Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Criação de AventurasOntem à(s) 11:33 pmporShioriII - Procura-se um BobôOntem à(s) 11:32 pmporShioriBad KarmaOntem à(s) 6:56 pmporMendoncaÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 6:00 pmporMendoncaLolo BanditoOntem à(s) 4:41 pmporVrowkÉmile SixthornnOntem à(s) 12:13 pmporGrenyAlvorecerOntem à(s) 10:21 amporAuroraCaitlyn G.Ontem à(s) 7:49 amporAchilesCap. 6 - TerritorialOntem à(s) 12:30 amporDeepCausamortis I - Damnatio.Sab Fev 04, 2023 9:52 pmporShiori

Hellhounds 6 - Sands and Tears

Página 5 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
9
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B
Hellhounds 6 - Sands and Tears Qui Ago 18, 2022 11:10 pm
Relembrando a primeira mensagem :



Hellhounds 6 - Sands and Tears


[ Caçadores de recompensa]Shimizu D. Akira e Às E. Volkerbäll

não possui narrador definido.
Aberta

_________________


Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 HGWnxh1

Blindao
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
15
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Ter Out 04, 2022 9:31 pm

Narração
Aventura

O tritão como sempre era carismático, provavelmente por isso seu comportamento passasse despercebido. Todavia, quando Akira falou com Luna a mulher parecia um pouco confusa, já que, as informações obtidas por elas eram diferentes. – Estranho. Fiquei sabendo que o local do banquete foi mudado e o dia também... é para ser dentro de 3 dias. Ela deixava essa informação para seus aliados, pois, talvez fosse a verdadeira ou talvez ela houvesse sido enganada. O que seria difícil de acreditar, por motivo de suas capacidades.

Volkerball tinha algumas duvidas sobre o homem encontrado na noite anterior, Kassius Mormont. De fato, a caçadora tinha um ponto. Mas nem mesmo a princesa poderia afirmar que conhecia bem a personalidade do homem, já que, apesar de conhecer ele desde novo, o homem de madeixas louras era um enigma. Suas palavras nem sempre combinavam com suas expressões, vice-versa. Talvez fosse instinto de Às dizendo que ele não era confiável, quem sabe ela estivesse certa; ou não.

O decorrer do dialogo com Galahar era suficiente para mobilizar seus pensamentos e conclusões. A caçadora logo perguntava para o cavaleiro se poderia tê-lo como instrutor no domínio do Haki da Observação, ainda relutante e desgostoso, o home sabia que seria uma habilidade útil para a batalha que se seguiria.

Após seguirem até o campo de treinamento, o cavaleiro empunhou sua espada e explicou alguns pontos interessante sobre o Haki em questão. Durante a aula, Galahar balançou sua espada de dois gumes lentamente rumando o corpo cibernético de Às com objetivo de exemplificar o objetivo do haki.

Conforme o tempo passou, o cavaleiro começou a ter afeição pela caçadora. Ele via nela a sede por força cujo a tempos ele detinha. Ele viu que havia mais do que uma simples caçadora de dinheiro, como muitos viam os caçadores de recompensas, ele viu um objetivo a longo prazo e apesar de não admitir isto, ele acabou sendo um instrutor bastante útil e gentil.

Enquanto isso, Akira estava aproveitando para doutrinar suas habilidades aquáticas, apesar do clima seco e arenoso, o tritão aproveitou para reforçar suas capacidades e sua manipulação através do Jujutsu. Com termino do treino físico, Às queria aproveitar o restante da tarde para aprender um pouco de conhecimentos gerais; mais especificamente arqueologia. – Hum, temos alguém sim. O cavaleiro diria enquanto descansava após brandir freneticamente sua espada. – Erios! Galahar gritava para o seu fiel escudeiro que era mais proeminente em termos intelectual do que físico. - S-Sim! Ele era baixinho, esguio e tinha enormes olheiras. – A jovem Às está desejando aprender um pouco sobre a nossa arqueologia, instrua ela é uma ordem. Eu irei resolver algumas questões no arsenal. Ele diria e em seguida se retirava do campo.

O rapaz acenava com a cabeça em resposta a seu superior e em seguida se aproximava da caçadora com alguns livros em suas mãos. Ele era um pouco tímido e frágil, mas um exímio estrategista e proficiente em Arqueologia, principalmente sobre a cultura de Alabasta.


Histórico Akira:

Histórico Às:



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Kd8ijKy_d
Às
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 BcOqz4N
Créditos :
21
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Qua Out 05, 2022 4:28 pm



»» Sands and Tears ««

- Às Volkerbäll -


Ж


A informação de Luna, não tardaria a ser repassada a Galahad e os demais, a divergência de tempo, era razão suficiente para que pelo menos uma busca por informações pudesse ser feita a fim de certificar a todos de quando seria o dia do tal banquete.. Se questionada a respeito de um possível proceder, seria simples em retórica. - Vocês podem aproveitar Barolth, é uma boa oportunidade de se certificar da confiabilidade dele. - a análise era simples e prática, o que não ocorria no entanto com o treinamento de Haki. Com o principal cavaleiro do reino como instrutor, podia sentir no ar sua ponta de desgosto em ter de fazer aquilo, embora o homem, em um primeiro momento, conseguisse disfarçar seu incômodo comigo enquanto pacientemente me explicava os conceitos básicos do Haki de Observação. Não havia uma maneira fácil de realizar aquilo, porém o simples fato dele ser capaz de ensinar-me através de batalha era mil vezes, mais emocionante e interessante do que permanecer em silêncio, contemplando o nada e focada exclusivamente em meu interior, o tipo de coisa que não conseguia fazer senão em uma luta.

Os minutos tornaram-se horas e pouco a pouco, pude notar o ar entre mim e o cavaleiro suavizar, era difícil saber se algo havia mudado em relação a nós dois, mas também mudava um pouco da minha imagem daquela figura, reconhecendo não apenas sua experiência em combate, como também seu conhecimento e principalmente sua força. O treinamento, tornou-se diversão, e o desafio do Haki mais interessante, podendo sentir no passar daquelas horas um progresso sem igual, até efetivamente ser capaz de sentir a aproximação daqueles ao meu redor e primordialmente, as intenções de ataque de Galahad. Com o término do treinamento, pude relaxar um pouco, deixando-me cair no chão da área de treinamento por alguns minutos, questionando o homem logo em seguida a respeito de alguém que pudesse me ensinar mais sobre o ofício de arqueologia. Podia considerar a espera por alguém, mas nunca imaginei que a pessoa pudesse estar tão próxima a ponto de fazer o homem literalmente gritar por seu nome, fazendo-me fechar os olhos por alguns breves segundos dado a altura do grito.

Ei ei… - observava a breve conversa entre ele e Erios, um rapaz franzino com o qual ele direcionava para agir como meu tutor. O desenrolar de tudo aquilo, de certa maneira havia me paralisado, como se tentasse absorver aquela pouca informação com mais calma, mas logo desataria em risos. - Não se preocupe Erios, eu não mordo. - brincava com o rapaz, levantando-me enquanto o observava se aproximar com alguns livros. - Vamos para um local onde possamos nos sentar. - coçava a cabeça com um leve suspiro, lembrando da parte chata de tudo aquilo, que eram os livros que eu precisaria ler. - Eu espero não ter de ler tudo isso. Kihaahaha. - brincaria, antes de comentar sobre meu interesse. - Eu domino alguns assuntos, porém eu percebo que eu tenho uma dificuldade em investigar alguns assuntos referentes ao tema. - apontaria para meu olho cibernético. - Sirius me ajuda bastante com informações, porém não adianta nada ter informações que eu não consigo organizar de uma forma que eu possa solucionar um problema que esteja óbvio. - dividia meu lamento, puxando alguns livros e aguardando a orientação do mesmo a respeito do conceito de Investigação.

Início do Aprendizado - Investigação.

Embora não fosse um primor intelectual, começaria ouvindo tudo o que Erios tinha a dizer a respeito de Investigação, seus conceitos mais básicos até os avançados, onde procuraria com o auxílio do rapaz encontrar marcações e menções nos livros, de forma que pudesse realizar anotações e deduções, com as quais desde o primeiro momento debateria com o rapaz sem medo de ser repreendida. - Por favor, não hesite em me desafiar no assunto. - deixava claro que meu interesse era aprender o máximo possível e por isso, precisaria ser confrontada de maneira constante com o assunto. Com as anotações das dicas e pontuações das quais o rapaz achasse mais interessantes, executaria a leitura dos textos relacionados para então realizar novas anotações e debates com ele, para só então dedicar-me a algo mais prático, um exercício de investigação com elementos simples, cuja finalidade seria despertar em mim a atenção aos detalhes e acima de tudo a conexão entre meus conhecimentos, treinando minha mente para buscar o conhecimento que já possuía de maneira dinâmica.

Gastaria o tempo que fosse necessário para dominar tudo a respeito do assunto e somente após ele considerar-me pronta, que faria minhas últimas anotações antes de pedir algo para comer.

Fim do Aprendizado - Investigação.

Com o término do aprendizado, relaxaria um pouco na mesa, enquanto esperava a comida para saciar minha fome e as bebidas para matar minha sede. Porém, não deixaria Erios se ver tão facilmente livre de mim. - Ainda não acabamos. Preciso que você me ensine mais um pouco, mas desta vez preciso aprender melhor sobre fotografia. - deixaria o homem avisado, enquanto terminaria de comer o que tivessem nos servido antes de questionar Sirius. - Algum sinal de Sam? Já estou ficando preocupado com ela. - dividiria com o mecanismo meu anseio em ter a cientista aqui, para ver comigo o fragmento que havia obtido.















Histórico:






_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Z0zQdpF

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZaT0xpq
Yami
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Giphy
Créditos :
36
Localização :
Alabasta - 7ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t2273-hellhounds-7-born-to-hunt
Yami
Avaliador
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Qua Out 05, 2022 8:27 pm

Sands and Tears
- Falas | ~ Pensamentos



Apesar da divergência em questão de data, ao menos era confirmado por Luna sobre o tal banquete. Dava de ombros, sabendo que aquilo apenas nos daria mais tempo para se preparar, o que poderia ser crucial para nossa performance durante o conflito. — Vou tirar a ferrugem dos ossos um pouco. Depois, falarei com o esquisitão. — Comentava com minha irmã me referindo ao Major. E, assim o fazia, treinando meu domínio elemental de forma exemplar, ainda que estivesse enfraquecido pelo calor do deserto, sentia a conexão poderosa com o líquido da vida.

Sentava-me suado e cansado em um canto enquanto observava minha irmã finalizando seus treinamentos com o Haki do Armamento, sorrindo ao vê-la evoluindo daquela maneira tão admirável. Lembrava de sua menção que algo havia despertado em si após a luta contra Ras e, apesar de minhas instruções para treiná-la, ainda assim era melhor fazer com alguém mais competente. — Às, vou lá encontrar o vovô! Falar sobre os preparativos. — Com o aviso, chamaria Rango para vir comigo, talvez podendo ser útil naquela abordagem.

Pegaria o Vivre Card com minha irmã para ir atrás do sujeito. Sairia voando, se notasse que sua presença já não estava mais pela região, deixando Rango encarregado de conduzir a direção enquanto eu lidava com a parte aérea. Me aproximaria com cautela, ainda mantendo aquelas pequenas ressalvas quanto à índole do sujeito, talvez tendo a sorte de pegá-lo fazendo algo em segredo por não estar esperando minha aproximação. — Yo, velhote! — Diria lhe dando um susto, caso ainda não tivesse notado minha presença. Observaria o lugar, tentando me situar sobre onde exatamente nós estávamos. — Você passa uma primeira impressão bem impactante, vovô. — Iniciaria com um papo mole, tentando ainda pescar qual era a dele.

Minha irmã recebeu aquele bilhete. Vim ver o que queria tratar com ela. — Se me questionasse o motivo dela não estar ali, mas sim eu, explicaria de forma simples. — Ela está em treinamento agora. Haki da Observação demanda tempo para ser aprimorado… Fora que ela tem outros aprendizados engatilhados. Mas tudo o que poderia ser tratado com ela, pode ser tratado comigo! — Sorriria e apontaria para meu próprio rosto, indicando que não havia segredos entre nós. A escolha de palavras também havia sido pensada, pois caso ele não soubesse de nada, significava que era o outro Major que o bilhete se referia. Nesse caso, tentaria apenas desconversar, dizendo que Às deve ter se confundido. — E além do mais, Neph disse que devemos confiar em você. Sabe de algo sobre um tal banquete? — Revelaria um pouco, apesar de não estar tão contente com isso, precisando da colaboração dele naquela história toda. Além do mais, acreditava fielmente de que um sujeito que gostava de festas não podia ser tão mal assim. — E queria saber exatamente seu lado da história. Como qual seria o seu plano pra isso tudo… Como e com quem lidaríamos… E algo que também fiquei encucado: o que aconteceu com o outro Major que faltou à reunião? — Perguntava de forma direta.


  • Posts: 21
  • Ganhos: B$ 149.000.000 (metade da recompensa de Ras - Post 12)
  • Perdas: Minério Luminita (Post 12), B$ 1.000.000 (gorjeta Post 13)
  • Alterações: Depósito de B$ 249.000.000 no banco (Post 12)
  • Contagem Caçador: B$ 845.500.000 - Rank B (acrescido da recompensa de Ras, 298 milhões)
  • Players/NPCs: Ras Alh Gul, Princesa Nephthy, Rainha Inside, Major Balroth
  • Localização: Alabasta - 7ª Rota - Grand Line



PDV: 91.180/91.180
STA: 2.120/2.200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A

Força: 1500 +80 +440 +1000 +1000 +350 [Shigan] = 4.370 [Extravagante]
Destreza: 1685 +1000 = 2685 [Perito]
Acerto: 3670 +80 +440 +1200 +1155 Jujutsu = 6545 [Magnífico]
Reflexo: 188 +440 +1200 +1155 Jujutsu +350 [Kami-e] = 3333 [Perito]
Constituição: 1200 +80 = 1280 [Talentoso]

Agilidade: 4939 +350 [Soru/Geppou]
Oportunidade de Ataque: 3
Armadura: 0 +1000 +350 [Tekkai] +10% Força [Jujutsu]
Penetração: 0 +1000

Formas Zoans:

Qualidades:

Defeitos:

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

ToxicologiaVocê conhece e sabe identificar diversos venenos, sejam eles orgânicos ou não. Além disso, é capaz de produzir venenos, com os materiais e matéria prima necessários. Essa proficiência também contempla a criação de antídotos.

HipnoseAtravés de sugestões mentais, você pode tentar manipular o comportamento de um indivíduo.

FísicaVocê conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

DançaVocê conhece diversos estilos de dança e é capaz de executá-los com maestria.


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Médico de GuerraBônus: Ao estar sob os cuidados de um Médico de Guerra em meio a uma urgência, o jogador poderá receber um tratamento extremamente veloz (mas não necessariamente o ideal) para solucionar o problema que está enfrentando naquele instante. Entretanto, a solução é ilusória, gerando uma espécie de Pontos de Vida Temporários (narrativo) para que a pessoa possa procurar por um tratamento melhor ou finalizar um combate difícil de lidar. Além disso, remédios produzidos pelo Médico de Guerra são capazes de garantir efeitos bônus em capacidades físicas em uma maior duração durante um combate.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 1000
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 26 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 18 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum, antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 4 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.


Den Den Mushi BebêDescrição: Diferentemente do Regular, esses são usados pela sua portabilidade, é normal levar eles tranquilamente na mochila, o que ajuda a se comunicar com pessoas da mesma ilha que estejam longe de você, mas seu alcance não vai além de uma mesma ilha.


Water DialDescrição: São dials capazes de armazenar e liberar água, eles conseguem guardar um total de até 20l dentro deles de forma compactada, podendo liberar de forma controlada, ou pressurizada, dependendo do usuário. Ao ser usado para combate para disparos pressurizados, a água pode ir até 10m a frente, tendo 10 usos até a necessidade de recarga.


Enciclopédia Akuma no MiDescrição: O livro que contém o nome de todas as akumas conhecidas. O livro possui uma breve descrição de cada uma das akumas sem se aprofundar em suas capacidades ou fraquezas mas explicando o básico delas. Dessa forma um jogador com esse livro pode ver o código de sua akuma antes de comer ela, já sabendo das capacidades.


Roupas Típicas de AlabastaDescrição: Roupas Típicas de Alabasta, um turbante de cor azul claro e trajes confortáveis e folgados (calça, camisa de manga na cor branca e um lenço preso na cintura na cor azul). Todas bem resistentes, costuradas e aptas a vagar pelo deserto.



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 V8upj2D

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 YDNzcDa
Blindao
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
15
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Qui Out 06, 2022 8:44 pm

Narração
Aventura

O que antes era um simples Flash visual, agora era muito mais que isto. Afinal, Às havia conseguido dominar seu haki da observação exatamente exercendo ele durante uma batalha. Apesar de não ser uma luta entre vida e morte, como a caçadora estava habituada, era muito mais que isso. Galahar era um cavaleiro que sabia extrair o potencial daqueles treinados por ele, além dele mesmo é claro.

O tempo havia passado rápido, e os Flashs agora eram menções precisas de ações que poderiam ocorrer, como uma sensação sensorial muito mais aguçada que antes ela poderia chamar de: instinto. Agora era realmente uma habilidade única e rara perante seu uso para com os eventos futuros. Volkerball não era tola, pois, conseguia notar o poder e a maestria do cavaleiro apenas ao analisar os balanços de sua espada, suave, belo e intenso. Não era à toa que Sir Galahar era respeitado pela maioria. Sua força não era brincadeira, ainda que Às pudesse rivalizar com ele facilmente. Não era garantia que a vitória era certa.

Após concluído o treinamento, na parte da tarde a caçadora teria sido instruída pelo jovem escudeiro Erios, mesmo tímido e acuado, o rapaz tentava ao máximo transmitir seus conhecimentos que havia acumulado ao longo de sua vida; que não era muito, já que, era bem novo. Por sorte, Às detinha excelentes mecanismos que amplificavam sua capacidade de absorção de informações, facilitando e agilizando muito o aprendizado.

Já estava na hora do almoço e naturalmente haveria muita mais coisa que o jovem gostaria de falar para a caçadora sobre arqueologia. Contudo, ele possuía afazeres e tempo era algo precioso no castelo. Até porque, Às almejava aprender um pouco mais com o garoto. – S-Sim! Ele já dizia um pouco mais confiante e relaxado perto da mulher, já que, bastasse falar um pouco sobre seus gostos que ele conseguia relaxar por algum momento.

Volkerball teria compartilhado com Sirius, sistema, sobre o paradeiro da cientista Sam. Afinal de contas, a caçadora estava em posse de outro livro perdido de sua mãe. O sistema teria comunicado com um sinal em vermelho por meio de algumas letras sinalizando a seguinte, e breve, frase: Porto de Alabasta as 10 horas da manhã de amanhã. A mensagem piscaria por algumas vezes e em seguida desapareceria. Provavelmente sinalizando a chegada da cientista desde o momento em que os olhos da caçadora avistaram o fragmento de aculputura.

O tritão havia treinado também, mas terminado antes de sua aliada. O pouco tempo que ele esperou a caçadora finalizar seu treino, assistiu de camarote bastante animado como sempre. Shimizu teria avisado Às que iria encontrar o major com objetivo de averiguar as informações sobre a situação.

Após apanhado o Vivre Card, Akira voava para fora do centro de treinamento e seguia pela direção indicada do papel. Alguns minutos foram suficientes para o tritão notar que a mobilidade do papel diminuiria e seria fácil avistar aquele enorme velho de madeixas e barba escarlate comendo alguns aperitivos durante o horário de almoço. Ele estava com vários espetinhos de escorpião, aranhas e entre outros devorando com bastante fervor.

Quando o tritão desceu próximo do homem, o mesmo não pareceu nem um pouco surpreso, talvez já soubesse da vinda do tritão. – O que? Ah! O bilhete foi só pra dar um suspense na garotinha. Bwahahahaha! Ele ria com a boca cheia enquanto oferecia um espetinho para o tritão. – Pegue um meu netinho, está delicioso. Ele expressava um sorriso carismático e uma gentileza inigualável.

Akira havia feito algumas perguntas e, amigavelmente, o major Barolth respondia. – Claro, vamos dar uma pernada. Ele diria enquanto acenava para alguns vendedores, talvez já conhecessem ele ou sua boa reputação. – Oh! Que ótimo que minha netinha está se fortalecendo, será útil e vem em boa hora. Barolth diria em resposta após ouvir sobre treinamento de Às.

O enorme homem então proferia. - Meu plano é bem simples, netinho, vou expurgar todos esses ratos que se alastraram e corromperam a essência da nossa revolução. O que não são muitos, mas mais do que esperávamos. Tanto é que, tive que vir aqui ajudar o outro major. Ele diria enquanto terminava de comer os espetinhos e palitava os dentes.

Barolth era um cara simples, com gostos simples e com uma profunda gentileza em seu caráter. No entanto, não se engane com sua boa índole, pois, é uma besta indomável quando necessário. – Mandei alguns recrutas averiguarem a questão do dia e horário, parece que tem dois deles circulando. O primeiro seria hoje as 22 horas. O outro daqui a 3 dias as 20 horas. Por via das dúvidas, ordenei que se certificassem do horário. Ele concluía sua linha de raciocínio até jogar fora o palito ao qual usava para limpar os dentes.

Luna estava junto de Akira e teria questionado. – Como suspeite. Depois que ouvi o senhor falar sobre outra hora, fiquei em dúvida sobre as informações que obtive. A barda diria pontuando para o major. – Entendo. Esses imundos estão espalhando boatos com um deles sendo falso para despistar suspeitas. Barolth coçava o meio do peito parecendo bastante pensativo.

A barda então se pronunciava e afirmava sobre seu ponto de vista. – Acredito que a informação que vocês tiveram é a mais provável de estar errada. O major então olhou de relance para a mulher arqueando uma de suas sobrancelhas. – Oh... porque acha isso? Ele perguntaria de forma inocente, apesar de já estar um pouco ciente do motivo. – Porque é mais logico eles tentarem transmitir a informação falsa dentro mesmo da revolução do que fora dela. Confio em minhas habilidades de extração e não tenho duvidas de que o local e a hora serão daqui a 3 dias.

As palavras de Luna emitiam convicção e deixavam Barolth bastante apreensivo sobre a suposição da mulher. – Parece que você tem um ponto. O major complementaria, apesar de ainda estar indeciso se realmente seria a informação certa. A única coisa certa era que... o banquete iria acontecer, mais cedo ou mais tarde.

Histórico Akira:

Histórico Às:



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Kd8ijKy_d
Yami
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Giphy
Créditos :
36
Localização :
Alabasta - 7ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t2273-hellhounds-7-born-to-hunt
Yami
Avaliador
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Sex Out 07, 2022 12:01 pm

Sands and Tears
- Falas | ~ Pensamentos



Tá bem, eu volto atrás do que eu disse: o velho era gente boa! Cheguei todo marrento e, logo de cara, o major me oferecia petiscos típicos de Alabasta. Como não gostar de um sujeito desses? — Velho, você sabe mesmo como conquistar um homem-peixe, GHYAHAHAHAHA! — Cairia dentro daquele lanche, já enfiando alguns escorpiões goela abaixo enquanto sentia a crocância deles estalando em meus dentes. — Essa textura de areia dá um outro nível de sabor pra eles! Como pode um bichinho tão feio ser tão saboroso?! — Comentava, colocando agora algumas aranhas pra dentro também.

Acabaria acompanhando o Major com um humor completamente diferente do que eu havia chego até ali e, apesar dele ainda se esquivar da informação sobre onde estaria o outro Major, não me importava muito agora. O conflito entre os horários acabava sendo levado em pauta, com Luna esclarecendo que suas informações eram mais seguras do que as que o Major levantou. — Luna é muito boa nisso! As vezes ela descobre umas coisas que nem a própria pessoa sabe. — Botava a mão no lado da boca, como se estivesse contando um segredo pro Major. — Eu acho que ela lê mentes! Olha só. — Olhava para ela, dando razão para a minha hipótese. — Vou pensar num número de 1 a 100. Tenta descobrir! — Naturalmente eu pensaria no número 100, por ter sido o último número que eu mencionei e, na hora de pensar rápido, era o que vinha em mente mesmo. Mas duvidava que ela seria capaz de me ler com tamanha facilidade!

Me surpreenderia caso ela acertasse, e acharia que estaria fingindo caso errasse. De qualquer modo, riria com o Major, achando graça em toda a situação. — E isso nos dá tempo o bastante pra nos conhecermos, velhote! Além de nos prepararmos devidamente. — Concluía o pensamento ao mordiscar o último pedaço do lanche. — Considerando que o banquete ocorrerá em 3 dias, qual seria o plano de ataque? Vamos estar infiltrados lá, como ninjas?! — Fazia uns golpes no ar, simulando meus conhecimentos de ninjutsu. — Ou vamos chegar lá explodindo tudo e chutando a bunda de todos os vacilões? — Agora, começaria a chutar o ar, como se visualizasse um revolucionário malvado.

A importância de ter conhecimento sobre o plano era crucial para os preparativos que tínhamos em mente e saber tudo o que o Major sabia, era importante para desenvolvermos essa ideia. — Além do mais, não vou ficar esperando 3 dias pra agir. Com certeza existe algum figurão por aí que poderia ser derrotado para enfraquecê-los! Claro que não podemos ser tão agressivos a ponto de mudarem por completo os planos deles… Mas não devemos apenas esperar pra ver no que vai dar! — Diria com o peito inflado e a determinação a mil, querendo um pouco de ação para enfraquecer as tentativas conspiratórias dos revolucionários na tomada do poder.


  • Posts: 22
  • Ganhos: B$ 149.000.000 (metade da recompensa de Ras - Post 12)
  • Perdas: Minério Luminita (Post 12), B$ 1.000.000 (gorjeta Post 13)
  • Alterações: Depósito de B$ 249.000.000 no banco (Post 12)
  • Contagem Caçador: B$ 845.500.000 - Rank B (acrescido da recompensa de Ras, 298 milhões)
  • Players/NPCs: Ras Alh Gul, Princesa Nephthy, Rainha Inside, Major Balroth
  • Localização: Alabasta - 7ª Rota - Grand Line



PDV: 91.180/91.180
STA: 2.120/2.200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A

Força: 1500 +80 +440 +1000 +1000 +350 [Shigan] = 4.370 [Extravagante]
Destreza: 1685 +1000 = 2685 [Perito]
Acerto: 3670 +80 +440 +1200 +1155 Jujutsu = 6545 [Magnífico]
Reflexo: 188 +440 +1200 +1155 Jujutsu +350 [Kami-e] = 3333 [Perito]
Constituição: 1200 +80 = 1280 [Talentoso]

Agilidade: 4939 +350 [Soru/Geppou]
Oportunidade de Ataque: 3
Armadura: 0 +1000 +350 [Tekkai] +10% Força [Jujutsu]
Penetração: 0 +1000

Formas Zoans:

Qualidades:

Defeitos:

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

ToxicologiaVocê conhece e sabe identificar diversos venenos, sejam eles orgânicos ou não. Além disso, é capaz de produzir venenos, com os materiais e matéria prima necessários. Essa proficiência também contempla a criação de antídotos.

HipnoseAtravés de sugestões mentais, você pode tentar manipular o comportamento de um indivíduo.

FísicaVocê conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

DançaVocê conhece diversos estilos de dança e é capaz de executá-los com maestria.


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Médico de GuerraBônus: Ao estar sob os cuidados de um Médico de Guerra em meio a uma urgência, o jogador poderá receber um tratamento extremamente veloz (mas não necessariamente o ideal) para solucionar o problema que está enfrentando naquele instante. Entretanto, a solução é ilusória, gerando uma espécie de Pontos de Vida Temporários (narrativo) para que a pessoa possa procurar por um tratamento melhor ou finalizar um combate difícil de lidar. Além disso, remédios produzidos pelo Médico de Guerra são capazes de garantir efeitos bônus em capacidades físicas em uma maior duração durante um combate.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 1000
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 26 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 18 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum, antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 4 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.


Den Den Mushi BebêDescrição: Diferentemente do Regular, esses são usados pela sua portabilidade, é normal levar eles tranquilamente na mochila, o que ajuda a se comunicar com pessoas da mesma ilha que estejam longe de você, mas seu alcance não vai além de uma mesma ilha.


Water DialDescrição: São dials capazes de armazenar e liberar água, eles conseguem guardar um total de até 20l dentro deles de forma compactada, podendo liberar de forma controlada, ou pressurizada, dependendo do usuário. Ao ser usado para combate para disparos pressurizados, a água pode ir até 10m a frente, tendo 10 usos até a necessidade de recarga.


Enciclopédia Akuma no MiDescrição: O livro que contém o nome de todas as akumas conhecidas. O livro possui uma breve descrição de cada uma das akumas sem se aprofundar em suas capacidades ou fraquezas mas explicando o básico delas. Dessa forma um jogador com esse livro pode ver o código de sua akuma antes de comer ela, já sabendo das capacidades.


Roupas Típicas de AlabastaDescrição: Roupas Típicas de Alabasta, um turbante de cor azul claro e trajes confortáveis e folgados (calça, camisa de manga na cor branca e um lenço preso na cintura na cor azul). Todas bem resistentes, costuradas e aptas a vagar pelo deserto.



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 V8upj2D

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 YDNzcDa
Às
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 BcOqz4N
Créditos :
21
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Sab Out 08, 2022 12:44 am



»» Sands and Tears ««

- Às Volkerbäll -


Ж


Com a pausa para o almoço em vista, podia relaxar não apenas dos treinamentos como também das horas que havia gasto até então com Erios com o aprendizado de arqueologia. Por mais cansativo que fosse o estudo, o rapaz conseguiu conduzir o ensinamento com bastante tranquilidade e sabedoria, deixando claro a cada palavra dita, o quanto ele amava e apreciava tais assunto. - Nos vemos em alguns minutos então. - dizia de maneira animada, seguindo rumo a cozinha para forrar o estômago de comida e bebida o qual faria com bastante prazer, uma vez que precisava me alimentar para esquecer o cansaço da luta e distrair minha mente dos livros e estudos. Em meio ao momento de alimentação, podia notar através da interface de Sirius uma menção de Sam mediante uma mensagem, informando-me que ela estaria na ilha na manhã seguinte. - Ah finalmente! - comentei em sinal de alívio e uma generosa ponta de animação. Do almoço, tiraria um tempo a mais para o descanso, antes de ir outra vez ao encontro de Erios, chamando-o para retomar os aprendizados, porém desta vez tinha como interesse em outra coisa, a Fotografia.

Início do aprendizado - Fotografia

Com Erios novamente a disposição, aproveitaria para conversar com ele a respeito do meu interesse no assunto, sugestionando ao homem o quão útil tal conhecimento serviria a mim, não apenas no aspecto de combate e estratégia, como também na arqueologia. - Eu pude ler brevemente sobre o assunto, mas parece que ele é muito mais do que simplesmente tirar uma foto. - comentaria, compreendendo que haveriam conceitos mais complexos e necessários para serem apresentados a mim. Por isso, tal como havia feito antes, me dedicaria intensivamente ao domínio de tal proficiência, buscando conhecer e entender melhor as técnicas e conceitos que fazem uma boa fotografia e eventualmente, atrelar seu conhecimento a arqueologia, estudando e debatendo com o rapaz, quais pontos eu deveria priorizar para tirar uma boa foto para só então, voltar a por Sirius na pauta. - Acredito que, eventualmente, talvez eu seja capaz de não usar uma câmera convencional, mas sim o meu mecanismo. - apontaria para meu olho cibernético e então, passaria a treinar fotografia, primeiro com os aparelhos necessários e só então com Sirius, onde poderia explorar as capacidades do mecanismo e sua viabilidade em registrar através de fotos com ótima qualidade.

Gastaria o tempo que fosse preciso e após o aprendizado finalizado, agradeceria Erios com um abraço forte, porém bastante sutil. - Obrigada pela ajuda! - diria. - Mas agora eu preciso descansar, preciso estar de pé bem cedo. - comentava, antes de partir até o quarto em que estava hospedada.

Fim do Aprendizado - Fotografia

Com meus afazeres finalizados, seguiria para meu quarto a fim de ter um merecido descanso. Sabia que Akira havia ido atrás de Barolth, mas se não tinha notícias até então do ruivo, pelo menos tinha consciência de que ele não estava passando por nenhum apuro. Desta maneira dormiria e acordaria no dia seguinte bem cedo, onde gastaria as primeiras horas da manhã com o treinamento físico para só então, seguir até o porto, próximo do horário em que Sam chegaria, onde receberia a mulher com animação, não perdendo tempo em mostrar-lhe o fragmento obtido. - Sua pista estava certa! Conseguimos mais um! - diria com um sorriso largo. - Fez boa viagem?















Histórico:






_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Z0zQdpF

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZaT0xpq
Blindao
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
15
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Sab Out 08, 2022 10:05 pm

Narração
Aventura

O tritão era cativado pelo ótimo humor e carisma natural de Barolth, era quase como se fossem avô e neto. – Eles não dizem, mas parece que usam algum tipo de farinha feita de coco pra transformar seu exoesqueleto nessa crocância. O velho ruivo diria com bastante entusiasmo.

No decorrer da conversa, Akira ratificava as palavras de sua aliada e tinha total certeza de que as informações dela seriam as corretas. Tal fato é, faria um teste provando isto. – Eu diria 100. Luna soltaria um sorriso descontraído, apesar da situação, mas por motivo de conhecer bem Shimizu e seu jeito simplista.

O tritão era carismático como sempre, perguntando como seria o plano de ataque e até mesmo gesticulando um jeito ninja. Barolth por sua vez, ria simpaticamente ao tempo que colocava a mão na barriga por achar fofo o jeito do garoto. – Na minha terra natal dizem o seguinte ditado: “Braços fortes racham pedras como queijo.” Ele gesticulava mostrando seu bíceps volumado pelo Pump.

Akira chegou até mesmo comentar sobre chegar lá explodindo tudo. – Calma lá meu jovem. Não podemos nos precipitar e acabar machucando pessoas desnecessárias. Pelo menos o máximo que pudermos evitar. Barolth era uma montanha de músculos, pouco intelecto, mas não era tolo ou inocentes demais, apenas bastante gentil. Talvez fosse sua fraqueza, afinal.

- Se considerarmos que a informação da jovem netinha ali. O Major apontaria para a bela barda. – For realmente a verdadeira... então iremos eu e mais dois de minha equipe para resolver o mais pacifico possível. Algumas bundas serão chutadas, mas o principal é organizar e reintegrar os membros para a verdadeira revolução. Não essa corroída e bagunçada causa. Ele diria balançando a mão de forma espontânea. – Os outros dois que iram comigo serão os inquisidores, peritos e profissionais nessa área para julgar e decretar os lideres da RA. Por isso minha parte será mais a guarnição. Ele terminava de falar ao tempo que parava de caminhar e ajudava uma idosa a arrumar a haste de sua tenda, pois, estava rachada e parecendo que ia cair.

A velhinha estava ansiosa para resolver, mas era baixa demais para arrumar. No entanto, Barolth durante o tempo que conversava com o tritão, travou uma de suas mãos sobre o metal em forma de haste e apertou, apertou mais, até uniformizar e deixar mais firme. – Obrigado meu filho. A senhora diria baixando sua cabeça enquanto o homem apenas acenava com um sorriso super amigável, voltando a caminhar novamente com o tritão e a bardista.

- Eu até posso ser o superior nessa missão a pedido de Malahuk, mas os inquisidores que serão responsáveis por dar o veredito. O homem diria retornando ao assunto sobre o plano. – Com você e a minha linda netinha as coisas serão mais tranquilas para ser resolvido. Major proferia com sinceridade e bastante convicção, parecia até mesmo que conhecia os caçadores de longa data, o que era estranho. Todavia, Barolth sem duvidas era um homem muito peculiar.

Neste meio tempo, Às estava sendo instruída por Erios sobre fotografia. Com ajuda do equipamento correto e as informações certas, seria bastante fácil para caçadora aprender sobre fotografar. Era uma proficiência simples, mas que demandava um pouco de foco e criatividade para ajustar ângulos, sombras e etc.

O tempo havia passado, poucas horas na verdade, foram suficientes para a caçadora conseguir entender bem o conceito de retratos emitidos pela câmera. Ainda restava tempo, devia ser por volta das 18h30m da noite. Tanto que o por do sol estava sumindo, tanto Às quanto Akira notariam isso.

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Ren-pa-lian-po

Quando o tritão notava, Barolth havia dado a volta na cidade com o caçador e paravam em frente ao castelo. – Vá descansar, meu netinho querido. Amanha se quiser venha me encontrar com este mesmo papel. Podemos nos exercitar um pouco. O velho revolucionaria proferia amigavelmente e em seguida daria um bom abraço no tritão, soprando ao seu ouvido delicadamente, e em Luna. – Até mais. E terminava de dizer e retornaria a caminhar em direção ao centro da cidade. – Que homem mais inusitado. A barda diria expressando um pequeno esboço de sorriso. Ela já havia visto muitos tipos de homens, muitos machões, bêbados, nefastos e entre outros, mas poucos foram aqueles que divergiram disso; Barolth era um deles.

Apesar do Major não ter falado tudo, até porque não cabia aos caçadores certas informações, ele havia sido bastante sincero e otimista para com a ajuda de Akira e eventualmente de Às. Ele era extremamente poderoso, mas não usava a força como um ponto chave a seu favor. Sendo muito mais profuso em palavras. O que era incomum para seres da patente dele.

Histórico Akira:

Histórico Às:



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Kd8ijKy_d
Yami
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Giphy
Créditos :
36
Localização :
Alabasta - 7ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t2273-hellhounds-7-born-to-hunt
Yami
Avaliador
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Seg Out 10, 2022 11:59 am

Sands and Tears
- Falas | ~ Pensamentos



Luna tinha poderes psíquicos, eu sabia! Minha cara de espanto era enorme, mesmo que eu já tivesse confirmado tal teoria anteriormente. Claro que riria da situação, mas por dentro eu ficava tenso em imaginar Luna invadindo meus pensamentos. E se ela conseguisse descobrir que eu danço de cueca na frente do espelho antes do banho? Seria algo difícil de explicar. — Eu amo queijo! — Diria como um reflexo sobre o ditado expressado pelo Major.

Durante nossa caminhada, pude ver um reflexo de Ísis em meio às ações do revolucionário, auxiliando uma senhora quando mais ninguém o fazia. O flashback de Ísis ajudando as crianças no beco imediatamente surgia em minha mente, me fazendo olhar de um modo diferente para Balroth, que não aparentava ser alguém ruim, no fim de tudo. O ajudaria de imediato, é claro, deixando a senhora bem assistida após nossa partida. — Sabe, se não fosse por esse calor dos infernos e esses revolucionários ambiciosos… Essa seria uma ilha que eu chamaria de paraíso. O pessoal daqui é legal, e sempre vejo uns ajudando aos outros. — Era impossível tirar o sorriso de canto de boca que havia surgido em minha face. — Sabe, não sou daqui, mas quero levar esse lugar à sua antiga glória. Torná-lo um lugar onde as pessoas podem festejar, serem amigas e serem livres, sabe? — Era simplista o meu modo de falar, mas carregava consigo uma pureza maior do que de qualquer diamante bruto.

E não se preocupe com o veredito! Eu, meu irmão e minha irmã aprendemos muito com nossas irmãs Minks. Temos um faro apurado para julgar as pessoas! — Comentava, acreditando que nosso senso de justiça e discernimento fossem grandes o bastante para determinar os melhores meios de resolução. — Nos encontramos amanhã então, velhote. Se cuida! — Já tratando-o como um bom aliado, me afastava dele enquanto ouvia o comentário de Luna, abrindo um sorriso enquanto mantinha minhas mãos atrás de minha cabeça. — Ele é esquisito, mas tem bom coração! Muitas pessoas poderiam dizer o mesmo de mim, então consigo sentir empatia pelo velho, GHYAHAHAHA! — E não mentia. Pessoas costumavam me maltratar por conta de minha raça e, depois de superar isso, ainda precisavam superar o meu jeito espontâneo e alegre, o que nem todo mundo apreciava.

Muito mais tranquilo do que quando eu havia saído do castelo, retornava para o encontro de Às para lhe contar as novidades. Caso encontrasse minha irmã, partilharia as informações sobre minha conversa com o Major enquanto jantávamos, deixando claro a minha segurança quanto ao grande velho. — Concluímos que realmente deverá acontecer dentro de três dias. A abordagem que ele planeja seria mais diplomática, inicialmente. Como sabemos bem que isso não vai dar certo, precisaremos estar dispostos. Estava pensando em te deixar responsável por lidar com esses revolucionários, enquanto lidaria com os traidores da corte. O que acha? — A ideia ainda era rasa, mas seria um bom começo.

De qualquer maneira, seguiria o dia mais tranquilo, apenas desfrutando de uma boa hospitalidade enquanto renovava minhas forças. Tentaria descobrir sobre Mizuki e Rango, chamando-os para o castelo caso estivessem melhores. Assim, com tudo ajustado do jeito que deveria estar, adormeceria pesado, esperando pelo novo dia surgir.


  • Posts: 23
  • Ganhos: B$ 149.000.000 (metade da recompensa de Ras - Post 12)
  • Perdas: Minério Luminita (Post 12), B$ 1.000.000 (gorjeta Post 13)
  • Alterações: Depósito de B$ 249.000.000 no banco (Post 12)
  • Contagem Caçador: B$ 845.500.000 - Rank B (acrescido da recompensa de Ras, 298 milhões)
  • Players/NPCs: Ras Alh Gul, Princesa Nephthy, Rainha Inside, Major Balroth
  • Localização: Alabasta - 7ª Rota - Grand Line



PDV: 91.180/91.180
STA: 2.120/2.200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A

Força: 1500 +80 +440 +1000 +1000 +350 [Shigan] = 4.370 [Extravagante]
Destreza: 1685 +1000 = 2685 [Perito]
Acerto: 3670 +80 +440 +1200 +1155 Jujutsu = 6545 [Magnífico]
Reflexo: 188 +440 +1200 +1155 Jujutsu +350 [Kami-e] = 3333 [Perito]
Constituição: 1200 +80 = 1280 [Talentoso]

Agilidade: 4939 +350 [Soru/Geppou]
Oportunidade de Ataque: 3
Armadura: 0 +1000 +350 [Tekkai] +10% Força [Jujutsu]
Penetração: 0 +1000

Formas Zoans:

Qualidades:

Defeitos:

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

ToxicologiaVocê conhece e sabe identificar diversos venenos, sejam eles orgânicos ou não. Além disso, é capaz de produzir venenos, com os materiais e matéria prima necessários. Essa proficiência também contempla a criação de antídotos.

HipnoseAtravés de sugestões mentais, você pode tentar manipular o comportamento de um indivíduo.

FísicaVocê conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

DançaVocê conhece diversos estilos de dança e é capaz de executá-los com maestria.


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Médico de GuerraBônus: Ao estar sob os cuidados de um Médico de Guerra em meio a uma urgência, o jogador poderá receber um tratamento extremamente veloz (mas não necessariamente o ideal) para solucionar o problema que está enfrentando naquele instante. Entretanto, a solução é ilusória, gerando uma espécie de Pontos de Vida Temporários (narrativo) para que a pessoa possa procurar por um tratamento melhor ou finalizar um combate difícil de lidar. Além disso, remédios produzidos pelo Médico de Guerra são capazes de garantir efeitos bônus em capacidades físicas em uma maior duração durante um combate.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 1000
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 26 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 18 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum, antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 4 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.


Den Den Mushi BebêDescrição: Diferentemente do Regular, esses são usados pela sua portabilidade, é normal levar eles tranquilamente na mochila, o que ajuda a se comunicar com pessoas da mesma ilha que estejam longe de você, mas seu alcance não vai além de uma mesma ilha.


Water DialDescrição: São dials capazes de armazenar e liberar água, eles conseguem guardar um total de até 20l dentro deles de forma compactada, podendo liberar de forma controlada, ou pressurizada, dependendo do usuário. Ao ser usado para combate para disparos pressurizados, a água pode ir até 10m a frente, tendo 10 usos até a necessidade de recarga.


Enciclopédia Akuma no MiDescrição: O livro que contém o nome de todas as akumas conhecidas. O livro possui uma breve descrição de cada uma das akumas sem se aprofundar em suas capacidades ou fraquezas mas explicando o básico delas. Dessa forma um jogador com esse livro pode ver o código de sua akuma antes de comer ela, já sabendo das capacidades.


Roupas Típicas de AlabastaDescrição: Roupas Típicas de Alabasta, um turbante de cor azul claro e trajes confortáveis e folgados (calça, camisa de manga na cor branca e um lenço preso na cintura na cor azul). Todas bem resistentes, costuradas e aptas a vagar pelo deserto.



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 V8upj2D

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 YDNzcDa
Às
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 BcOqz4N
Créditos :
21
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Seg Out 10, 2022 10:09 pm



»» Sands and Tears ««

- Às Volkerbäll -


Ж


Era imensamente grata a Erios pelo tempo prestado a transmitir para minha pessoa um pouco do seu conhecimento, a prova disso não estava somente implícita na dedicação e afinco com o qual havia me disposto a aprender, ou nos sorrisos de animação que deixava estampado em minha face, quando notava meu gradativo progresso até o domínio da proficiência, fazia questão de deixar claro em palavras de puro agradecimento. - Eu nem sei explicar o quanto sou grata pela ajuda. - respondia ao fim de tudo, recolhendo os livros para o rapaz. - Alabasta está bem servida de intelectuais. - o elogio era sincero, tal como minhas feições naquele momento, não havia exageros na fala e muito menos uma tentativa de dissuadi-lo da realidade. - Tenho certeza de que em breve perceberão que você será mil vezes mais eficiente como um estrategista ou conselheiro do que um soldado. - reconhecimento de valor, era algo que podia entender minimamente, especialmente por ter observado desde cedo o quanto alguém no lugar certo para suas capacidades era capaz de fazer.

Com a barra do dia próxima de seu fim, despedia-me do rapaz, caminhando pelo palácio rumo a cozinha. - Não importa o quanto eu ande por aqui, ainda continua muito estranho. - sussurrava, observando a arquitetura e luxuosidade. Diferente de Erios, eu não servia para estar em um castelo, com tramas e estratégias complexas. Bastava soltar dos livres para sentir-me estranhamente ansiosa pela batalha, ainda sem saber ao certo quando iríamos à luta. Chegaria a cozinha, antes de Akira, servindo-me de rum e petiscos antes de sua chegada com Luna. - Pelas sorrisos, acho que você e Balroth se deram bem. - comentaria a uma primeira vista, ouvindo do ruivo tudo o que ele tinha a dizer, inclusive sobre os três dias até o ataque. - Então temos tempo…muito tempo. - respirava profundamente, um misto de lamento e alívio na ponta dos lábios. - É, diplomacia é boa, mas é melhor não me ter na negociação. - olharia para meu irmão e ele saberia bem do porquê falar aquilo, se por um acaso eu estiver no momento, certamente bastaria um olhar atravessado ou uma palavra mal dita, para eu mesma encerrar a diplomacia com um soco.

Que bom que pensou nisso. - colocaria minhas costas na cadeira, aliviada pela sugestão do ruivo. - Ver o que eles fazem com a revolução me embrulha o estômago e só de lembrar que eles estavam naquele buraco, fazendo tudo aquilo pelo qual deveriam combater só me deixa mais irritada. É como se a atitude deles me machucasse diretamente. - explicaria, comendo mais um pouco de comida a fim de aplicar a frustração. - Acho que será melhor dessa forma, eu resolvo minha pendência com a revolução, você livra Alabasta daqueles que querem o mal para o local. - era simples e direta, tal como minha refeição logo em seguida, enchendo a barriga antes de enfim partir para a cama, onde procuraria descansar bem, pois no dia seguinte, seguiria cedo para o porto, onde aguardaria a chegada de Sam, carregando comigo o fragmento que havia coletado, lendo-o ainda sem entender nada do assunto.















Histórico:






_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Z0zQdpF

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZaT0xpq
Blindao
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
15
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Seg Out 10, 2022 11:25 pm

Narração
Aventura

A forma de pensar de Akira para com Alabasta era louvável, até mesmo admirável aos olhos de qualquer um; principalmente Barolth. Apesar de não ser a terra natal do major ou muito menos o local de atuação dele, pois ele estava lá como um apoio extra, isso não mudava o fato de que ele queria alinhar a revolução lá. Afinal de contas, parte da célula havia se corrompido.

Após a despedida, Shimizu e Luna conversavam um pouco ao tempo que o velhote ia se distanciando. O tritão comentava na discriminação que sempre sofria, mas que nem sempre era um fator decisivo. Até porque sua personalidade carismática sempre era um ponto forte a seu favor. Diferentemente de seu lado impulsivo.

Uma vez dentro do castelo, Akira e Luna notavam diversos soldados patrulhando e olhando com um pouco de desconfiança, mas ainda sim entendendo que os caçadores possuíam liberdade para se mover lá, os guardas nada diziam.

Às havia sido instruída pelo jovem escudeiro Erios, chegando até mesmo elogiar o garoto por sua boa índole e orientação. Ainda que novo, era bastante mestrado na arte do conhecimento e conseguirá transmitir com eficiência para a caçadora.

Outra vez na cozinha do castelo, onde apenas alguns serviçais lá estariam, Akira teria ido lá para encontrar com sua parceira, Às, que estava se servindo de uma bebida para aliviar o dia tenso. Após uma breve interação, os caçadores teriam ido para seus aposentos para aproveitar a boa noite de sono.

A noite voava e o dia logo amanhecerá, Volkerball estava recém acordando e notando uma certa movimentação pelo castelo. Não era nada incomum, apenas os serviçais de um lado para o outro para arrumar o café da manhã para a família real. Sem delongas, a caçadora teria ido até o porto em busca de aguarda a chegada de Sam, mesmo que estivesse mais cedo que o combinado.

Inesperadamente, a mulher havia chegado mais cedo que o combinado e por sorte Às estava esperando no porto. A cientista avistava a caçadora e logo acenava para ela com alegria. O navio havia atracado no porto e Sam descerá com um pouco de agilidade e ansiedade por motivos óbvios. – Olá!!! Estava louca para ver você e essa belezinha aqui. Ela diria logo apertando a mão de Volkerball com suas duas mãos e olhando o fragmento que estava em posse da caçadora. – Uau, não sei como sempre você consegue achar eles! Os olhos da mulher cintilavam em frenesia pela obra prima que ela tanta adorava.

Enquanto isso, Akira ainda estava no seu aposento dormindo como um bebezinho até ouvir seu Den Den Mushi tocar. Atendendo com um pouco de lerdeza, a voz do outro lado seria de Rango. – Acorda flor do dia! Preciso que venha ver a Mizuki, acho que a ferida dela piorou. Diacho! Rango expressava um pouco de aflição, já que, ele não entendia nem um pouco sobre medicina. Em sua cidade natal, feridas escuras e sujas eram normais, por se tratar de um homem do interior. Contudo, após velejar com Akira e ver de perto as habilidades curandeiras do rapaz, ele havia entendido um pouco sobre identificar se estava bom ou ruim os ferimentos.


Histórico Akira:

Histórico Às:



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Kd8ijKy_d
Às
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 BcOqz4N
Créditos :
21
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Qua Out 12, 2022 7:30 pm



»» Sands and Tears ««

- Às Volkerbäll -


Ж


O som raiou cedo como parecia ser de costume por ali, ainda que levantasse próximo ao raiar do dia, podia notar a distância os sons de pessoas a andarem pelo castelo, funcionários que se revezavam para a execução das tarefas do palácio e em especial, aqueles que se certificaram de deixar o café da manhã devidamente pronto para aqueles que ali estavam, presos ao não os sonhos de uma noite de descanso. Não havia tempo a perder e por isso mesmo já estava pronta para ir ao café tão rápido quanto havia me colocado de pé naquela manhã. A refeição balanceada podia ser inesperada, mas saí do palácio com alguns lanches a tiracolo e o fragmento preso a minha cintura, caminhando sem grande pressa até o porto, onde fiquei à espera de Sam com notável paciência. Em meio a espera, passava a ler o conteúdo do fragmento de maneira bem simples, pois afinal de contas, não importava o que lá estivesse, eu certamente não entenderia uma vírgula do assunto. A leitura, no entanto, não durou muito tempo, pois a mulher me surpreendia ainda no porto com sua chegada, mais cedo do que imaginava.

Pensei que você fosse chegar mais tarde. - comentava a distância, observando-a se aproximar rapidamente em minha direção. - Sua pista estava certa mesmo. Acabou que encontrei-o nas mãos de uma colecionadora. - diria de maneira breve toda a situação que envolverá Zakiyah. - Bom, se você continuar a ter pistas de onde estão os demais, procurar fica mais fácil pra mim. - diria com um largo sorriso, enquanto apontava para o navio. - Acha melhor vê-lo lá dentro? Além do mais… - puxaria a manga do casaco que vestia, revelando os cortes que Ras havia feito no metal. - Não foram danos que comprometem o corpo, mas ainda sim, acho melhor reparar eles. - expressaria minha preocupação com a manutenção de meu corpo. - Fora que estamos muito perto de entrar numa grande confusão, então preciso estar próxima do meu máximo potencial. - as palavras eram sérias, mas brincava ao final delas, até porque reconhecia bem o valor daquelas partes mecânicas para Sam.

Daria o fragmento para ela e se a mesma desejasse, iria para o interior do navio, onde me colocaria à disposição para os reparos necessários. - Nota algo de diferente nessas páginas? Além do conteúdo é claro… - suspirava suavemente. - …a colecionadora não era a dona original do livro, o que indica que o dono original pode ter sofrido alguma coisa, ou mesmo ter sido morto. Só queria saber, se for possível, quem tinha posse desse conhecimento. - uma pergunta sincera, enquanto permaneceria em silêncio, a fim de ouvir tudo o que Sam teria para me dizer a respeito.















Histórico:






_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Z0zQdpF

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZaT0xpq
Yami
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Giphy
Créditos :
36
Localização :
Alabasta - 7ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t2273-hellhounds-7-born-to-hunt
Yami
Avaliador
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Qui Out 13, 2022 11:24 pm

Sands and Tears
- Falas | ~ Pensamentos



Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Sleep-dormida

Ah… Que soninho do bom. O corpo dormente e a mente distante renovava o espírito do jeito que eu precisava. Ainda bem que havia feito uma boquinha na noite anterior, permitindo que descansasse com a barriga cheia, sem a necessidade de um assalto a geladeira no meio da madrugada. Entretanto, acabava despertando com o som característico do caracol, enquanto esfregava os olhos e tirava o fio de baba que havia em minha bochecha. — GHYAAAA! Que sono… — Resmungava, enquanto bocejava e ia tateando meus pertences, atrás do maldito caramujo falante. — Moshi moshi! — Dizia com uma voz meio arrastada, ainda cheia de sono.

A informação imediatamente me fazia despertar, como uma injeção de adrenalina sendo enfiada diretamente em meu coração. Imaginava que Mizuki já estaria melhor nessa altura do campeonato. Havia constatado que os ferimentos não eram tão graves e, com as chamas, sabia que a recuperação seria muito melhor do que de qualquer outro ser humano comum pudesse ter. — A caminho! — Levantava-me e saia correndo pela porta do quarto, atropelando tudo no caminho. Acabava tendo que voltar quando me tocasse que estaria pelado, pois era o melhor jeito que eu havia encontrado para dormir durante o calor intenso de Alabasta.

Após enfim pegar meus pertences e sair do castelo às pressas, bateria as asas para partir na direção do hotel em máxima velocidade. Mesmo encurtando a distância dessa maneira, sentia-me extremamente agoniado em todo o trajeto, sentindo como se demorasse horas para chegar. Quando enfim alcançasse a região conhecida, sairia invadindo o hotel sem nem avisar para a portaria, batendo na porta com desespero até que Rango a abrisse. — Bom dia, Sarnento. É muito grave? — Perguntava enquanto já ia abrindo minha maleta de medicamentos, colocando na cama ao lado de onde Mizuki estava adormecida.

Novamente, faria todos os procedimentos necessários para o diagnóstico e tratamento. Abriria sua ferida, tentando identificar melhor o interior, bem como retirar todos os vestígios que pudessem ter passado despercebidos anteriormente. — Uma ferida normal não teria ficado desse jeito após o tratamento de ontem. Pode ter algo a mais por aqui. — Comentava enquanto aplicava uma solução para limpar melhor a região. Interpretando que haveria a necessidade de refazer os pontos de seu ferimento, assim o faria, aplicando remédios pertinentes para alívio da dor e dos danos. No fim, após toda a intervenção feita, começaria a esfregar minhas mãos uma na outra, as aquecendo, na medida em que intensificava as chamas da vida em minhas palmas. Colocaria-as em cima dos ferimentos, fechando os olhos para facilitar na concentração e intensificar, de maneira a gastar uma energia interior muito maior do que o de costume, as chamas para acelerar sua taxa de regeneração. — Melhor levá-la até o castelo. Ainda que precise de descanso, o fato dela estar próxima da gente e de sermos capazes de tratá-la com uma equipe se necessário pode ser a diferença entre uma boa e uma má recuperação. — Comentaria com meu irmão e com minha amiga, sendo bem sincero sobre o que eu havia diagnosticado ali.

Claro que Rango poderia ter exagerado naquilo tudo e, talvez, a ferida de Mizuki estivesse exatamente do jeito que deveria estar, mas não podia arriscar a sorte. Independente da situação, acabaria por pegar Mizuki em meu colo, poupando-a do esforço em caminhar para fora dali. — Se não tiverem pago o quarto, pega minha carteira aqui e paga o que precisar. Estarei esperando lá fora para sairmos daqui. — Caminharia até o lado de fora, buscando cobrir Mizuki com uma coberta para evitar uma exposição intensa ao sol matinal da ilha. Com Rango se juntando a nós, alçaria um voo mais calmo, devagar, para não agitá-la mais do que o necessário. — Está tudo bem agora, Mizuki-kun… Eu estou aqui agora! — Em meu colo, deixaria que meu calor, minhas chamas e meu carinho fossem transmitidos para ela, esperando que assim ela pudesse se recuperar bem.

Com nossa chegada no castelo, imediatamente pediria para que Rango chamasse os médicos dali para que pudessem cuidar dela também. Diria tudo o que havia sido feito, bem como minhas suspeitas, e que permaneceria por perto para auxiliá-la caso viesse a ser necessário. — Tem algo estranho nisso tudo, Luna… Há algo diferente que aconteceu no ataque contra vocês? — Perguntaria para a barda após encontrá-la, tentando encaixar as últimas peças daquele estranho quebra-cabeças.


  • Posts: 24
  • Ganhos: B$ 149.000.000 (metade da recompensa de Ras - Post 12)
  • Perdas: Minério Luminita (Post 12), B$ 1.000.000 (gorjeta Post 13)
  • Alterações: Depósito de B$ 249.000.000 no banco (Post 12)
  • Contagem Caçador: B$ 845.500.000 - Rank B (acrescido da recompensa de Ras, 298 milhões)
  • Players/NPCs: Ras Alh Gul, Princesa Nephthy, Rainha Inside, Major Balroth
  • Localização: Alabasta - 7ª Rota - Grand Line



PDV: 91.180/91.180
STA: 2.120/2.200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A

Força: 1500 +80 +440 +1000 +1000 +350 [Shigan] = 4.370 [Extravagante]
Destreza: 1685 +1000 = 2685 [Perito]
Acerto: 3670 +80 +440 +1200 +1155 Jujutsu = 6545 [Magnífico]
Reflexo: 188 +440 +1200 +1155 Jujutsu +350 [Kami-e] = 3333 [Perito]
Constituição: 1200 +80 = 1280 [Talentoso]

Agilidade: 4939 +350 [Soru/Geppou]
Oportunidade de Ataque: 3
Armadura: 0 +1000 +350 [Tekkai] +10% Força [Jujutsu]
Penetração: 0 +1000

Formas Zoans:

Qualidades:

Defeitos:

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

ToxicologiaVocê conhece e sabe identificar diversos venenos, sejam eles orgânicos ou não. Além disso, é capaz de produzir venenos, com os materiais e matéria prima necessários. Essa proficiência também contempla a criação de antídotos.

HipnoseAtravés de sugestões mentais, você pode tentar manipular o comportamento de um indivíduo.

FísicaVocê conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

DançaVocê conhece diversos estilos de dança e é capaz de executá-los com maestria.


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Médico de GuerraBônus: Ao estar sob os cuidados de um Médico de Guerra em meio a uma urgência, o jogador poderá receber um tratamento extremamente veloz (mas não necessariamente o ideal) para solucionar o problema que está enfrentando naquele instante. Entretanto, a solução é ilusória, gerando uma espécie de Pontos de Vida Temporários (narrativo) para que a pessoa possa procurar por um tratamento melhor ou finalizar um combate difícil de lidar. Além disso, remédios produzidos pelo Médico de Guerra são capazes de garantir efeitos bônus em capacidades físicas em uma maior duração durante um combate.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 1000
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 26 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.  
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...  
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 18 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum,  antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 4 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.


Den Den Mushi BebêDescrição: Diferentemente do Regular, esses são usados pela sua portabilidade, é normal levar eles tranquilamente na mochila, o que ajuda a se comunicar com pessoas da mesma ilha que estejam longe de você, mas seu alcance não vai além de uma mesma ilha.


Water DialDescrição: São dials capazes de armazenar e liberar água, eles conseguem guardar um total de até 20l dentro deles de forma compactada, podendo liberar de forma controlada, ou pressurizada, dependendo do usuário. Ao ser usado para combate para disparos pressurizados, a água pode ir até  10m a frente, tendo 10 usos até a necessidade de recarga.


Enciclopédia Akuma no MiDescrição: O livro que contém o nome de todas as akumas conhecidas. O livro possui uma breve descrição de cada uma das akumas sem se aprofundar em suas capacidades ou fraquezas mas explicando o básico delas. Dessa forma um jogador com esse livro pode ver o código de sua akuma antes de comer ela, já sabendo das capacidades.


Roupas Típicas de AlabastaDescrição: Roupas Típicas de Alabasta, um turbante de cor azul claro e trajes confortáveis e folgados (calça, camisa de manga na cor branca e um lenço preso na cintura na cor azul). Todas bem resistentes, costuradas e aptas a vagar pelo deserto.



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 V8upj2D

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 YDNzcDa
Blindao
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
15
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Sex Out 14, 2022 10:07 pm

Narração
Aventura

A conversa fluía bem rápida entre Às e Sam, a sintonia entre a cientista e caçadora era algo já de longa data. Afinal, foi a mulher que concedeu a modificação corpórea para Volkerball. E outra vez, daria um upgrade a custo da obra prima que o livro representava para Sam. – Tenho sim algumas informações sobre o paradeiro do outro volume, mas vamos entrar logo! Estou doida para implantar as modificações novas em seu corpo. A cientista tinha orgulho de suas façanhas e parecia empolgada para exercer sua proficiência. A mulher tinha até mesmo ficada impressionada pelos cortes que ainda estavam lascados na estrutura metálica de Volkerball.

Após subirem para dentro do navio, Às seria levada até um cômodo bastante recluso e com diversas aparelhagens. Um laboratório improvisado, mas bem impecável em sua estrutura. – Bem-vinda outra vez a nave mãe! Sam diria abrindo os braços e logo mostrando o local para a caçadora.

Enquanto o tour seria rápido, Sam especificava todas as orientações e explicações sobre o novo apetrecho que eles haviam sintetizado e criado a partir de algumas junções únicas, entre elas: Dial, Grafeno, ambos mesclados com Dragon Scale. O projeto seria um revestimento extra, e ainda mais útil e hábil, para as mãos, pés e coluna. Naturalmente os pontos chaves para serem reforçados e aumentarem o poder cibernético de um ciborgue.

A explicação técnica de Sam seria bastante minuciosa, percebendo a paixão que ela emanava por suas criações. – Chega de enrolação né! Deve odiar essa parte técnica. Sam proferia por motivo de ter explicado detalhadamente todo mecanismo, até por fim pronunciar o nome do projeto. – Eu cataloguei essa criação como: Project Atlas’ Force, a.k.a! Ou como eu gosto de chamar... Altair. A cientista então mostrava em um manequim a couraça que estava acoplada.

Dado momento, Às questionaria sobre o livro, deixando um pouco de duvida para a mulher em como exatamente ela saberia lhe dar uma resposta precisa. Afinal, fatos são fatos para pessoas da ciência. Sam havia investigado sobre o livro, mas não sabia dizer com exatidão quem seria o dono de antes, apenas que havia rumores do paradeiro dele em Alabasta.

A cientista então guardava o livro em um tubo de estrutura resistente e iluminado, fazendo sinal em seguida para que Às se deitasse em uma maca feita especialmente para modificações. – Sente-se, por favor. Relaxe e vamos ao trabalho! Ela proferia empolgada, começando a fazer os reparos até no final acoplar a nova estrutura ao corpo da caçadora.

Devido Volkerball ainda sentir dores, fisgadas e alfinetadas davam início a sessão que seria quase uma tortura, senão fosse é claro a incrível habilidade de Sam para com seu oficio. Por meio de seus equipamentos, mãos firmes e rápida tomada de decisões, a mulher dava o seu melhor para ser a mais rápida, o mais limpa, a mais assertiva e minuciosa com a estrutura agora vinculada ao corpo da caçadora ciborgue.

Havia se passado algumas horas, entre tensão, dores e suor, o termino do projeto enfim chegaria. Ainda que a cientista soubesse os parâmetros de como ficaria, deixava para que a própria caçadora tirasse suas próprias conclusões e reportasse seu estado. – O que me diz? Peso, mobilidade, contração... me diga se algo está calibrado de forma imprecisa. Sam passava o braço na testa para retirar o suor excessivo enquanto olhava todos os pontos revestidos pelo projeto, conversando com a caçadora com objetivo de avaliar o estado da mesma.

Enquanto isso, Akira teria sido acordado com a noticia do estado de Mizuki. Rapidamente, o tritão saia do castelo como um louco. Afinal, era a saúde de sua amiga em jogo. Poucos minutos foram suficientes para o ruivo chegar no hotel e correr até o quarto. Alguns clientes ficavam confusos com a aparição daquele tritão, até mesmo enojados, mas nada diziam. Shimizu adentrava no quarto e então perguntava do estado da jovem para seu companheiro. – Uh... Diacho! Eu pensei que ela estivesse passando mal, mas pelo visto foi só um sonho. O atirador diria um pouco sem jeito, pois, ele havia acordado tão confuso quanto Akira.

Avaliando o estado de Mizuki, o tritão perceberia que a ferida estava boa e a mulher já estava retornando a ficar de pé. – Desculpe o inconveniente Akira. Ela diria calmamente. Shimizu então a apanharia nos braços e estava destinado a leva-la para o castelo. – Tá pago sim. Rango respondia ao tritão sobre o valor do quarto que estavam. – É-É sério Akira... estou bem melhor. Mizuki diria um pouco corada pela nobre atitude do seu companheiro.

Após retornarem ao castelo, demorando um pouco mais em razão do cuidado para com a mulher nos braços do tritão, eles seriam abordados pelos guardas. – Espere aí! Vocês não estão autorizados a passarem... pelo menos o Mink e a mulher. O guarda diria, não por egoísmo ou preconceito, mas por ordens de que apenas “Akira”, “Luna” e “Às” podiam acessar até certo ponto o castelo. O tritão talvez achasse diferente em sua mente, mas o guardas só estava apenas seguindo ordens.

Histórico Akira:

Histórico Às:



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Kd8ijKy_d
Yami
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Giphy
Créditos :
36
Localização :
Alabasta - 7ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t2273-hellhounds-7-born-to-hunt
Yami
Avaliador
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Dom Out 16, 2022 12:25 pm

Sands and Tears
- Falas | ~ Pensamentos



O alívio em ver que tudo não teria sido nada menos do que um mal entendido era visível em meu olhar. — Vai me dar um susto assim na casa do cacete! — Daria um cascudo no Rango, levando-o ao chão, por me dar um susto daqueles tão cedo de manhã. — Sabe como fico preocupado com a Mizuki! Da próxima vez, sonhe com seus ossos de roer! — Continuaria resmungando, ainda exalando preocupação. Observando Mizuki, identificava que o ferimento havia sido parcialmente recuperado, ainda havendo necessidade de repouso. — De qualquer maneira, vamos indo. Todos os outros estão lá, e essa ilha vai esquentar ainda mais em breve. Precisamos estar todos unidos. — Com isso, pegaria Mizuki no colo, pois apesar dela não estar tão mal assim, ainda mantinha em minha mente um sentimento protetor com ela.

A chegada no castelo não seria um problema, mas sim a nossa permanência por ali. — Como assim eles não podem entrar? — Dizia aos guardas que barravam nossa passagem. Tenho certeza que o convite de Neph teria sido para todos nós, e que os guardas apenas estavam na má vontade mesmo. — Todo convite para mim e minha irmã se estende aos outros do nosso grupo! Tenho certeza que a Neph ficará muito chateada se tratarem eles desse jeito. — Diria olhando para eles. Preconceito contra outros do meu tipo eu já estava acostumado, mas transmitir isso aos meus companheiros? Aí era um absurdo. Se mesmo com o argumento impedissem nossa entrada, viraria de costas. — Vamos indo então. Com certeza encontraremos alguma taverna festiva muito mais convidativa. — Olhava para os guardas uma última vez, decorando seus rostos. — Neph ou a mãe dela resolvem isso depois. — Não era do meu feitio balbuciar ameaças, mas estava verdadeiramente indignado pelo tratamento que meu irmão e minha amiga tiveram ali.

E, de fato, seguiria para uma taverna nas proximidades. Por estarmos próximos do castelo, duvidava que a qualidade das estalagens por ali fossem menos do que excelentes. Tentaria filtrar, entretanto, locais muito refinados, onde as pessoas priorizavam mais a etiqueta do que a diversão. Estava ali para curtir! Tínhamos tempo antes de tudo se iniciar, então queria conhecer melhor o povo de Alabasta - povo este pelo qual estaria arriscando minha vida em dois dias. Já na taverna, após filtrar minhas opções, chegaria com um largo sorriso, já fazendo festa. Notando que a recepção das pessoas comigo fossem tão calorosas quanto o clima da ilha, definiria que ali mesmo que ficaria até que fosse convocado para retornar. Com sorte, poderíamos encontrar com Hebino, Glaunt e Hosokawa, os caçadores que haviam roubado dos Rá a minha fruta amaldiçoada. Pois, apesar de trapalhões, eles eram verdadeiramente divertidos e fortes, o que poderia servir para nosso dilema atual.

Com um local estabelecido, após curtir um pouco a manhã com uma boa refeição, acabaria me retirando por um breve período de tempo para trabalhar em um projeto pessoal. Após os últimos dias lidando com a maldição da fruta que eu havia comido, havia estipulado algumas variações para potencializar os limites que eu havia notado. Assim, utilizando de alguns conhecimentos farmacêuticos que eu havia adquirido ao longo do tempo, produziria um grande comprimido, apelidado carinhosamente de Rumble Ball. Com ele, talvez os limites de minhas transformações pudessem ser superados… Mas eu precisaria colocar em prova para ver.


  • Posts: 25
  • Ganhos: B$ 149.000.000 (metade da recompensa de Ras - Post 12), Rumble Ball (Projeto - Post 25)
  • Perdas: Minério Luminita (Post 12), B$ 1.000.000 (gorjeta Post 13), 5 usos de Matéria Prima para Criação de Remédios (Post 25)
  • Alterações: Depósito de B$ 249.000.000 no banco (Post 12)
  • Contagem Caçador: B$ 845.500.000 - Rank B (acrescido da recompensa de Ras, 298 milhões)
  • Players/NPCs: Ras Alh Gul, Princesa Nephthy, Rainha Inside, Major Balroth
  • Localização: Alabasta - 7ª Rota - Grand Line



PDV: 91.180/91.180
STA: 2.120/2.200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A

Força: 1500 +80 +440 +1000 +1000 +350 [Shigan] = 4.370 [Extravagante]
Destreza: 1685 +1000 = 2685 [Perito]
Acerto: 3670 +80 +440 +1200 +1155 Jujutsu = 6545 [Magnífico]
Reflexo: 188 +440 +1200 +1155 Jujutsu +350 [Kami-e] = 3333 [Perito]
Constituição: 1200 +80 = 1280 [Talentoso]

Agilidade: 4939 +350 [Soru/Geppou]
Oportunidade de Ataque: 3
Armadura: 0 +1000 +350 [Tekkai] +10% Força [Jujutsu]
Penetração: 0 +1000

Formas Zoans:

Qualidades:

Defeitos:

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

ToxicologiaVocê conhece e sabe identificar diversos venenos, sejam eles orgânicos ou não. Além disso, é capaz de produzir venenos, com os materiais e matéria prima necessários. Essa proficiência também contempla a criação de antídotos.

HipnoseAtravés de sugestões mentais, você pode tentar manipular o comportamento de um indivíduo.

FísicaVocê conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

DançaVocê conhece diversos estilos de dança e é capaz de executá-los com maestria.


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Médico de GuerraBônus: Ao estar sob os cuidados de um Médico de Guerra em meio a uma urgência, o jogador poderá receber um tratamento extremamente veloz (mas não necessariamente o ideal) para solucionar o problema que está enfrentando naquele instante. Entretanto, a solução é ilusória, gerando uma espécie de Pontos de Vida Temporários (narrativo) para que a pessoa possa procurar por um tratamento melhor ou finalizar um combate difícil de lidar. Além disso, remédios produzidos pelo Médico de Guerra são capazes de garantir efeitos bônus em capacidades físicas em uma maior duração durante um combate.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 1000
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 26 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 18 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum, antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 4 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.


Den Den Mushi BebêDescrição: Diferentemente do Regular, esses são usados pela sua portabilidade, é normal levar eles tranquilamente na mochila, o que ajuda a se comunicar com pessoas da mesma ilha que estejam longe de você, mas seu alcance não vai além de uma mesma ilha.


Water DialDescrição: São dials capazes de armazenar e liberar água, eles conseguem guardar um total de até 20l dentro deles de forma compactada, podendo liberar de forma controlada, ou pressurizada, dependendo do usuário. Ao ser usado para combate para disparos pressurizados, a água pode ir até 10m a frente, tendo 10 usos até a necessidade de recarga.


Enciclopédia Akuma no MiDescrição: O livro que contém o nome de todas as akumas conhecidas. O livro possui uma breve descrição de cada uma das akumas sem se aprofundar em suas capacidades ou fraquezas mas explicando o básico delas. Dessa forma um jogador com esse livro pode ver o código de sua akuma antes de comer ela, já sabendo das capacidades.


Roupas Típicas de AlabastaDescrição: Roupas Típicas de Alabasta, um turbante de cor azul claro e trajes confortáveis e folgados (calça, camisa de manga na cor branca e um lenço preso na cintura na cor azul). Todas bem resistentes, costuradas e aptas a vagar pelo deserto.



_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 V8upj2D

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 YDNzcDa
Às
Imagem :
Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 BcOqz4N
Créditos :
21
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: Hellhounds 6 - Sands and Tears Dom Out 16, 2022 4:57 pm



»» Sands and Tears ««

- Às Volkerbäll -


Ж


Não podia deixar de admirar a energia de Sam, especialmente quando ela havia posto os olhos no fragmento que havia encontrado com a pista dada por ela. Sua animação era tanta, que logo me apressou para ir ao interior da embarcação, conduzindo-me até um laboratório no qual ela própria poderia considerar como improvisado, mas que aos meus olhos parecia tão impressionante como qualquer outro. - Parece que você esteve ocupada por esses dias. - comentava com um riso sutil, momentos antes de ser bombardeada com informações a respeito do mecanismo que ela havia produzido para mim. - Não é que eu odeie, eu só não entendo muito mesmo. - comentava com um leve embaraço, conforme me acomodava no local onde seria realizado o procedimento. Embora a complexidade, podia compreender em linhas gerais a proposta de Altair. - Acho que entendi um pouco, mas no pior dos casos eu tenho Sirius para me auxiliar nessa situação. - justificava, antes de enfim observar o mecanismo em uma espécie de manequim.

O procedimento era tortuoso, porém em uma escala infinitamente menor do que havia sido realizado em Pyatidrov. Apesar da dor, sua escala era bem mais suportável e diferente de antes, o procedimento em nada colocava em risco a minha vida e o talento e a habilidade de Sam ajudavam e muito a tornar todo o processo mais suave na medida do possível. - Já acabou? - diria após algumas horas, quando Sam me questionaria a respeito da responsividade do mecanismo. Com paciência, me colocaria de pé, movendo os braços e pernas com sutileza, porém notando um leve desconforto em meu tronco. - O mecanismo está ativo, mas me sinto um pouco estranha, como se algo estivesse me pressionando as costas e o desconforto se espalha pelo corpo. - fazia uma análise sincera, mas logo notava através de Sirius algo relevante. - Sirius está sinalizando algo, parece que é preciso calibrar e selecionar os acupontos de Altair. - comentava, sentando-me logo em seguida para que Sam pudesse realizar os ajustes necessários. - Mas eu sinto que tem algo quente nessa região, talvez o fragmento possa ajudar em algo não? - perguntaria, uma vez que o conhecimento usado nos mecanismos de Sam, partiam dos fragmentos que ela tinha obtido até então, com o novo, talvez ela encontrasse algo que servisse para ajudar esses pequenos detalhes.

Quando tudo estivesse ajustando, novamente faria um teste e percebendo que tudo estava correndo bem, sorriria para Sam. - Agora eu me sinto bem melhor. Na realidade, parece que me sinto até mais leve! - respiraria fundo, antes de caminhar para enfim recolocar minhas roupas, as quais havia removido para que a mulher pudesse trabalhar com liberdade. - Pretende ficar em Alabasta mais algum tempo? - diria com curiosidade, esperando uma resposta da mulher para enfim sair da embarcação. - Sugiro que aproveite a estadia! Além do mais, devo entrar em uma luta em breve, então seria bom ter você aqui até mesmo para avaliar o desempenho de Altair. - explicaria, voltando a abraçá-la antes de sair do navio. No porto, aproveitaria para ir até meu navio, onde iria em busca de uma roupa da qual Íris havia feito para mim antes de partir. - Acho que é o momento certo de usá-la. - diria, apenas a recolhendo no navio e a levando comigo para o Palácio logo em seguida.















Histórico:






_________________

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 Z0zQdpF

Hellhounds 6 - Sands and Tears - Página 5 ZaT0xpq