Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
RanksHoje à(s) 10:03 ampor  ShiroCriação de AventurasHoje à(s) 9:13 ampor  WolfgangVirando a casacaHoje à(s) 1:54 ampor  TerryThe Red Hot Bounty HuntersOntem à(s) 11:10 pmpor  SashaCriação de Profissão PersonalizadaOntem à(s) 10:26 pmpor  WolfgangAs Crônicas dos Scavenger: A Leoa, o Louco, e o MudoOntem à(s) 9:43 pmpor  KojiHere Comes The SunOntem à(s) 9:43 pmpor  gmasterX[P.D.N.] Achiles, Kerigus & MephistoOntem à(s) 9:29 pmpor  Achiles[Ficha] WolfgangOntem à(s) 9:15 pmpor  SkÿllerBrina BrittaOntem à(s) 9:15 pmpor  Skÿller
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 5 de 5 Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Art. 1 - Forget - Página 5 XqxMi0y
Créditos : 15
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Art. 1 - Forget Ter Maio 11, 2021 1:54 am
Relembrando a primeira mensagem :

Art. 1 - Forget

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Hany G. Drezat. A qual não possui narrador definido.

_________________

Art. 1 - Forget - Página 5 J09J2lK

Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 17
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Re: Art. 1 - Forget Sex Jun 11, 2021 12:43 am
Forget primo

Um prédio tão grande seria fácil de encontrar, talvez pedir instruções foi até pouco mais do que o necessário. Ao menos toda a conversa conseguiu levar Loki a um descanso, deixando a garota-peixe bem feliz de ver seu chefe sair do trabalho por algum tempo. Han era o cara com quem a pequena tubarão teria que se encontrar na manhã seguinte, ver o rosto dele mais um pouco não parecia ruim, mas estava longe de ser o momento ideal para tal. Hany queria apenas ter um momento só dela, fazer tudo que o hotel lhe dava de oportunidades e então partir ao descanso que a deixaria pronta pro que o dia seguinte lhe reservara. – Vou estar por aí. – sem localização exata, pensando no quanto aquele belo e educado rapaz havia dito, existiam muitas oportunidades de diversão pelo hotel. A piscina era o ponto mais atrativo, ter algum local onde podia nadar o tempo que quisesse realmente a deixava mais animada, mesmo que fosse se cansar um pouco mais por conta disso.

Até amanhã! – bradava à sua dupla, abrindo o quarto onde ficaria rapidamente. Hany de imediato encostava a porta, retirando todas as vestes que estava usando, jogando-as no chão, na cama e em qualquer canto do quarto enquanto ela fazia seu caminho ao banheiro. – Nunca sonhei em ficar num lugar desses... – a grandeza do hotel era apenas parte do quão incrível ele era, todo o luxo fazia os olhos da pequena brilharem o tempo inteiro em admiração à quem conseguira construir e organizar um local tão grande e belo. "Banheira? Nunca tomei banho numa banheira, Loki pagou mesmo esse quarto pra mim?" Já sem roupas e muito animada ela colocou a banheira para encher, caminhando de volta ao quarto para recolher as roupas que acabou de jogar por todos os lados. Limpar elas na banheira atrapalhariam o banho, mas devia existir algum lugar onde poderia as deixar de molho, seja na pia ou apenas num balde em que pudesse transferir água até lá com suas habilidades. "Não tô exatamente lavando, só tirando o sangue." Na pia o rosto seria lavado, assim como os dentes afiados escovados e logo que a água do banho estivesse bem cheia a movimentação se voltaria para lá. – Shaa, tenho que me limpar antes da piscina. – Hany tomaria um bom tempo naquilo, lavando seu corpo, passando qualquer coisa que pudesse lhe dar um cheiro mais agradável por hora para não chamar muita atenção com o cheiro do sangue ao sair do quarto. As roupas também passariam pelo mesmo tratamento assim que a pequena garota-peixe houvesse finalizado sua parte, espremendo-as e as deixando num lugar onde pudessem ser secas.

Com as roupas originais secando, Hany procuraria pelo quarto algo que pudesse vestir, seja um roupão, roupas novas ou até mesmo uma toalha que seria envolva em seu corpo. Todo o dinheiro, armas e outros pertences acabariam na cama ou ao lado dela. Vestida e pronto pro que o hotel lhe reservava ela foi ao frigobar, pegou qualquer suco que tinha ali para beber e partiu do quarto com sua chave, fazendo questão de checar se ele estava bem fechado antes de realmente seguir ao décimo sexto andar. – Suquinho bom. – sorrindo, andado em saltinhos e com o olhar bem despreocupado a garotinha queria chegar na piscina logo e assim que estivesse lá, largaria as vestes junto da chave e o suquinho em algum local seguro e logo saltaria na água aquecida o mais rápido que lhe fosse permitido. – Tá quentinha, tão diferente do mar... Shaa, eu poderia passar a vida inteira aqui. – falaria ainda embaixo da água até rindo um pouco, permanecendo submersa o tempo inteiro que ficou na piscina. A garota-tubarão focaria muito em aproveitar o tempo ali, mas também daria algumas olhadas em algum relógio próximo, procurando não perder tanto tempo assim, ainda mais com as palavras de Han gravadas em sua cabeça. "Chegar na hora é bom, eu acho... Nunca precisei antes." Dessa vez um serviço que não envolva comer alguém vivo parecia interessante, só bater já era levemente animador.

Após algum tempo se divertindo e relaxando o corpo na água seria o momento de partida. Não precisava de muito mais do que apenas saltar para fora dela, pegar alguma toalha para secar o corpo, o corpo e logo vestir-se com aquilo que veio à piscina. Hany finalizaria o suco, jogando a embalagem num lixo próximo, seguindo então ao elevador que a levaria de volta ao seu quarto. "Foi ótimo, estava precisando disso." Até mesmo a feição dela estaria um pouco mais relaxada, tranquila, como se o serviço já não passasse mais em sua cabeça naquele momento. No quarto as vestes provisórias encontrariam o chão assim que a porta fosse trancada. Não vestir nada, mostrar seu corpo como veio ao mundo, isso sim, é a chamada liberdade. – Hora de comer e dormir. – o botãozinho dito pelo rapaz que a guiou até o quarto existia mesmo, não era uma surpresa, só parecia um pouco estranho aquela tecnologia nunca vista antes pela garota-peixe. – Vou querer a melhor e maior refeição, não precisa segurar a mão, eu como muito. – dizer isso a fazia abrir um largo sorriso. – Bebida já tem aqui... Vocês fornecem bichinhos de pelúcia? Ehrm... Tô precisando de algo pra abraçar e morder. – falar dessas coisas a deixava um pouco sem jeito, não era normal pedir isso, mas se o hotel realmente pudesse dar algo assim, Hany teria uma noite mais incrível do que imaginava. Antes da refeição chegar, mais um banho seria tomado, mas dessa vez um pouco mais rápido para não perder muito tempo, apenas lavar e tirar qualquer cheiro que a piscina pudesse ter lhe passado bastava.

O estado nu em que se encontrava não era tão normal dentre os humanos. – Preciso cobrir com algo. – se suas roupas já estivessem secas, usaria das íntimas para esconder as partes importantes, deixando o resto de lado, mas se esta não fosse uma opção, pegaria uma toalha para envolver os pontos que ficariam melhor escondidos. – Opa, obrigada! – porta aberta, refeição recebida, Hany apertaria a mão de quem trouxesse aquilo e trancaria a porta novamente. Comer fazia parte da sua própria natureza, mas nela existia algo mais do que simplesmente comer normalmente. As refeições brutais são as mais deliciosas, principalmente se morder for um pouco complicado e violento. Talvez por isso a garota não fosse nem um pouco educada na hora de se alimentar, comendo com a mão mesmo sem ligar muito pro que qualquer pessoa pudesse pensar disso. Essa falta de preocupação a fez viver até hoje, não era muito estranho continuar assim. Aproveitar toda a comida fazia parte, a jovem Drezat não deixaria nada de lado, comendo, mordendo, bebendo e saboreando tudo até não sobrar nada de relevante para comer ou beber. Aquilo significa o fim de mais um dia. Rosto e mãos lavadas, pratos levados para o serviço de quarto recolher ou apenas deixados lá e por fim, Hany se deitaria na gigantesca cama provida por Loki e o hotel. O bichinho de pelúcia seria aproveitado nesse momento. – Vida boa, vida boa... – as últimas palavras antes de abraçar forte e morder a pelúcia, se ela estivesse ali para ser usada. Caindo num sono profundo e relaxado, torcendo para acordar na hora certa.

Art. 1 - Forget - Página 5 SSNLGbU


Art. 1 - Forget - Página 5 1V38tVP

Histórico:
Roupa: tubas🦈
Posts:  14
Nome: Hany Drezat
Money: 2.725.000 ฿S
Ganhos:
- Lança (Profissional)
- Maleta com 2.600.000 ฿S (Pagamento do Serviço)
- Chave do quarto 303 (Hotel Belucci Sprezzatura)
Perdas: -
Relações:
- Loki (NPC Criado) - Gostosão da voz bonita.
- Han (Player) - Esquisito com quem formei dupla.
Ferimentos:
- Braço direito: Corte lateral superficial (Tratado?)
- Costelas: Pancada causando dor na região
things Profissão: Arqueóloga
Estilo de lutinha: Karatê (Peixe) e Lanceira
Proficiências: Avaliação | História | Investigação | Criptografia | Briga.
Qualidades: Nadadora Nata | Arcada Removível | Meiga | Prodígio | Atraente | Destemida | Voz melodiosa.
Defeitos: Atípico | Segregação | Sadista | Dívidas | Insônia | Extravagante | Compulsiva (Morder).
yatto
Ver perfil do usuário
Imagem : Art. 1 - Forget - Página 5 Tumblr_1afef1914678ee759f44108b49339476_a47c9ae5_250
Créditos : 02
Localização : Sirarossa
yattoInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t328-ye-qiu#956 https://www.allbluerpg.com/t316-art-1-forget
Re: Art. 1 - Forget Ter Jun 15, 2021 3:41 am
Black as
midnight on
a moonless night
物語
o inicio dessa historia
permanecer ali por mais algum tempo e por mais que fosse tentador apenas relaxar um pouco ele tinha se acostumado a sempre estar de prontidão em sua vida passada, agora, era um ninguém como qualquer pessoa que passasse andando pela rua, ou assim imaginava a si mesmo. Porem ao contrário dos vagabundos perambulantes ele tinha um objetivo a ser cumprido que era se tornar o imperador de sua terra natal. “Contudo, isso não pode ser de todo ruim” Ele pensava consigo enquanto com passos lentos caminharia por entre as possíveis pessoas do hotel. O loiro lhe dava as instruções necessárias para aproveitar em sua totalidade o hotel, o que era interessante, visto que nunca tinha estado em um hotel antes em sua vida, todo o tempo esteve no palácio da capital imperial. “Quem sabe me desprender um pouco ajude meu caso... Mente e corpo devem estar saudáveis” Ele começava a se deixar levar pela ideia de relaxar um pouco. - Pois bem... acho que irei comer algo. - Ele falaria baixinho para apenas o loiro e a sua companheira escutarem e logo iria se dirigir ao local em que poderia matar sua fome.

Chegando ao local estava interessado na gastronomia local, o que tinha comido mais cedo lhe era interessante mas era apenas uma comida de rua, o que não deixava de ser delicioso, porém, a comida de um local como aquele lhe trazia expectativas muito maiores. Especificamente os produtos do mar lhe chamavam a atenção, não sabia que tipo de ingredientes poderia ser encontrados de diferentes naquela ilha, presumia que a fauna e flora fossem diferentes de sua terra natal o que poderia lhe dar uma total reviravolta sobre o que ele achava que era normal para si. Mesmo que fosse apenas o ato de comer algo no jantar já poderia ser uma experiencia incrível para o jovem, afinal, desde que se conhecia por gente só tinha estado em poucos ambientes diferentes em sua vida e tampouco teve liberdade de ir e vir como desejara.

Sem perder muito tempo iria procurar um local para se sentar – Boa noite, gostaria de provar a especialidade da casa. - Ele sabia que esse tipo de coisa existia, ao menos achava que sim. A especialidade da capital imperial era o peixe martelo, faziam grandes iguarias com aquele animal. Porém, diferentes locais o faziam de diferentes formas. No palácio era cheio de temperos, especiarias que ele julgava serem caras e uma vasta quantidade de coisas para complementar, como arroz, legumes e frutas. Já no templo era servido o peixe de forma tradicional em uma sopa, sem muito tratamento, porem ele gostava ou tinha aprendido a gostar, depois de tanto tempo já não sabia a diferença. Conseguindo o prato desejado ele iniciaria sua janta, procurando se deliciar com o prato da melhor maneira possível.

Com aquilo concluído ele simplesmente iria para seu quarto, se deitaria na cama a ele entregue e dormiria. Estava ansioso para o próximo dia, afinal, cada dia que passava naquela ilha era uma nova aventura e cada nova aventura era um passo mais próximo de seu objetivo. Juntaria suas mãos mais uma vez, agradecendo a Deus por mais um dia completo e iria dormir. No outro dia iria acordar cedo e esperar por sua companheira na entrada do local.
I have no idea where this will lead us, but I have a definite feeling it will be a place both wonderful and strange.
傷物語
Wound Story
cactus



Posts: 14
Qualidades: Afinidade com Haki, Liderança, Visão na penumbra, Voz melodiosa, Carismático.
Defeitos: Improdutivo, Inapto, Diligente (2 Pontos) (Voltar ao seu imperio e se tornar imperador), Compulsivo (1 Ponto) (Agradecer a Deus).
Ganhos: 2.600.000
Perdas: 10.000 Berries



Objetivos:
• Me encontrar com a personagem do ryoma
• Entrar na mafia
• Descobrir mais sobre o submundo
• Ter uma aventura divertida



Observações:
Mudei a cor da fala do personagem para o verde. Apenas isso.
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Art. 1 - Forget - Página 5 Giphy
Créditos : 26
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Art. 1 - Forget Ter Jun 15, 2021 12:45 pm



Narração




Ambos

A estadia ao qual fora garantida a ambos, era realmente boa, não haviam sido poupados esforços para que se fizesse uma boa primeira impressão e apesar da realidade dos custos do hotel terem preços acessíveis, não seria injusto dizer que  as acomodações eram muito mais do que bem pagas se visto o investimento que era feito, era um real lugar onde poderiam  se sentir renovados física e mentalmente antes de um novo trabalho.

O caminho se separou, quando o Loiro poderia mostrar onde era a ala do restaurante, onde havia uma mesa, onde haviam diversos pratos frescos e prontos dispostos em diferentes mesas para que ele pudesse se servir sozinho, haviam também nas mesas de tempos em tempos garçons que chegavam com carnes e pratos quentes oferecendo, em um sistema que  lembrava muito o de um rodizio.

A qualidade da comida? Era maravilhosa, apesar de não sentir a mesma alma que havia naquela comida que havia experimentado anteriormente,  apesar de não haver uma identidade muito forte na culinária local que se destaca-se, eram marcantes de sua própria forma pela variedade e riqueza de pratos diferentes que não necessariamente se complementavam dentro de uma refeição.

Enquanto isso, no quarto, Hanny encontrava um real show de opções do que fazer, onde o banho mostrou-se extremamente atrativo, a banheira era colocada para encher, de maneira que o vapor logo se mostrou que a água era bem quentinha, haviam produtos como shampoos e sabonetes bem cheirosos mas, um em especifico chamou a atenção da garota, havia um pacote vermelho que dizia: Para trabalhos mais pesados, onde caso ela utilizasse veria um pozinho que se misturado a água, seria perfeito para tirar o cheiro e também manchas de sangue, onde ela poderia usar também  no banho, daria uma sensação agradável.

Quando terminasse o banho, poderia achar um roupão junto a toalhas diversas já penduradas no banheiro e em um dos armários, poderiam ver roupas de tamanhos diferentes, incluindo roupas de banho ao qual ela poderia utilizar se fosse de sua vontade, onde dentre as opções, haviam aquelas que lhe cabiam com conforto.

No frigobar, haviam vários sucos e por aleatoriedade o que ela havia pego era um suco de melancia, natural em uma garrafinha de vidro fácil de abrir, realmente um suco  maravilhoso. E com isso, quando deixou o quarto, sua rota para a piscina era tranquila,  não haviam pessoas que pudessem lhe importunar, então tinha uma piscina quentinha e enorme só pra ela.

Com isso, no seu retorno pro quarto, ela teria notado algo que poderia ser muito útil, havia próximo a sacada do seu quarto, um lugar onde poderia por as roupas pra secar mas, no momento o serviço de quarto era realmente muuuito atrativo. Ouviu uma voz femina atendê-la onde teria dito - Certo, pode deixar senhorita…  Bichos de pelucia… Iremos levar algumas opções para a senhora.- Com isso levou algum tempo até que seu epdido fosse preparado e lhe fosse entregue mas, eram moderadamente ligeiros, não a deixaram esperando tanto tempo.

Quem vinha trazendo  um carrinho com várias coberturas de metal, era uma moça de cabelos curtos que vestia o mesmo uniforme do loiro que havia ela até ali, quando ela destampou, destacou-se uma variação de uma entrada mais suave, com três opções de prato principal que tinham respectivamente, um prato com base em proteina maritima, com lagosta sendo a protagonista, um que tinha  um filé mignon como astro do prato, confitado em batatas e com um tempero intenso, com um bom kick mas muito balanceado e o ultimo, tinha a proteina do frango como uma grande canja, ideal para fortalecer a saúde, cheia de vegetais que tornavam  muito gostoso de se comer. Além disso, havia de sobremesa, uma fatia de bolo de chocolate acompanhada de duas bolas de sorvete de morango, parecendo extremamente apetitoso. A Moça  então diria - 1 minutinho e então teria ido buscar mais coisas do lado de fora.

Onde ela mostrou três pelucias - Foi um pouco inesperado mas, nós temos a disposição  um tubarão, um elefante e um tigre branco, algum deles lhe é interessante?- E com isso, quando Hanny escolhesse qual, ou se pegaria todos a moça a deixaria ter privacidade para comer, beber e ter seu tempo cm bichinhos de pelucia.

Ao fim, o despertar viria para ambos após uma noite incrivel que rejuveneceria demais revigorou mais ainda, havia tempo para que tomassem banho, tomassem um bom café e se arrumassem para o próximo trabalho sem pressa, como o fariam, também seria com eles o modo de decidir seus destinos.
Histórico:

Posts: 14
Ganhos



Perdas:

Ferimentos:
N/A




_________________

Art. 1 - Forget - Página 5 HGWnxh1
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 17
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Re: Art. 1 - Forget Ter Jun 15, 2021 9:15 pm
Forget primo

Toda a questão do banho, as variedades de coisas que conseguiu utilizar para se limpar foi algo surreal. Hany aproveitou tudo que tinha ao seu redor, se limpou bem, tratou de usar o pozinho do pacote vermelho, já que sua embalagem instruía o uso em casos mais pesados. "O melhor banho da minha vida, nunca imaginei..." Ter tanto luxo após o primeiro trabalho a deixou ansiosa pro futuro, aproveitando o banho mais ainda, divertindo-se com os sabonetes, shampoos para limpar-se bem e sair de lá perfeitamente apresentável para o que encontraria na piscina. Depois de um banho luxuoso daqueles as roupas não foram muita surpresa, demorou alguns instantes para a pequena tomar sua decisão, escolhendo um maiô azul bem simples por baixo e o roupão para cobrir seu corpo enquanto estivesse caminhando pelo hotel. As partes de peixe normalmente vistas não estariam bem presentes, escondendo a cauda, sobrando apenas os dentes que não pareceu haver necessidade de desaparecer com eles também. "Mais que isso eu vou virar humana por completo, prefiro assim." Não era bem a verdade, só parecia fazer sentido na cabecinha dela durante o caminho, na piscina e também em seu retorno ao quarto. "Aquele suco estava realmente bom." O tempo no hotel havia sido aproveitado ao máximo, talvez com mais tempo e um dia inteiro ela teria feito mais cosias, mas no tempo que lhe restava da noite, pareceu uma diversão justa e agradável.

Secar as roupas era importante? Sim, mas a comida, os bichinhos de pelúcia e todas as outras opções pareciam tão mais interessantes. "Não vou dormir com elas de qualquer forma." O banho antes das coisas chegarem, além das roupas que precisavam ser secas num lugar adequado foram tratados neste momento. Hany levou para o local visto anteriormente, largando o maiô molhado no mesmo lugar, vestindo apenas o roupão que cobriria seu pequeno corpo por completo. "Pelúcia, até isso eles têm aqui." Era uma realidade bem estranha comparada com tudo vivido por ela até então, a garota-peixe parecia apenas uma forasteira, uma turista ficando feliz e extremamente empolgada com cada coisa nova que aparecia na sua frente, era até um pouco estranho a olhar quando o serviço de quarto chegou, seus olhos azuis brilhando intensamente a cada olhada que dava em algo diferente trazidas pela mulher de cabelos negros e olhos dourados, bem bonita. – Tá... – a voz dela soou um pouco ansiosa, ainda que seus olhos estivessem  muito focados na extrema quantidade de comidas de aparência deliciosa que seus olhos conseguiam enxergar. Começar a comer era a opção óbvia, mas antes mesmo que ela conseguisse colocar a mão em algo, ou mesmo se aproximar o bastante, Hany escutou mais uma vez a voz da mulher, e dessa vez algo estava junto dela. – Oh! – o tubarão claramente chamou muito mais atenção, porém a pequena simplesmente correu até as pelúcias e abraçou todas elas, olhando bem satisfeita para sua salvadora. – Muito obrigada! Me salvou, vou curtir muito essa noite. – aquilo deu um brilho novo pro rosto da garota-peixe, seu sorriso se mostrou muito mais animado e toda a empolgação estava presente em todos os movimentos que a mesma fazia, cada passo de vola à toda a comida junto das três companhias foi divertida, deixando-as por perto, atrás de si para poder deitar sem sujar nada com comida.

Isso que é vida. – ambos os braços dela se abriram, derrubando as pelúcias para trás e junto desse movimento Hany avançou na maior refeição que já encontrou na sua vida. Eram muitos pratos, a variedade assustava um pouco por alguns instantes e logo a encantava de volta pelo cheiro, aparência e principalmente o sabor que tudo tinha ao entrar na boca. "Mamãe cozinhava bem... Isso aqui é muito diferente, só um mestre faz algo assim." No meio da refeição agitada, pegando com as mãos mesmo sem ligar muito pro que ficaria sujo, além das pelúcias, tentando as manter seguras naquele momento. Claro que a ordem das coisas foi seguida, Hany aproveitou primeiro tudo que era mais salgado e fazia sentido comer antes, deixando o bolo e as bolas de sorvete pro fim. E foi bem estranho, comer algo gelado a fez se assustar, nunca tendo visto sorvete antes a deixou levemente receosa, mas logo que o gosto daquilo se espalhou ficou impossível parar. A garota-tubarão não sabe bem quanto tempo demorou ali, sua noção se perdeu no meio de tudo e quando se viu mais desperta, estava deitada com a cabeça no tubarão de pelúcia olhando o teto. As mãos e o ambiente mais sujo foi a primeira coisa que ela cuidou, limpou tudo, lavou o rosto, as mãos e também tratou de deixar os pratos e qualquer outra coisa da alimentação um pouco isolada. "Hoje eu destruí." O cansaço de antes se mostrou bem mais forte ali e a pequena não tentou aguentar, simplesmente abraçou seus três novos amigos e os jogou na cama, retirou o roupão para não vestir nada e saltou para o lado das suas companhias naquela noite. A coberta subiu, sentir frio não era muito bom durante a noite, mesmo abraçada em três coisas bem quentes. As únicas coisas que ela fez pela noite, antes de adormecer e até depois, foi morder e apertar firme os amigos peludos, acariciando um pouco cada um deles.

Acordar no dia seguinte talvez tenha sido um pouco chato, até mesmo para alguém que tinha tido os melhores companheiros na cama para aquele momento, Hany não estava exatamente animada para levantar, viver no luxo muda as pessoas. "Tem trabalho hoje, posso voltar aqui mais tarde." Algumas das pelúcias poderiam estar um pouco acabadas, ou apenas com marcas de mordida, era complicado dizer tudo que a pequena garota-tubarão acabou fazendo com seus dentes afiados. A única coisa boa disso foi ela realmente dormir tranquila e sem se preocupar com nada. Alguns minutos passariam antes dela se erguer por completo da cama, caminhando até o banheiro, lavando o rosto, escovando os dentes, fazendo basicamente as necessidades básicas da manhã que não precisam ser exatamente ditas por aqui. "Não sei nem se quero comer." Um suquinho soava muito melhor na cabeça dela, que logo após terminar as coias no banheiro, caminhou de volta ao quarto na direção de onde as bebidas estavam. Pelo horário e a enorme vontade de deitar novamente Hany procurou algum de laranja ou que em sua aparência demonstrasse energia. – Suquinho de laranja pela manhã, mamãe recomendava. – independente do suco a pequena caminharia até onde as roupas estavam secando, pegando as vestes que usaria naquele dia, além de guardar o maiô no armário que o encontrou. Os pertences, dinheiro, armas e o resto importante fora carregado juntos, juntos da bebida que estaria sendo tomada em pequenos goles durante toda a caminhada pelo quarto para recolher as coisas, seguindo até a porta ao fim de tudo com o tubarãozinho em seus braços, torcendo para que não fosse um problema o levar junto ou não, o largando pra trás se alguém dissesse que não era possível. – Não lembro que horas ele falou, vou só esperar aqui. – bebendo e olhando pros lados, com a porta trancada e as costas encostadas na parede bem ao lado da porta onde o companheiro de time, Han, provavelmente dormiria, isso se já não estivesse acordado também. – Bora? – o rumo da garota-peixe seguiria muito tudo que o rapaz junto de si, fizesse, acompanhando-o, escutando suas palavras sem realmente dizer nada, como se estivesse muito longe naquele instante. A mente da jovem Drezat só voltaria completamente se fosse tocada, ou quando estivessem entrando no Cassino, por conta do ambiente familiar.

Art. 1 - Forget - Página 5 1V38tVP

Histórico:
Roupa: tubas🦈
Posts:  15
Nome: Hany Drezat
Money: 2.725.000 ฿S
Ganhos:
- Lança (Profissional)
- 1 Serviço completo (Cobrança de uma dívida)
- Maleta com 2.600.000 ฿S (Pagamento do Serviço)
- Chave do quarto 303 (Hotel Belucci Sprezzatura)
Perdas: -
Relações:
- Loki (NPC Criado) - Gostosão da voz bonita.
- Han (Player) - Esquisito com quem formei dupla.
Ferimentos:
- Braço direito: Corte lateral superficial (Tratado?)
- Costelas: Pancada causando dor na região
things Profissão: Arqueóloga
Estilo de lutinha: Karatê (Peixe) e Lanceira
Proficiências: Avaliação | História | Investigação | Criptografia | Briga.
Qualidades: Nadadora Nata | Arcada Removível | Meiga | Prodígio | Atraente | Destemida | Voz melodiosa.
Defeitos: Atípico | Segregação | Sadista | Dívidas | Insônia | Extravagante | Compulsiva (Morder).
yatto
Ver perfil do usuário
Imagem : Art. 1 - Forget - Página 5 Tumblr_1afef1914678ee759f44108b49339476_a47c9ae5_250
Créditos : 02
Localização : Sirarossa
yattoInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t328-ye-qiu#956 https://www.allbluerpg.com/t316-art-1-forget
Re: Art. 1 - Forget Qua Jun 16, 2021 9:10 pm
Black as
midnight on
a moonless night
物語
o inicio dessa historia
A comida do hotel lhe dava uma sensação estranha. Não é como se fosse ruim, ele sentia e poderia apostar que com certeza os ingredientes usados para fazer seu prato com certeza eram muito superiores ao que ele tinha comido mais cedo ao acordar naquela ilha. Porém, não era tão gostoso quanto. Perguntava a si mesmo se tinha sido apenas a fome que o tinha feito ter todo aquele afeto pela comida de rua ou se realmente tinha algo especial. Ele terminaria de comer, juntaria suas mãos e agradeceria a comida a ele oferecida. Finalmente iria tirar uma boa noite de sono após um dia bem agitado, em seu quarto se jogaria contra a cama e esperaria a noite passar. Refletia um pouco em seus pensamentos sobre a batalha que teve e o homem que não teve a chance de derrotar. Seus golpes eram rasos e ele sabia que suas estratégias eram falhas, porem, tinha a impressão que não era apenas aquilo que faltava. Aquela sensação de dúvida o fazia ficar incomodado por alguns minutos antes de finalmente entrar no mundo dos sonhos.

No outro dia ele iria vagarosamente em direção a onde tinha combinado com a garota tubarão, tinha a impressão que a missão secundaria de proteger a mesma iria durar pelo tempo que estivesse acompanhado da mesma, perguntava-se até quando iria participar daquela dupla. - Vamos, devemos chegar cedo. - Ele falaria ao ver quem estava procurando. Queria demonstrar boas maneiras e profissionalismo para com Loki, tinha acabado de entrar naquela organização e a última coisa que precisava era que seu contratante tivesse a impressão que o mesmo era preguiçoso ou algo do tipo. - Teve um boa noite de sono? O local é bem legal, porém não aproveitei muito, estava cansado. - Tentaria puxar ele um assunto com a jovem. Se tinham que andar juntos ao menos procuraria propor uma interação para que pudesse conhecer mais a mesma, poderia ser informação útil para o futuro. No passado errou em não entender sobre as tramas que existiam nas sombras de sua ilha natal, se tornaria alguém mais atencioso agora. - Afinal, que raça de tritão é você? Não são comuns em minha terra natal. Talvez fosse vendida como escrava. - Sua pergunta poderia até ser um pouco direta demais, entretanto ele não sabia como perguntar aquilo de uma forma mais sutil, até porque o normal para ele não era seu normal atual.

Conseguindo tirar um pouco de interação com sua colega de equipe ele iria então se dirigir em direção a Loki, porem lembrava-se da janta do dia anterior – Ei, já comeu algo hoje? Deixa-me te levar em um local. - Tentaria ele lembrar-se de onde era o local onde tinha tido sua primeira refeição nessa nova vida. Tinha que tirar aquela duvida que teve ontem e como quebra galho levaria a sua companheira para comer algo gostoso pela manhã. Tentaria se localizar por construções que tinha visto antes, principalmente o cassino já que ficava bem próximo. Caso conseguisse encontrar o local então chegaria com um sorriso no rosto enquanto balançaria sua mão direita dando um xauzinho para a vendedora - Olá, bom dia. - Ele tentaria se sentar em algum local disponível – Gostaria de repetir o que comi ontem, traga um para minha amiga aqui. - Ele levantaria dois dedos de sua mão direita – Tudo por minha conta, claro. - Tinha conseguido algum dinheiro pela sua primeira missão então esperava recompensar um pouco quem lhe tinha ajudado e na verdade tinha feito todo o trabalho. Esperava ele conseguir a confiança da mesma, seria importante para que no futuro tivesse aliados para lhe ajudar em seu objetivo.
I have no idea where this will lead us, but I have a definite feeling it will be a place both wonderful and strange.
傷物語
Wound Story
cactus



Posts: 15
Qualidades: Afinidade com Haki, Liderança, Visão na penumbra, Voz melodiosa, Carismático.
Defeitos: Improdutivo, Inapto, Diligente (2 Pontos) (Voltar ao seu imperio e se tornar imperador), Compulsivo (1 Ponto) (Agradecer a Deus).
Ganhos: 2.600.000
Perdas: 10.000 Berries



Objetivos:
• Me encontrar com a personagem do ryoma
• Entrar na mafia
• Descobrir mais sobre o submundo
• Ter uma aventura divertida
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Art. 1 - Forget - Página 5 Giphy
Créditos : 26
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Art. 1 - Forget Qui Jun 17, 2021 7:22 pm



Narração




Ambos



Após um bom descanso, aos nossos não tão heróis assim restou a ideia de se reunir e seguir juntos para o trabalho, onde através da conversa que tinham, era possível que seus laços pudessem se aproximar mais de serem estabelecidos ou pelo menos, direcionar mais empatia um ao outro, já que  iriam trabalhar juntos quem sabe lá por quanto tempo.

Ye com isso, sugerindo que fossem a um lugar que ele havia conhecido onde havia um ensopado maravilhoso ao qual mesmo a comida do hotel chique sequer conseguia tocar o coração como aquela comida havia o tocado e lá, haviam visto que na barraca em meio a movimentada rua de Sisarosa estava a menina que vendia seu ensopado, onde com um grande sorriso ela teria dito - Olá! Ótimo dia!!- Era possível ver no olhar da garota  uma profunda alegria por ver um cliente que retornou e ainda havia trazido mais alguém para experimentar, não era algo só pelo dinheiro mas, por saber que o seu trabalho havia sido apreciado a esse ponto. - Deixa comigo, sentem-se por favor.- Ela teria dito montando duas cadeirinhas de metal que apesar de não serem as mais confortáveis do mundo, eram tudo que ela poderia fornecer.

Ela então foi em direção a grande panela que quase pareceu um caldeirão, parecia mexer um pouco com uma das mãos, enquanto habilidosamente com a outra, pegou  alguns temperos para que adicionasse já quando estivesse servindo em tigelas  brancas e fundas de modo que o aroma logo teria causado um impacto enorme mesmo antes dela levar até a mesa de modo que estimularia o apetite mesmo de alguém sem faro algum de tão rico que era o cheiro quando ela adicionou especiarias.

Ela então carregou e colocou na mesa para ambos, deixando uma grande colher especialmente boa para tomar sopa, recurvada, junto a garfo e Hashi, além de uma colher de sopa normal, para atender as preferências de quem tomasse a sopa. Do momento que algum deles colocasse a comida na boca, a sensação de impacto era tão poderosa quanto a de um soco, de tão intenso que o sabor passava pelos seus sensores de gosto, era saboroso, aquecia o corpo e poderia trazer memórias que aqueceriam o coração até do general do inverno, era um full course  em forma de sopa pelo mundo culinário como nenhuma outra comida, mesmo aquelas que eram maravilhosas no hotel.

Havia uma sensação dupla que era deixada, para os que comiam menos, uma sensação de saciedade imensa,  enquanto para os mais gulosos a ganância de querer mais certamente gritaria mas, uma coisa era certa, havia na comida propriedades que energizavam o corpo de modo  absurdo, removendo qualquer cansaço presente no corpo ou mesmo na mente.

Histórico:

Posts: 15
Ganhos

- Salário ( para ambos)
- Um trabalho concluído

Perdas:

Ferimentos:
N/A




_________________

Art. 1 - Forget - Página 5 HGWnxh1
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 17
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Re: Art. 1 - Forget Sex Jun 18, 2021 4:01 pm
Forget primo

O maior problema daquela dupla provavelmente era o fato de Hany e Han não serem muito iguais, eles tinham mentalidades diferentes, possuíam abordagens que não se encaixavam muito bem e exatamente por isso a pequena garota-peixe não acreditava no futuro deles dois juntos. "Ou apenas nos daremos muito bem, existem algumas possibilidades, não vou descartar isso ainda... Não devo me prender muito nisso, ainda acredito que estarei só até o fim." Sempre foi melhor assim. Mesmo dentro da família de Loki, considerar tudo aquilo algo tão real quanto tudo que teve com sua verdadeira mãe e os outros homens-peixe seria difícil, talvez até impossível. – Não muito, dormir é sempre um desafio. – falou de forma tranquila, esboçando um sorriso leve. – Explorei um pouco a piscina, com um pouco mais de tempo teria aproveitado melhor, mas foi o suficiente. Ainda temos muito trabalho pra fazer, sabe como é. – quem sabe até existissem mais coisas para serem feitas no hotel, algo que a pequena só descobriria no futuro, quando pudesse passar mais tempo por lá. Caminhar perto de alguém tão pouco conhecido não a deixava incomodada, só fazia o clima ficar levemente mais embaraçoso. Felizmente uma pergunta surgiu, uma que Hany se interessou em responder. – Sou híbrida, metade humana por parte de mãe e metade tubarão por conta do meu pai. – esclarecia a parte inicial. – Virar uma escrava seria até fácil, normalmente nos tratam de forma bem pior. Morte é o ideal, na visão da maioria dos humanos, mesmo que eu ainda pareça muito com eles. – se irritar com isso não fazia muito sentido, parecia até natural aceitar essa condição de vida, mesmo não tendo feito nada de errado, ela ainda nasceu como algo díficil de descrever e entender para seres tão limitados como os humanos.

C-comer?! – dizia num tom mais elevado, claramente interessada em comer algo, mesmo não estando com tanta fome assim. Sem qualquer resistência, Hany seguia o companheiro de time, sendo convidada para uma refeição, negar seria inconveniente e ela estava muito interessada no que comeria lá. "Superar o hotel vai ser complicado, vamos ver como eles se saem." O pedido era feito por Han e o pagamento também seria, deixando a pequena até um pouco estranha por não ter escolhido nada, mas satisfeita que não gastaria nada com isso tudo. – Bom dia! Estou ansiosa pela refeição. – anunciava à garota que os atendia, podia ser uma pressão desnecessária, mas Hany gostava desse tipo de coisa, principalmente quando alguém a indicava um lugar para comer. De forma bem relaxada a garota-peixe sentou-se na cadeirinha de metal, perfeita para o seu tamanho, acomodando-se enquanto os olhos faziam uma dança, trocando entre a cozinheira e Han, sua dupla. – Está me alimentando, parece até que quer me agradar... Não vou negar, eu gosto disso, shaa. – as palavras dela soavam bem tranquilas, como se estivesse gostando de tudo isso, até mesmo sorrindo bem animada com a situação inteira. Toda a fome que não havia sentido quando acordou começava a aflorar ao observar o preparo da refeição, sentindo o cheiro que a encantava e a fazia lamber os lábios inconscientemente.

Han, qual foi sua razão pra escolher esse caminho de trabalho? Sei que ele não é o melhor, nem o mais justo de todos. – questionava ainda com um sorriso no rosto, focando o olhar na feição do rapaz assim que a pergunta era lançada. A refeição chegava e tudo que a pequena garota-tubarão fazia era pegar a tigela com sua mão esquerda, levando-a para sua boca sem ligar muito para talheres, bebendo direto de lá. – Shaa... Oh, ah que coisa estranha. – todo o sabor causava um efeito que a deixava um pouco perdida, saboreando cada gole, apreciando o quão rica em sabores a sopa era e também como a beber por inteiro deixou o corpo de Hany rico em energia, despertando por completo da preguiça matinal. – Esperava qualquer coisa, menos isso. – falava baixinho, rindo um pouco quando terminava de beber, batendo a tigela na mesa ou na perna de leve. – Isso foi perfeito! Eu precisava mesmo de algo assim, shahahahark! – rindo com os olhos fechados ela esperava absorver e guardar cada memória da refeição, esquecer algo tão bom e revigorante seria uma pena. A energia e vontade de continuar com os trabalhos fazia a garota apenas erguer-se da cadeirinha, abrindo os braços esticados para cima, esticando todo o corpo. – Sabe... – começava a falar, abaixando os braços e movendo seu olhar de volta ao companheiro. – Conversar e comer juntos não foi tão ruim, podemos fazer isso outra hora, ainda mais se você pagar shaa. – proferia de forma bem amigável, com um sorriso leve e a feição bem tranquila.

Quando Han estivesse pronto para partir, não existiria nenhuma resistência da pequena, que o acompanharia enquanto acenava à cozinheira da sopa perfeita. – Foi ótimo, você cozinha muito bem! Espero te ver outro dia. – não era uma promessa de vir todo dia, apenas um talvez de que apareceria alguma outra hora, isso enquanto estivesse na ilha. Loki os aguardava e Hany - já com as energias revigoradas e a vontade de trabalhar em dia - queria escutar a voz do superior antes de continuar com seu dia sem maiores problemas.

Art. 1 - Forget - Página 5 1V38tVP

Histórico:
Roupa: tubas🦈
Posts:  16
Nome: Hany Drezat
Money: 2.725.000 ฿S
Ganhos:
- Lança (Profissional)
- 1 Serviço completo (Cobrança de uma dívida)
- Maleta com 2.600.000 ฿S (Pagamento do Serviço)
- Chave do quarto 303 (Hotel Belucci Sprezzatura)
Perdas: -
Relações:
- Loki (NPC Criado) - Gostosão da voz bonita.
- Han (Player) - Esquisito com quem formei dupla.
Ferimentos:
- Braço direito: Corte lateral superficial (Tratado)
- Costelas: Pancada causando dor na região
things Profissão: Arqueóloga
Estilo de lutinha: Karatê (Peixe) e Lanceira
Proficiências: Avaliação | História | Investigação | Criptografia | Briga.
Qualidades: Nadadora Nata | Arcada Removível | Meiga | Prodígio | Atraente | Destemida | Voz melodiosa.
Defeitos: Atípico | Segregação | Sadista | Dívidas | Insônia | Extravagante | Compulsiva (Morder).
yatto
Ver perfil do usuário
Imagem : Art. 1 - Forget - Página 5 Tumblr_1afef1914678ee759f44108b49339476_a47c9ae5_250
Créditos : 02
Localização : Sirarossa
yattoInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t328-ye-qiu#956 https://www.allbluerpg.com/t316-art-1-forget
Re: Art. 1 - Forget Seg Jun 21, 2021 11:23 pm
Black as
midnight on
a moonless night
物語
o inicio dessa historia
O jovem dava um sorriso enquanto ouvia as explicações de sua companheira, conhecer a mesma parecia cada vez mais interessante. Sem delongas ele permanecia esperando pela comida que o faria ter certeza de suas dúvidas. - Entendo... - Ele responderia vagarosamente começando a compreender a situação que a garota se encontrava e provavelmente do porque tinha entrado naquele mundo sombrio. Cada pessoa ali tinha suas ambições, o que o deixava mais curioso para saber sobre as ambições de Loki, afinal, se todos ali tinham algo que queriam, ele com certeza também estaria atrás de algo assim. - Claro que quero te agradar hahaha – Ele respondia a garota meio tubarão com uma risada, ela tinha sacado de primeira que suas intenções e isso não era um problema, afinal, tratando com pessoas inteligentes ele teria menos trabalho para a manipular, estando os dois no mesmo patamar seria mais fácil no futuro atingir seus objetivos. - Dinheiro – Ye respondia enquanto fazia um círculo com sua mão direito utilizando os dedos indicador e polegar. - Grana fácil e rápido, não existe lugar melhor para isso. - Ele abriria o sorriso novamente ao falar isso.

Após comer, tinha certeza que aquela com certeza era melhor comida que tinha experimentado naquela ilha, tinha algo que lhe dava um toque especial, o gostinho de casa, se aquilo de alguma maneira poderia fazer sentido. - Realmente bom não é mesmo? Te falei, aqui é o melhor lugar para comer bem nesta ilha! - Ele falaria um pouco mais alto enquanto levantaria de onde estaria sentado e com sua mão esquerda colocaria a mão no bolso esquerdo e retiraria algumas moedas as colocando na mesa. Colocaria a quantia suficiente para pagar as duas refeições, como tinha dito antes iria pagar pela dele e pela de sua companheira. - Claro, podemos repetir isso outra hora, não vejo porque não tornar um habito. - Responderia a meio tritão enquanto começaria a andar em direção a seu objetivo, o escritório de Loki. Tinham conseguido comer e agora era hora de finalmente voltar ao trabalho, afinal, precisava continuar sua empreitada rumo a sua terra natal e ficar comendo com uma criança não era a parte mais dificil. - Vamos indo, não quero que cheguemos atrasados. - Pelo que se recordava não demoraria muito, o cassino era muito perto de onde eles estariam então com apenas alguns poucos passos chegariam a seu objetivo.

Na entrada abaixaria a cabeça como forma de reverencia para quem estivesse recepcionando na entrada e seguiria em direção a sala de Loki. Como já conhecia o caminho esperava não se meter em qualquer tipo de caminho tortuoso. Em frente a porta ele bateria duas vezes com os nós de sua mão direita esperando por uma autorização para entrar na sala. Não conseguindo autorização ele esperaria por mais algum tempo, contudo, caso recebesse ordem para que entrasse ele assim o faria. Com todos os trejeitos educados ele procuraria um local para se sentar e ficar próximo de Loki – Bom dia, o que temos para hoje? - Procuraria ele saber das novidades, afinal, tinha ajudado em um assassinato no dia anterior e tinha entrado em combate com um homem experiente, talvez tivesse tido alguma repercussão nas sombras da ilha que ele ainda não tinha conhecimento. Ele cruzaria suas pernas, colocaria ambas as mãos sobre o joelho que estivesse por cima da outra perna e ficaria em uma pose mais ereta – Estou animado para mais um trabalho, tempo é dinheiro e é para isso que estou aqui. - Ele abriria um sorriso enquanto encararia seu empregador nos olhos. Tinha que demonstrar boa vontade, achava que assim poderia conseguir um pouco mais de confiança e assim começar a escalar naquele iceberg que apenas estava conhecendo a ponta.
I have no idea where this will lead us, but I have a definite feeling it will be a place both wonderful and strange.
傷物語
Wound Story
cactus



Posts: 16
Qualidades: Afinidade com Haki, Liderança, Visão na penumbra, Voz melodiosa, Carismático.
Defeitos: Improdutivo, Inapto, Diligente (2 Pontos) (Voltar ao seu imperio e se tornar imperador), Compulsivo (1 Ponto) (Agradecer a Deus).
Ganhos: 2.600.000
Perdas: 10.000 Berries



Objetivos:
• Me encontrar com a personagem do ryoma
• Entrar na mafia
• Descobrir mais sobre o submundo
• Ter uma aventura divertida
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Art. 1 - Forget - Página 5 Giphy
Créditos : 26
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Art. 1 - Forget Ter Jun 22, 2021 7:24 pm


Narração




Ambos


A experiência que tiveram ao comer naquele lugar havia sido certamente marcante e isso se devia muito pelo fato do prato em si trazer emoções e experiências que pouco poderiam ser descritas mas, sim vivídas, onde após receber a quantidade de 20.000 Berries de Ye, referente ao prato dos dois, era possível ver que a moça teria sido muito grata até mesmo pelo seu tom de voz - Muito obrigada por voltarem, estarei por aqui o dia inteiro, caso queiram mais um pouco.- Ela diria acenando de modo que pudesse liberá-los para seguir o seu caminho, onde era notável que ela mesma fora  recolher os pratos para  separar para lavar, provavelmente ela usava de algum estabelecimento próximo para fazer isso, era o mais lógico a se pensar.

O caminho até o escritório de Loki se fez livre, onde quando adentraram, poderiam ver junto a ele, em uma das cadeiras sentada uma moça loira que segurava consigo uma arma, que era tão bonita quanto também expressava um grande alerta de “ não mexa comigo da maneira errada ou eu atiro”,  era possível a ver olhar para os dois, com uma expressão que não mudou muito em relação a que ela já tinha naquele momento, onde Loki tomaria a liderança - O trabalho de vocês é simples, quando descerem pelo mesmo caminho de ontem haverá uma carga que eu quero que vocês transportem e assegurem que nada aconteça  até que esteja tudo embarcado, eu não espero que vocês enfrentem qualquer tipo de problema mas, Jenny, junto a vocês dois são mais do que o preciso pro trabalho.- Ele teria dito de forma simples, pausada e gostosa de se ouvir, enquanto a loira fez um sinal de paz e amor,  quando seu nome fora citado, como se disesse “  A Jenny sou eu”, o que pra uma mulher claramente  igualmente bela e intimidadora, parecia ser muito simpático.

Loki aguardou por qualquer pergunta que tivessem, onde era possível ver Jenny ser a primeira, após um longo suspiro -  Haverá alguma hierarquia?  Não parece necessário pra missão mas, são rostos novos…- Ela teria dito de maneira bem direta e talvez até indelicada o modo como seria incomodo a ela trabalhar como subordinada a alguém mais novo na organização, onde Loki diria  -  Na verdade não, como um trabalho de rotina, espero que caso tudo siga tranquilamente, que não seja necessário.- Ele responderia, então abrindo perguntas para o público - Vocês tem mais alguma pergunta antes de ir?- Loki teria já puxado a possibilidade para que  tirassem suas dúvidas, pois uma vez que o trabalho começasse, teriam de concluí-lo.

Histórico:

Posts: 16
Ganhos

- Salário ( para ambos)
- Um trabalho concluído

Perdas:

Ferimentos:
N/A




@Admin escreveu:

Aval Yatto e Ryoma

Informações

Nome e Link da Aventura:  Art-1 Forget
Nome e Ficha dos Participantes: Yatto/ Ye-Quiu  Ryoma/ Hanny
Localização da Aventura:Sirarossa

Alterações
N/A

Ryoma

Ganhos:

- Mudança de Rank : Associado Ok
- Lança (Profissional) Ok
- 1 Serviço completo (Cobrança de uma dívida) Ok
- Maleta com 2.600.000 ฿S (Pagamento do Serviço) Ok
- Chave do quarto 303 (Hotel Belucci Sprezzatura) Ok
- Ambos ferimentos, já curados. Ok

Perdas:

N/A Ok

Relação de Personagens:

Loki (NPC Criado) - Gostosão da voz bonita. Ok
- Han (Player) - Esquisito com quem formei dupla. Ok

Localização Atual: Sirarossa Ok

Experiência


Experiencia 420 XP

Yatto

Ganhos:
- Mudança de rank: Associado Ok
- 1 Serviço completo (Cobrança de uma dívida) Ok
- Maleta com 2.600.000 ฿S (Pagamento do Serviço) Ok

Perdas:

- 30.000 berries, gastos em comida em pontos diferentes. Ok

Relação de Personagens:

-N/A Ok

Localização Atual: Sirarossa Ok

Experiência

Experiência: 420 XP

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): Sasha ( 16 posts) Ok = 3 + 2 (Por narrar uma dupla)= 5 Creditos

Feedback

Yatto:
Você tem uma narração simples e gostosa de ler, sem muitos rodeios ou floreios. Conseguiu interpretar bem seu personagem na maioria dos momentos da aventura, apenas chamo atenção para algumas pequenas oscilações de qualidade, às vezes você provavelmente por um pouco de desânimo tinha quedas de qualidade, e nesse meio tiveram momentos em que você pareceu não muito imerso no ambiente que te foi proposto. Entretanto foram coisas pequenas nesse aspecto, nada prejudicial a sua nota, continue o bom trabalho.

Ryoma:
Eu simplesmente amei a personagem, a maneira como tu passa os sentimentos dela, ficaram muito críveis, eu adorei, não é a primeira vez que leio sua narração, mas posso dizer que das personagens que vi até então, essa foi a que mais me cativou. Eu gostei muito de sua desenvoltura durante toda a aventura, só elogios. Continue o bom trabalho.

Narrador:
Sua narração foi boa, você apresentou bem o ambiente, trouxe NPCs e problemáticas muito interessantes. Em grande parte achei que o trabalho feito foi muito bom, porém, algo que senti que peço pra ter maior atenção é com uma coisa simples:

Vantagens sociais! Em especial alguma que custe caro. Digo isso porque, senti que não houve muito aproveitamento das vantagens do Yatto durante a aventura. Na verdade, há uma pouca atenção em sua parte na narrativa.

A problemática era interessante, mas existiam formas de tirar proveito do carismático que é uma passiva, da própria voz, sinto que a proposta do char, de ser uma pessoa mais imponente, carismática, ficou um pouco de lado. Creio que em parte eu percebi mais isso, por ser algo que está me acontecendo, mas isso não tornou a qualidade de sua narrativa ruim, apenas queria salientar isso, como uma coisa a se ter uma atenção. Pois as vezes algo tão simples pode tornar a sensação que o jogador sente em relação a aventura e os personagens algo mais gostoso. De qualquer forma também entendo que as lacunas de tempo entre os posts pudesse trazer alguma dificuldade. Sua narração é como sempre excelente, e isso é um pequeno detalhe.

Enfim, é isso. Continue o bom trabalho!! Achei uma narração excelente.  


_________________

Art. 1 - Forget - Página 5 HGWnxh1