Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Criação de AventurasOntem à(s) 11:33 pmporShioriII - Procura-se um BobôOntem à(s) 11:32 pmporShioriBad KarmaOntem à(s) 6:56 pmporMendoncaÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 6:00 pmporMendoncaLolo BanditoOntem à(s) 4:41 pmporVrowkÉmile SixthornnOntem à(s) 12:13 pmporGrenyAlvorecerOntem à(s) 10:21 amporAuroraCaitlyn G.Ontem à(s) 7:49 amporAchilesCap. 6 - TerritorialOntem à(s) 12:30 amporDeepCausamortis I - Damnatio.Sab Fev 04, 2023 9:52 pmporShiori

Capitulo II: Uma troca justa.

Shiori
Imagem :
Capitulo II: Uma troca justa. EEEWL0c
Créditos :
24
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Capitulo II: Uma troca justa. Qua Jan 18, 2023 12:01 pm


Capitulo II: Uma troca justa.


Agatha Baronesa [Agente]

não possui narrador definido.
Aberta

_________________

Capitulo II: Uma troca justa. YHVeK1M

Capitulo II: Uma troca justa. VYrwji0
Kenshin
Imagem :
Capitulo II: Uma troca justa. Ahri
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo II: Uma troca justa. Seg Jan 23, 2023 12:51 am





Capitulo II: Uma troca justa.

O encontro com a figura estranha na cafeteria realmente tinha me deixado bastante incomodada. “Alguém tão grotesco andando em um ambiente tão luxuoso, tem alguma coisa errada...” Pensava lembrando do homem que tinha aparecido mais cedo, o odor era tamanho que parecia que estava sentindo novamente.

Aquilo tinha me deixado bastante preocupada, o bastante para deixar Hany sozinha conhecendo a ilha enquanto tentaria investigar mais a fundo sobre a lenda da criatura “O indesejado”. – Talvez a conselheira consiga me ajudar com isso! Soltava um pensamento em voz alta enquanto caminhava pelas ruas da cidade.

Mas esse era meu objetivo principal, precisava encontrar com Ravena, pois tudo que estava acontecendo parecia um grande efeito dominó desde a aparição da mulher em Kano. “Uma conselheira, uma ilha macabra, uma akuma no mi e por fim, uma presença desconfortável aparecendo diante de mim!” Pensava traçando os acontecimentos que levaram até ali.

Assim que chegasse na embarcação que havia me trazido até aquela ilha, procuraria pela mulher que se dizia ser a conselheira designada para me guiar. – Alguém viu a Ravena? Perguntaria para os primeiros agentes que aparecessem na embarcação, assim que eles indicassem o local que poderia encontrar a mesma, seguiria calmamente até o mesmo.

Assim que encontrasse a mulher, me aproximaria calmamente balançando minhas nove caudas suavemente, assim que estivesse frente a Ravena retiraria minha mascara e me sentaria próximo a ela. – Ok! Falava dando uma pausa cruzando minha perna colocando a mão direita sob o joelho. – Coloquei minha mente no lugar, agora precisamos conversar sobre muitas coisas! Olhava para a mulher pelo canto do meu olho, tentando ver se a mesma estava prestando atenção.

- Ainda não sei se sua presença aqui é realmente para me guiar, ou para me espionar ao mandato dela... Mas neguei muita coisa do coven por muito tempo, e parece que agora está tudo batendo em minha porta. Batia com os dedos em meu joelho.

- Antes de conversarmos sobre essa historia de sucessora e bla bla bla, competição e bla bla bla, agora a pouco me ocorreu uma visita estranha. Me recostava na cadeira tentando ficar um pouco mais confortável para aquele assunto. – Em uma cafeteria, uma figura peculiar apareceu, pedindo por comida e abrigo, e isso me lembrou o conto de um Deus antigo, “O indesejado” Sabe alguma coisa dessa lenda? Ficaria atenta a tudo que a mulher tinha a falar.

- Sei que nosso coven é único, mas a presença de um ser como esses, não seria sinal para que covens rivais pudessem aparecer, ou pior que alguém esteja invocando eles para um proposito maior? Era muitas coisas na minha cabeça, mas precisava que Ravena me desse uma direção para poder estudar mais e me preparar para esse lado da minha vida que tinha sonegado esse tempo todo.



Histórico:

_________________

Capitulo II: Uma troca justa. J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Milabbh
Imagem :
Capitulo II: Uma troca justa. Cartas
Créditos :
00
Localização :
Ilhas Organ - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1609-ophelia-jester#17229 https://www.allbluerpg.com/t2189-zayn-suas-gostosas#24172
Milabbh
Pirata
Re: Capitulo II: Uma troca justa. Seg Jan 23, 2023 1:31 pm


CAPITULO II: UMA TROCA JUSTA
01

O vento frio outonal acariciava os cabelos e caudas da agente Harkness, que imersa em sua própria mente, ignorava o cenário em volta. Os cochichos de maravilha ou horror já eram bem conhecidos por ela, e ignorados com sucesso. A escuridão daquela manhã cinza também nao parecia incomodar, mas havia algo preocupante na atmosfera.

Bem como um presságio aterroriante, as peças de um quebra-cabeça bizarro começavam a se encaixar lentamente na cabeça de Agatha. Tudo parecia muito... Proposital? Não era possível afirmar, mas sabia que alguém poderia ajudá-la em seu novo dilema.

Caminhando pela cidade perdida em seus pensamentos, a mink buscava aquela que deveria ser a conselheira de seu Coven, Ravena. Determinada, a agente marchava até a embarcação e rapidamente recebia a visão de vários dedos apontando para um mesmo lugar, o refeitório.

Sentada de forma descontraída, Ravena encarava Agatha, que se sentava elegantemente na frente da conselheira. - Muitas coisas é...? Claro, fique à vontade, jovem bruxa. - Um sorriso era escondido por detrás da máscara da mulher, mas seus olhos denunciavam a feição. Ela ficava quase imóvel, prestando bastante atenção nas palavras da mink, prncipalmente quando a "visita" foi citada.

Claramente a linguagem corporal de Ravena mudou, uma vez que ela se ajeitou na cadeira e assumiu uma postura mais tensa, olhando em volta como se procurasse quem Agatha descrevia. - O indesejado é... Algo que não ouço falar há muito tempo. - Percebendo que a figura não estava ali, ela relaxava. - E isso só reforça o que lhe disse sobre ser a sucessora do Coven. Mas isso é assunto para outra hora. O importante agora é explicar sua visão.

A mulher se levantava e começava a mexer em suas coisas, sacando de lá um pergaminho de aparência decrépita. - Não há imagens, apenas descrições, e o que você descreveu é a primeira chave de outras 7 que libertam os antigos deuses em nosso mundo. - Colocando o pedaço de papel sobre a mesa, Ravena se apoiava sobre uma mão só em seguida. - E parece que as chaves estão te seguindo para que possa libertá-los.

Ao recuar, a mulher concedia a Agatha a visão do objeto sobre a mesa. A página rasgada e amarelada parecia ter vindo de um livro muito, mas muito antigo. A escrita estava em uma língua familiar, mas ainda estranha para a mink. No entanto, aquela disposição na página era inconfundível: Um ritual. E de tudo ali escrito, uma sentença saltava aos olhos, lia-se "Deuses Demônio".

- Eles continuarão aparecedo, sabe... Um por um, cada vez mais horrendos e difíceis de matar. Ahhh, e está enganada se acha que pode erradicá-los com esses truquezinhos do governo.  Você recisa de um poder maior, algo mais antigo, algo que enterrou bem fundo em sua memória. - Cruzando os braços e em tom de desafio ela continuava. - Acha que pode dar conta das 8 chaves, jovem bruxa? Estou aqui para tirar o resto de suas dúvidas e lhe guiar no caminho da noite. A pergunta que resta é, irá me acompanhar ou continuará negando quem é de verdade?



Narradin:
Legenda:

_________________

Capitulo II: Uma troca justa. YTpeD1K
Kenshin
Imagem :
Capitulo II: Uma troca justa. Ahri
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo II: Uma troca justa. Ter Jan 24, 2023 9:33 am





Capitulo II: Uma troca justa.

O caminho de volta à embarcação tinha sido tranquilo, a ilha em si parecia manter uma ordem bastante rígida, apesar da presença revolucionária na mesma. "Faço ideia da sujeira que esse lugar está tentando esconder do governo mundial!" Pensava ao passar pelas ruas da cidade, com os ventos frios esvoaçando em meus cabelos.

Mas esse não era um assunto prioritário naquele momento, apesar de adorar massacrar escórias revolucionárias, não estava ali a trabalho ainda, é algo muito mais intrigante rondava minha cabeça, algo que parecia que não demoraria para explodir em minha cara. Assim que chegava no barco que tinha me trazido à ilha, pedia algumas informações e todos apontavam para o refeitório da embarcação.

Chegando lá, poderia ver Ravena muito bem acomodada no local, quase como se fosse dona do ambiente. - Parece que se acostumou bem rápido! Falava me aproximando e arqueando minha sobrancelha direita.

Assim me sentava próxima à mulher e começava a conversar, sobre os recentes acontecimentos, e como aquilo havia me incomodado, mais do que eu tinha desejado, e assim novamente a mesma vinha com o papo de sucessão, assunto que não era tão agradável assim para mim e podia ser visto em meu rosto.

Ravena logo então informava o que era "O indesejável", se realmente o ser que tinha aparecido na minha frente com Hany, era a criatura… As informações eram meio complicadas de acreditar mesmo fazendo parte de um coven, falar que uma das oito chaves para libertar os deuses antigos aparecerá assim, na minha frente. "No mínimo complicado de entender isso tudo, mas qual o papel do coven nisso?" Pensava ao ver que Ravena colocava uma página rasgada em cima da mesa.

Não entendia direito o que estava escrito naquele papel, mas conseguia ver o seu título. "Deuses Demônios." Aquilo me intrigava. - Mas qual o papel deles com a libertação dos Deuses antigos? Questionava ao levar meu busto mais a frente para poder olhar o papel novamente.

- Sei que cultuamos Hécate e Lilith cada uma com sua linha e dogmas, mas qual vai ser o papel do coven, tenho de eliminá-los? ajudá-los? isso tudo ainda tá muito confuso, preciso voltar a estudar para poder entender melhor o que estou prestes a enfrentar! Me levantava indo atrás de uma xicara de chá, assim que conseguisse voltaria a me sentar próxima da Ravena.

- Teria alguma coisa que poderia me ajudar? algum livro? ou direcionamento? Dava alguns goles em minha xícara enquanto esperava que a mulher sanasse mais algumas coisas antes de saber como proceder e provavelmente iniciar a minha caçada.



Histórico:

_________________

Capitulo II: Uma troca justa. J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022