quando ela me falava sobre o tipo de criminosos que encontraria e que eu não deveria sentir pena deles porque esse sentimento não seria recíproco caso fosse o contrário. Pessoas que não dão valor à vida do próximo, com toda certeza não merecem ter a sua própria existência valorizada.

Quando Chocho terminasse sua questão ou se ela não tivesse nada para fazer, poderíamos seguir até a estalagem mencionada por Frost - Você, eu posso dizer que conheço um pouco, mas como são as outras duas? questionaria com certa curiosidade a fim de não deixar um silêncio se instaurar entre nós. A todo momento também me manteria atenta a movimentações estranhas vindas por parte de terceiros, apesar do aparente gosto por chamar a atenção, nossos inimigos poderiam ser suficientemente traiçoeiros para nos emboscar.

Wǒ de xìngyùn rì  = Meu dia de sorte



Nome: Huang Meifeng
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Artista Marcial
Profissão: N/A
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: Luvas, Botas
Perdas: N/A
Relações com NPCs:  
PdV: 3200
STA: 100

Força: 281  +60 +60 = 401 ~Hábil~
Destreza: 0
Acerto: 39 +40 +60 = 139 ~Regular~
Reflexo: 40 +60 = 100 ~Regular~
Constituição: 40 ~Regular~

Agilidade: 119
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
 • Anatomia
• Interrogatório
• Lábia
• Primeiros Socorros
• Psicologia
Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Qua Set 15, 2021 12:04 pm




OPERAÇÃO T.N.C.T.O.N.I

O Retorno do Calros.


Dia 01 || Flevance - North Blue || Clima: Fresco || Tarde
N° de Postagens do Narrador: 07



Chocho e Huang


O interrogatório tinha tido seus frutos, mas, estranhamente, o superior das meninas havia realizado uma ação pra lá de suspeita. Ambas carregavam o respeito a hierarquia em seu peito, controlando suas emoções e não mostrando nenhuma objeção as palavras de Frost, mesmo que no interior, a dúvida continuava a martelar em suas mentes.

Ao sair do QG, Kimiko não teve dificuldades de encontrar Amis, este vinha saltitando graciosamente na direção da mulher assim que a viu -
SENHORITA!
- Gritou no momento que viu a mulher, entretanto, notou algo estranho em sua feição - Fora de CONTROLE? - Olhou ao redor como se procurasse por algo suspeito - Aqui? - Sussurrou entre as lavras de Chocho - É claro que consigo! O que você ordenar eu farei, é pra isso que estou aqui. - Um singelo sorriso apareceu na face do homem, era notável a felicidade em der útil para a agente. No momento em que a mulher segurou suas mãos e olhou diretamente em seus olhos, o homem sentiu um líquido se acumulando na área que a princesa olhava - Senhorita… - Soluçou por um momento, desvencilhando uma de suas mãos limpando seus olhos - Tomarei cuidado, por favor, faça o mesmo! - Bateu continência imitando os soldados da marinha, marchando por alguns metros e em seguida virou-se para a mulher, acenando antes de partir em disparada.

A dupla então continuava seguindo caminho e não demoravam para chegar novamente nas proximidades da padaria. No momento em que chegaram escutaram o som de vidro quebrando, rapidamente visualizaram um homem alguns metros na frente da padaria, seu corpo sangrava e ele com dificuldades se colocava de pé. Para Mei provavelmente aquele homem não significava nada, o que era totalmente diferente para Chocho, já que era possível ela reconhecer como Edmundo, o homem citado por Frost no começo desta missão.

Se chegassem mais perto para observar veriam o homem entrando por onde saiu, ele portava a fúria em seu olhar. No interior do recinto era possível ver Sophia e Antonella em um combate contra um Mink Felino, já Aiko, estaria provavelmente lutando com o homem careca, com um "G" em sua testa - o trecho da Aiko depende das ações do Pepe no próximo POST -. Elas iriam intervir? Ou deixariam que suas colegas subjulgassem os criminosos sozinhas? Por último, Huang notava a presença de um pequeno homem olhando pelo buraco na vitrine, aquele era...Frost? Suas roupas estavam diferentes, mas sim, a aparência era do superior. O que ele estava fazendo ali?


Aiko e Sophia NPC


Aiko refletia por alguns momentos sobre as taxas do estabelecimento, se eram pagas ou não pelos criminosos. Sua mente continuava levemente confusa, pensando em coisas que normalmente os outros vêem como desnecessário, mas, para a garota não - Calros? Não, muito menos Octávio, presumo que seja o senhor da padaria. - Sophia respondia sem tirar os olhos do combate que estava acontecendo no interior da pacata padaria.

O combate permanecia ferrenho, o espaço entre as duas duplas tinha diminuído, mas algo estava estranho no ar. Edmundo e Antonelle ficaram mais fortes? Ou os antagonistas estavam apenas brincando com eles? - Onde estão? - Falou o Felino - As informações sobre o Calros, onde estão? Sua voz era tranquila, sua respiração estava controlada e ele mantinha seus joelhos flexionados, pronto para uma rodada de combate - Do que você está falando? Tsc. - Ed falou e em seguida cuspiu um montante de sangue misturado com saliva no chão, entre aquela gosma, um dos seus dentes havia ido junto - Não temos nada para dizer a vocês! - Berrou Antonelle com um olhar sanguinário nos olhos.

Sophia tentou impedir a intervenção de Aiko naquele combate, mas a garota não parou e falou para todos suas palavras de ordem. Antes mesmo que pudesse ter alguma real reação, Edmundo recebia um chute na altura das suas costelas, aquele golpe carregava tamanha força que lançou o homem para fora da padaria, quebrando parte do vidro da vitrine. O felino avançou de maneira rápida na direção de Antonelle, está última se preparava para um bloqueio, quando percebeu a presença de outra figura com vestes semelhantes a de Saito, ela carregava uma espada e bloqueava a investida do homem. A criminosa não perdia a oportunidade e avançava para cima do seu inimigo, iniciando um combate tendo a vantagem numérica.

Do outro lado o homem careca olhava fixamente para Aiko, ele estava com um sorriso malicioso em seu rosto e sua língua deslizava pelos seus lábios. A agente conseguia ver que aquela não era uma língua normal, a ponta estava cortada e se assemelhava a uma língua de cobra. Ele avançou para cima da mulher com tudo, pelo que aparentava, estava preparando um chute para atingir a altura da costela da mulher, assim como fez com Edmundo anteriormente.


Histórico Geral:
Aiko:
Número de POST:25
Ganhos:

  1. Katana
  2. Uma missão feita - salário da missão (banco provavelmente)


Perdas:

  1. Nada por enquanto.


Kimiko:
Número de POST: 25
Ganhos:

  1. Florete (clássico?)
  2. 100.000 berries (temporário)


Perdas:

  1. Nada ainda


Huang:
Número de POST: 07
Ganhos:

  1. Luvas [Qualidade Profissional] - POST 02
  2. Botas [Qualidade Profissional] - POST 02


Perdas:

  1. Nada por enquanto


Legendas:
NPC's Específicos
Frost
Amis


NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores | Entre outros.

Antonelle, Edmundo e sua galera.
Marinheiros
Agentes
Sophia
Membros da Greta

Aparência dos NPC's
Velhote de Padaria
Vincent Nikaido


_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Akuma Nikaido
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 120x120
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Qua Set 15, 2021 5:53 pm

Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Chocho KimikoRelatório:
Localização:Flevance26
Missão: Investigar vagabundo
Com as novas ordens de Frost, partíamos do QG rumo a nosso destino. Para minha sorte, Amis estava chegando no quartel nesse instante, então aproveitava para explicar a ele o que eu precisava que ele fizesse, tendo cuidado de não ser ouvida por ninguém. O bardo aceitava meu pedido e pedia para que eu também me cuidasse. Preocupava-me com seu bem-estar, mas já o tinha visto em ação antes para saber que ele era bom em esconder e se assimilar ao ambiente. Foram anos roubando tortinhas e outras guloseimas para mim da cozinha-real. Desconfio que até hoje os cozinheiros não saibam como doces e salgadinhos sumiam magicamente de sua cozinha.


A pergunta de Mei havia sido feita antes de encontrarmos Amis, mas eu tomava um tempo para raciocinar e ver se eu concordava com aquilo. Por mais que pensasse, realmente não conseguia encontrar uma justificativa válida. — Ele deve ter os motivos dele para executar o velhinho, mas confesso que também não entendi. Mas ele é nosso superior e certamente deve ter acesso a informações que não conhecemos. Explicava o meu raciocínio. Enquanto corríamos na direção da padaria, ponto de onde começaria a seguir o mapa dado por Frost para a estalagem, ouvia a pergunta de Mei e respondia descrevendo fisicamente as duas. Complementava falando um pouco sobre suas personalidades: — Sophia-san é discreta, mas se a encontrar em combate, provavelmente estará lutando de uma maneira um tanto quanto pouco ortodoxa. Digamos que seu modo de lutar parece bastante com nosso interrogatório. Sobre Aiko-san, haja o que houver, não faça perguntas de duplo sentido ou use de ironias com ela. Ela entende tudo de forma literal. Isso só vai gerar mais confusão e dor de cabeça a você, acredite.


Mal havia tido tempo para terminar de descrevê-las e puxar o fôlego, e passávamos próximos a padaria. Estava já para tirar o mapa do bolso quando ouvia o barulho de janela quebrando e reconhecia de imediato Edmundo. Por um momento meu impulso era parar e prendê-lo, mas lembrava das palavras de Frost. — Aquele é Edmundo, deve estar sendo preso por nossos agentes. Vamos procurar por nossas companheiras! Dizia, disposta a ignorar a confusão. Entretanto, uma olhada rápida para dentro da padaria quando passava em frente me fazia ver Sophia e Aiko rapidamente. Ao analisar com mais atenção, percebia o homem da greta com o G na testa, sendo um de nossos alvos.


Imediatamente fazia um sinal para Mei, jogando-me para o beco onde mais cedo me escondera. Ao mudar minha posição, uma figura poderia ser vista observando tudo: Frost? Uma vez que ela também o fizesse, falaria baixo para ela: — Não esperava por isso, mas nossas colegas estão aqui, lutando com o pessoal da Hydra e o homem da Greta também está ali. E parece que Frost-san está nos vigiando, olhe ali! Apontava para ela, permitindo que também enxergasse e compreendesse a cena toda. — Ele nos mandou não parar na padaria, mas disse exatamente para procurarmos por Sophia e Aiko e ainda prender os bandidos da Greta. Então acho que não podemos ignorar a cena. Vamos aproveitar de não estarmos envolvidas no combate para entrarmos de surpresa, quando derem uma brecha, tudo bem?


Com o plano em mente, caso minha colega concordasse, aguardaria com minha mão já na bainha de meu florete, pronta para sacá-lo e com os joelhos semi-flexionados para uma rápida corrida para o recinto. Tão logo visse uma boa condição de intervir na luta de Aiko ou de Sophia, o faria. Ignoraria Edmundo e Antonella, desde que não tentassem nos atacar, para focar no homem que sabia que era da Greta e nos demais que tentassem acertar minhas companheiras. Entraria velozmente e, utilizando de meu estilo de luta próprio, fingiria um ataque direto ao chegar. Não havia como fazer isso de maneira furtiva, mas o elemento surpresa provavelmente provocaria uma resposta reflexa de meu alvo. No último instante, jogaria minha arma para a outra mão e mais para baixo, tentando pegá-lo desprevenido em seu lado mais fragilizado da defesa, buscando um acerto em um de seus pontos vitais mais vulneráveis, se possível. Entretanto, se não conseguisse focar em um ponto vital, ainda assim atingiria onde fosse possível, sabendo que essa primeira investida seria a mais importante para o golpe.


Se a qualquer momento fosse atacada de maneira a não poder prosseguir meu golpe, procuraria recuar e me reagrupar, tomando cuidado de não dar as costas para nenhum dos bandidos, fosse ele da Greta ou da Hydra. Independente do sucesso de meu ataque, após minha tentativa buscaria a proteção e cobertura de minhas amigas, dizendo: — Desculpem a demora, meninas! Trouxe companhia!


Caso recebesse algum golpe, tentaria esquivar se possível, preferindo manter uma distância saudável dos oponentes. Mas se não desse para desviar, tentaria aparar o golpe com meu florete, desviando sua trajetória o suficiente para não atingir meu corpo, inclusive murchando minha barriga e rotacionando levemente o meu tórax para sair do ataque. Se possível fosse, nesse caso, aproveitaria do reposicionamento para deixar o adversário numa posição mais vulnerável, contra-atacando em seguida antes de recuar.


Ganhos: Florete (clássico?)
Perdas:
Relações: -
HP: 200
SP: 100
Força: Regular
Peso máximo suportado: 118 kg
Destreza: Regular
Acerto: Regular
Reflexo: Regular  Constituição: Regular
Acrobacia
Anatomia
Engenharia mecânica
Estratégia
Forja
N/A


Última edição por Akuma Nikaido em Dom Set 19, 2021 12:36 am, editado 1 vez(es)
Wesker
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 Imagem_Icone
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Qui Set 16, 2021 1:47 am
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Elizabeth SteinbergRelatório:
Localização:Flevance1
Missão:Como posta? Sou novo



Ai… Que problemão…” Lamentava em pensamento após ver a confusão que havia se formado próximo da padaria e vendo agora que uma das nossas agentes havia entrado no meio da briga. Estava em minha primeira missão oficial como agente do governo desde que a maldita da minha prima decidiu acabar com a minha vida. Antes de prosseguirmos, entretanto, talvez seja bom relembrar como cheguei aqui…

Flashback On


Havia acordado esta manhã com um forte aperto no coração. Hoje seria o dia em que eu finalmente receberia minha primeira missão como agente do Governo Mundial. Enquanto terminava de vestir meu uniforme, entretanto, não podia fazer nada que não fosse me sentir frustrada.

- Aquela vadia da Sophia… - Lamentava, lembrando-me do que havia perdido por causa da interferência de minha prima. Há pouco tempo atrás, a loira não só tinha armado uma emboscada para mim e todos os meus amigos como tirou minha liberdade ao ameaçar a vida deles. Não entenda errado, eu estava mais do que feliz em abrir mão de minha liberdade pela vida daqueles que eram minha verdadeira família, mas não podia evitar de me sentir frustrada.

Finalmente deixando minha casa após terminar de me arrumar, havia seguido rumo ao QG enquanto observava a paisagem da área nobre da ilha, local que eu tanto odiava. Quando finalmente cheguei no local marcado, tentei parecer o mais profissional possivel - Agente Elizabeth Steinberg se apresentando para missão! - Disse a um superior tentando me manter o mais séria possível.

Nos momentos seguintes, prestava atenção enquanto a missão me era designada, enquanto sentia um arrepio na espinha ao ouvir o nome de Sophia ser mencionado. Teria mesmo que trabalhar com ela? Por sorte os meus talentos fizeram com que a minha função ali fosse ficar de olho em uma padaria que seria investigada pelo grupo da minha prima e fornecer suporte caso fosse necessário.

Assim, me despedi de meu superior e apertei o passo até o arsenal. Lá, notei o estranhamento do administrador ao ouvir o pedido por uma espada de madeira. Por mais que minha vida agora fosse outra, me manter misericordiosa era a melhor forma que eu tinha de manter uma ligação com meu antigo eu.

Recebendo uma arma que daria para o serviço, me despedi e rumei para o local indicado. Aparentemente eu deveria ficar na espreita próxima a uma padaria, a fim de vigiar os suspeitos e seguir os passos das outras agentes juniores, para o caso de essas precisarem de algum reforço.

Flashback Off


Agora ali estava eu, escondida atrás de um barril do outro lado da rua. Já vinha observando a movimentação na padaria há algum tempo. O que eu testemunhava agora era uma confusão que parecia se formar dentro da própria padaria. Há algum tempo atrás, duas pessoas entraram ali às pressas, apenas para serem seguidas após algum tempo por Sophia e uma outra agente.

Antes que eu pudesse fazer qualquer movimentação, um barulho enorme vinha de dentro da padaria e, ao que tudo indicava, uma batalha havia começado ali dentro. Talvez alguém tivesse entrado ali antes mesmo de eu chegar?  Não sabia dizer. Via o homem que entrou às pressas ser jogado para fora pela janela do local, apenas para se erguer e entrar novamente, depois via a aliada de Sophia entrar na padaria tentando impor a ordem, apenas para ser seguida por minha prima. Duvidava que aquilo fosse funcionar.

Hora de agir…” Pensava sem sentir muita vontade de fazer isto de fato, não queria ser vista por Sophia. Antes que eu pudesse fazer alguma coisa, entretanto, via mais pessoas chegando ao lado de fora daquela cena. Pelos uniformes podia perceber que eram mais duas agentes, por mais que uma delas vestisse um kimono por cima das roupas do governo.

Havia, entretanto, uma terceira pessoa na cena. Um homem pequeno que poderia facilmente ser confundido com um adolescente, mas estava olhando aquela cena com muita seriedade para ser de fato um deles. Quem seria aquele sujeito?

Qualquer dúvida sobre o que eu deveria fazer a partir dali ia embora alguns segundos depois. Enquanto eu pensava na melhor ação a se tomar, a mulher que usava um Kimono partia para dentro da padaria e parecia ter a intenção de levar a sua amiga consigo. Com isso, acreditava que quatro agentes seriam mais do que o suficiente para acabar com qualquer confusão que estivesse acontecendo dentro da padaria. Se eu tivesse sorte, a Sophia de quebra ainda levaria uma boa surra, por mais que eu duvidasse que minha prima fosse ter dificuldades em algum combate.

A partir dali, minha atenção seria voltada totalmente ao sujeito que observava a confusão. O que ele estava fazendo? Talvez estivesse esperando alguma oportunidade? Mas para quê? Manteria minha furtividade para observar e seguir os passos daquele homem, tentando me manter sempre para trás. Usando meus talentos, tentaria me aproximar o máximo possível para ouvir qualquer coisa que ele pudesse dizer sem, entretanto, entregar minha presença.




Nome: Elizabeth Steinberg
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim/Lutador
Profissão: N/A
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações com NPCs: (Depois faço, por hora só vou listando quando lembrar).

Nível: 1
Experiência: 400

PdV: 8000
STA: 100
Força: 200 +  80 (Racial) + 60 (Edc) = 340 (Regular)
Destreza: 0 (Inapto)
Acerto: 0 + 60 (EDC) = 60 (Regular)
Reflexo: 0 (Inapto)
Constituição: 200 +  80 (Racial) = 280 (Regular)

Agilidade: 30
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano:
• Dramaturgia
• Etiqueta
• Lábia
• Ameaça
• Furtividade
A única coisa que tenho é coragem


AVALIADOR:
Voltei. Só pra constar, falei com o formiga antes e ele permitiu que eu já estivesse na padaria logo no primeiro post. Fiz esse flashback pra me mostrar pegando arma e tudo mais. Nesse mesmo pique, tudo o que eu vi nesse primeiro post, o narrador falou que eu podia ver

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 Sign_Bismarck_V1_-_Tamanho_certo_borda_branca
Pepe
Ver perfil do usuário
Imagem : Teje preso!
Créditos : 03
Localização : Flevance - North Blue
PepeEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t321-aiko-saito#935 https://www.allbluerpg.com/t384-operacao-t-n-c-t-o-n-i
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Sab Set 18, 2021 7:41 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Aiko SaitoRelatório:
Localização:Flevance – North Blue26
Missão:Investigação liderada por um superior
Tudo se desenvolveu bem depressa. Sophia não conhecia os dois nomes, então enquanto não souber a verdade poderia me guiar pela linha de serem duas facções criminosas se chocando. E aparentemente, os que estávamos investigando possuíam informações contra o tal Calros. Quem era ele, bem, realmente não me interessava no momento, só que não podia deixar quem eu queria investigar morrer, ou simplesmente não conseguiria descobrir nada.

Sentia meu corpo se aquecendo enquanto já me preparava mentalmente para o combate. Sentia que meu corpo estava começando a ficar um pouco mais tenso, a minha inexperiência começava a voltar a minha mente. Seria a minha segunda luta no dia, só que agora era muito mais perigoso, o careca parecia forte... e a luta não pararia quando Tom quisesse...

Por isso, ao entrar na padaria com as informações em mente sabia que acabaria por confrontar os dois desconhecidos. Neste ponto Edmundo havia saído voando da padaria, mais uma clara demonstração da força de meu oponente, e Sophia estava ajudando a idosa na batalha dela. O careca estava vindo em minha direção, já havia visto a força dele por ter feito alguém voar, seria louca de tentar só bloquear aquele golpe.

Já era acostumada com minhas armas quebrando e sabia que eles possuíam força para pelo menos quebrarem uma faca com suas mãos, a katana com certeza não duraria até o fim daquela batalha... então não podia deixá-lo ficar com a “arma” dele até o final. Por isso segurando firmemente minha katana desceria a minha espada em direção a perna do careca que vinha em minha direção, mirando numa altura próxima do joelho com a panturrilha, quase um “bloqueio”, mas que o objetivo maior era de machucá-lo do que de realmente bloquear.

Caso a katana quebrasse nesse golpe e ele simplesmente fizesse voar para trás, se caísse dentro da padaria ainda, tentaria ver em qual altura a minha espada havia quebrado para continuar a batalha. Se houvesse um bom pedaço da lâmina ainda, continuaria a usá-la.

Na hipótese de decepar a perna dele, com ou sem a minha katana quebrar, me distanciaria do careca por pelo menos um metro, querendo manter distância daquela boca estranha dele. — PARADO! Ou ele vai provavelmente morrer por falta de sangue — ordenava ao colega dele esperando que isso fosse o suficiente para que as lutas parassem.

Se ao perceber que eu faria o movimento para cortar a perna dele, o careca acabasse parando, pararia meu movimento quando fosse possível e nessa mesma posição subiria minha katana, tentando fazer a ponta dela passar na pele dele enquanto subisse, cortando-o mesmo que superficialmente até o ombro.



Nome: Aiko Saito
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim
Profissão: Cozinheira
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: Katana, uma missão feita, salário da missão (banco provavelmente), 1000 berries (post 24)
Perdas: N/A
Relações com NPCs: N/A
Informações que julguei importante: Agente Senior – Nicolai – Pescotapa
Tom Flay – Criminoso – Apaixonado na princesa
Frost – Agente (qual patente?)
Investigando dois safados - Antonelle e Edmundo.
HP: 2400
SP: 100

Força: 160 + 80 = 240 [Regular]
Destreza: 0 [Incompetente]
Acerto: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Reflexo: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Constituição: 0 [Regular]

Agilidade: 220
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Peso que aguenta carregar: 340 kg
CulináriaVocê é capaz de preparar pratos e refeições simples ou complexos, seguindo receitas ou a sua própria criatividade.

DegustaçãoVocê consegue identificar alguns ingredientes e preparos dos pratos que experimentar por meio de paladar, olfato ou observação visual.

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

MixologiaVocê é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.

NutriçãoVocê sabe encontrar o meio-termo entre alimentação e saúde, sabendo criar pratos e cardápios bem equilibrados quando se trata de nutrientes, escolhendo os melhores ingredientes.
•1 katana
•1000 berries
Vincent
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 Fce235abf356e340a772bbaaecb92d1c
Créditos : 00
VincentCP 2
https://www.allbluerpg.com/t723-huang-meifeng https://www.allbluerpg.com/
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Sab Set 18, 2021 11:36 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Huang MeifengRelatório:
Localização:Flevance8
Missão:É o Interrogas
Chocho parecia concordar comigo que a situação com o velho havia sido estranha, apesar de tentar justificar a atitude de Frost com ele tendo acesso a algo que ainda não sabíamos. Mas por que fazer isso em um momento tão específico? A descrição de um criminoso era tão importante assim para não podermos sabê-la? Essa situação ainda permanecia repleta de questionamentos que eu esperava solucionar em breve. Enquanto refletia também ouvia sobre as outras duas que encontraríamos na estalagem - Interessante, alguém que não entende situações ambíguas mudava o alvo dos meus pensamentos por um instante.

Quando estávamos próximas a padaria era possível observar que uma confusão tinha se iniciado por ali, um homem havia sido arremessado pela janela. Chocho o reconheceu como Edmundo de imediato, então esse era o companheiro de Alex citado por ela e também por Frost anteriormente. A primeiro momento iriamos ignorar a situação já que as ordens dadas por nosso superior eram de ir até a estalagem até porquê, segundo Frost, outros Agentes haviam sido enviados para a Padaria.

Contudo, as coisas mudavam de rumo quando Chocho se jogava na direção de um beco e me fazia um sinal para que eu fizesse o mesmo. Apesar de não entender bem a situação apenas repetiria os passos dela e ouviria o que a mesma tinha para me dizer - Que coisa mais estranha estava totalmente confusa com tudo isso. Frost realmente estava ali sem uniforme, não estava vendo alucinações - Parece que vamos ter que nos envolver nisso de qualquer jeito fazia um sinal com a cabeça concordando com a ideia dela de nos envolvermos de surpresa no embate.

Mas, algumas coisas ali não faziam tanto sentido, vide a informação que ele havia nos dado no QG, afinal Aiko e Sophia não eram as agentes enviadas por Frost. Tirando elas, só haviam inimigos por ali, então onde estavam esses supostos “reforços”? Óbvio que não teria nenhuma conclusão precipitada, todavia essa situação como um todo era estranha. Claro, eles poderiam chegar mais tarde e acabar com essa minha desconfiança, mas as chances de serem os membros da Greta que lutavam contra nós eram relativamente altas.

As dúvidas aumentavam a cada instante que se passava e eu estava disposta a entender toda a situação. Mas, por enquanto, me focaria no que estava no meu alcance no momento - Frost vai ficar nos devendo explicações mais tarde diria a Chocho. Me posicionaria logo atrás dela, quando ela se movimentasse iria logo atrás pronta para o combate contra os homens. Seria direta, utilizando-me de um jogo de pernas saltaria na direção do oponente mais próximo e aplicaria um soco com a destra. Esse seria meu cartão de visitas, a agressividade natural dos Huang que há anos é repassada aos membros da família - A cavalaria chegou complementaria a fala de Chocho piscando na direção das outras duas.

Independente de ter êxito ou não na minha investida, teria de estar pronta para me defender dos golpes que viriam por parte dos criminosos. Procuraria notar se algum deles estava com uma arma e utilizaria uma abordagem um tanto diferente para cada situação que encontraria. Cruzaria os braços em x para bloquear ataques não laminados, com o intuito de redirecioná-los e abrir uma brecha na defesa do meu adversário. Em caso de lâminas ou armas pontiagudas, optaria por me esquivar principalmente com giros acompanhados de passos para os lados.


Nome: Huang Meifeng
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Artista Marcial
Profissão: N/A
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: Luvas, Botas
Perdas: N/A
Relações com NPCs:  
PdV: 3200
STA: 100

Força: 281  +60 +60 = 401 ~Hábil~
Destreza: 0
Acerto: 39 +40 +60 = 139 ~Regular~
Reflexo: 40 +60 = 100 ~Regular~
Constituição: 40 ~Regular~

Agilidade: 119
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
 • Anatomia
• Interrogatório
• Lábia
• Primeiros Socorros
• Psicologia
Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Dom Set 19, 2021 1:06 pm




OPERAÇÃO T.N.C.T.O.N.I

O Retorno do Calros.


Dia 01 || Flevance - North Blue || Clima: Fresco || Tarde
N° de Postagens do Narrador: 08



Chocho - Sophia - Antonelle


Chocho se manteve por alguns momentos observando a situação como um todo, pensamentos sobre a postura e Frost ainda estavam vivos em sua mente, inclusive, a presença do dito cujo na padaria chamou a atenção da agente. Será que tinha algo por trás? Por que o homem estava ali? De qualquer maneira, ela não tinha tempo para pensar demais, necessitava ajudar suas colegas no ferrenho combate que estava acontecendo no interior da padaria.

Na primeira brecha existente, Kimiko avançou com tudo, empunhando seu florete e abusando do elemento surpresa, afinal, todos estavam envolvidos no combate. Sophia e Antonella estavam tendo dificuldades contra o Felino, ele se mostrava hábil o bastante para lidar com as duas e tão flexível quanto, seu estilo de combate parecia focado em se movimentar constantemente, enquanto usava suas qualidades raciais para rasgar seus oponentes, no entanto, será que era apenas isso?

Chocho com um curto movimento, avançou na direção do felino de maneira sagaz. Seu objetivo era acertar o florete em pontos vitais do seu oponente, pegando o ângulo lateral do Mink, ela acertou entre suas costelas, entretanto, o oponente ao sentir a lâmina perfurando sua carne, lançou seu corpo para o lado oposto, criando uma distância entre eles - Cuidado, ele é forte. - Bradou Sophia ofegante, retomando o controle da sua respiração aos poucos - Precisamos acabar com isso logo, ele está aqui. - A voz do careca ecoou pelo interior da padaria, pelo que parecia, ele estava se referindo a alguém fora da Padaria.

O Mink flexionou seus joelhos o máximo que pode e uma aura elétrica rodeou todo seu corpo, ele explodiu e o som que seu movimento fez era semelhante a um trovão. Uma investida em linha reta em uma velocidade absurdamente alta, Chocho apenas pode ver de relance aquela bola de pêlo passando ao seu lado e atingindo Antonelle com tudo. BOOM! Parecia que uma explosão havia acontecido no recinto, o felino acabava de enfiar  a cabeça da mulher na parede e o sangue escorria como uma cachoeira, será que ainda se encontrava com vida? A fera direcionou seu olhar para dupla de agentes, a eletricidade ainda percorria seu corpo e um sorriso que beirava a insanidade estava estampado em sua face, suas garras estavam visíveis e banhadas com o líquido rubro. Ele investiu, não tão rápido quanto antes, porém, ainda estava envolvo da eletricidade, seu alvo principal era Kimiko, um golpe de cima para baixo na horizontal era direcionado à mulher, iria rasgar toda carne do seu tronco se atingisse seu corpo

Sophia parecia tentar intervir, entretanto, não tinha certeza se conseguia realizar seu movimento a tempo. Tudo estava nas mãos de Chocho e o resultado daquela batalha também. Como ela agiria? Como comandaria sua companheira para que juntas pudessem enfrentar o poderoso oponente a sua frente.

Aiko - Huang - Edmundo


Aiko estava pronta para a batalha, seu corpo instintivamente havia se preparado para o momento de embate que estava por vir. A garota já tinha visto um pouco da força do homem careca que vinha em sua direção, ela sabia que ele era forte o bastante para quebrar a sua espada e bloquear não era uma opção viável. A velocidade do antagonista era alta, porém, os olhos de Aiko conseguiam ver com clareza cada passo que ele dava, provavelmente estavam em níveis próximos de agilidade.

O movimento de Saito foi consistente, enquanto descia sua lâmina em direção a perna do seu oponente, ela pode notar uma mudança na expressão facial do mesmo. Seus olhos estavam arregalados, parecia que ele tinha acabado de ver um fantasma, será que era Edmundo? Bom, para a garota era exatamente isso que parecia, já que no momento em que sua Katana tocou na perna do inimigo, Ed chegou literalmente dando uma voadora com ambos os pés na face do careca. Seu corpo seguiu o caminho natural da sua ação e viu algo interessante vindo ao seu encontro, o soco de Huang.

Edmundo era lançado para um lado e o careca caia entre Chocho e Aiko, bem no "meio" da padaria - Precisamos acabar com isso logo, ele está aqui. - O homem bravejava em tom sério, enquanto levantava de maneira tranquila. Fechou seus punhos e forçou todo seu corpo, as veias saltadas mostravam a força que ele estava fazendo, seria aquela alguma espécie de preparação? Seus braços estavam dobrados, suas mãos na altura do queixo e seu tronco arqueado para frente, sua posição parecia ser dotada por uma defesa natural, já que seus músculos eram rígidos.

Ele avançou.

Diferente de antes sua velocidade ainda era maior, seu alvo? Huang. Não por escolha estratégica, mas sim porque era a que estava mais próxima dele. Cada vez que chegava mais perto da agente o seu centro de gravidade ficava mais próximo ao chão, seus braços antes colocados de maneira defensiva, agora estavam abertos. Uma tentativa de agarrão na altura dos joelhos de Mei estava para ser realizada, todavia, se está realizasse um movimento defensivo, como uma esquiva, o oponente não pararia e continuaria seguindo em linha reta, agora na direção de Aiko. Saltando com ambos os braços abertos, semelhante ao Cristo Redentor, com a intenção de atingir Saito e cair sobre ela na rua.

Elizabeth


Elizabeth Steinberg, uma agente parente de Sophia. Estava em missão, observando todo o ocorrido de maneira furtiva, enquanto pensava se agia ou não. A missão da jovem era simples, era responsável por pegar as informações que estavam escondidas na Padaria, passada diretamente por Vincent, um dos seus superiores. A mulher então observou todo o amontoado de pessoas entrando na padaria e pelo som vindo do interior, uma dura batalha estava ocorrendo naquele ambiente atípico para um combate de tal proporção.

Esgueirando-se ela se aproximava do lugar, ouvia uma voz grossa que dizia algo sobre "ele", mas não conseguia escutar toda a frase. Tudo estava bem, até que um frio correu por toda sua espinha e ela percebeu que o pequeno homem que observava tranquilamente o embate, estava olhando diretamente para a mulher. Aquela figura sumia da frente da mulher e em seguida a única coisa que ela sentia era um forte impacto em suas costas, forte o bastante para lançar seu corpo metros a frente, passando rolando pela padaria e ficando "do outro lado" do estabelecimento - E aí! Quem é você mesmo? - Indagou com um sorriso no rosto, suas mãos estavam na cintura e carregava em sua postura um jeito relaxado. A única coisa que Liz sabia, era que aquele homem estava em um patamar muito acima do seu.


Histórico Geral:
Aiko:
Número de POST:26
Ganhos:

  1. Katana
  2. Uma missão feita - salário da missão (banco provavelmente)


Perdas:

  1. Nada por enquanto.


Kimiko:
Número de POST: 26
Ganhos:

  1. Florete (clássico?)
  2. 100.000 berries (temporário)


Perdas:

  1. Nada ainda


Huang:
Número de POST: 08
Ganhos:

  1. Luvas [Qualidade Profissional] - POST 02
  2. Botas [Qualidade Profissional] - POST 02


Perdas:

  1. Nada por enquanto


Elizabeth:
Número de POST: 01
Ganhos:

  1. Espada  [Qualidade Profissional] - POST 01


Perdas:

  1. Nada por enquanto


Legendas:
NPC's Específicos
Frost
Amis
??


NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores | Entre outros.

Antonelle, Edmundo e sua galera.
Marinheiros
Agentes
Sophia
Membros da Greta

Aparência dos NPC's
Velhote de Padaria
Vincent Nikaido


Log de Combate:
Aiko:
HP ATUAL: 2.400
STAMINA: 100

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Danos:

    Nada por enquanto


Chocho:
HP ATUAL: 4.000
STAMINA: 100

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Danos:

    Nada por enquanto


Huang:
HP ATUAL: 3.200
STAMINA: 100

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Danos:

    Nada por enquanto


Elizabeth:
HP ATUAL: 7.000
STAMINA: 100

Ferimentos:

    Nada por enquanto


Danos:

    1.000 - Chute nas Costas


_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Wesker
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 Imagem_Icone
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Dom Set 19, 2021 5:54 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Elizabeth SteinbergRelatório:
Localização:Flevance2
Missão:Sobreviver


À medida que o tempo passava, ficava cada vez mais difícil observar Frost ao mesmo tempo que tentava manter meus ouvidos atentos ao lado de dentro da padaria, onde parecia ocorrer um conflito bem maior que o esperado. Para tentar compreender melhor o que estava acontecendo e monitorar os movimentos do homem que também observava a batalha, decidi me aproximar mais.

Quando finalmente me aproximava o suficiente para ouvir o que era dito ali dentro, mal tinha tempo para ouvir uma palavra, antes que a situação se complicasse completamente. O adolescente que eu estava seguindo havia percebido minha presença, mais do que isso, estava olhando diretamente para mim. Por mais que sua aparência não fosse das mais ameaçadoras, algo naquele olhar fazia com que eu sentisse um arrepio que claramente indicava que o sujeito era, de fato, perigoso.

Mas que…” Mal tinha tempo para praguejar em meus próprios pensamentos. Em um piscar de olhos, aquele homem agora estava às minhas costas - Merda… - Era tudo o que eu talvez tivesse tempo de dizer antes de sentir um golpe extremamente forte em minhas costas para em seguida ser arremessada a metros dali.

Quando finalmente parava de rolar, via o sujeito me olhando de cima enquanto eu tentava me levantar do chão. Era claro que não era um homem que eu poderia derrotar, mas se eu deixasse isso me amedrontar já estaria acabado antes que eu sequer pudesse tentar.

Colocava em meu rosto um sorriso de quem acabara de aceitar um desafio enquanto me erguia do chão, sem tirar os olhos do inimigo. Com certeza foi o soco mais forte que já tomei, mas já havia ficado em situações bem piores do que essa.

- Não reconhece o uniforme? - Respondia em tom de ironia enquanto puxava a espada da bainha - E você, garotinho, quem é? - Questionava em um tom ácido, me reerguendo agora totalmente e fingindo não me importar com o golpe que havia levado, usava todas as minhas habilidades de atuação e lábia para isso. Fazê-lo acreditar que não conseguia me machucar poderia ser parte crucial da possível batalha que estava por vir.

Àquela altura, já estaria utilizando a mão direita para apontar minha arma na direção do inimigo. Ele era rápido demais e eu sabia que seria totalmente inútil ir até ele. Pelo contrário, eu decidia esperar a aproximação do inimigo. Se possível, iria colocar minhas costas contra a parede para que ele não tivesse como me atacar por ali mais uma vez.

O inimigo era muito mais forte e provavelmente ele sabia disso. Minha melhor aposta era que ele fosse baixar a guarda e me subestimar, abrindo espaço para um bom golpe. Aguardaria pacientemente a movimentação do adversário. Quando percebesse que ele se moveu, faria um movimento horizontal com a espada à frente do meu corpo tentando atingi-lo, imaginando que ele teria que passar pela minha frente a uma velocidade extrema para me alcançar.

O ataque com a espada, entretanto, era apenas um chamariz. Sabendo da força do adversário, imaginava que ele fosse plenamente capaz de se esquivar ou bloquear o ataque, pouco antes de partir para cima de mim. Nesse momento, aproveitaria-me de uma possível oportunidade criada para atingi-lo com um soco da mão esquerda, um gancho mirando a mandíbula do inimigo. Esperava que isso desse certo, visto que tinha agido até este momento para que tudo indicasse que eu era simplesmente uma espadachim.

Caso meu soco abrisse oportunidade para um outro ataque, eu também o faria. Desta vez, faria a finta com a espada mirando sua cabeça mas usaria um dos pés para acertar um forte chute em suas partes íntimas. Havia aprendido a muito tempo que não podia lutar limpo contra adversários mais fortes que eu e, convenhamos, aquilo era divertido.

Havia mirado meus ataques em partes que sabia que eram capazes de desestabilizar uma pessoa se atingidas e esperava que isso servisse para me dar uma vantagem ou pelo menos surpreender o oponente e tirar aquele sorrisinho da cara dele. Caso acabasse levando outro soco, entretanto, apenas faria o possível para firmar a parte atingida e absorver um pouco mais do dano. Por mais que fosse um combate perigoso, eu me divertia. Tentaria aproveitar qualquer tempo que tivesse para observar os meus arredores, em busca de coisas que pudesse usar no confronto.





Nome: Elizabeth Steinberg
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim/Lutador
Profissão: N/A
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações com NPCs: (Depois faço, por hora só vou listando quando lembrar).

Nível: 1
Experiência: 400

PdV: 8000
STA: 100
Força: 200 +  80 (Racial) + 60 (Edc) = 340 (Regular)
Destreza: 0 (Inapto)
Acerto: 0 + 60 (EDC) = 60 (Regular)
Reflexo: 0 (Inapto)
Constituição: 200 +  80 (Racial) = 280 (Regular)

Agilidade: 30
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano:
• Dramaturgia
• Etiqueta
• Lábia
• Ameaça
• Furtividade
A única coisa que tenho é coragem

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 Sign_Bismarck_V1_-_Tamanho_certo_borda_branca
Akuma Nikaido
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 11 120x120
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Dom Set 19, 2021 9:54 pm

Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Chocho KimikoRelatório:
Localização:Flevance27
Missão: Investigar vagabundo
A agilidade daquele felino me espantava, pois mesmo pego de surpresa, mostrava excelentes reflexos para evitar que meu golpe o atingisse em cheio, lançando-se para longe no mesmo instante em que começava a tocar sua pele. "Será que aquilo foi somente um reflexo e reação rápida ou ele me viu antes? Se tiver sido puro instinto é um adversário extremamente difícil..." Mordia de leve meu lábio inferior, preparando minha defesa enquanto pensava em como detê-lo. Uma aura de eletricidade e seu impulso sequencial assombravam-me. Mal havia tido tempo de compreender que ele saíra da posição inicial e via Antonella com a cabeça afundada na parede. Logo em seguida, meus instintos sentiam o olhar da fera em minha direção. Eu seria a próxima vítima se não pensasse rápido.

Tentando manter minha calma, relembrava toda a planta da padaria, vista mais cedo, buscando mentalmente pela localização de cada item à venda. Com minha ideia visualizada, correria para onde a farinha encontrava-se ou, caso a posição não me auxiliasse, iria para a seção de frutas. Gritaria para Sophia: —Sophia-san, lembra-se da luta contra o Santo? Versão padaria! Esperava que ela entendesse meu plano. Qualquer coisa que pudéssemos usar para cegar nosso oponente poderia nos dar vantagem. Assim, estaria preparada, florete em uma mão e a outra livre para pegar ou a fruta ou a farinha, o que fosse mais garantido.


Sabia que teria pouquíssimo tempo para desvio, mas contava com as estantes interpostas entre nós para obrigá-lo a ter de desviar e, assim, perder sua aceleração. Deixava, nesse momento, meu instinto dominar minha ação reflexa, usando o barulho da eletricidade que o envolvia e a sensação de qual lado ele viria. Assim que sentisse ele se aproximando, jogaria a farinha em sua direção ou, se estivesse com a fruta, espremeria seu sumo. Independentemente, o objetivo era o mesmo: cegá-lo temporariamente e obrigá-lo a agir puramente por reflexo, como mais cedo.


Nesse instante, buscaria sacar o cabo de meu florete e atacá-lo lateralmente no tronco com ele. O objetivo era fazê-lo saltar para o lado, assim como fizera mais cedo. Mas, dessa vez, a ponta de meu florete estaria esperando-o. Assim, ao fugir reflexamente do golpe falso, sua própria velocidade e peso fariam com que se espetasse com minha arma.


Apesar de improvável, ainda considerava a hipótese dele ignorar a estante entre nós e vir direto, usando o próprio peso para derrubá-la sobre mim. Estando preparada, nesse caso saltaria, aparecendo repentinamente acima do local e jogando o que pegara em seus olhos. Contaria, assim, com Sophia para prensá-lo comigo.


Caso o plano desse certo, lançaria em sequência a bainha de minha lâmina no adversário restante, buscando interceptá-lo na trajetória entre ele e minhas companheiras. Sabia que aquilo não faria cócegas no homem, mas o plano era causar uma distração. Mesmo que por um segundo, ao tirar o foco da luta poderia ter uma reviravolta em seu destino. Apesar da vantagem numérica, claramente estávamos em desvantagem em poder. E se não usássemos bem a cabeça, fracassaríamos na missão e poderíamos até mesmo perder a vida.


Por outro lado, caso não conseguisse encerrar o embate com o felino com meu plano, tentaria com todas as minhas forças manter-me esquivando e reagindo à altura de sua velocidade, pulando e buscando abrigo e usando os objetos da padaria em meu favor. Nessa situação, eu serviria de isca para que Sophia pudesse atingi-lo. Assim soltaria algumas provocações e bravatas quando desviasse, tentando manter o foco do oponente em mim.


Por último, mas não menos importante, embora minha luta fosse com o felino, não ignorava a presença do outro homem no local e, utilizando-me de meus sentidos, sem desviar o foco de minha luta, buscaria desviar de quaisquer outros ataques que o homem pudesse fazer em mim, sempre tentando me manter em uma posição na qual dificultasse um acesso direto dos adversários e que estivesse coberta por minhas companheiras.


Ganhos: Florete (clássico?)
Perdas:
Relações: -
HP: 200
SP: 100
Força: Regular
Peso máximo suportado: 118 kg
Destreza: Regular
Acerto: Regular
Reflexo: Regular  Constituição: Regular
Acrobacia
Anatomia
Engenharia mecânica
Estratégia
Forja
N/A