Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

4º Capítulo: Gigantorines em Altai!

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5
Kenshin
Imagem :
4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 Ahri
Créditos :
51
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio#21373
Kenshin
Desenvolvedor
4º Capítulo: Gigantorines em Altai! Dom Jan 23, 2022 1:31 am
Relembrando a primeira mensagem :

4º Capítulo: Gigantorines em Altai!

Aqui ocorrerá a aventura dos Marinheiros Pippos Vitaminado. A qual não possui narrador definido.

_________________

4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022

Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
58
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B


Narração

Com o resgate uq ehavia sido feito a Pippos e com toda a operação chegando a um fim, Thor teria visto no rosto de Scarlet um grande alivio ao vê-lo bem, pois a operação havia muito mais inimigos do que teria sido levantado pela inteligência e realizar aquilo sem que houvessem baixas? Certamente era histórico, uma grande vitória para a marinha.

Os esquadrões médicos, tal como aqueles que podiam caminhar logo ajudaram a estabelecer uma rotação de recolhimento primeiramente dos feridos antes que qualquer detalhe em relação a apreensão fosse feito afinal, era de vital importância que os soldados pudessem lutar mais um dia.

- Fico feliz em vê-lo bem, a batalha pelo que sei foi intensa em cada um dos frontes mas.. Estou bem, ter a certeza de que cada um sobre meu comando poderia voltar para lutar mais uma vez exige muito do físico hehe.- A loira comentou, havia uma calmaria mesmo no orgulho que ela agora exibia, sendo alguém realmente incrível como pessoa.

- Eu concordo e é por isso que as buscas não vão deixar espaço para que eles possam se reerguer mas, tome como uma vitória, soube que foram libertas muitas pessoas do cativeiro e não só isso, este é um golpe que pirata nenhum é capaz de se recuperar em pouco tempo, se a contagem do relatório esta certa, hoje mais de mil homens que trabalhavam para Andras e Ogedai foram capturados e nós minamos sua maior rota comercial, duvido que possamos ouvir por um tempo sobre suas ações.- Ela comentou fazendo um sinal para que Thor a Acompanhasse para o lado de fora, quando todos os feridos e prisioneiros já estivessem posicionados dentro de Thor, tal como todos os outros soldados.

Quando a acompanhasse, teria visto o céu se abrir e a brisa fresca teria sido reconfortante a todos ali no momento - Eu já comuniquei o QG para que depositasse o referente a operação nas contas de todos que participaram, vamos comigo? Assim que estivermos lá, podemos discutir sobre os detalhes e mais importante, sobre suas condecorações por serviços prestados.- A loira teria dito, mostrando agora que o que fizeram não fora pouca coisa apesar de ter sido uma operação opressiva de choque, havia um impacto ao qual ainda reverberaria pela vida de todos os cidadãos de Hasagt altai.



Histórico:


_________________



4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 9g2joTh

Blindao
Imagem :
4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
1
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente


“Nenhuma lâmina pode deter minha Vontade.”
Tank Blindado
Sargento
Hasagt Altai

A capitã parecia bastante orgulhosa de nossa vitória, apesar das dificuldades, realmente era um feito e tanto não termos perdido nenhum marinheiro; ainda que houvesse muitos feridos. ~ Thororororo! Este velho Titã Bélico pode aguentar muita porrada, mas aprecio sua preocupação. Dialogava com a marinheira de forma amigável.

Dado mais algum tempo em nossa prosa, Scarlet também concordava de que a vitória pareciam superficial, uma vez que o principal criminoso ainda estava foragido. Nesse meio tempo, permitirá a entrada dos marinheiros feridos e médicos para dentro da fortaleza, cujo deslocamento de volta ao quartel seria mais fácil.

A capitã frisava e enfatizava que o golpe de hoje haveria prejudicado extremamente os planos de Andras, mesmo que ainda estivesse a solta, sua força teria sido reduzida drasticamente. ~ Hmm. Isso é um fato, não posso negar. Indagava para a marinheira ao tempo que coçava a barba, logo notando que todos haveriam retornado para dentro do castelo.

Seguiria a capitã para fora do covil, me deparando um céu bastante agradável. ~ Huffs... um banquete cairia bem agora, Thororororo! Soltava um suspiro e comentaria tocando em meu estômago, pois, a fome já teria chegado.

Em seguida, a marinheira comentava sobre nossos pagamentos. “Dinheiro sempre é bom, mas conseguir após um ótimo trabalho é sem duvidas gratificante.” Pensei comigo por um breve momento, logo respondendo à pergunta da marinheira. ~ Condecorações? Ora, ora... um bônus de serviço?! Ficava um pouco intrigado, apesar de ter conhecimento sobre tais remunerações, era a primeira vez que obteria alguma medalha da marinha.

Todavia, a fuga de Andras realmente me aborrecia, pois, não conseguia esquecer deste criminoso. ~ Com poderio de Andras reduzido, times de busca certamente possuíram maior chance de captura-lo. Entretanto, subestimar sua força e suas conexões pode ser um erro... Capitã Scarlet. Abordaria ela subitamente referente a missão já concluída. ~ Talvez eu possa tentar buscar por seu paradeiro, apesar de que confesso que investigação não é o meu forte! Thorororororo! Dialogaria de forma amigável e extrovertida, ao tempo que seria carismático com a marinheira.

Uma vez retornado ao quartel da marinha, dentro de minha própria fortaleza, comunicaria os tripulantes. ~ Chegamos ao quartel! Todos os feridos e médicos desloquem até a ala medica. Já os soldados sem ferimentos, levem todos os prisioneiros para o xilindró do Q.G. Enquanto isso, eu cuido do usuário de Akuma no Mi. Terminaria de proferir ao gesticular e ordenar as funções aos marinheiros.

Enquanto os soldados sairiam do castelo, seja os médicos levando os feridos e os soldados levando os presos, deslocaria até a câmara da prisão da minha fortaleza para levar comigo o prisioneiro mais problemático de lá: Yujiro Masako. Pegaria seu corpo e apoiaria em cima de meu ombro, caso estivesse desacordado. Caso acordado, simplesmente colocaria algemas em seu pescoço e pulsos e agarraria pelas correntes e traria ele para fora do quartel, jogando para frente e deixando-o sair pela porta da fortaleza.

Assim que houvesse sido jogado para fora do meu castelo pessoal, apanharia pelo seu pescoço e jogaria próximo de Scarlet. ~ Esse é Yujiro Masako, é um cara forte e tem poderes de uma Akuma. Provavelmente é alguém próximo de Andras. O que deseja fazer com ele, capitã? Perguntaria para a mulher, enquanto fintava o pirata de cima. Caso ele tentasse argumentar ou mostrar algum sinal de rebelião, mesmo com suas pernas quebradas, eu desferiria um soco em seu crânio para nocautear ele outra vez. ~ Fica quietinho ai, pivete. Devido seu estado e nenhum tratamento, provavelmente fosse suficiente para apagar o bandido.




PdV: 53770
Sta: 600

Historico:

Build:

Técnicas:


_________________

4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 2uAvx3T_d
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
58
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B


Narração

- Sim, pode ser tradicionalista para alguns que reservemos nosso tempo para coisas do tipo, mas celebrar é parte de viver, de nutrir nossas almas para que possamos ir além.- A Loira teria respondido ao momento em que Thor perguntou sobre condecorações, onde o assunto continuou a desenrolar, até que ela respondeu - De forma alguma o sucesso de hoje fará com que as buscas sejam menos intensas, pelo contrário. Subestimar um inimigo é um erro grande mas, ainda maior seria o erro se os acertos não forem reforçados de maneira positiva. - Era um modo de pensar simples e para alguns talvez não fizesse tanto sentido assim.

Desse momento, Valvatore teria saido do castelo e dito - Acho que vou acompanhar vocês, espero não estar interrompendo nada.- Teria dito a morena dando uma piscada com seu único olho enquanto dizia - Relaxa grandão, não precisa abraçar o mundo, ser bom no que faz é mais do que o suficiente.- Ela só comentou sobre ele falar sobre investigações, enquanto colocou ambos os braços atrás da cabeça e siau andando, a Capitã tinha seu próprio charme no seu jeito livre de agir.


Com isso, a chegada no QG tornou possível que as forças se movimentassem de maneira rápida de modo a tratar dos feridos, inclusive, Pippos ainda que contráriado seria levado para ir descansar um pouco mais e ficar sobre observação, seu vigor poderia salvá-lo agora mas, sem medicamentos as queimaduras inflamariam e causariam um dano de verdade.


O prisioneiro, estava completamente inconsciente, como um fruto real de que o combate havia sido demais para ele e com a informação que ele havia dado ela teria dito - Primeiro vamos ver se o prendemos com Kairoseki, não sei se é familiar mas inibe um usuário de Akuma no mi de usar seus poderes, também lhe toma quase inteiramente sua força natural. O próximo passo será deixá-lo com os agentes para que vejam se ele sabe de algo útil, antes que ele seja encaminhado para julgamento para decidir sua sentença.- A loira teria comentado, já executando as instruções para que os Capturados fossem levados para os devidos processos.

-Tome um banho, coma alguma coisa e descanse um pouco, assim que resolvermos as papeladas irei organizar um banquete digno de um rei para celebrar a vitória e prestar as devidas condecorações..


Histórico:


_________________



4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 9g2joTh

Blindao
Imagem :
4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
1
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente


“Nenhuma lâmina pode deter minha Vontade.”
Tank Blindado
Sargento
Hasagt Altai

A capitã Scarlet parecia ser uma mulher jovem, mas suas palavras provinham de uma mente sagaz atreladas a uma vasta experiência de vida. Como eu sabia? Ora, bolas... um sobrevivente reconhece o outro de longe. “É melhor esquecer esse assunto, se a capitã diz que logo ele será capturado, então ele será. Mais cedo ou mais tarde.”

Dado algum tempo, a capitã Valvatore acabaria se envolvendo na conversa. Era perceptível sua malicia. “Thorororo! Que raposa astuta!” Pensei comigo, deixando um sorriso estampar no rosto, optando por prevalecer quieto ao comentário da marinheira. Valvatore acabaria opinando sobre meu pensamento, ela diria de forma sincera e amigável. ~ Héh. Ora minha querida... estes braços grandes certamente podem suportar o fardo, mas aprecio sua consideração, Thororororo! Proferia carismaticamente com sinceridade e clareza, pois, alguém deveria ser o pilar da justiça nesses mares. Afinal de contas, a marinha as vezes parecia carecer nesse quesito.

Todavia, assim que subisse dentro da hierarquia e obtivesse maior autoridade, muitas mudanças seriam feitas por mim. “Um rei deve sangrar pelo seu povo, outrossim, o povo deve sangrar pelo seu rei.” Refletia comigo por alguns instantes até vir a chegar no quartel.

Passado algum tempo, ordenando a saída dos feridos e presos, logo expulsei o usuário de Akuma no mi jogando seu corpo próximo da capitã. Por sua vez, a marinheira viria a orientar e explicar qual método adotaríamos para lidar com o desgramado. “Hmm, já ouvi falar sobre esse material especial, mas não me recordo de ter já visto em primeira mão.” Pensei comigo enquanto tentava puxar nas memórias a experiência de ter manejado a Kairoseki. Provavelmente não teria, já que, não me recordava. ~ Saquei. Diria para a capitã de forma breve. “Então pelo visto agora serei afetado por esse tipo de minério?! Isso pode ser um problema no futuro. Enfim, melhor esquecer essa bagaça.” Matutava, de momentâneo, até ouvir novamente a marinheira falar comigo.

Scarlet recomendava para eu descansar um pouco, após os acontecimentos das missões, realmente era algo recompensador. ~ Já que a capitã insiste! Pois bem, vambora dar uma relaxada nesses músculos. Thororororo! Faria uma pose de Bodybuilder de forma amigável, seguido a acenar para a capitã e caminhar para dentro do quartel.

Acenaria para os soldados caso viessem a passar por mim, já que, mesmo sendo um superior, presava bastante os guerreiros que forneciam seus espíritos em justiça aos inocentes e não era arrogante ao ponto de ignorar tais homens e mulheres. ~ Saudações camaradas! Falaria gentilmente, expressando um sorriso largo no rosto enquanto os olhos fintariam de cima brevemente os marinheiros.

Após adentrar no dormitório, seguiria até os chuveiros. “Nada como um bom banho para dar uma geral na fortaleza, Thorororo!” Estava com alguns ferimentos e as roupas maltrapilhos. Precisava parecer mais digno. Afinal, se almejava ser um rei imponente... parecer como um mendigo estava fora de cogitação.

Logo após tomar um bom e demorado banho, deixando estes músculos brilhando, buscaria por novas roupas do Status de Sargento: camisa sem mangas e boné. Utilizando as calças de sempre. ~ Agora sim to bagual! Não concordam comigo, Pride e Atlas?! Thororororo! Aquele velho e mau habito de falar com meus músculos surgiria, algo difícil de evitar.

Dado algum tempo, agora galã no visual, viria a deslocar até o refeitório. ~ Será que o cabeça de rabanete já se recuperou? Pensava em voz alta, lembrando do estado que Vitaminado se encontrava. ~ Hmm... é melhor dar um tempo pro moleque recuperar. Depois dizem que os mais velhos que são lerdos. Háh! Quanta irônica. Coçava a cabeça ao tempo que andava pelo Q.G. “Se bem que... nem todos os gigantes possuem um vigor igual ao meu! Não é à toa que fui abençoado pelos Gigantes Primordiais.”

A capitã havia falado sobre dar um banquete digno de um rei, isso havia me empolgado demasiadamente. Assim que houvesse chegado no refeitório, começaria devorar sem qualquer formalidade. Buscaria comer carnes, frangos, batatas, frutas. Seguido de doces como tortas, pães, bolos e etc. Não faria cerimonia, pois, comeria como um fanfarrão. ~ Fala mestre-cuca! Bora trabalhar!? Acenaria para o cozinheiro de forma amigável. ~ Espero que possa dar seu melhor, porque hoje o pai vai comer igual um imperador! Thororororo! Exclamaria extrovertidamente, enquanto já estava comendo e apanhando mais alimentos.

Haveria sentando em uma das mesas enquanto aproveitaria meu banquete pessoal, pois, a fome havia eclodido como uma esposa descobrindo a amante do marido. Caso houvesse encontrado alguma das capitães, ou os soldados que houveram atuado na equipe de resgate, cumprimentaria lhes com a mão, devido a boca estar atochada de comida.




PdV: 53770
Sta: 600

Historico:

Build:

Técnicas:


_________________

4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 2uAvx3T_d
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
58
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B


Narração

 Quando enfim todos os soldados já estavam em uma posição em que poderiam relaxar mais era possível ver as mais diversas reações, haviam aqueles como a pequena rosada que iriam direto  pro campo de treinamento saltitando e correndo como se ainda tivessem muita energia para queimar, outros? Refeitório era a lei, o chuveiro? Nunca fora tão disputado, o dormitório então? Seria a primeira vez que ele veria cheio, obviamente havia gente completamente empolgada gritando “ Wohooooo” ou similares pelo sucesso e por todos terem voltado vivos, enquanto os feridos? Bem, cada um tinha o seu próprio jeito de estar feliz, se fosse agraciado com a consciência.



- Saudações! Um grupo animado teria respondido, os comandantes daquela operação de certo  ficariam em alta por um bom tempo em popularidade na região, já que  a dor que antes a população sentia, daria lugar para uma grande euforia. Com isso, o Gigante teria seguido seu caminho, onde era cumprimentado sendo chamado até de  “ Oyabun” ou  Grande Chefe por alguns, haviam até ousados e ousadas chamando ele de Chefinho e era uma real pena que Pippos estivesse exausto demais de seu combate para aproveitar de toda essa atenção ao qual receberiam.

Quando chegou no refeitório,  Thor teria visto quase uma montanha de comida sendo feita e o cheiro? Era de fazer qualquer umf icar louco por um pedaço, haviam grandes porções de carne no osso que derreteriam no momento em que a pessoa colocasse na boca, eram grandes em proporção como se viessem de um grande animal como um dinossauro ou algo de tamanho similar, além disso? Haviam grandes barris de alcool de boa qualidade, além de doces e sobremesas uma melhor que a outra, o clima era festivo e todos levantaram seus copos em honra ao gigante quando ele entrou e o mesmo rolaria com Valvatore e Scarlet quando elas adentrassem, era uma sensação de umv erdadeiro rei.


Histórico:



INFORMAÇÕES BÁSICAS

Aventura:  4 Capitulo Gigantorines em Altai
Participantes: Pippos , Thorkell
Localização da Aventura: Hasagt Altai

Pippos Vitaminado



GANHOS


(OK)
Armas:

(OK)
Armas:

●Rokushiki Soru ~ Post 2 (OK)
●Rokushiki Geppou ~ Post 8 (OK)
●Garrafa de bebida alcoólica de Kano 0.5U 10 usos (OK)
●Proficiência Toxicologia ~ Post 9 (OK)


PERDAS


● Garrafa de rum [10/10 usos] (OK)
● Vício: Alcoolismo [2/15] (NEGADO) (MOTIVO NO FEEDBACK)


ALTERAÇÕES



● + 2 Missões finalizadas (OK)
● 22.650.000 ฿S > 37.650.000 ฿S (Salário) (OK)


RELAÇÕES


Reines Pivot (NPC Criado) – Me instruiu a respeito do Rokushiki, e vem me ajudando com todos os tipos de treinamento. Aprendi Soru e Geppou com ela. (OK)
Valvatore (NPC Criado) – Uma bela morena, charmosa e muito provocante. Entregou a Shiro Shiro no Mi ao Thorkell e nos instruiu a respeito de nossa próxima missão. (OK)
Li Mei (NPC Criado) – Jovem meio atacadinha com um chifre e belos cabelos esverdeados. Ela vive na ilha de Hasagt Altai há muitos anos e tem um amor considerável pelos animais, além de um ódio peculiar pelo Ogedai. (OK)


EXPERIÊNCIA


Experiência: 560 (OK)

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): 20 posts (OK) (Realizar o pedido de créditos quando a aventura for concluída)

Pippos:
Sasha:



Última edição por Sasha em Qua Mar 02, 2022 12:06 am, editado 1 vez(es)

_________________



4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 9g2joTh

Blindao
Imagem :
4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
1
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente


“Nenhuma lâmina pode deter minha Vontade.”
Tank Blindado
Sargento
Hasagt Altai

O quartel general estava bastante movimentado, isso até um macaco cego poderia ver. Seja nos dormitórios, campo de treinamento ou cenáculo, havia soldados para toda parte. Talvez fosse a primeira vez que tantos estavam escalados no mesmo dia de descanso, afinal, todos houveram participado da mesma missão. Diferente das escala que intercalam para não ocorrer o que hoje temos aqui, mas era inegável o descanso destes homens, já que, arriscaram suas vidas em prol de derrubar o reinado de Andras.

Dado algum tempo, já haveria ido até o refeitório e uma montanha de comida lá me aguardava. “Ahhh! Melhor que isso só um harém de leoas! Thororororo!” Pensava comigo algo um pouco pervertido, algo até típico para minha idade. Apesar de deixar o pensamento apenas para mim mesmo.

Inesperadamente, junto a minha entrada ao cenáculo uma honraria eclodiria em minha presença. ~ Huuh?! Ficava um pouco surpreso, devo até dizer que um pouco corado o rosto. Afinal de contas, não é todo dia que se pode viver como um rei. ~ THOORORORORORO! Obrigado amigos, muito obrigado por sua consideração! Proferia amigavelmente enquanto mostraria o dedão da mão de forma positiva. ~ Bora desfrutar desse banquete, camaradas! Não se preocupem comigo! Vocês merecem esse momento tanto quanto eu! Anunciaria de forma carismática e persuasiva para os marinheiros, já que, eles também haveriam dado seu sangue e suor em prol de justiça em Altai.

Era evidente que minha presença e participação haviam sido de suma importância. Entretanto, enaltecer tal situação era desnecessário. “Apesar de que seria divertido ver a cara de paspalho de Pippos quando souber disso, Thororororo!” Pensei comigo logo apanhando alguns alimentos e um bom copo de bebida.

Aquele momento era realmente prazeroso e muito divertido. Não nego que esse tipo de importância e estima dos marinheiros comigo, eu poderia me acostumar tranquilamente. Porém, possuía um propósito e um objetivo de vida ao qual arriscava minha carne e honra desde sempre. Mas isso não significava que não poderia desfrutar desse tipo de evento. ~ Parece que vocês sabem dar uma festa hein! Thororororo! Proferia para Scarlet e Valvatore assim que me aproximassem das marinheiras.

Ainda que não estivesse preocupado com o cabeça de rabanete, notaria que sua presença não estaria lá. ~ Ora, ora... aquele fedelho deve tá mais cansado que couro velho de jacaré! Thorororororo! Proferia com a boca cheia de comida ao mesmo tempo que havia olhando de relance para todo o ambiente em volta. ~ E então minha querida capitã... conseguimos revolver o problema de trafico dessa ilha graças a todos os virtuosos soldados, mas ficaremos aqui por mais tempo? Puxaria papo com Scarlet de forma amistosa, como se fossemos já amigos ou amantes de longa data. Ela já conhecia meu jeito e certamente se não gostasse, não teria ficado quieta por tanto tempo.

Ainda poderia ocorrer de termos que ficar por mais algum tempo, até a papelada ser resolvido. Sem dúvidas preferia levar porrada na cara do que ficar com ela de frente a tantos papéis. E já que Vitaminado estava de repouso, como uma bela donzela, talvez devesse me ocupar com algum treino ou uma nova missão. Afinal de contas, estes músculos não foram feitos para permanecerem parados por muito tempo.




PdV: 53770
Sta: 600

Historico:

Build:

Técnicas:


_________________

4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 2uAvx3T_d
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
58
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B


Narração

 
Em meio a aquele grande banquete o gigante inevitavelmente sentiria a falta de seu amigo apesar de aquilo ser digno das festas de um rei, sem que seus companheiros mais próximos estivessem perto, difícilmente se poderia aproveitar muito.

Ainda assim, aquilo era algo que poderia se acostumar, grandes batalhas seguidas de grandes banquetes era algo que os guerreiros gigantes provavelmente valorizavam muito em sua cultura e a liderança de Scarllet demonstrava isso. - Penso que não, muito das coisas agora dependem da própria ilha andar com suas próprias pernas para finalizar aquilo que nós abrimos o espaço e ficarmos aqui por longos periodos só privariam novos lugares de terem essa mesma oportunidade. - A loira comentou pegando um caneco que mais parecia um barril e virando parte dele em um grande gole.

- Há um contato que ficou de ligar em breve, sobre a possibilidade da frota se mover mas, não acho justo criar expectativas antes de estar tudo certo, além do mais, precisamos de que Pippos possa estar já recuperado e bem também afinal, realizar um evento pra condecoração dos principais lideres sem ele não faria sentido.- A loira comentou mais uma vez parando pra beber, enquanto parecia olhar para os demais dentro daquele clima confortável em que estavam.

Histórico:



_________________



4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 9g2joTh

Blindao
Imagem :
4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
1
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente


“Nenhuma lâmina pode deter minha Vontade.”
Tank Blindado
Sargento
Hasagt Altai

O banquete estava bastante prazeroso, principalmente pela comida e bebida que havia em abundância. Não é que eu fosse morto de fome, como alguns diriam, simplesmente meu corpo exige uma vasta quantidade de nutrientes; ainda mais após uma árdua batalha.

Ouviria a capitã Scarlet responder sobre o tempo que permaneceríamos naquela quartel, logo deduzindo que não seria por muito mais tempo. ~ Hoo. Entendo! O pivete de fato deu tudo de si, parecia bastante acabado. Não posso exigir dele o mesmo vigor que possuo, afinal, este corpo foi abençoado pelos gigantes dos primórdios, Thororororo! Diria não parecendo arrogante, apenas comentando uma constatação.

Logo em seguida tomaria mais uma grande quantidade de água, pois, precisava muito mais que álcool a essa altura do campeonato. ~ Heh! De qualquer forma, o garoto mostrou muita tenacidade e merece um bom descanso. Enquanto isso, depois do banquete irei treinar um pouco a mente e o corpo para aperfeiçoar minhas novas habilidades. Terminaria de proferir ao erguer o caneco e brindar com a capitã o nosso incrível sucesso de hoje. “Afinal de contas, nem todos os dias são de glorias..., mas os que são devem ser festejados.”

Dado um longo tempo no banquete, comendo e bebendo para repor as energias, chegaria o momento que sairia o refeitório e buscaria o centro de treinamento. Chegado lá, buscaria um canto com sombra para repousar meus músculos e tirar uma soneca. “Posso até ser uma fortaleza agora, mas ainda preciso dar uma relaxada.” Refletia comigo ao me espreguiçar, logo cruzando os braços e por fim, dormindo.

A soneca seria curta, mas sem dúvidas profunda e muito agradável. ~ Uaaaaaahhhhhhhaaaaaa... Nada como uma pestana para recuperar todas as fibras rompidas, Thororororo! Diria após bocejar, devido meu conhecimento em Anatomia como também experiência de vida.

Apesar da importância das missões que estava participando, e agora com meus poderes, não poderia esquecer de meu real sonho: construir um incrível reino. Embora tivesse conquistado meu castelo, isso era só o primeiro passo. Para fundar minha nação ainda existirá um longo caminho pela frente. ~ Nenhuma maçã cai do pé até ser balançada pelo tronco. Proferia em reflexão, já que, precisava planejar meus próximos passos.

Agora com meus poderes, além do Status obtidos dentro da marinha, haveria agora a necessidade de ser um exemplo para todos. Não que eu me importasse muito com isso, mas também era algo que não poderia evitar. Tal fato é, precisava liderar grupos e minha própria fortaleza em prol de alcançar meu ideal! Para isso, só depender de vigor, força e instintos seria um erro. Precisava usar mais a cabeça, ser mais tático, mais implacável. Além de maus hábitos que a tempos detenho. ~ Hmm. Não vai ser algo fácil, mas se fosse fácil não teria graça!? Thororororo! Proferia comigo mesmo ainda sentado e relaxado.

“Provavelmente um perito em comunicação possa me ajudar no que almejo. Afinal, terei que lidar com muitas pessoas daqui em diante.” Pensava comigo sobre o que havia passado, já que, agora sendo uma fortaleza móvel quase sempre estarei com marinheiros e aliados dispostos a me proporcionar auxilio. ~ Até que não é algo ruim, apesar de gostar de lutar individualmente... até que foi divertido lutar em grupo, não concorda comigo Saitam... Notava que o mau habito ressurgia, mas tentava evitar de continuar com isso. ~ O passado ficou no passado, sei que enfrentei bravos guerreiros e por isso lhes dei tal honra em denominar meus músculos. No entanto, isso já não ocorre mais. Diria coçando a cabeça em uma profunda reflexão.

~ Não sou mais aquele viajante mercenário guerreiro, preciso me desvincular desse habito que já não faz mais sentido. Indagava retoricamente ao tempo que me levantava. ~Até porque... o meu objetivo de vida é chegar até o topo da marinha e fundar um reino digno e nunca antes visto! Thororororo! Proferia rindo para mim mesmo, após concluir uma breve, mas completa, analise do meu “eu” atual.

~ Tá na hora de exercitar um pouco a mente. Buscaria então algum marinheiro no campo de treinamento que perguntar sobre o perito. ~ Saudações camarada... sabe me dizer se tem algum marinheiro proficiente em comunicação e discursos? Coçava a barba enquanto olhava para o rapaz, pois, provavelmente deveria de ter algum especialista em tal área.

Saber discursar e me comunicar, atrelado a minhas capacidades em liderança, carisma e persuasão, fortificariam meu dialeto durante a regente dentro do meu castelo como em grupos, certamente era algo benéfico de se aprender; além de que havia tempo algum tempo disponível até Vitaminado estar recuperado. Até lá, a capitã já teria determinado nossa próxima parada, devido nosso tempo ter chegado ao fim em Altai. “A prosperidade da ilha vai fluir igual uma nascente de um rio, algo que me alegra bastante. Em conclusão, a tirania de um criminoso terminou e Altai só tem a ganhar agora.”




PdV: 53770
Sta: 600

Historico:

Build:

Técnicas:


_________________

4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 2uAvx3T_d
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
58
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B


Narração

 Após seu longo descanso, Thor procurou por alternativas para que agora, pudesse preencher sua mente com capacidades que conforme fosse evoluindo em busca de seu objetivo tornariam-se mais e mais necessárias e com isso partiu em busca do campo de treinamento por alguém que pudesse ajudá-lo a discursar melhor, a exibir melhor suas ideias para que assim alcançasse um melhor resultado.

No centro, ele teria encontrado uma Moça de cabelos rosados ao qual pareceu estar carregando alguns suprimentos, ela parou por um momento apoiando um saco pesado de arroz sobre o chão e ela teria dito - Se você não tiver problema comigo, eu posso te ensinar, eu só preciso descarregar o resto daquela carroça.- A moça então apontou para a carroça, já se dirigindo a ela, não haveria reclamações de sua parte caso ele tivesse lhe oferecido ajuda, onde um sinal de sim com a cabeça seria feito na oferta permitindo que assim ao terminar que o rapaz pudesse aprender.

Como um todo o local estava pouco movimentado, aos poucos o QG estaria voltando mais para a rotina normal mas era visível que muitos se excederam um pouco no banquete que antecederia a condecoração que muito em breve viria.

Histórico:



_________________



4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 9g2joTh

Blindao
Imagem :
4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 ZDZLMTU
Créditos :
1
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente



“Nenhuma lâmina pode deter minha Vontade.”
Tank Blindado
Sargento
Hasagt Altai

Seja por sorte, ou acaso, logo o primeiro marinheiro que abordava era proficiente na arte do Oratório. Inclusive, era uma bela dama de cabelos rosados. ~ Certo, certo! Eu lhe dou uma ajuda para agilizar suas tarefas! Thorororo! Proferia ao tempo que já começava a carregar as caixas e transportava até a carroça. Empilharia varias uma em cima da outra, agilizando e diminuindo o transporte.

~~ Aprendizado de Discurso ~~

Após terminar de ajudar a marinheira, dialogaria com a mesma durante nossa volta até o campo de treinamento. ~ E a bela soldada se chama? Perguntava o nome da garota, já que, seria ela minha instrutora. – Sou a Condessa Elizabeth Weiss Trauman, prazer senhor Thorkell. Ela diria mostrando bastante classe e carisma. ~ Ora, uma condessa? Mas que interessante, Thororororo! Seria impossível evitar o comentário, ainda que não fosse por mal, uma mulher com tamanho status era no mínimo estranho de se ver como uma marinheira. – Huhuhu. As vezes me esqueço que não porto mais esse título. Sim! Outrora fui uma nobre, mas não mais. Hoje dedico minha vida em prol do governo e justiça. Ela diria enquanto caminhava com elegância, impossível negar suas raízes.

– Mas deixando esse assunto para uma outra hora, senhor Thorkell, está interessando em dominar a arte de Discursar?! Porque o interesse de repente? Ela perguntava puxando papo. ~ Digamos que preciso me portar um pouco melhor, além de facilitar as orientações durante as missões. Sou um homem de profundas raízes da guerrilha e as vezes isso impede de me expressar com mais facilidade, além de que se almejo criar um reino, preciso aprender a me comunicar adequadamente diante o povo e meu subalternos. Coçava a barba enquanto revelava o motivo que haveria me interessado por tal perícia.

Logo após nos aproximarmos de um banco, a mulher viria a sentar e fazer um gesto com sua mão. – Tudo bem, não vejo problema em lhe proporcionar algumas sugestões e a partir de então... você terá que conquistar minha atenção através das palavras. Claro que será meramente figurativo, mas espero que tenha compreendido. Elizabeth cruzava as pernas e então apoiava suas mãos em cima do joelho.

Após respirar um pouco mais fundo, a jovem mulher começaria a explicar. – O Oratória, ou se preferir denominar como Discurso, é a arte de falar em público de forma estruturada e deliberada, com a intenção de informar, influenciar, ou entreter os ouvintes. Refere-se ao conjunto de regras e técnicas adequadas para produzir e apresentar um discurso e apurar as qualidades pessoais do orador. Nos tempos antigos, a oratória era estudada como componente da retórica, ou seja, a composição e apresentação de discursos, e era considerada uma importante habilidade na vida pública e privada. A arte do Discurso tem sido essencial em todas as áreas do conhecimento humano, já que todas elas necessitam de uma boa transmissão para o seu desenvolvimento. Ela faria uma pausa para que eu viesse a digerir as informações ditas por sua boca.

– Deve-se atentar, e ressaltar, que a capacidade de comunicação através do discurso possibilitada rápida compreensão aos ouvintes. Resumos mais lógicos e eficazes, que na falta dessa competência, dificulta e muito em ocasiões que exigem emissão de oração. É algo fácil e exigido a todos os nobres, cuja função sempre é burocrática. Ela então finalizava o tutorial narrativo.

Ficava um pouco pensativo enquanto cruzava os braços e olhava para a marinheira. ~ Hm. Então basicamente é uma mestria que permite falar de forma mais clara, junto de uma didática mais refinada e facilidade na compreensão de que ouve, seja qual for o tema do Oratório?! Perguntava para Elizabeth para ouvir sua opinião, já que, teria entendido a base teórica da perícia. – Isso mesmo, senhor Thorkell! É uma proficiência que lhe permite se expressar melhor diante a multidões, gerando maior autoridade e impacto comunicativo. Afinal, uma sinfonia de uma flauta pode acalmar o coração de um urso. Ou instigar sua fúria, apenas depende do desejo do flautista. Ela falava com um leve esboço ao usar um exemplo tropológico. – Agora é com você... maneje suas palavras igual faz com sua lança. Imagine que esteja em um campo de guerra e seus soldados perderam o ímpeto! Ela diria com um olhar desafiador. E pelo visto, já conhecia minha fama no quartel; o que agora não era algo difícil de saber.

~ Okay! Vejamos... Faria uma pausa enquanto pigarreava para deixar limpa a garganta. ~ Atenção homens! Hoje lhes direi a seguinte inspiração de suas vidas!!! Proferia como se estivesse diante de um grupo de marinheiros desmotivados em meio a uma guerra. ~ Somos soldados de nós mesmos. A vida dá as batalhas mais difíceis aos soldados mais fortes. Somos o exército de um homem só. A vida é feita de lutas é por isso que somos todos soldados até o fim de nossos dias. Vivemos, Sonhamos e Morremos. A entonação de voz começava calma e lenta, mas alternaria para mais agitada e imponente, logo baixando para algo em desalento. Veria a reação de Elizabeth, que parecia mais ou menos motivada.

~ Não é preciso ter olhos abertos para ver o Sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão, para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível. A invencibilidade está na defesa, a possibilidade de vitória, no ataque. Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca, mostra que ela é abundante. Todos podem ver as táticas das minhas conquistas, mas ninguém consegue distinguir a estratégia que gerou as minhas vitórias!!! Notava que a marinheira estava começando a ficar mais interessada, seus olhos começavam a brilhar e ela gesticulava com as mãos para eu continuar.

~ A vitória está reservada para aqueles que estão dispostos a pagar o preço! Então ergam-se... meus camaradas! Inflem seus corações com ímpeto! Entorpeçam suas mente com desejo! Incendeiem seus músculos com determinação! E vibrem suas armas com fervor! Pois hoje! Hoje nossos inimigos tremeram de medo em nossas presenças! Igual um trovão que retumba antes que se tenha podido tapar os ouvidos e veloz como o relâmpago que brilha antes de ter podido piscar. Eles pereceram em frente ao nosso apetite por justiça! Terminaria de falar ao movimentar o braço para cima e direcionar ele de volta até colidir com meu peito, gerando um impacto e assim agregando maior tensão para com as palavras.

Dado algum tempo, Elizabeth criticava alguns pontos como a entonação, a quantidade de informações e a gesticulação corpórea, mas peças que eram fáceis de melhorar. – Tente mais uma vez, reduza a quantidade para ser algo de impacto! Algo que seja rápido para se compreender e ascender o espirito do grupo. Ela frisava a importância de evitar a extensão por muito tempo sobre o Discurso, o que fazia sentido.

Logo então após acentuar alguns pontos e refazer mais alguma vezes, chegaria no ponto que a mulher achava estar polido. Tal fato é, poderia ser visto alguns recrutas parado a distância, estavam curiosos e ao mesmo tempo fascinados com as palavras que haveria dito, apesar de não terem muito sentido com o momento em questão. – Muito bem dito, senhor Thorkell! Elizabeth diria ao tempo que bateria palmas de forma a me parabenizar. – Ainda lhe falta um pouco de elegância e reduzir um pouco o contexto, mas no geral... conseguiu se expressar muito bem. Ela se levantava e emitia um sorriso carismático. ~ Agradeço sua atenção, foi de grande ajuda sua orientação, senhorita Condessa. Thorororo! Mexeria com ela de forma amigável, enquanto ela apenas retribuía com um gesto de mão e caminharia de volta a carroça. – Huhuhu. Muito engraçado senhor Thorkell, mas essa mulher já não existe mais. Tenho que evitar de me apresentar dessa forma, ai-ai. Até mais, sargento. Ela diria ao tempo que suspirava e por fim daria tchau.

~~ Fim do Aprendizado ~~

Estalava um pouco o pescoço e punhos até me sentir bastante inspirado com minhas próprias palavras. ~ Hah! Preciso queimar todo esse combustível que foi aquecido em meu espirito, Thororororo! Tá na hora de um treino mais pesado! Afinal de contas, essa fortaleza precisa reforçar suas defesas! Já está na hora de aprender mais algumas habilidades de Rokushiki! Terminava de falar ao tentar avistar algum conhecido como a capitã, Vitaminado ou de algum grupo que haveria liderado antes.






PdV: 53770
Sta: 600

Historico:

Build:

Técnicas:


_________________

4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 2uAvx3T_d
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
58
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B
INFORMAÇÕES BÁSICAS

Aventura:  4 Capitulo Gigantorines em Altai
Participantes: Pippos , Thorkell
Localização da Aventura: Hasagt Altai

Thorkell


GANHOS


● Aprendizado de Tekkai; OK
● Shiro Shiro no Mi (Fruta da Fortaleza); OK
● Aprendizado Shigan; OK
● Conhecimento Estratégia; OK
● Conhecimento Discurso; OK
● 2 Missões finalizadas  ( Liderou um grupo de soldados para a  Evacuação de civis na operação de invasão ao esconderijo de Andras  e captura de criminoso de mais de 50kk)~ Post 19 OK
● Pagamento das duas missões OK
● Qualidade Renome ( O personagem mostrou-se um líder ativo em meio não só a superiores como  também em relação aos soldados, suas ações destacaram-se pela condução da operação ao usar seu próprio corpo como um escudo para que nenhum outro marinheiro sobre sua alçada fosse ferido, além disso por ter liderado ativamente a evacuação de civis e animais suas ações tomaram uma proporção de reconhecimento heroico  por outros companheiros marinheiros e por parte da população local sua fruta ter sido também o pilar de toda a operação conduzida para fechar a principal rota comercial usada para o tráfico de animais, deu lhe um status importante para a operação que  fora um sucesso.) OK - Progressão: 1/5

● Tem uma medalha/condecoração por receber( similar ao Pippos) que deve acontecer na próxima aventura, seria uma medalha   de Valor devido  as ações que resultaram em uma grande mudança positiva para a vida civil ao inviabilizar junto a outros marinheiros a principal rota comercial dos traficantes de animais da ilha ajudando a viabilizar uma captura  de um gigantesco bando que trabalhava com o tráfico. OK

PERDAS



ALTERAÇÕES


● Desvantagem Extravagante (desde o inicio da aventura  o  personagem anda notando que é uma mania que ele tem que perder); NEGADO  - Não houve uma menção muito árdua em relação a esse desconforto que o personagem teria ao ser Extravagante, por sinal, não achei que durante a aventura houve um trabalho nesse sentido.
● Dinheiro: 24.980.000 B$ + 15.000.000 B$ (Salário das Missões) = 39.980.000 B$ - Alterado
● ● Liderança 1/5 -> Liderança 2/5 OK


RELAÇÕES

Yujiro Masako; pirata procurado de B$ 50 milhões; Negado - Quem é Yujiro, o que ele representa para o personagem? Ele é realmente importante?

EXPERIÊNCIA


Experiência: 680

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): Sasha - 06 Créditos


Opinião sobre a Narração:  
Narrado:

Narrador:

_________________



4º Capítulo: Gigantorines em Altai! - Página 5 9g2joTh