Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
[Ficha] JaeggarHoje à(s) 7:39 pmpor  JaeggarAgnis CyrielleHoje à(s) 7:01 pmpor  Ryoma1º Capítulo: Alvorada dos Monstrorines!Hoje à(s) 2:01 pmpor  Pippos[TUTORIAL] JaeggarHoje à(s) 12:31 pmpor  MakaI - Desventuras em SirarossaHoje à(s) 6:18 ampor  PepeVirando a casacaHoje à(s) 5:28 ampor  Terry[P.N.D] MARINES&AGIOTAS, NÃO SÃO O MESMO?Hoje à(s) 3:38 ampor  GyathoLivro I - A CaminhadaHoje à(s) 3:37 ampor  YamiP.D.N. - Caçadores BacanosHoje à(s) 2:41 ampor  KenshinChocho KimikoHoje à(s) 1:19 ampor  Ryoma
 :: Oceanos :: Blues :: North Blue :: Flevance
Página 12 de 15 Página 12 de 15 Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14, 15  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 XqxMi0y
Créditos : 15
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Os Monarcas - I Efeito Borboleta Ter Maio 11, 2021 1:03 am
Relembrando a primeira mensagem :

Os Monarcas - I Efeito Borboleta

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Civil Daisuke Ito, Saori Ito e Alexander Lancaster Cavendish III. A qual não possui narrador definido.

_________________

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 J09J2lK

2Miaus
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 EN2FCZD
Créditos : 04
2MiausEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t367-izzy https://www.allbluerpg.com/t390-mazushi-por-um-punhado-de-berries
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qua Jul 07, 2021 2:33 am

    
Narração: 010 / Os Monarcas / Flevance, 19:50, 10ºC

    

    
Os Monarcas: Let´s go!

    


Spoiler:
Sem musiquinha hj por conta dos contratempos hehe

Alex, Max, Catherine, Shinto

Ao ouvir que Alex já estava com os culpados pela luta no porto, Tatsu se inclina para frente e apoia os cotovelos na mesa enquanto cruza os dedos das mãos, sua fisionomia era de interesse.



Mas a negociação não deu tão certo quanto gostariam, Max não era tão calculista quanto o irmão, e ao ouvir a ameaça, pretendia se levantar, mas Alex e Cathy interveio. Os dois seguraram seus braços, Alex com um olhar penetrante e Cathy negou com a cabeça, ela sabia que se o grupo começasse a brigar ali, todos seriam mortos. O ruivo se ajeitou nas almofadas e sussurrou que tudo ficaria bem.



A menina respondeu baxinho, mas olhava assustada para o lado e para os guardas, então Max compreendeu o blefe e sua fala era carregada de provocação, enquanto o jovem brindava com sake, Tatsu parecia um tigre analisando a presa antes de atacar. Ele fuzilava o ruivo com o olhar, obviamente ele estava incomodado com à proximidade do casal. E independente dele ter acreditado ou não que a encomenda e que seu pessoal foi capturado, Tatsu  considerou o tom usado como uma ameaça.

A cereja do bolo foi Shinto que tinha mentalizado um esquartejamento celestial, mas se lembrou que suas armas estavam no corredor do lado de fora da sala, pega a faca sobre a mesa, os guardas ficam em prontidão. Mas a reação do padre é surpreendente, já que corta a palma da sua mão, vê o sangue gotejar sobre um copo e faz um brinde. E isso foi o ponto final para encerrar a conversa.



Nesse momento um dos homens que estavam sentado ao lado do Tigre Vermelho se ergueram, cada um devia pesar 110 kg. O brutamonte da direita agarrou Alex pelo pescoço e começou a dar uma chave de braço. Seus pulmões se enchem de sangue e ele começa a se sentir sufocado com o sangue invadindo sua boca. Seja por causa da força do golpe ou por ser um dos sintomas de sua doença, Alex estava numa situação bem ruim. O segundo brutamontes, estava protegendo Tatsu como uma torre,  o líder permanecia bebendo seu sake na mesa. Já os seguranças armados, um deles aponta a pistola para Shinto e o outro espadachim se aproximava de Max.

Com essa confusão Cathy correu para as laterais da parede, tentando se proteger da briga e principalmente das armas, já que ela tinha sofrido muito nas mãos da máfia. Max repara que havia as janelas simples de madeira e papel machê. Se ele se junta-se a Cathy, daria para ver um muro colado com o restaurante e mais a frente um telhado de uma escola. Eles estavam no segundo andar, então se decidisse pular seria uma queda livre de aproximadamente  4 metros de altura.

Kaplya e Shiranai

Kaplya retorna para a cozinha com o caderno e tem a ideia de bloquear o exaustor. O jeito mais fácil era pegar algumas roupas e aventais e encher o cano de ar com elas, como ele era furtivo e pequeno, não teve problemas em impedir a saída de ar. Com suas garras ele cortou o encanamento de gás. O tempo exato para alguém acender um fogão e explodir a cozinha, seria de 2 minutos, mas não tinha como o animal prever isso. Então ele sai pela telha de antes, veste suas roupas e procura por Shiranai.

A jovem minutos antes estava conversando com um traficante de drogas, ao insinuar que queria experimentar com seu namorado, faz o rapaz abrir um sorriso de cumplicidade, afinal ele sabia que fazer amor drogados era mil vezes melhor. Ela nem precisou insistir muito e ele deu 2 carinhas para a mulher.



Com a drogas em mãos e tentada a usar, mas preferiu guardar para os médicos que conhecia avaliarem. Shiranai encontra Kaplya na rua e eles aguardam o grupo num local mais afastados, alguns minutos já se passaram e Alex e os outros não saíram. Mas os dois ouviram a explosão no beco e uma enorme quantidade de fumaça preta subindo aos céus. Eles poderiam esperar para ver se o grupo estava bem ou seguir com o plano do mink de ensinar furtividade.

Se a dupla seguisse em frente, iriam andar por alguns minutos por Flevance e chegariam a uma zona bem mais simples e humilde, bem diferente das casas bonitas perto da pousada e restaurante. O lugar que Tobias morava parecia ser um cortiço, tinha um corredor com outras casas pequenas ao redor. Assim que abriu a porta, Shiranai viu um mink rato, ele era menor que Kaplya, tinha 85 cm, pelos cinzas era parrudo e tinha sobrancelhas grossas. Após explicarem a situação para o rato aceita ajudarem os dois.



Treinamento de Furtividade -  Inicio

Diferente da sua aparência pesada, o rato começou a caminhar de maneira bem silenciosa, tão silenciosa que nem Kaplya conseguia escutar seus passos.



O rato caminha até um canto escuro da casa, Kaplya e Shira só escutavam sua voz na escuridão, mas deduziam que ele estava se movendo, pois a voz oras estava mais perto e oras mais longe.



O rato apareceu no outro lado da sala sem que eles vissem. Quando Shiranai tivesse tentando, Tobias iria dar dicas e corrigir algumas posturas. Mas o treinamento não se alongaria mais do que 3 horas. Quando eles saíssem da casa do Tobias, seria 22:00.
Treinamento de Furtividade - Fim

John, Haru, Saori e Ryuu

Talvez o choque de rever Maria trouxe o outro John a tona, por isso não deu uma recepção acalorada como a amiga de infância queria e nem o clima era propício para isso, já que Haru estava com sua espada em punho, Ryuu mantinha suas mãos com as soqueiras escondidas no bolso da calça. Saori estava tensa e preparada para lutar se fosse necessário. Só Badar que não entendia a situação e com sua ingenuidade acreditava que todos eram amigos e se apresenta para Maria.



Não tem um ditado que diz que quanto menor, mais explosivo a pessoa é. Pois bem, Maria era esse tipo de pessoa, amigos ou inimigos não importava quando se tratava de altura e da forma que ela se via perante os outros, já que não admitia ser rebaixada por ninguém. Nessa pequena interação com Badar, Maria e John, Saori aproveitou o momento para alertar Charlie e consequentemente Haru sobre Genji.



Haru estava ciente que Genji era perigoso, mas até o momento ele não tinha entrado na casa. E Ryuu não parecia estar disposto a facilitar a entrada, ao pedir para Genji se apresentar o jovem apoia a caixa no chão e sorri de maneira provocativa.



A garota olha ao redor e percebe que tinha se metido numa enrascada. A mink coelho tinha uma espada, a garota deitada segurava um chicote. Havia uma espada grande apoiada na parede perto da escada e duas laminas perto de um cachorro gigante, que com a gritaria da menina baixinha tinha acordado e estava olhando a menina com os pelos eriçados. Se alguém fizesse qualquer movimento brusco perto do Badar ele atacaria sem dó.



A postura da garota muda e ela fica tensa, olhando todos vocês com desconfiança. Mesmo não estando armada com sua espada, Maria poderia lutar se alguém a atacasse. E Genji deu um passo na direção da porta , havia uma distancia de menos de um metro entre ele e Ryuu.




OFF:

   
Histórico:
Alex
   

   Ganhos: - Espada  formidável (+80 em força ou destreza por nível)
   Perdas: - 1.000.000  entregue pro Kaplya( 3 adagas profissionais  = 750.000, 1 metro de couro = 50.000,) + 30.000 do medicamento + 1.200.000 (arma) + 155.000 com cigarros (10 unidades) e 1 isqueiros = Total de gastos = 2.075.000 ฿S
   Ferimentos: -
   
   *
   
   Haru
   Ganhos: Espada Clássica- durabilidade: baixa (+40 em força ou destreza por nível) + Bota com lâminas Profissional - durabilidade: média  (+60 em força ou destreza por nível)
Kit de bandagens (Contém 30 bandagens e 10 talas) , 1 bisturi, 1 kit de sutura, Kit de Agulha Esterilizada (10 agulhas), 2 litros de álcool 70%, 1 estetoscópio, 1 frasco de 5 usos de morfina, 1 livro de herbologia + 1 livro romance
   Perdas: - 400.000 Berries (Botas Profissionais) + 850.000 Berries (Kit Médico) + 200.000 (Livros)
   Ferimentos: -
   
   *
   
   Max
   Ganhos: 5.000.000 ฿S  (evento da vaquinha) + 2.000.000 ฿S  (dinheiro roubado no jogo de aposta)
   Perdas: -
   Ferimentos:
   
   *
   
   Saori
   Ganhos: Chicote Clássico -durabilidade : baixa (+40 em força ou destreza por nível) + 5.000.000 ฿S  (evento da vaquinha)
   Perdas:  250.000 ฿S
   Ferimentos: 4.400 PdV (Ferimento profundo nos pés e tornozelos - queimadura de 2°  grau- 200 PdV) = Total 4.200/ Precisa de 1 post de tratamento para se recuperar
   
   *
   
   Kaplya
   Ganhos: 2 espadas profissionais - durabilidade: média (+60 em força ou destreza por nível)
   Perdas:  800.000 + (arma da Haru) 250.000 + Livros ( Investigação, Cartografia, Criptografia, Psicologia, artes de interrogatório, artes da lábia, artes da sedução e Falsificação) 1.000.000 - trocado pelos rifles = Total de gastos 1.050.000 ฿S
   Ferimentos: -
   
   *
   
   John
   Ganhos: Espada Clássica -durabilidade : baixa (+40 em força ou destreza por nível)
   Perdas:  250.000 ฿S
   Ferimentos: -
   
   *
   
   Shira
   Ganhos: 3 adagas clássicas - durabilidade: baixa (+40 em força ou destreza por nível), 1 metro de couro (*Cordas vendidas por metro)
   Perdas: -
   Ferimentos: Recuperada do ferimento do toráx
   
   
   *
   
   Badar
   Ganhos: - Flauta (instrumento musical) + Duas lâminas clássicas -durabilidade : baixa (+40 em força ou destreza por nível)+ 2.000 ฿S
   Perdas: 250.000 ฿S
   Ferimentos: -
   
   *
   
   Ryuu
   Ganhos: - Cigarros (10 usos), isqueiros  (15 usos), mochila, kit de bandagem (30 bandagens e 10 talas), linha de sutura (20 usos), kit de agulhas esterilizadas (10 usos), álcool (20 usos), Sedativo/Morfina (5 usos). Soqueira formidável (+80 em força ou destreza por nível)
   Perdas: - 1.450.000 (itens) + 1.200.000 (arma) = 2.650.000 ฿S
   Ferimentos: -
   
   *
   
   Shinto
   Ganhos: -  Katana Clássica- durabilidade: baixa (+40 em força ou destreza por nível) e lança clássica -durabilidade: baixa (+40 em força ou destreza por nível) e lança clássica  - 1.500.000 ฿S (abastado)
   Perdas: - 500.000 ฿S
   Ferimentos:  ?? PdV  (Ferimento leve no ombro - mordida de lobo- 100 PdV (considerando o novo sistema) = Total ?? PdV Precisa de 1 post de tratamento para se recuperar
      
   *
   
   
Legenda/ NPC:

Vendedor da Loja de Itens - Imagem
   
Vendedor de Armas - Imagem
   
Velho bêbado - Imagem
   
Hanzo - Atirador: Nível 1 - Imagem
   
Genji - Lutador: Taekwondo Nível 2 - Imagem

Xi Mei - Imagem

Tammy - Imagem

Vendedora de Instrumento Musical - Imagem

Tatsu - Imagem


Tobias Pernas Curtas - Imagem



 
 
    
2Miaus


Última edição por 2Miaus em Qua Jul 07, 2021 3:22 pm, editado 2 vez(es) (Motivo da edição : Correção: valores da queda)

_________________

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Y2Lykp1

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 506uIZcOs Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 QmRUMwL
Alexander III
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 6Zsycwl
Créditos : 07
Alexander IIIEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t294-alexander-lancaster-caven https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta#910
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qua Jul 07, 2021 4:47 am

GODS BLESS THE KING


Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 QRqQSkL


Tudo estava correndo como os conformes, mas um deslize meu ocorre e tudo começa a ir por água a baixo, ele dá um comando que me faz suar frio.

Merda, merda, merda, merda, MERDA, tu forçaste demais Alexander, a negociação não é mais possível, eu não deveria ter falado da encomenda, onde mais eu errei, estamos mortos? Desarmados com tantas pessoas assim?

De repente um brutamontes me pega por trás e começa a apertar meu pescoço com força, quando eu já ia tentar me soltar sentia o sangue inundando minha boca e meu ar se esvaia, era a maldita, ela não me dava um minuto de paz, a ruina dos reis estava aqui para me lembrar de que eu era mortal.

Não! Eu não irei morrer em uma espelunca como essa, eu sou um REI, um ser praticamente divino, aqui não será o meu tumulo eu não deixarei, e nem mesmo você maldição ira me parar.

Levantava minha perna a 90 graus até que meu pé ficasse bem acima de minha cabeça, era uma finta para o homem achar que eu chutaria seu rosto, mas antes de o atingi-lo eu executaria meu verdadeiro ataque, desceria meu chute com tudo e iria acertar com meu calcanhar no meio de suas partes intimas.

Se eu conseguisse o acertar nessa parte e ele fraquejasse eu iria começar a o empurrar para onde estivesse o homem que mirava a arma para meu padre, ele não iria atirar sendo que poderia acertar um de seus companheiros e me jogaria em cima dele mirando nos jogar eu e os dois inimigos pela janela, mas antes que concretizasse meu plano diria.

—MAX, SHINTO A NEGOCIAÇÃO ACABOU! EU CUIDO DESSES DOIS AQUI! PEGUEM NOSSAS ARMAS!



Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 D47b3db17e3b7b0d85ef717d69c0b9b1

Se meu plano desse certo e estivesse com os dois homens lá fora me afastaria o mais rápido possível considerando que o homem me soltou após cair da janela, cuspiria uma bola de sangue no chão, e tentaria recobrar meu ar.

— Suas criaturas imundas...Arf arf... Insolentes! VOCÊS OUSAM TOCAR EM UM REI?! IRÃO PAGAR COM SUAS CABEÇAS!

Corria em direção a o que estava com a pistola e o chutava com força seu peito e tentaria o desequilibrar por um instante e chutar sua pistola para longe com meu calcanhar, mantendo o máximo de distância que eu pudesse do segundo, caso ele tentasse me agarrar o chutaria para me projetar para trás mesmo que caísse errado, não podia me dar o luxo de ser pego novamente.

— Arf arf, Eu dei uma chance a vocês, agora Hemoris será pago com sangue! SHINTO MEU PADRE, SEU QUADRO LOGO LOGO FICARA PERFEITO! HMHMHMHMHMHÂHÂHÂHÂHÂ

— VOCÊS MEXERAM COM O REI ERRADO YAKUZA, EU IREI MATAR CADA UM DE VOCÊS! HMHMHMHMHMHÂHÂHÂHÂHÂ

— Ora que falta de educação a minha, quem quer morrer primeiro?!



Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 4b28b5e942c08a0632ca70bb61488227

Abria meus braços e usava a minha intimidação nos dois homens, não podia deixar os dois ganharem, a dor me consumia, mas depois de tantos anos de treino eu já conseguia lutar por certo tempo com uma crise da ruina dos reis.



Histórico :
Posts: 11

Ganhos: Espada
cigarros (10 unidades) e 1 isqueiros

Perdas: 2.355.000
Objetivos:
♕ Conhecer mais de Shiranai
♕ Aprender acrobacia e hipnose
♕ Me aproximar de todos
♕ Trabalhar a cabeça de meus súditos

_________________

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 KMdYuOB
AoYume
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Unknow19
Créditos : 00
Localização : Flevance - North Blue
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qua Jul 07, 2021 12:01 pm
Queen
Blessed by the King
Conseguia sem maiores problemas duas daquelas carinhas sorridentes que ele oferecia. Havia um certo aspecto em seu sorriso que não me deixava tão confortável, mas, no fim, era ótimo que tenha sido alguém pacífico e que ainda nem cobrou por seu produto. Ele parecia bastante confiante sobre os efeitos, falando o preço para quando eu precisasse voltar, que, por sinal, era realmente bem barato. Me pergunto de onde vem tanta confiança, afinal, enquanto isto pode dizer que o efeito é muito satisfatório, ele também pode ser do tipo que causa uma dependência severa e por isso podem, não só dar amostra grátis, como também cobrar tão pouco. Não usaria até que fosse analisado como relativamente seguro uma vez pelo menos.

Kaplya me chamava de mãe e isto me fazia olhá-lo meio... desconfortável. Mãe? - Pode se acalmar? Eu não vou me drogar... Ainda... Desvio o olhar disfarçando o final da frase, quase assobiando. - Vou entregar isso aqui para Haru e Ryuu darem uma olhada e ver se isto aqui faz mal, além de termos uma melhor ciência do mercado deles. Sorrio de forma confiante olhando felino. - Aí depois eu uso. Digo num tom de piada, olhando a forma como ele se comportava em relação àquilo, me sentindo realmente estranhamente confortável com o gato. - Bem, sim, além das drogas para a análise eu também fiz um mapa da área, estou com ele aqui, se puder me passar algo que precisa ser completado o farei. Digo mostrando para ele o que tracei antes de seguirmos em direção ao seu amigo.

Ninguém chegava, inclusive, mesmo esses pensamentos eram interrompidos pelo som da explosão que acontecia no prédio do qual viemos antes. - Você... Fez alguma coisa neh? Pergunto olhando com certo espanto na direção. - Acho que sair daqui é uma boa, podemos confiar nos outros para que eles saiam também... Eu realmente não queria ir lá para ser um problema de novo, e, provavelmente minha aparição só funcionaria como tal se eles estivessem resolvendo diplomaticamente. Antes de chegarmos ao local, ia perguntando baixinho, quase sussurrando, de modo que talvez o mink sequer ouvisse. - Se... Você mente... Sobre um namorado... E... Alguém vem em mente... Isto... Não, deixa. Logo descartando o assunto e dando de cara com um mink rato abrindo a porta.

[TREINO FURTIVIDADE]

Ele tinha um porte muscular considerável, mas ainda era bem silencioso, mas, apesar de tudo isto, a primeira coisa que me chamou atenção não foi bem os seus dotes físicos. - Rainha? Mas ele não parecia que ia dar muita bola e já indo direto para o treino. Desta vez não era só observação, havia realmente toda uma lição por trás que ele explicando rapidamente. Pensei em pedir calma e para ele ir mais devagar, mas, talvez eu não tivesse tempo para inseguranças agora, precisava aprender tão ágil quanto pudesse. - Ce-certo! Confirmo tentando parecer confiante, apesar de isto provavelmente ser uma completa falha.

Sua voz ecoa por vários locais do escuro no recinto e é quase impossível acompanhá-lo se não pelos sons que ele quer que escutemos. Sua posição final inclusive também vem de uma posição inesperada, retirando de mim inclusive algumas palmas animadas. De alguma forma, me sentia "confortável" na presença dos minks, era algo que não sabia sobre mim, mas, que ia aprendendo aos poucos sobre auto análise. Isto se estendia para animais? Bem, o lobo não me fez sentir melhor antes, então, talvez caninos não se apliquem. Sem tempo para mais reflexão, ia procurando imitar os passos do mentor ali. Relaxa os músculos, relaxa os músculos... Diferente de antes que tinha focado muito em concentração, e, havia falhado em partes, agora o conceito era aliviar o foco de certo modo.

A mente agindo como uma só, era o que precisava acertar para que finalmente dominasse de fato a arte do movimento silencioso. Coloco o pé no chão um após o outro, escutando os puxões de orelha dele quase sempre. Fora os seus olhos que pareciam sempre me acompanhar da luz, ainda que eu estivesse em ambientes completamente escuros na maioria do tempo. Não se desespere Shiranai... O tempo ia passando, minutos faziam-se em horas, duas, para ser mais exata. Minha face já suava pelo fato de estar zanzando a tanto tempo. Sempre que parecia que ele ia me perder, ele ajustava seu eixo e me encontrava de novo, deixando a sensação meio frustrante.

Me acalmo outra vez, alinhando corpo e mente, mesclando o ato de ter sempre a perspectiva em foco dos meus arredores para não descuidar-me, e, ao mesmo tempo o seu conselho sobre relaxar os músculos de modo que não causasse barulho ao andar. A leveza de uma pluma, provocada pelo amortecimento gradua da redução elástica ao manipular a contração e descontração dos meus pés, panturrilhas e coxa. Uma respiração tão lenta, que me sufocaria se fosse mantida por muito tempo. Um passo. Ele não está me acompanhando. Dois passos. Isso, isso! Minha mente gritava, mas, meu corpo se movia como se não existisse até que estivesse atrás do rato, parada. Uma gota do meu suor escorre da minha face e cai sobre o ombro do mesmo e então eu pergunto. - Aprovada?

[Fim do treino]

Queria perguntar mais sobre a história de rainha, mas, já tinha consumido muito tempo. Já eram em torno de vinte e duas horas, e, queria dar prosseguimento logo ao nosso retorno para ver se tudo estava realmente bem com os demais. O conselho de Kaplya, sobre o treinamento ser mantido em segredo seria mantido sem contestações. Se quando chegássemos ali parecesse que havia algo errado ou perigoso, sacaria uma das adagas e ficaria alerta para desviar rolando ao lado se necessário. Ou, se visse alguma batalha acontecendo tentaria me juntar golpeando por trás os inimigos dos meus colegas. Se não houvesse mais nada, apenas chegaria para tentar prosseguir com a solicitação de análise das "smiles".


PdV: 3600/3600 Sta 100(?)/100

by emme



Info:
Histórico:
Posts: 09

Ganhos: 3 adagas clássicas - durabilidade: baixa (+40 em força ou destreza por nível), 1 metro de couro (*Cordas vendidas por metro), 1 óculos, 1 caneta, 1 mapa do local produzido.

Perdas: Ferimentos: 3.600 PdV (Ferimento médio no toráx- 100 PdV) = Total 3.400/ Precisa de 3 post de tratamento para se recuperar

Objetivos:
> Conseguir Hidden Blades
> Conseguir Manto de malha
> Conseguir águia/coruja
> Tatuar as asas de Leyka e Gremona(símbolo de sua religião de adoração a justiça)
> Aprender furtividade(?)
> Aprender Arrombamento
> Aprender Briga
> Conseguir Ambidestria

_________________


don't be afraid...
...of Leyka's Justice Monarch.


f
Milabbh
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Ezgif.com-resize
Créditos : 05
Localização : Flevance - North Blue
MilabbhAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t311-haru-kaplyanova?highlight https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta#980
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qua Jul 07, 2021 1:43 pm
Efeito Borboleta
Décimo Primeiro Pulo
O momento era claramente de tensão. A pergunta do suposto Genji ressoava no comodo até alcançar minhas longas e felpudas orelhas, que mexiam freneticamente com o nervosismo. Maria agora identificava nossas armas e, automaticamente, mudava seu olhar para nós.

Ela parecia receosa, e o seu comparsa queria que ela saísse ilesa... Bom, era uma pena ter que desapontá-lo, ou mesmo ir contra a amiga de John, mas naquele momento, nós precisaríamos ter a vantagem, e esse era meu objetivo.

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Correno

Rapidamente sacava minha katana e corria com tudo na direção de Maria. Minhas pernas fortes empurravam o chão, diminuindo cada vez mais nossa distância. Meu alvo primário era a barriga da moça, que fazia menção de cortar com minha lâmina. No entanto, não queria machucá-la de fato.

Sabia que estava pronta para me atacar e, por isso, me esquivaria de um possível golpe abaixando ainda mais meu corpo, no caso de um ataque horizontal, ou pulando para os lados, no caso de um golpe vertical. De qualquer forma, uma vez que estivesse próxima o suficiente, mudaria minha trajetória.

Pouco me importaria se recebesse um soco ou chute, firmaria minhas pernas resistentes de coelho no chão, impedindo que meu corpo fosse deslocado. E quando visse oportunidade, usaria meus dons acrobáticos para aporiar-me em meus braços e chutar com precisão, mas pouca potência, a lateral de seu pescoço.

Meu alvo real? A carótida. Meus conhecimentos anatomicos me permitiam saber que aquele ponto, quando acertado com força suficiente, provocaria um desmaio quase que instantâneo na vítima, e sem machucá-la, na maioria das vezes.

Uma vez que tivesse realizado o golpe, rapidamente me posicionaria para pegar a moça, tanto se estivesse caindo, quanto se já estivesse no chão. - Peço que os amigos dela me perdoem, no entanto, não temos tempo para formalidades. - Apontaria para a moça desacordada e, olhando em volta, na esperança de qualquer um acatar a ordem, falaria novamente. - Prendam ela.

Olhando para Charlie, sentiria um arrepio percorrer todo meu corpo. Eu sabia que gato preto dava azar, mas essa gatinha branca está se provando uma ótima excessão. Seria inevitável uma feição de desagrado se formar em meu rosto, mas continuaria atenta às conversas que se desenrolavam ao redor.

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Thumb2-yae-sakura-sword-shrine-maiden-manga-benghuai-xueyuan

- Não farei mal a ela... Ainda. - Falava em tom sério olhando apenas de relance para o tal Genji, enquanto me mantinha com a Katana apoiada sobre a traqueia de Maria. - E agora quem faz as perguntas é o cavalheiro em sua frente. - Apontava para Ryuu, confiando que teria dicernimento para conduzir um interrogatório, afinal, sabia que era da realeza também, e nobres precisavam lidar com isso diariamente.

Se não obtivesse sucesso em meu golpe, porém, me afastaria com um pulo alto para trás, e olharia a situação de uma distância segura, assim poderia bolar um novo plano.

DetalhesFalas
*Histórico:
Ganhos:
- Receita de remédio
- Livro sobre Medicina Tradicional
- Kit Médico (Bandagens {1/30 usos}; Talas {0/10 Usos}; 1 bisturi; Agulhas Esterelizadas {0/10 usos}; Estetoscópio; Morfina {1/5 usos}; Álcool 70% {1/20 usos}
- Botas Profissionais de Durabilidade Média (+60 em Força)
- Katana Clássica de Durabilidade baixa (+40 em Força)
Perdas:
- 400.000 Berries (Botas Profissionais) + 850.000 Berries (Kit Médico)
Ferimentos: N/A

*Objetivos:
- Comprar uma arminha tops
- Comprar suprimentos médicos
- Sair em uma aventura
- Aprender Farmácia
- Aprender Herbologia
- Me divertir <3


@mm

_________________

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 QeMkXKw
Falta de Humildade:

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 ABC
Jean Fraga
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 UdcmuNR
Créditos : 01
Jean FragaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t581-maximus-cavendish-ito-iv https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qua Jul 07, 2021 3:43 pm


Efeito Borboleta


- Sentença  -

Confiante de que tudo daria certo, fechava os olhos ao tomar mais um gole do sakê, ouvindo aos poucos a fala de Tatsu, pera... matem todos?? Abria os olhos olhando a minha volta para me garantir de que o que havia ouvido era mentira.

Quando de repente percebia um grande homem se agarrar em Alexander, enquanto outro sacava uma arma em direção ao padre louco e outro começava a se aproximar com uma faca??

Mantinha minha calma e com o olhar fixado no tigre, tomava lentamente o ultimo gole de minha bebida, como tudo isso chegou a este momento? Foi as minhas chantagens? Passei do limite? Quem sabe Shinto com seu jeito diferente de agir... Hmmm, talvez vim com o traje errado?  — Estava ótimo o sakê Sr. Tatsu... Nos vemos em breve... – Botando o copo sobre a mesa, levantava lentamente.

Colocando minha mão esquerda atrás de mim, puxando o travesseiro que sentava e jogava na cara do homem com a faca, tentando distrai-lo, assim, arrumando a base dos meus pés, pondo o da esquerda a frente, inclinava meu corpo para a frente, girando o ombro da esquerda para a direita, chutaria usando meu pé direito, levando-o de encontro com a cabeça do segurança.

Pousando com o pé direito, já levantaria o pé esquerdo e daria um chute frontal no peitoral do homem, tentando empurrá-lo da janela, por fim, iria até Catherine, — Não temos muito tempo... – Pegando-a, apoiaria suas pernas em minha mão esquerda e suas costas em minha mão direita.

Começaria a correr em direção a janela, — Shinto! Pegue as armas! Tenho que tirar Cathy daqui e assegurar a proteção de Alex! – Olhando para a frente, caso o homem que havia empurrado até a janela, não tivesse caído, pularia com os dois pés em seu peito, assim tentando de fato joga-lo daqui de cima, ao fim, tentaria pousar em cima dele, amortecendo a queda.

Porém se ele já tivesse caído, ao chegar na janela, pulando lentamente, botaria minhas costas contra a parede enquanto caia, tentando frear a queda, ao fim, flexionando meus joelhos para diminuir os possíveis machucados.

Ao solo, iria até Alexander, encostando minhas costas nas deles, — Tudo certo aí irmão? – olhando agora para Catherine diria, — Você está bem? – sorria tentando acalma-la... – Eu disse que nunca mais te deixaria sozinha...

Voltava meu olhar aos arredores, buscaria ver quantos haviam a nossa volta, possíveis becos que nos tirassem dali e se havia mais pessoas chegando.

Ainda com Catherine no meu colo, ficaria atento a ataques vindos em minha direção, usando minhas pernas para empurrar inimigos e em ultimo caso, como proteção, levantando uma das duas, enquanto a outra servia de apoio, preferindo receber os golpes nas pernas do que no resto do corpo.

Ficando com as costas apoiadas nas costas de Alex, dizia enquanto olhava a volta, tentando falar para que apenas ele ouvisse — Assim que Shinto chegar vamos embora certo? Temos que nós se reagruparmos... Eles terão a morte meu rei, porém antes temos que sobreviver.

Lembrando da fala do tigre, completaria, — Temos que checar se os outros estão bem, lembra o que ele disse? Existe a possibilidade de não ser um blefe...


HistóricoInfo
Nº de Posts: 07
Ferimentos

  • N/A

Ganhos:

  • ฿S 2.000.000 - Roubado em jogo de apostas

Perdas

  • N/A



DarkWoodsKeeper
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Ezgif.com-gif-maker_1
Créditos : 00
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qua Jul 07, 2021 9:37 pm
Badar Alluartie
Efeito Borboleta




Eu perceberia a tensão do momento ao olhar para Haru e Saori, que pareciam preparar um ataque. "Eles não são amigos!? O que tá acontecendo??" Eu recuaria em direção à janela onde Balto estava sem desviar o olhar da garota ou da porta. Eu estenderia minha mão aberta ao lado do corpo para mostrar para o lobo (que provavelmente já se levantara e estava rosnando) que era melhor não atacar.



Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Ea5834698bec609d8595c2257204ec42


Caso o ataque de Haru funcionasse, eu procuraria uma corda e amarraria os braços da garota desacordada, seguindo sua ordem. Caso contrário, eu ainda procuraria pela corda, esperando encontrar alguma dentro daquela casa. Se eu achasse, pegaria uma ponta e daria a outra para Balto morder ou a amarraria no lobo de forma que não o sufocasse ou machucasse e me prepararia, engolindo em seco, para fazer algo que nunca fiz antes com o lobo: lutar contra alguém.



Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Add0f689de7d7fe22a44aedff2b94cde



Criação de comando: Atacar com corda

Minha ideia era tentar algo novo com Balto. Eu daria a corda para ele e apontaria para o alvo. Eu então indicaria para o lobo correr e correria junto dele com a corda conectando nós dois. Minha intenção era ensinar Balto a usar uma corda como uma arma. Nós correríamos lado a lado com a corda esticada. Eu abaixaria a altura da minha ponta para acertar a garota nas pernas (caso ela ainda estivesse de pé e Haru não tivesse consgeuido derrotá-la). Eu iria pelas costas da garota para ser visto pelos meus aliados, mas não por ela. Ainda assim, avisaria para meus aliados que ali estivessem com um grito para que eles não fossem pegos pela corda.


- Haru, pula!! - gritaria, caso apenas a coelha estivesse perto no momento.


Caso isso não funcionasse ou caso a garota se levantasse, treinaria o comando mais uma vez segurando firme a corda e assoviando para Balto, para ele saber que deveria fazer o mesmo. Dessa vez, eu e o lobo não iríamos mirar nas pernas do alvo. Nós iríamos enrolar a corda para amarrar nosso oponente. Eu e Balto girarímaos em sentidos opostos, enrolando a corda na pessoa e a imobilizando. No final, derrubaríamos o alvo e eu amarraria as pontas da corda que o imobilizava.


Dessa forma, eu esperava que Balto aprendesse a usar uma corda em combate, o que poderia ser muito útil no futuro.

Fim da criação de comando


Eu esperava derrubar ou ao menos amarrar a garota dessa forma. Se Haru já tivesse derrotado a garota ou se não fosse possível executar o comando nela, eu faria a mesma coisa contra o homem na porta, caso ele entrasse agressivamente na casa. Eu avisaria Ryuu como teria feito com Haru e derrubaria ou amarraria o homem da mesma forma.


Caso nada disso ocorresse (por eu não encontrar a corda ou simplesmente por não ser possível, eu recuaria e impediria Balto de atacar abraçando-o e deixando a luta para o resto do grupo.


Se desse certo com pelo menos um dos oponentes, eu me viraria para o lobo e diria enquanto o afagava freneticamente:


- Balto! Você foi incrível!! Temos que fazer isso mais vezes!


No final da luta, caso os dois oponentes tivessem sido derrotados, eu me viraria para o resto do grupo e diria:

- O que aconteceu aqui afinal!? Quem são eles?



Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 125b435ab09da6595f437f0972c7907e





Informações

  • Falas
  • Pensamentos

  • Posts: 11

  • Ganhos: Flauta transversal (instrumento musical) + 2.000 ฿S + Duas Lâminas da lua crescente
  • Perdas: 250.000฿S




Objetivos

  • Aprender pesca
  • Aprender zoologia
  • Ensinar um comando de caça a Balto
  • Encontrar o resto do bando
  • Adquirir uma arma principal (Lâminas da lua crescente) e facas (adagas) de arremesso
  • Adquirir uma flauta (ou ocarina ou outro instrumento de sopro)
  • Fazer uma performance (e tentar ganhar uns trocados hehehe)



"Só as feras estão além da mentira"     -Rexxar

▲ Thanks, Frankie @ Graphic Dreams ▲

_________________

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 3lcCq0g
Joker
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 GryyLGx
Créditos : 07
JokerCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t356-ryuu-l-baruboa#1066 https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta#1273
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qui Jul 08, 2021 5:32 am

Tensão





As coisas pareciam ir pelo caminho do tumulto… por mim, ÓTIMO!
A tensão tornava o ar pesado, como se o atrito de olhares e a comunicação não verbal gerasse faíscas. Eu evitava me preocupar com a garota que havia passado, esse trabalho ficava para os demais lá dentro.

A ansiedade dentro de meu peito crescia, até aquele momento tudo o que queria era sair na mão com alguém, talvez uma tentativa de extrapolar toda a angústia que sentia pelos eventos recentes de minha vida, contudo aquele cara na minha frente. O ar de arrogância e a forma cheia de si com que falava indicava que ele se garantia na porrada, e visto a quantidade superior que nos encontrávamos, aquilo nem o preocupava.

— Que seja, sou Ryuu, acredito que apresentações não vão mudar muita coisa— Dizia com a mesma voz arrogante que ele havia se dirigido a mim.

E nesse momento tudo pareceu rápido demais, a médica mink que parecia agradável partia para o ataque, o garoto do lobo preparava o golpe junto de seu animal e eu sabia de uma coisa, se tornar a garota como refém não desse certo, eu teria que lidar com aquele cara na minha frente. — Talvez ela fique ilesa, vai depender de você, comece falando de vocês e tudo sofre a máfia, responda a pergunta dos demais e ela ficará bem.

Se por algum motivo o plano desandasse e o oponente viesse para cima, bem...

Meu pai durante meus treinos sempre dizia para manter a guarda alta e esperar o contra-ataque, minha impulsividade até então nunca havia permitido isso, mas me permiti apenas dessa vez esperar. Eu tinha uma vantagem posicional, isso era fato, minha posição entre o batente da porta fazia com que o ataque do oponente fosse obrigatoriamente frontal. Meu objetivo ali era ganhar tempo e fazer com que a vantagem numérica do lado de dentro fosse suficiente para capturar a garota e fazer com que o homem recuasse.

A distância de menos de um metro indicava que a aproximação seria rápida e dessa vez mais NINGUÉM passaria por mim.Além da vantagem de estar em uma boa posição  ele não sabia qual arma tiraria de meu bolso, uma pistola? faca? Provavelmente o faria pensar mais do que eu, meu objetivo era um: defender.



Me preparei para um avanço rápido e saquei as soqueiras, os espinhos e a parte de metal da arma seriam utilizados para defesa, mantendo a guarda média deixaria os bíceps colados ao corpo e giraria o punho deixando a mostra os espinhos, aparando e ao mesmo tempo de um contra golpe os ataques que viessem na direção de meu tronco/rosto.

Caso viesse com um ataque rasteiro, flexionaria os joelhos e me prepararia para a mesma defesa, a não é claro se fosse uma rasteira, sendo assim atacaria com um underpunch, usando a gravidade para desferir um forte soco de cima para baixo.


Informações:
Histórico:
Posts: 10
Ganhos: Cigarros (9 usos), isqueiros  (14 usos), mochila, kit de bandagem (30 bandagens e 10 talas), linha de sutura (20 usos), kit de agulhas esterilizadas (10 usos), álcool (20 usos), Sedativo/Morfina (5 usos). Soqueira formidável (+3 em força ou destreza por nível)
Perdas: 1.450.000 (itens) + 1.200.000 (arma) = 2.650.000 ฿S
Ferimentos: N/A

Objetivos:
- Descer a porrada em quem merecer
- Descer a porrada em quem me tirar do sério
- Aprender a perícia de liderança com Alex




Emme


Última edição por Joker em Qui Jul 08, 2021 2:28 pm, editado 1 vez(es)
Saori
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 S4MHZOv
Créditos : 13
SaoriDesigner
https://www.allbluerpg.com/t285-saori-ito https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qui Jul 08, 2021 1:58 pm
Let life do with you what primrose does with flowers
Ainda não foi a vez de atacar. Genji mantinha-se fora da casa, enquanto Maria denunciava o que acontecia por dentro. O malfeitor exigia que sua amiga saísse dali ilesa. Ele não estava na posição de exigir, porém.

Saori permanecia atenta ao desenrolar da situação. Embora estivesse sentada sobre o sofá, sem conseguir se mover, estava ciente de que iria participar de um confronto. Ela guardava as informações mais valiosas.

"John e Maria se conhecem; Genji e Maria são amigos; Maria e Catherine são amigas; então, Genji e Catherine também são? Que envolvimento a amiguinha de Max tem com essa organização?", os pensamentos voavam em sua mente, açodados, tentando imaginar um possível desfecho. Mas havia carência de informações.

Em um piscar dos olhos esmeralda, Saori vislumbrou Haru avançando em direção à garota. O ímpeto dela era admirável, sacando sua lâmina. No entanto, a jovem de cabelos rosa-esverdeados não se precipitou, ela confiava que a garota-coelho não desperdiçaria a chance de fazer uma refém. O ataque era, na verdade, uma distração.

Saori mordiscou seus lábios rosados, alçando o chicote que ainda empunhava com firmeza. Não seria contra Genji, mas sim contra Maria. Um movimento simples e rápido, aproveitando-se da desatenção criada por Haru. Embora o alvo tenha habilidades acrobáticas, seria difícil lidar com ataques simultâneos em direções opostas.

A corda de couro serpentearia pelo ar, até encontrar o torso da mulher, onde se enroscaria junto aos braços dela, para prendê-la. Mesmo que Saori não tenha força para manter o aprisionamento com as próprias mãos, a surpresa e o próprio chicote se encarregariam de segurar Maria por algum tempo — o suficiente para Haru finalizar sua ação.

Charlie, reforce as amarras e se assegure de que ela não sairá, — diria Saori, assim que Maria fosse devidamente interceptada.

Ela não conseguiria confiar totalmente em John para segurar a Maria, sabendo que os dois possuem alguma relação — que foi o suficiente para mantê-los em choque por um tempo. Portanto, deixou que o próprio chicote fosse usado para amarrar Maria, enquanto que pediu para Charlie ficar de olho.

Qual o envolvimento de vocês com a Catherine? — Perguntaria em alto e bom tom. O timbre estava diferente do habitual, menos suave e mais incisivo. No entanto, sua voz ainda soava com graciosidade.

Trilha Sonora:

Considerações: Memória Fotográfica usada para reconhecer Genji.
Histórico:
Ganhos: Chicote (Clássico, +2 de destreza por nível).
Perdas: 250.000 ฿S.
Objetivos:
Conseguir um Chicote;
Obter a qualidade Precisão Temporal;
Aprender a proficiência Física.
380 palavras // tag: cheirinho de flores // outfit // local: ilha flevance

_________________

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 LZVuJBY
O Taverneiro
Ver perfil do usuário
Imagem : Não me incomode...
Créditos : 09
Localização : Fleavance - North Blue
O TaverneiroEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t304-kaplya-sveta#877 https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Qui Jul 08, 2021 2:57 pm
Tensão e Explosão


Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 Giphy
Saio e consigo fazer minhas artimanhas para a explosão do lugar. Não sabia quanto tempo demoraria então achar Shiranai e sair dali era fundamental.

- Certo.Haru e Ryuu..Claro que faz mal, chama droga… Que coisa. Mas realmente, pode nos ajudar a entender o mercado deles. E com o tanto que isso sai, deve ser algo que dá muito prazer. Enfim… Vamos, eu acho que já fizemos tudo o que precisávamos por ali.

Olho o mapa que Shiranai mostra e parecia bom.

- Você sabe cartografia? Poderia me ensinar qualquer dia. Eu vou ler um livro sobre, mas certamente sua ajuda será muito bem vinda, se souber…

Andamos um pouco e de repente o som da explosão chega aos meus ouvidos. Olho para trás em um impulso e no susto também. Sorrio e olho para Shiranai.

- Fiz. Vamos, as coisas podem esquentar… Eu conheço Alexander, ele vai se dar bem. A explosão vai chamar atenção para outra área, então se ele tiver algum problema isso vai gerar uma distração e ele sai de lá.

Sim, existe o risco deles ligarem os pontos e saber quem armou tudo aquilo, mas eu não acredito que tenha sobrado vestígios para uma investigação chegar até mim. De qualquer forma, sigo com Shiranai até a casa de meu amigo.

Chegando lá o rato parrudo se mostrava em dia ainda, apresento os dois e deito no sofá aguardando o treino dos dois. Durante os primeiros momentos acompanhei o treino de Shiranai, vendo que ela estava em boas mãos eu resolvo dormir um pouco.

Afofo o sofá mexendo com as mãos e deixando um local mais confortável para poder dormir. Ajusto também o travesseiro e, então, durmo.

Acordo depois de algum tempo e procuro os dois. Pelo visto tinham ido treinar em outro lugar, afinal de contas eu não escutava nada. Para minhas surpresa, no entanto, estavam os dois ali dentro. Quase assustei com os cabelos de Shiranai aparecendo.

- Olhaaaa! Sabia que ia dar certo! Tobias, muito obrigado viu. Depois mando aquele queijão que você gosta. - Dou uma piscada para o rato marombeiro antes de sair de sua casa.

Ao chegar até a casa de Catherine prestaria atenção nos sons dentro de casa, se parecesse haver algum sinal de luta sacaria minhas espadas e entraria já atacando os inimigos, se estivesse mais calmo entraria tranquilamente e diria:

- Explodiu, mas não devo ter matado ninguém que não merecesse… Eu acho. - Caso tivesse alguém além de meus amigos cotinuaria - Novos amigos? Quem são?

DetalhesFalas Kaplya
"Pensamento Kaplya" - Lukas
- Falas Lukas
*Histórico: POST 11 (⅚ - LUKAS )
Ganhos:2 espadas profissionais - durabilidade: média (+60 em força ou destreza por nível)+ 2 Rifles + 1 Espada
Perdas: 800.000 + (arma da Haru) 250.000 = 1.050.000 ฿S + Livros ( Investigação, Cartografia, Criptografia, Psicologia, artes de interrogatório, artes da lábia, artes da sedução e Falsificação) 1.000.000 - trocado pelos rifles = Total de gastos 1.050.000 ฿S
1 uso de fumo / Fósforo
Ferimentos: To benzão
*Objetivos:
- Comprar uma Espadinha
- Livros: Cartografia e Investigação
- Aprender as perícias Investigação e Cartografia
- Sair em uma aventura
- Me divertir


Lukas Sveta
Nenhum caminho me assusta, nenhum desafio me impede.




Madrinck
Ver perfil do usuário
Imagem : Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 NYcylhF
Créditos : 06
MadrinckEstagiário
https://www.allbluerpg.com/
Re: Os Monarcas - I Efeito Borboleta Sex Jul 09, 2021 12:28 am
John Doe o Escravo
Ascensão de um novo grupo


Eu ficava ali, parado, olhando tudo que acontecia, no começo eu já sentia que uma briga ocorreria, mas envolver Maria, mesmo sabendo que ela era minha amiga? Não, oque eu estou pensando, amigos de um escravo são tão miseráveis quanto um... Mas sinceramente acredito que aquilo não era certo, eu queria fazer algo para ajudar ela, ajudar Maria, eu já tinha a ajudado a ter uma vida melhor, já tinha ajudado ela a escapar de enrascadas na nossa época da prisão mas.... Aquele cenário era completamente diferente.

Enquanto eu via Maria provavelmente cair desacordada até o chão, enxergando claramente ela ser amarrada, eu andava de modo lento e sereno, me ajoelhava com cuidado ao lado de minha amiga caída e ajeitaria seus cabelos caso tivessem bagunçados utilizando somente a parte de trás de meus dedos para isso, Maria era a unica pessoa que eu realmente via diferente, não sabia o por que, mas desde quando eu era jovem eu e ela nós entediamos muito bem, infelizmente eu não poderia fazer nada em frente aos amigos do meu mestre.

Suspirando, mesmo que meu coração estranhamente se sentisse apertado eu o ignorava, ficando de pé novamente eu ia até o canto da parede, naquele momento já não importava com nada que estivesse ao meu redor, muito menos com as memorias que lentamente voltavam. Eu não queria saber de nada sinceramente, ficar calado e encarar o nada até aquilo acabar era o melhor, além do mais eu só obedeço, quem é o extravagante é o outro... Mas oque ele faria naquela situação? Do jeito que ele gosta de estragar a minha vida provavelmente pegaria Maria e fugiria, ou até mesmo desafiaria os amigos do mestre.

Todavia era claro que atacar Maria não parecia muito inteligente, talvez para eles, mas para mim numa visão mais serena não parecia o certo. Não, talvez fosse, além do Maria parecia lutar, se ela tiver mudado muito como eu vejo que mudou ela atacaria todos ali até cair ou talvez fosse só um blefe sua posição defensiva. Dificil dizer, fazia anos que não a via e anos é o suficiente para mudar completamente, bom, tirando eu que nunca mudo.

Caso ordens me fossem dadas para auxiliar a batalhar eu iria até a minha espada e iria ao suporte, mas caso fosse algo envolvendo machucar Maria ou por ela em perigo eu inicialmente ficaria muito resguardado em seguir as ordens, mas por fim as obedeceria.
Thanks, Lollipop @ Sugaravatars


Historico:
Numero de posts:9
Ganhos: Espada Classica
Perdas:250 mil (Espada)

_________________

Os Monarcas - I Efeito Borboleta - Página 12 UvhbRwr