Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: East Blue :: Shells Town
Página 8 de 8 Página 8 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Voice of the Soul - Página 8 XqxMi0y
Créditos : 30
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Voice of the Soul Seg Maio 10, 2021 10:06 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Voice of the Soul

Aqui ocorrerá a aventura dos(a) Marinheiros Eric Flamesguard e Annabelle Petit Barozzi. A qual não possui narrador definido.

_________________

Voice of the Soul - Página 8 J09J2lK

Skÿller
Ver perfil do usuário
Imagem : ALOU TESTANDO O TESTE TESTADOR DE TESTES TESTADOS
Créditos : 35
SkÿllerSoldado
https://www.allbluerpg.com/t272-annabelle-petit-barozzi https://www.allbluerpg.com/t303-voice-of-the-soul#875
Re: Voice of the Soul Qua Nov 03, 2021 11:08 pm




»»Paint it Black««

- Annie-


Voice of the Soul - Página 8 Samira12

Eric parecia perceber algumas coisas ao analisar rapidamente o corpo do Capitão - Olha ele… Todo lindo e inteligente… - pensava vendo ele falando para o Tenente. A gente fazia o que tinha a fazer e saia do cemitério - Pft… Você é que sabe. Não vou perder tempo com você. - comentava após o soldado tirar conclusões precipitadas sobre o porquê de eu pedir o nome dele, afastando-me e seguindo com os nossos planos. Eric como sempre, tentava ver as coisas por uma perspetiva com mais empatia - É... E eu sinto que ainda está para piorar... - disse  suspirando para Eric.

Enquanto a gente caminhava de volta para casa, Eric questionava se eu não ia querer despedir de Lilith - Mas ué... Eu não vou deixar vocês, não. - dizia ela muito pensativa enquanto eu me engasgava com a minha propria saliva, não esperando aquela pergunta de Eric - Ah... Lilith é muito ocupada... - saltitando de pedra em pedra no chão ela cantarolava - Ocupada fazendo nada. - respiraria fundo - Eu mando uma carta para ela. Aproveito e mando para ela uma memória nossa da missão. - mentir para Eric partia o meu coração, mas ainda não sabia como explicar para ele sobre a Lilith. Precisava ganhar tempo até arrumar o momento ideal.

A gente passava em casa antes de partir para o QG, onde o… É… - Clark. O nome dele é Clark, Annie… - dizia Lilith olhando bem de perto o barco que ele estava envernizando - Caramba… Que bonitinho! - ela parecia vidrada na réplica do navio. De fato era até bonito, mas nada tão gritante. Não me focava tanto no barco, mas sim na própria casa. Já fazia um tempo que eu não parava para perceber o quão silenciosa ela era.

Não me senti particularmente triste em partir daquela casa mas era impossível negar que era estranho. Vivi nela por muito tempo, aprendi muita coisa nela… Mas - Ele é a minha casa… - pensava olhando para Eric. Aproximava-me de Clark, tirando os meus óculos - Preciso que limpe esses óculos para mim, Clark. - começava a me afastar dele, indo até à porta - Certifique-se de que eles estão bem limpos quando a gente voltar da nossa missão. - saia então de casa sem muito a dizer para o homem.

Durante o caminho, tirava Newton para fora, segurando ele na minha frente e olhando para ele com certa preocupação - Vai ser perigoso, né? - suspirava perguntando para Eric - Tenho medo que aconteça algo a ele… - abraçava Newton, não com muita força para não o machucar, porém o suficiente para sentir ele na totalidade. - Mamis ficaria muito triste se acontecesse alguma coisa com você! - Sentia Lilith tocar no meu ombro, olhando meio triste para mim - Você sabe o que tem que fazer, né? - suspirava, com medo de saber a resposta daquela pergunta.

Antes que pudesse tomar uma decisão, a gente chegava ao QG e pegava suprimentos de roupa e mochilas para guardar as nossas coisas. A senhora do atendimento parecia simpática - Hmm… Podia deixar Newton com ela, mas acho que ela acabaria por fazer uma sopa com ele… - Lilith aparecia atrás de mim para dar um tapa na minha nuca - ANNIE! COMO ASSIM? OLHE PARA ELA!

Suspirava - Senhora... - pegaria em Newton - Por acaso a marinha não tem nenhum serviço de cuidado de animais enquanto os soldados estão fora em missão né? - olhava para Eric, pedindo ajuda com os olhos. Caso não existisse nenhum serviço eu olharia para o relógio - Acho que a gente tem tempo de deixar ele com Clark… O que você acha, Eric? - olhava para ele, abanando Newton lentamente como se estivesse dançando. Parte de mim queria levar ele, mas ao mesmo tempo estava aterrorizada com a ideia de machucar ele no processo.

Eric confiava nas nossas capacidades e até mesmo nas de Newton para que ele ficasse bem - Claro, ele não é bunda mole que nem você. - escutaria Lilith me provocando. Eric tinha razão, não havia motivos para me preocupar - Ficar longe dele me deixaria nervosa, para ser honesta... - pensaria em voz alta, olhando para o meu neném e abraçando ele com carinho. Infelizmente ele voltava a tocar no assunto da Lilith - É... Ou... Ou... - olhava para os lados, procurando um lugar mais reservado, como uma sala de arrumos, um banheiro ou algo do género - A gente podia aproveitar para... Bem... Para a gente. - pousava a mão no rosto dele - Não sei se a gente vai ter tempo nessa missão para ficar só nós os dois. - pararia por um segundo, olhando para Newton - Nós os três. - Eric parecia gostar da ideia e propunha a biblioteca - Bem... A gente não vai fazer nada de errado... - acenaria positivo com a cabeça. Talvez pudesse até pegar aquele livro que eu tava lendo no dia anterior e levar para a viagem.


HistóricoNome do Player: Skÿller
Tracker

  • Acordou.
  • Foi até ao QG e recebeu uma tarefa da Capitã Linda.
  • Pegou ferramentas e uma katana. Foi até ao local indicado pela Capitã com Eric.
  • Chegou no navio da marinha e foi até a sala da caldeira. Resolveu o problema.
  • Teorizou sobre a existência de algum infiltrado no navio.
  • Lucy apareceu no porto explodindo tudo, confirmando a teoria de Annie.
  • Derrotou a piranha Lucy.
  • Ajudou o velho a voltar para o QG, fazendo algumas perguntas com ele.
  • Recebeu o pagamento da missão e comprou os seus remédios. Recebeu tratamento médico e foi até à biblioteca do QG para poder fazer o relatório pacificamente.
  • Entregou o relatório com Eric, jantaram e foram até ao bar.
  • Viu 2 garotas com pó no nariz no banheiro. Não fez muito caso. Voltou até Eric e após jogar um pouco de conversa fora, dançaram na pista. "Acordou" do evento do mega churras no meio da dança.
  • Foram para casa
  • Acordou e junto de Eric tentaram ir para o cemitério, infelizmente sendo barrados.
  • Receberam informações e missão da Capitã Linda.

Nº de Posts: 24
Remédios: 06/10
Ferimentos

  • Dor no corpo (3/3)
  • Pequenos cortes superficiais (5/5) Tratado
  • Corte no Braço (5/5) Tratado
  • Corte nas Costas (3/3) Tratado

Ganhos:

  • Espada (Katana) Gasta da Marinha (+1 em Força)
  • Kit Mecânico da Marinha (Ferramentas diversas)
  • Mochila da Marinha
  • 125.000 berries (dado por Eric)
  • 1.500.00 salário da missão
  • Remédios (3/5 usos)
  • Remédios (5/5 usos)

Perdas

  • 300.000 ฿S
  • 200.000 ฿S
  • 300.000


Objetivos

  • Concluir 2 Missões ( )
  • Aprender Anatomia (X)
  • Comprar remédios (X)
  • Aprender Forja ( )






Última edição por Skÿller em Qui Nov 11, 2021 4:28 pm, editado 3 vez(es)

_________________

Voice of the Soul - Página 8 O0yljIK

Voice of the Soul - Página 8 WhdRXxk

Fala Annabelle
Pensamento Annabelle
Fala Lilith
Antestor
Ver perfil do usuário
Imagem : Voice of the Soul - Página 8 0aaeb1e6ea9b8ed6776845ebe8eeb6011f0fe274_00
Créditos : 34
AntestorDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t273-eric-flamesguard https://www.allbluerpg.com/t303-voice-of-the-soul
Re: Voice of the Soul Ter Nov 09, 2021 11:56 pm






Voice of The Soul

Com a situação praticamente resolvida no cemitério, o Tenente Masanori escutava minha "dica", afinal, aquele era um detalhe que poderia mudar a investigação de forma significativa. Com essa deixa, na saída do lugar encontramos mais uma vez o soldado que havia discutido com Annie e ela perguntava seu nome e era respondida por ele que estava claramente aborrecido com tudo isso e Annie respondia em tom de chacota. Não falei nada, pois, queria me poupar um pouco do estresse todo que havia acontecido anteriormente mais uma vez. Somente dizia algo quando já tinha me afastado do rapaz e estava a sós com Annie. - O que rolou mexeu com o cara, claramente. - colocava a mão no ombro de Annie, lembrando do que ele tinha falado sobre os amigos dele. - Quero dizer, sobre os companheiros dele e tudo mais. Hoje não está sendo um bom dia para ninguém. - eu tentava reconfortar ela e convence-la a deixar tudo aquilo de lado, iríamos para bem longe e não tínhamos porque se preocupar com o soldado daqui. Enquanto caminhava, no entanto, me lembrava de certas coisas que se tinha para fazer antes de ir embora. Já planejava me despedir de Clark e tudo, porém, Annie ainda poderia querer se despedir de Lilith, afinal, era uma grande amiga dela aqui em Shells Town e irmos embora desse jeito sem falar com ela seria meio que uma falta de consideração. - Princesa, lembrei de uma coisa aqui. - tocava mais uma vez em seu ombro, chamando a atenção. - Seria legal se você avisasse a Lilith não é? Que estamos partindo. - sorria para ela, claro, não deixaria que Annie fosse embora sem antes se despedir de sua amiga.

Em nossa casa, Clark se encontrava envernizando uma pequena miniatura de um navio da Marinha, claro, sempre fora um homem bastante zeloso não só para mim e Annie, mas, também com a casa de modo geral. Ele me perguntava sobre o meu pai, se deveria avisar sobre a minha partida e a questão me deixava pensativo. Ao mesmo tempo que seria o correto a se fazer, eu não tinha tanta vontade de esbarrar com meu velho na Grand Line, no fim, eu tinha que provar que já era um marinheiro competente e que sabe trabalhar direito. Na indecisão, decidi que era melhor deixar isso nas mãos do próprio Clark. - Bom, somente se o senhor quiser. Não se sinta na obrigação de mandar a carta. - deixava claro no entanto que eu não tinha muito interesse em mandar a mensagem para meu pai. Depois que eu peguei minhas coisas, Clark me garantiu que iria deixar tudo da maneira que ficou. - Tudo bem, Clark. O bom agora é que o senhor terá mais tempo livre, sem nós perturbando, né? Tzahahahaha! - se tinha uma coisa que eu não gostava, era o tom triste de despedidas e por causa disso, eu tentava remediar com uma piada. Annie entregava seus óculos para Clark, com uma despedida meio abrupta. Talvez ela não gostasse também da sensação de se despedir que nem eu e esse seria o seu método de se despedir. Já com tudo em mãos e fora da casa, eu me encontrava pronto para partir, mas, eu ainda não sabia se Annie estava preparada como eu para ir embora.

No caminho até o QG ela me questionava sobre a missão, se seria perigoso, parecendo um pouco insegura. - Provavelmente sim. Mas, não há problema, princesa. Estaremos juntos afinal, cuidando um do outro. - sorria confiante para Annie, puxando-a para próximo de mim. Depois que eu vim perceber que ela estava se referindo a Newton, receosa que algo acontecesse ao furão enquanto o abraçava. - O Newton tem a nós dois, como sempre, princesa. Aliás, o meu parceiro é bem esperto, sabe como agir num combate, não é? - eu olhava para o furão sorrindo e acariciando o seu queixo. - Só precisamos ter cuidado quando sabemos que irá rolar um confronto e ele ficará bem. - novamente voltava meu olhar para Annie, transbordando confiança. Apesar de não ser o ideal, Newton lutou junto de Annie contra Lucy e parece ter agido bem, só precisávamos ter um pouco mais de cuidado e não o levar para o campo de batalha. Já chegando no QG, facilmente encontrávamos as fardas em nossos armários, o que pouparia tempo e burocracia sobre o fardamento. Agora, só precisávamos resolver a questão das mochilas. Felizmente, a senhora que nos atendeu era bem simpática e logo foi capaz de nos arranjar as mochilas como havíamos pedido para ela, sem muita dificuldade. - Obrigado! Você não faz ideia do galho que acabou de quebrar para a gente. - comecei então a guardar os meus pertences que havia pegado em casa e colocaria a mochila em minhas costas assim que finalizasse.

Ajudaria Annie na procura do serviço que ela buscava, mas, também a incentivaria a ficar com Newton no final. Sabia que o meu parceiro não gostaria de ficar longe de sua mamis por muito tempo. Annie tinha até mesmo pensado em deixar ele com o Clark antes de irmos embora, afinal, ainda tínhamos um tempinho sobrando antes do horário marcado. - Vai dar tudo certo, princesa, eu tenho certeza. Só precisamos ser cuidadosos. - passaria a mão sobre o braço de Annie, assegurando-a que a melhor decisão seria que ele ficasse com a gente. - A gente pode comprar uma casinha para ele, com chave e tudo, deixando comida, água e alguma coisa para ele se divertir enquanto estivermos em missão. Com a inteligência que meu parceiro tem, acredito que ele saberá se virar sozinho bem, não é mesmo? - pegaria Newton suavemente da mão de Annie, colocando-o em meu ombro, depois fazendo um cafuné na cabeça dele. - Eu duvido que alguém fará mal a ele entre os nossos também, afinal, isso é um crime gravíssimo. - mais um cafuné em Newton e então eu o entregaria de volta para Annie. - O que me diz? - antes de Annie responder no entanto, eu continuaria. - Na realidade eu acho que você deveria usar esse tempo para se despedir da Lilith. - sorriria para minha princesa. - Se quiser eu posso ficar aqui com a nossa bagagem e com o Newton até você voltar. - terminaria. Apesar de meus incentivos, não se interessar muito em ir visitar Lilith, anteriormente, ela avisava que a moça era ocupada e que não queria incomoda-la, porém, cedia na questão sobre o Newton. O que ela me propunha no lugar, era que tirássemos um tempo para nós dois, já que na missão talvez não tivéssemos tanto espaço para privacidade. - Eu creio que esteja correta. - diria sorrindo e procuraria junto dela algum canto mais reservado para podermos ficar a sós e buscaria na memória algum canto não tão movimentado no QG. Talvez a biblioteca? Se não tivesse nenhum canto melhor, seria uma ótima opção. - Que tal a biblioteca? - questionaria, esboçando um pequeno sorriso, quase rindo, deslizando rapidamente minha mão até a cintura dela. - Não costuma ter muita gente por lá. - caso não tivesse nenhuma opção melhor, levaria Annie até lá.



Histórico:
Nome: Eric Flamesguard
Estilo de Combate: Atirador
Proficiências: Primeiros Socorros, Anatomia, Farmácia, Diagnose e Toxicologia
Profissão: Médico
Localização: Shells Town - East Blue


Posts: 24
Ganhos: Kit Médico da Marinha (Usados/e/ou devolvidos a enfermaria do QG) (Sedativos, Álcool, Bisturi, Agulha e Linha de Sutura, Bandagens, Remédio [1 unidade]), 1.500.00 em salário da missão cumprida.
Perdas: 125.000 berries (Entregues a Annabelle), Bandagens e Sedativos.
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : Voice of the Soul - Página 8 SFDBQPA
Créditos : 16
Localização : Reino Sorbet
YamiEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t913-hellhounds
Re: Voice of the Soul Sab Nov 13, 2021 2:57 pm

Voice of the Soul



A cada passo dado para longe da residência dos Flamesguard era como se alguém estivesse apertando o coração de ambos com o punho. Por mais que fosse mais suave para Annie do que para Eric, ainda assim era doloroso a despedida, de modo que ambos evitavam um adeus muito prolongado. A silhueta de Clark era deixada ao longe, com ele acenando para o casal enquanto segurava com delicadeza os óculos de Annabelle.

E durante todo o trajeto, Newton parecia menos agitado que o de costume. Era comum acreditar que os animais sentiam os sentimentos de seus donos e, por conta disto, o pequeno furão parecia mais carinhoso com sua mestre, talvez sentindo toda aquela explosão de sentimentos e despedida.

O receio de que algo acontecesse para ele fazia Annie cogitar uma despedida, mas sendo acalmada por Eric com a ideia de manter Newton a salvo enquanto estivessem com eles. Newton parecia concordar, afinal ele havia agarrado o braço de Annie e não parecia querer soltar por nada, esfregando suas bochechas nela como se aquilo fosse afastar todo o sentimento negativo. Além do mais, caso fosse necessário, eles poderiam deixá-lo seguro em algum Quartel General que estivessem visitando, não sendo difícil conseguir abrigo enquanto estivessem ocupados.

Por já terem todos os preparativos arranjados, exceto de terem tirado um tempo para o almoço, o casal acabava por cogitar algum canto isolado que pudessem ter um pouco de privacidade. Eles sabiam que qualquer coisa indecente seria duramente penalizado caso fossem pegos… Mas isso fazia parte da emoção também. Seguindo para o local, de fato encontravam o local bem deserto, exceto por uma ou duas meninas em setores mais distantes, aparentemente fazendo algumas pesquisas que eram necessárias muito foco, visto que sequer esboçavam reação com a aparição de mais duas pessoas.

A senhora que anteriormente ficava vigiando o local não se encontrava por ali, estando provavelmente em seu horário de almoço ou tendo ido dar uma ida ao banheiro. Isso tornava o local perfeito pela baixa vigilância e pelo silêncio, dando oportunidade para que o casal tivesse alguns instantes a sós entre as sessões de livros antes que fosse necessário se retirarem para o refeitório, onde deveriam torcer para não se depararem com os marinheiros ranzinzas.

Annabelle Petit Barozzi:

Post Player: 24
Post Narrador: 12
Ganhos:
Espada (Katana) Gasta da Marinha
Kit Mecânico da Marinha (Ferramentas diversas)
Mochila da Marinha
125.000 berries (dado por Eric)
1.500.000 berries (salário)
⅗ remédios

Perdas: B$ 800.000

Eric Flamesguard:

Post Player: 24
Post Narrador: 12
Ganhos:
B$ 1.500.000 missão
Kit Médico da Marinha (Álcool, Bisturi, Agulha e Linha de sutura, Remédio [1 unidade])

Perdas: 125.000 berries (Entregues a Annabelle), Bandagens e Sedativos

_________________

Voice of the Soul - Página 8 V8upj2D

Voice of the Soul - Página 8 YDNzcDa
Skÿller
Ver perfil do usuário
Imagem : ALOU TESTANDO O TESTE TESTADOR DE TESTES TESTADOS
Créditos : 35
SkÿllerSoldado
https://www.allbluerpg.com/t272-annabelle-petit-barozzi https://www.allbluerpg.com/t303-voice-of-the-soul#875
Re: Voice of the Soul Sab Nov 27, 2021 12:12 am




»»Paint it Black««

- Annie-


Voice of the Soul - Página 8 Samira12

Eric me acalmava mais uma vez, me ajudava a ter os pensamentos no sítio. Ser menos louca, menos paranóica, menos eu e mais… Eu. Era estranho explicar, mas era como… - Ele suprime o que você menos gosta em você e enaltece o melhor. Chama-se amor. Achei que você era inteligente. - Lilith brincava enquanto a gente ia para a biblioteca.

- Já parou para pensar como vocês sempre fazem isso? Parece até rotina. Você dá uma micro surtada e ele acalma você. - Lilith balançava a cabeça de um lado para o outro, cantarolando enquanto eu procurava o livro que havia lido anteriormente. - Você cresce um pouco mais todos os dias. Você aprende tanto sobre você quando está com ele, aprende tanto sobre o básico… Fico orgulhosa de ver que você está feliz. - a gente começaria a ler o livro, leria ele para Eric baixinho segurando a mão dele, olhando ocasionalmente para ele e depois para o relógio, ficando sempre atenta às horas para a gente não se atrasar. Enquanto isso, Lilith continuaria falando em minha cabeça.

Ela parecia distante, porém, ainda a sentia por perto. - Não se esqueça de como ele te fez sentir… Como ele te tornou forte, como ele te torna forte. Mas não se esqueça que acima de tudo… Isso tudo é fruto do seu esforço. - sentia ela me abraçar, me aquecendo. Pararia de ler por instantes, olhando para Eric. Era difícil acreditar que momentos atrás eu estava desesperada e que em momentos antes estava comprando briga com um soldado aleatório porque estava frustrada com a ida interrompida ao cemitério. - Que tal ler você agora? Estou um pouco cansada. - então encostar-me-ia ao seu peito, escutando a sua leitura.

- Só não se esqueça Annie... - escutava a sua voz ficando num tom mais sério, preocupado e quase que maternal enquanto eu voltava a ler o livro - Não se torne obsessiva com ele. Aprenda com ele, ensina para ele, cresçam… Mas não se esqueça de onde vem a sua força. - Não dava uma resposta para Lilith, sabia que ela não queria nenhuma resposta. Via ela sorrindo enquanto se divertia colorindo um livro - Lembro do meu marido com carinho. O seu sorriso, o seu toque… Eric me lembra bastante dele. Claro que o meu é muito mais bonito e forte e romântico, mas Eric é a escolha certa para você.

Assim que fossem horas da gente começar a ir até ao local de encontro, levantar-me-ia primeiro que Eric e o beijaria, levantando o seu queixo até mim. Seria um beijo breve, tranquilo - Terminamos ele quando a gente for dormir? - perguntaria sorridente. Andaria até à responsável pela biblioteca e esperaria que Eric fizesse a parte da conversa.




HistóricoNome do Player: Skÿller
Tracker

  • Acordou.
  • Foi até ao QG e recebeu uma tarefa da Capitã Linda.
  • Pegou ferramentas e uma katana. Foi até ao local indicado pela Capitã com Eric.
  • Chegou no navio da marinha e foi até a sala da caldeira. Resolveu o problema.
  • Teorizou sobre a existência de algum infiltrado no navio.
  • Lucy apareceu no porto explodindo tudo, confirmando a teoria de Annie.
  • Derrotou a piranha Lucy.
  • Ajudou o velho a voltar para o QG, fazendo algumas perguntas com ele.
  • Recebeu o pagamento da missão e comprou os seus remédios. Recebeu tratamento médico e foi até à biblioteca do QG para poder fazer o relatório pacificamente.
  • Entregou o relatório com Eric, jantaram e foram até ao bar.
  • Viu 2 garotas com pó no nariz no banheiro. Não fez muito caso. Voltou até Eric e após jogar um pouco de conversa fora, dançaram na pista. "Acordou" do evento do mega churras no meio da dança.
  • Foram para casa
  • Acordou e junto de Eric tentaram ir para o cemitério, infelizmente sendo barrados.
  • Receberam informações e missão da Capitã Linda.

Nº de Posts: 25
Remédios: 07/10
Ferimentos

  • Dor no corpo (3/3)
  • Pequenos cortes superficiais (5/5) Tratado
  • Corte no Braço (5/5) Tratado
  • Corte nas Costas (3/3) Tratado

Ganhos:

  • Espada (Katana) Gasta da Marinha (+1 em Força)
  • Kit Mecânico da Marinha (Ferramentas diversas)
  • Mochila da Marinha
  • 125.000 berries (dado por Eric)
  • 1.500.00 salário da missão
  • Remédios (3/5 usos)
  • Remédios (5/5 usos)

Perdas

  • 300.000 ฿S
  • 200.000 ฿S
  • 300.000


Objetivos

  • Concluir 2 Missões ( )
  • Aprender Anatomia (X)
  • Comprar remédios (X)
  • Aprender Forja ( )





_________________

Voice of the Soul - Página 8 O0yljIK

Voice of the Soul - Página 8 WhdRXxk

Fala Annabelle
Pensamento Annabelle
Fala Lilith